WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia embasa secom bahia secom bahia secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


junho 2021
D S T Q Q S S
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


:: ‘Marão’

MESTRA LAINHA DAS CULTURAS COBRA AUXÍLIO PARA ARTISTAS ILHEENSES EM MAIS DE UM MILHÃO DE REAIS

O Congresso Nacional aprovou um auxilio emergencial específico para artistas e o setor da cultura. Para que esse recurso seja usado pelas prefeituras para pagamento é necessária a criação de uma Comissão de Acompanhamento. Após demora por parte do governo Mário Alexandre, a artista e presidenta reeleita do Conselho de Cultura de Ilhéus, Mestra Lainha, protocolou no executivo e legislativo o pedido de criação desta comissão para que os artistas tenha acesso aos mais de R$ 1 milhão de reais que está prevista para chegar na cidade e ser distribuído entre os artistas e o setor cultural ilheense.

Nossa equipe extraiu de um grupo do whatsapp os documentos protocolados pela artista Mestra Lainha cobrando e reivindicando esse direito para toda a classe artística de Ilhéus que estava a passos curtos.

Veja as imagens e o print de quanto será recebido pela prefeitura de ilhéus.

 

 Clique aqui para abrir o decreto

“Estamos tentando salvar empregos do comércio, que segue fechado” explica, Crismélia Moreira do SECMI

Com informações do Jornal Bahia Online, empregados e empregadores tentam salvar empregos no comércio de Ilhéus, que segue fechado atendendo a decreto do prefeito Mário Alexandre, como medida para conter o Covid-19 no município.

Hoje (09), o Sicomercio (patronal) e o sindicato dos Comerciários se reúnem para uma primeira reunião sobre o assunto. “Vamos ver qual a melhor maneira de garantir a renda da família comerciária”, afirma a representante dos trabalhadores, Presidente Crismélia Moreira.

Não se tem um número exato dos comerciários quer atuam em Ilhéus. Sindicalizados, são mais de dois mil trabalhadoras e trabalhadores.

Fonte: Jornal Bahia Online

DIVULGADO ZONAS, BAIRROS E DISTRITOS COM REGISTRO DE CORONAVÍRUS EM ILHÉUS

Um levantamento realizado pela secretaria municipal de saúde (Sesau) revela as localidades de Ilhéus que possuem casos confirmados com coronavírus (Covid-19).

Com 21 casos confirmados até as 18 horas desta terça-feira (07), a localidade que reúne a maior quantidade de casos da doença é a zona zul, com registro de 7 pessoas infectadas, seguida pela zona norte, com 6 casos.
Na zona sul, no bairro Nelson Costa têm duas pessoas com Covid-19, uma no Ilhéus II, uma no Hernani Sá, uma no Pontal, uma no Ceplus e uma no São Francisco.

Já na zona norte, os seis casos estão distribuídos no Malhado, com três pessoas infectadas, na Barra, com uma pessoa, no Alto da Soledade, com uma pessoa e mais uma no Basílio.

A zona oeste conta com dois casos no Banco da Vitória e uma no bairro Teotônio Vilela, empatado com o centro, que também possui três casos, no Teresópolis, no centro e na conquista. Na zona rural, há dois casos, um em Cas telo Novo e um no Rio do Braço.

O prefeito de Ilhéus reforça o pedido para que a população permaneça em casa para que possa ser contida a propagação do coronavírus na cidade.

CORONAVIRUS EM ILHÉUS: AO IGNORAR OS COMÉRCIOS ABERTOS, MARÃO MOSTRA COMO NÃO SER PREFEITO

Matéria: JornalBahiaOnline

A presidente do Sindicato dos Comerciários de Ilhéus, Crismélia Moreira, criticou agora a noite a falta de iniciativa do prefeito Mário Alexandre, em determinar urgentemente o fechamento do comércio da cidade diante da pandemia do Covid-19 e dos casos já registrados em municípios próximos a Ilhéus. Em que pese o posicionamento favorável ao fechamento de entidades como a CDL, Crismélia lembra que somente um decreto municipal tem a função pública de parar o comércio. “Isso já ocorreu em Salvador e São Paulo”, exemplificou. A inexistência de um decreto neste sentido serviu para, hoje, a dirigente sindical fazer um “alerta” para a categoria. “Cientes de que esta é uma situação atípica e inesperada, faz-se necessário viabilizar medidas efetivas de combate à proliferação do novo Coronavírus, através do confinamento domiciliar preventivo da população, inclusive de nós, comerciários”, afirma a nota.

Dentre os filiados do sindicato, estão os funcionários de supermercados e lojas comerciais. “As pessoas estão expostas, sem equipamentos de proteção, como nos casos dos supermercados lotados”, lamentou Crismélia. O comercio – segundo a dirigente – não tem funcionários usando proteção, mantém contato manual e proximidade entre consumidor e vendedor. “Estamos no isolamento. A cidade parada e só a gente atuando. O movimento caiu bastante. Ele precisa lembrar da gente, estamos em risco”, criticou. Crismélia lembrou que o sindicato não tem o poder de fechar o comércio, só o gestor municipal, que é a autoridade que pode fazer isso.

Leia a nota na íntegra: Alerta Urgente ILHÉUS CORONAVIRUS

UNIÃO RECONHECE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA DA PREFEITURA NOS ALTOS E MORROS DE ILHÉUS

Situação de Emergência

A Situação de Emergência – decretada pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, no início deste mês – por conta das fortes chuvas que atingiram o município nas últimas semanas, foi reconhecida pela União, nesta quinta-feira (21).

Com este reconhecimento federal de anormalidades, procedimento adotado pelo Ministério da Integração Nacional, o município se credencia a obter recursos financeiros federais para recuperar os prejuízos causados pelas chuvas e atender as famílias direta e indiretamente atingidas.

De acordo com a Defesa Civil, pelo menos 48 pontos de alto risco foram catalogados e monitorados pelos técnicos. Para formalizar a Situação de Emergência, a Prefeitura de Ilhéus cumpriu com toda as etapas exigidas pela União.

RÉVEILLON POPULAR NA BERLINDA EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Reveillon popular

De acordo com informações apuradas pelo O Tabuleiro, Ilhéus pode ficar sem a tradicional festa popular de virada do ano, realizada na Avenida Soares Lopes. Faltando menos de 30 dias para o ano novo, há pouca movimentação da administração municipal em relação ao assunto. Ainda de acordo com as informações, o município enfrenta dificuldade em conquistar apoiadores financeiros para o festejo, ficando assim sem “musculatura” para cobrir os custos, como no caso do Aleluia Ilhéus Festival, também cancelado neste ano.

ILHÉUS: VEREADORES NÃO TERÃO 13º SALÁRIO, JÁ MARÃO…

Da Coluna Satélite, no Correio24horas

A serenidade no olhar de quem vai receber R$ 40.975 reais de salário em dezembro.

Dentre as dez maiores Câmaras Municipais da Bahia, três já decidiram que não vão pagar o 13º salário aos vereadores este ano, enquanto outras cinco ainda não têm definição. A situação das indefinidas tende a ser por não conceder o benefício em função das limitações orçamentárias. O pagamento do 13º para agentes políticos foi autorizado  pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em agosto. As Câmaras de Salvador e Itabuna, por sua vez, optaram por pagar o subsídio extra, mas de forma proporcional, com base na decisão do STF. Procurados pela Satélite, os presidentes das Câmaras de Feira, Ilhéus e Juazeiro revelaram que não vão pagar o benefício este ano. Nas duas primeiras, a medida deve ser implementada só em 2018.

Em tempo: A Rede Bahia, na semana passada, a administração do prefeito Mário Alexandre afirmou que vai pagar o 13º salário de secretários, prefeito e vice. Em tempos de vacas magras, o prefeito Marão não se preocupa muito em economizar algumas moedas. O gasto extra deve superar os 220 mil reais, valor que daria para cobrir todas as despesas com salários de contratados, por exemplo.

PCdoB INICIA NAMORO COM O GOVERNO MARÃO

Renilson no evento do PCdoB.

Chamou a atenção na convenção municipal do PCdoB de Ilhéus, realizada no último sábado, dia 7, a presença do chefe de gabinete do prefeito Mário Alexandre, Renilson Soares. Além de ir ao ato dos comunistas, Renilson fez uso da palavra e, por pouco, não sentou à mesa pra representar o prefeito.

O gesto dá a entender que o PCdoB caminha para fazer parte do governo Marão. Ainda há secretarias vazias, como as de Agricultura e de Cultura, que vêm sendo guardadas para atrair aliados.

A adesão do partido, no entanto, teria poucos entusiastas no ninho cururu. Um deles é o deputado federal Davidson Magalhães, que está de olho em alguns votos que pode amealhar com a máquina municipal, e o vereador Nerival, que busca cargos.

A resistência à entrada no governo fica a cargo, principalmente, do ex-presidente municipal da legenda, Rodrigo Cardoso, que perdeu a eleição para Marão na chapa do empresário Cacá Colchões.

MARÃO CEDE E SUSPENDE NOMEAÇÃO DE COMISSIONADOS

Marão deu o braço a torcer.

Noticiamos aqui, na última semana, o enquadro que o Ministério Público do Estado deu no governo do prefeito Mário Alexandre para que suspendesse as nomeações para cargos em comissão criados na recente reforma administrativa (lembre aqui).

Depois de uma reunião realizado na última sexta, dia 14, a administração municipal entrou em acordo com o MP para suspender as nomeações, mas sem demitir quem já havia assumido os postos. O entendimento gerou o decreto de número 101, publicado na edição desta terça, 18, do diário oficial.

Além de suspender novas nomeações em cargos em comissão, o prefeito Marão se comprometeu a enviar à câmara de vereadores um projeto de lei que regulamenta os cargos criados na reforma administrativa. Foi por causa da falta de regulamentação – um detalhamento das funções que cada cargo criado deve desempenhar, que o MP enquadrou o governo.

PREFEITURA MANTÉM CAUTELA DIANTE DAS INVESTIDAS DO MP

Mesmo tendo sido alvo de duas recomendações do Ministério Público para demitir servidores não-estáveis (aqueles admitidos no período de 1983 a 1988) e contratados, além de exonerar ocupantes de cargos em comissão, o governo do prefeito Mário Alexandre (PSD) segue silencioso quanto às investidas do MP (veja aqui).

A cautela visa não acirrar os ânimos com os promotores que já estão no encalço de Marão, o que poderia dar brecha pra processos judiciais, como o que exige a nomeação dos aprovados no concurso de 2016 (lembre aqui). Internamente, o governo entende que tem havido uma pressão desnecessária, principalmente sobre dois pontos: demissão dos não-estáveis e exoneração dos comissionados.

Primeiro porque os não-estáveis estão próximos da aposentadoria e, avaliam assessores de Marão, demiti-los agora geraria uma onda de precatórios e até poderia provocar reações desesperadas desses funcionários. A estratégia, então, é esperar o tempo de aposentadoria desse grupo, que reúne cerca de 300 trabalhadores com mais de três décadas de prefeitura.

O segundo ponto se refere à exoneração dos ocupantes de cargos em comissão que foram criados na recente reforma administrativa, vigente desde os primeiros dias de julho. O MP entende que os novos postos são irregulares, por não não estarem regulamentados – em outros palavras, a lei não diz o que cada cargo deve fazer.

No entanto, pessoas de dentro do governo ouvidas pelo ILHÉUS EM RESUMO deixam claro que a própria lei dá prazo de 90 dias para o prefeito assinar decreto que regulamente as funções. Além disso, a estrutura administrativa antiga também não  tinha regulamentação, o que seria trocar seis por meia dúzia. Dessa forma, o MP estaria se precipitando ao basear o pedido de exoneração nesse argumento.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia