WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom bahia secom bahia secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Coronavírus – Covid’

MARÃO AUTORIZA ABERTURA DA TERCEIRA FASE DO COMÉRCIO E ACESSO ÀS PRAIAS NO MESMO DIA QUE ILHÉUS REGISTRA 10 MORTES EM 24H

Ilhéus.

Nesta quarta, 22, foi publicado pela Prefeitura Municipal de Ilhéus o decreto que permite o avanço de reabertura econômica. Foi autorizada a retomada das atividades de risco médio, que incluem parte do comércio – como as lojas de departamento, livrarias, serviços bancários e de hotelaria.

O que chama atenção, é que 48h após a publicação do decreto, 13 pessoas morreram vitimas do covid-19, totalizando 115 óbitos no município, segundo divulgado pela vigilância epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde. Além disso, a um crescente número de casos, pois só hoje, 23, foram registrados mais 83 casos positivos.

Fica claro então, que Marão segue exemplos ruins de cidades como Vitória da Conquista e Feira de Santana, que reabriram o comércio e ao decorrer dos dias foi preciso fechar novamente, visto que, os casos só aumentaram. Devido a essa instabilidade, o comerciante ilheense pode acabar sentindo ainda mais esse impacto econômico, uma vez que, adotaram medidas de segurança, renovaram seus estoques e agora com uma incerteza de que podem se deparar com um novo fechamento, um problema possível, que as outras cidades tiveram.

NOVO RECORDE BATIDO: 79 CASOS EM 24H; ILHÉUS REGISTRA 10 MORTES

Do Jornal Bahia Online

Covid-19.

Setenta e nove novos casos. O novo recorde de número de casos em apenas 24 horas. E mais 10 mortes registradas em Ilhéus, alcançando a marca de 112 óbitos tendo pessoas como vítimas da Covid-19 na cidade. Esse são os principais números do boletim epidemiológico divulgado ontem à noite pela Secretaria Municipal de Saúde.

Mas, de acordo com a secretaria, os dez óbitos que apareceram no boletim não foram todos registrados no período de 24 horas. Teria havido atraso de alguns dias na informaçõao prestada pelos hospitais e o número terminou acumulado e só divulgado ontem.

1.583 pessoas já estão curadas da Covid-19 em Ilhéus nesta terça-feira (21). 733 pacientes cumprem isolamento e 59 pacientes estão internados na UTI, que disponibiliza um total de 65 vagas.  Mais 305 pessoas aguardam resultado da coleta. São 9.332 casos descartados até o momento.

QUEREMOS SALVAR VIDAS E A ECONOMIA TAMBÉM, JUSTIFICA MARÃO A REABERTURA

Do Jornal Bahia Online

Marão.

Queremos salvar vidas e a economia de Ilhéus, mas com responsabilidade e consciência. A declaração é do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, ao anunciar a reabertura de mais uma etapa do comércio local.

“Estamos tomando as medidas de forma gradativa e com todas as exigências de higiene para a prevenção do coronavírus. É de fundamental importância que todos os segmentos, sem exceção, cumpram rigorosamente a higienização dos estabelecimentos e sigam os protocolos de prevenção e controle da Covid-19, assim como as demais medidas de proteção à saúde e às vidas humanas”, assegura.

O anúncio da abertura de mais uma etapa do comércio e da liberação de outras iniciativas de lazer acontece poucas horas depois de o município registrar o número recorde de casos positivos da Covid-19 em apenas 24 horas.

BAHIA REGISTRA 3.552 CASOS DE COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Covid 19

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.552 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,9%), 45 óbitos (+1,6%) e 4.172 curados (+3,9%). Dos 126.844 casos confirmados desde o início da pandemia, 112.204 já são considerados curados, 11.704 encontram-se ativos e 2.936 tiveram óbito confirmado de Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 406 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (38,18%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (3.249,70), Itajuípe (2.596,26), Dário Meira (2.212,89), Ipiaú (2.105,81) e Aurelino Leal (2.037,98).

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibiliza para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus (Covid-19). Para fazer o download, é simples: basta acessar o link bi.saude.ba.gov.br/transparencia/ e clicar no ícone localizado no topo da página. A iniciativa amplia transparência e possibilita que qualquer cidadão, em qualquer lugar do mundo, possa acompanhar e analisar a evolução da pandemia na Bahia.

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 267.388 casos descartados e 75.428 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (21).

Na Bahia, 12.853 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 2.936 mortes pelo novo coronavírus. Em virtude da disponibilização da base de dados relacionada aos óbitos da Covid-19, os interessados no detalhamento dos perfis podem fazer o download do arquivo completo.

ILHÉUS: DIVULGADO BALANÇO DA FISCALIZAÇÃO INTEGRADA DURANTE VIGÊNCIA DO DECRETO MUNICIPAL

Do Tabuleiro

Fiscalização.

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da ação integrada de diversas equipes de fiscalização, em atendimento aos decretos do Estado e do Município para a instituição de medidas preventivas e de contingenciamento à Covid-19 na região Sul e na Bahia, realizou a restrição da circulação e permanência de pessoas em vias, equipamentos, locais e praças públicas da cidade, das 21h às 5h,  bem como o acesso ao território, neste período de horário, com início no dia 13 e finalização na última segunda-feira (20). O objetivo, regular e controlar o fluxo de pessoas e fiscalizar os  estabelecimentos comerciais de serviços não essenciais.

Ao todo, 22 babas foram interrompidos no período. Somente na última sexta-feira (17), no horário da restrição, quarenta veículos foram bloqueados nas entradas do município. No final de semana, três cabanas de praia tiveram o funcionamento irregular cessado, sendo duas notificadas e uma autuada por reincidência. Uma cavalgada realizada no Couto, que reunia mais de 60 pessoas, foi encerrada no último domingo (19). Já no Residencial Minha Casa Minha Vida da Morada do Porto, uma festa foi desfeita e as pessoas foram dispersas para que a aglomeração fosse cessada no local. As equipes atuaram ainda em uma pousada no Cururupe que estava com   aglomerações, onde as pessoas no local foram orientadas a retornarem para suas casas e um som foi apreendido. As fiscalizações aconteceram em toda a cidade e em localidades do interior como Juerana, Jóia do Atlântico, Ponta do Ramo, Ponta da Tulha, Olivença, Couto, Aritaguá e Sambaituba.

Conduziram as fiscalizações as equipes da Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade de Ilhéus (Sutram), a Guarda Civil Municipal (GCM), as 68ª, 69ª e a 70ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM), fiscais de posturas, fiscais ambientais, equipe de Salva Vidas, a Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPPA) e o Corpo de Bombeiros.

A restrição de acesso em vias de entrada da cidade foi iniciada já na segunda-feira (13), nas mediações de entrada do bairro Teotônio Vilela, a partir das 21h. Já na sexta-feira (24), dia em que há uma maior circulação e vinda de pessoas de outras cidades para Ilhéus, as equipes bloquearam simultaneamente as três entradas da cidade, com restrições na base do Posto Policial do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), na BR 415 da rodovia Jorge Amado, nas mediações do Chocolate Caseiro na BA 262 da Estrada do Chocolate e, ainda, na BA 001 da rodovia Ilhéus-Olivença. Quarenta veículos foram bloqueados de acessar a cidade após as 21h, na última sexta.

De acordo com o comandante da GCM, Leonardo Bandeira, “do dia 13 ao dia 17, praticamente não houve nenhuma ocorrência de maior relevância. Somente algumas pessoas que estavam na rua no horário da restrição de circulação, que após a orientação das equipes, retornaram para suas casas”. O comandante destacou que no final de semana, além do período noturno, a fiscalização intensificou as ações também durante o dia, nas praias, com o apoio da equipe de salva vidas. “Nas praias, orientamos os transeuntes a retornarem para casa e o pessoal saiu tranquilamente. Na noite do sábado (18), que identificamos no Cururupe uma pousada alugada por pessoas de Itabuna, onde precisamos intervir para cessar a aglomeração”.

No domingo (20), a fiscalização seguiu nas praias e, na zona norte, uma cabana com funcionamento irregular, já reincidente na prática infratora, foi notificada.

A GCM informou ainda que foi conduzido para a delegacia apenas um cidadão que no domingo estava ébrio no bairro da Barra, sem máscara e, por desobedecer a orientação para que retornasse para casa, foi conduzido por desobediência.

POR QUE HÁ DIFERENÇA ENTRE MORTOS QUE ILHÉUS RECONHECE E O ESTADO DIVULGA?

Do Jornal Bahia Online

Secretário Magela.

No boletim epidemólógico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) de ontem à noite, o município de Ilhéus aparecia com 141 pessoas mortas, vítimas da Covid-19. No mesmo horário, a Secretaria Municipal (Sasau) divulgava 102 vítimas. Mas, afinal, por que se registra uma diferença tão significativa entre o número de mortos que o estado aponta para o número divulgado pelo município? O Jornal Bahia Online foi atrás desta explicação.

De acordo com a Sesau (municipal), não se pode considerar de Ilhéus, uma pessoa que saiu de Uruçuca e morreu em um hospital de Ilhéus. Mas o estado não tem acesso à esta diferenciação, segundo a fonte. “Morreu em Ilhéus, o estado computa como sendo da cidade e pronto”, revela. “A Sesab (estadual) recebe as informações dos hospitais que atendem e informam óbitos de pacientes de outros municípios que morrem em Ilhéus. Apenas isso. Os números são digitados no sistema Sivep-Gripe e Sesab apenas recolhe estes números”, revela a fonte.

Daí, segundo ela, a diferença entre o que o município reconhece e o estado divulga.

A este modelo de levantamento é dado o nome de “Município por Ocorrência” e não “Município de Origem Domiciliar”.

“Nossos dados são os reais para o número de pessoas que, de fato, residem em Ilhéus. Talvez poucos municípios estão fazendo um trabalho tão intenso e eficiente como o nosso caso”, assegura categoricamente o secretário de Saúde Municipal, Geraldo Magela. Ele disse ao Jornal Bahia Online que o estado está com problema na integração dos sistemas. “Veja os  pacientes ativos. Até o governador duvidou dos números apresentados pela Sesab sobre Ilhéus”, disse. “Nós corremos atrás dos dados corretos, nós checamos e rechecamos, testamos todos os óbitos”, garante.

Na entrevista que concedeu ao JBO, Magela também confirmou que houve transferência de pacientes com Covid-19 de Ilhéus para o Hospital Espanhol, em Salvador, conforme antecipado pelo site. “Isso tudo depende da complexidade dos pacientes, cardiopatas graves ou prevalência que necessite de maior suporte”, justificou. Magela exlicou ainda que os últimos 15 leitos oferecidos ao sistema público de Ilhéus, são controlados pela regulação do Município. Isso significa dizer que não estariam, por exemplo, disponíveis para pacientes de outros municípios regulados por Ilhéus. Seriam vagas para pacientes da cidade.

Mas, de acordo com Magela, não significa dizer que estas vagas deixem de atender outros municípios. “Mas quando tiver uma folga para isso”, informa. “Por isso pedimos que todos os pacientes agravados devam ir para o Centro de Atendimento Covid-19, no Centro de Convenções, pois é de lá que regulamos para outros hospitais”, explica o funcionamento do sistema. Magela disse ainda que já houve tentativas de pacientes de escolher o hospital para ser atendido e internado. “Isso no SUS não é possível, podemos até atender desde que haja vaga. Primeiro tentamos salvar as vidas e depois atender a escolha de paciente, como ocorreu recentemente”, denunciou.

ILHÉUS AMPLIA LOCAIS DE ATENDIMENTO PARA COVID-19

Atendimento para covid é ampliado.

Diante do novo cenário do coronavírus em Ilhéus e para uma atenção ainda maior à população ilheense, o Prefeito Mário Alexandre ampliou e descentralizou o atendimento ambulatorial para casos suspeitos, com a implantação de quatro Centros Comunitários de Referência para Enfrentamento da Covid-19 (CCREC) na cidade. Com o programa do Ministério da Saúde regulado pela Portaria nº 1742, a Secretaria de Saúde transformou algumas unidades de saúde, em caráter temporário, enquanto perdurar a pandemia, em unidades Covid-19.

A partir desta terça-feira (21), quatro unidades de saúde nos bairros Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Avenida Esperança e Teotônio Vilela passarão a oferecer atendimento ambulatorial, monitorar e realizar exames exclusivamente para pacientes que apresentem sintomas gripais leves, como dor de cabeça, coriza e febre. Em casos de sintomas como falta de ar ou sinais respiratórios, o Centro de Atendimento Covid-19 e a Unidade de Pronto Atendimento da Conquista, que funcionam 24h horas são as unidades de referência.

Para o Prefeito Mário Alexandre, “o município de Ilhéus, ao ser contemplado no primeiro lote do programa do Ministério da Saúde, mais uma vez saiu na frente com ações de enfrentamento à pandemia. Pois a pessoa que está com sintomas gripais leves e que reside próxima à alguns desses quatro Centros Comunitários, vai poder fazer o agendamento da sua consulta, ser atendida próxima de casa, realizar o agendamento de exames, receber a receita médica para o tratamento e ser acompanhada. A fim de desafogar a emergência, realizamos outros pedidos para fazer o mesmo com outras unidades junto ao Ministério da Saúde”.

A unidade de saúde do Nossa Senhora da Vitoria atenderá moradores do próprio bairro e outras localidades como a Barreira e o Residencial Minha Casa Minha Vida Sol e Mar. Para o atendimento à outras demandas ambulatoriais, que não sejam casos suspeitos de Covid-19, a população dessas localidades devem se dirigir à unidade da Urbis.

No Centro Comunitário de Referência (CCREC) Covid-19 do bairro Nelson Costa, os atendimentos estarão voltados para as populações do próprio bairro, do Paraguai, Hernani Sá e Mambape, sendo a unidade da Urbis referência para outros atendimentos que não para Covid-19.

Já no CCREC da Avenida Esperança, além da população local, essa unidade contemplará ainda a população da Av. Esperança, Av. Itabuna e Av. Princesa Isabel, sendo a unidade do Sarah Kubitscheck referência para outras demandas de saúde para as populações destes locais.

No CCREC do Teotônio Vilela na UBS 4, além do público do próprio bairro, a população do Residencial do Teotônio Vilela e de Vila Nazaré serão contemplados nesta unidade, sendo o Euler Ázaro a unidade para atendimento de outras demandas.

UPA da Conquista – Como mais uma medida de ampliação do atendimento Covid-19, a UPA da Conquista também teve o atendimento modificado para receber especificamente as demandas Covid-19 de pacientes com sintomas gripais. Para outras demandas em saúde, continuam em funcionamento normal como unidades de emergência o Pronto Atendimento da Zona Sul, a Coci, o Hospital São José e o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC).

PESQUISADORES BRASILEIROS DESENVOLVEM RESPIRADORES PULMONARES DE BAIXO CUSTO

Do Ilhéus 24h

Pesquisadores Brasileiros.

 

Cinco pesquisadores voluntários se uniram para dar origem ao projeto conhecido como Respiral 2.0, um protótipo de respirador mecânico que busca ser uma alternativa em caso da falta de respiradores no país, devido ao número de casos de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Um dos pesquisadores é ex aluno do curso de engenharia da computação da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), que também ocupa o cargo de primeiro sargento do Exército Brasileiro, Rodrigo Santos. Ele explica que a ideia para criar o projeto surgiu após o pronunciamento do Ministério da Saúde solicitando que a comunidade científica elaborasse algum equipamento para suprir uma possível falta dos respiradores.
Quando comparado ao valor de um respirador convencional, o Respiral 2.0 se encontra em uma linha bem mais acessível, o protótipo teve custo de aproximadamente R$6,500,00 de ensumos contra R$60 mil do outro tipo. A equipe afirma que pretendem doar a pesquisa para Forças Armadas e fábricas de produtos hospitalares para dar suporte a hospitais públicos e militares ao longo da pandemia.

“Nosso protótipo funciona através do acionamento pneumático e válvulas solenoides para gerar ventilação aos pulmões mecanicamente. Além disso, ele possui sensores de fluxo de ar, de pressão e de volume, através de uma tela sensível ao toque que possibilita ao profissional de saúde, responsável pelo paciente, configurar parâmetros segundo as necessidades”, detalhou Rodrigo. O principal diferencial, conforme os pesquisadores, é o baixo custo  somado à eficácia do produto. “Nosso grupo realizou uma pesquisa apurada até conseguirmos chegar em um protótipo capaz de suprir as necessidades que um respirador pulmonar precisar ter”.

O respirador já foi testado em laboratório e, a partir de agora, só precisa ser testado pelas fábricas que tiverem interesse em produzir o protótipo em larga escala. “Através desse protótipo a sociedade poderá ter um equipamento mais acessível, fator que é de vital importância, primeiro por refletir um custo mais baixo no produto final e segundo por nos dar mais autonomia”, ressaltou a equipe.

COVID-19: INSTITUTO BUTANTAN DEVE COMEÇAR HOJE TESTES COM VACINA

INSTITUTO BUTANTAN.

Os testes com os voluntários da vacina chinesa contra o coronavírus devem começar nesta segunda-feira (20) em São Paulo após parceria com o Instituto Butantan, segundo o governo do estado. As doses da vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech chegaram no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (20).

O avião com as vacinas saiu de Frankfurt, na Alemanha, e, após 11 horas de viagem, pousou por volta das 4h20 no Aeroporto Internacional de São Paulo. As vacinas serão levadas para o Instituto Butantan, na Zona Oeste de São Paulo.

Nesta terceira fase de testes, 9 mil voluntários irão receber a vacina contra o coronavírus. O Instituto Emílio Ribas, na Zona Oeste de São Paulo, começou a cadastrar na última quarta-feira (15) os voluntários. As inscrições continuam abertas e a prioridade é testar os profissionais da área da saúde.

De acordo com o governo estadual, o Instituto Butantan está adaptando uma fábrica para a produção da vacina. A capacidade de produção é de até 100 milhões de doses. O acordo com o laboratório chinês prevê que, se a vacina for efetiva, o Brasil ficará com 60 milhões de doses para distribuição.

A parceria entre o laboratório chinês e o Butantan foi anunciada no dia 11 de junho. Na ocasião, o governador João Doria (PSDB) disse que, se comprovada a eficácia e segurança da vacina, ela será disponibilizada no SUS a partir de junho de 2021.

Esses novos testes da fase 3 da CoronaVac, nome da vacina, serão feitos em larga escala e precisam fornecer uma avaliação definitiva da eficácia e segurança, isto é, a vacina precisa ser capaz de criar anticorpos para imunizar contra a Covid-19

Outra vacina que também está na terceira fase é a de Oxford, que será testada no Brasil pela Universidade Federal de São Paulo. Ela foi a primeira a receber autorização da Anvisa para os testes no país. (G1)

BAHIA CONTABILIZA 1.931 CASOS DE CORONAVÍRUS EM 24 HORAS

Do Vermelhinho

Covid-19.

A Bahia contabilizou 1.931 casos de coronavírus nas últimas 24 horas, segundo a Secretaria estadual da Saúde (Sesab). Também foram registradas 47 mortes e 4.840 curados nesse mesmo período.
Dos 122.169 casos confirmados desde o início da pandemia até este domingo (19), 104.544 são considerados curados e 14.785 encontram-se ativos. Além disso, 2.840 morreram por causa da Covid-19.
Com maior proporção em Salvador (38,52%), os casos confirmados foram registrados em 404 municípios baianos. As cidades com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (3.049,10%), Itajuípe (2.596,26%), Ipiaú (2.079,65%), Dário Meira (1.942,11%) e Aurelino Leal (1.925,24%).
Foram descartados 262.322 casos e outros 75.159 estão em investigação. O estado ainda registrou 12.466 profissionais de saúde infectados pelo coronavírus.


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia