WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom bahia secom bahia secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Coronavírus – Covid’

CRESCE O MEDO DE UMA SEGUNDA ONDA DA PANDEMIA NO MUNDO

Hospital

Fechamento de praias e casas de festa, máscaras obrigatórias, proibição de reuniões em massa: as restrições se tornam cada vez mais rígidas em vários países à medida em que cresce o medo de uma segunda onda da pandemia de Covid-19 e aumentam os casos na Europa e Ásia em níveis do primeiro surto.

Os números não param de crescer. Desde seu surgimento na China em dezembro, a doença já deixou mais de 805 mil mortos e infectou cerca de 23,2 milhões de pessoas, segundo um balanço da AFP com base em fontes oficiais.

América Latina e Caribe é a região mais afetada, com mais de 258.000 mortos e cerca de 6,7 milhões de casos.

Na Europa, os retornos das férias de verão são fonte de contágio em países como Itália, Espanha, França e Alemanha, em um momento em que a região se prepara para retomar o novo ano letivo.

“Estamos em uma situação de risco”, a pandemia “nunca foi contida”, disse o ministro da Saúde francês, Olivier Véran, em entrevista ao jornal “Journal du Dimanche”.

Até mesmo a Coreia do Sul, que foi considerada um exemplo no combate à pandemia, registrou nas últimas 24 horas o maior número de casos diários (397) desde o início de março e impôs a todo país as restrições aplicadas a Seul.

Mais da metade das mortes por COVID-19 no planeta foram registradas em quatro países: Estados Unidos, com cerca de 180.000 mortos, Brasil (cerca de 115.000), México (mais de 60.000) e Índia.

Índia, a segunda nação mais populosa do planeta depois da China, superou neste domingo a faixa dos três milhões de casos, ao relatar 69.239 novos contágios. Somou 912 mortes para um total de 56.706 óbitos, segundo dados oficiais.

A água volta a ferver

Para as autoridades, não está sendo fácil controlar as idas e vindas dos turistas nas praias e as reuniões sociais, principalmente os jovens.

No Peru, 13 pessoas morreram asfixiadas quando a polícia invadiu uma boate em Lima onde 120 pessoas participavam de uma festa na noite de sábado, que era proibida devido à pandemia.

Com 27.453 mortos, o Peru é o terceiro país da América Latina em número de mortos pela pandemia, atrás do Brasil e México.

Um dos países europeus mais afetados pelo vírus, a Itália, com mais de 35.000 mortos, continua vendo os casos de contágio subirem. Neste domingo anunciou 1.210 novos casos nas últimas 24 horas, muitos deles em Roma e em grande parte pelas viagens de férias.

Há cinco dias, a Itália ordenou o fechamento de casas de festa e impôs o uso de máscara nas ruas, cuja obrigatoriedade também se estende em cidades da França, que registrou 4.897 novos casos nas últimas 24 horas. No sábado esse número era de 3.602.

Na Alemanha, as infecções também aumentaram nos últimos dias (mais de 2.000 diários), devido ao retorno em massa de alemães que passaram as férias em áreas de risco no exterior.

Na Irlanda, as autoridades restringiram as reuniões para um máximo de seis pessoas em locais fechados. E no Reino Unido e Espanha, as autoridades voltaram a confinar várias regiões.

Enquanto a pandemia continua se espalhando, as carências nos hospitais, a exaustão, as baixas remunerações dos profissionais da saúde e a falta de assistência para as populações mais pobres continuam gerando mal-estar e protestos.

Com o impacto brutal do vírus na economia, muitos países optaram por retomar atividades quando a doença ainda continua a se propagar.

Por AFP/A Tarde

ILHÉUS: MAIS TRÊS MORTES E 205 NOVOS CASOS DA COVID-19

Covid 19

Três óbitos e 205 novos casos da Covid-19 foram registrados em Ilhéus nas últimas 24 horas, informa o boletim epidemiológico divulgado no início da noite de hoje pela Prefeitura de Ilhéus. Segundo o boletim, 4.037 pessoas já estão curadas da Covid-19 em Ilhéus nesta quarta-feira (19) e 1.224 pacientes cumprem isolamento.

Estão internados na UTI 60 pacientese 194 óbitos já foram registrados desde o início da pandemia. 248 pessoas aguardam resultado da coleta. São 16.270 casos descartados até o momento.

“NÓS VAMOS REFORÇAR O COMBATE AOS PAREDÕES NO INTERIOR”, DIZ RUI COSTA

Do Tabuleiro

Paredão de Som

 

O governador Rui Costa, comentou sobre o assunto, afirmando que o trabalho será estendido ao interior. “Nós vamos reforçar o combate aos paredões não só em Salvador como também no interior da Bahia, onde os prefeitos têm solicitado apoio e vão receber essa ajuda. Como estamos em fase de reabertura, as pessoas acham que tá tudo bem e que se pode realizar esse tipo evento, mas não pode. Não há nenhum liberou geral. Então, nós vamos atuar com maior rigor a partir desse final de semana e é bom que as pessoas já saibam que o veículo e o aparelho sonoro que ele carrega serão apreendidos não só pela lei de som, mas também de risco a saúde pública. Os proprietários também sofrerão sanções que vão além da apreensão”, salientou.

BAIANOS DE 18 A 60 ANOS TESTARÃO VACINAS CONTRA O CORONAVÍRUS NA BAHIA

Vacina.

A Bahia receberá a quarta vacina em potencial contra o novo coronavírus, desta vez desenvolvida pela Janssen, unidade farmacêutica belga da multinacional Johnson & Johnson, que deve começar a ser testada já no mês que vem.
Para que a nova candidata a escudo contra o vírus causador da covid-19 entre nessa fase experimental depende apenas da aprovação do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), órgão vinculado ao Ministério da Saúde responsável que avalia pesquisas científicas.
A potencial imunização já foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que encaminha o começo da realização dos testes. De acordo com a Janssen, apenas pessoas de 18 a 60 anos poderão participar dos testes.
Além da Bahia, os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Norte também receberão amostras da vacina em fase experimental para aplicação em voluntários. Ao todo, 7 mil brasileiros receberão a vacina.
Por meio de nota, a Anvisa declarou que os dados considerados para a autorização incluíram estudos não clínicos com a vacina e dados não clínicos e clínicos acumulados de outras vacinas que utilizam a mesma plataforma.
A Janssen disse que ainda não pode informar qual será a central de pesquisa que coordenará os testes na Bahia pois isto ainda não está definido, mas declarou que a aprovação é a resposta de um trabalho comprometido com o combate à covid-19.
“Esse processo é resultado de iniciativas que vêm sendo conduzidas pela companhia no Brasil e em outros países para o avanço do programa de desenvolvimento clínico de sua vacina candidata. A Janssen mantém conversas com governos locais e organizações globais, com o intuito de garantir que os países selecionados estejam preparados e tenham as autorizações regulatórias necessárias para avançar com a realização dos estudos no momento oportuno”, afirma a empresa, por meio de nota.
Procurada pelo Correio para falar sobre o laboratório que conduzirá a aplicação da ‘vacina da Johnson’ em território baiano e como será o processo de seleção dos voluntários para os testes, a Anvisa não respondeu até o fechamento desta matéria.
Sobre os voluntários que poderão participar, a empresa salientou que a fase 3 será conduzida globalmente com até 60 mil voluntários saudáveis, todos com idades entre 18 e 60 anos.
Os selecionados passarão por um ensaio clínico, que é um estudo de fase 3, randomizado e controlado por placebo, para avaliar a eficácia e a segurança de Ad26.COV2.S na prevenção do vírus em adultos. Cada participante receberá uma dose única da vacina ou placebo.
Testagem em macacos
Nas fases 1 e 2 de testagem, que foi realizada na Bélgica e nos Estados Unidos, as doses imunizantes foram administradas em macacos do tipo rhesus.
Durante a experiência, ficou comprovada que, com apenas uma dose da vacina, os macacos conseguiram desenvolver, em seu sistema imunológico, uma resposta considerável ao novo coronavírus. O resultado destes testes foram divulgados no dia 30 de julho pela revista científica Naturale.
Ainda segundo informações da Anvisa, o fármaco administrado nos primatas e que será aplicado em baianos na fase 3 é baseado em vetor de adenovírus sorotipo 26 – o Ad26, que é um tipo de vírus da gripe comum – impediu também infecções pulmonares do Sars-CoV-2, vírus da pandemia que assola o Brasil desde março.
Três vacinas em fase de testagem
No momento, três vacinas já estão em fase de aplicação de testes em voluntários soteropolitanos. Uma vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido, em parceria com a biofarmacêutica AstraZeneca, que está sendo testada com a condução do Hospital São Rafael, que pertence ao Instituto D’Or, responsável pelo estudo na capital baiana.
As outras duas são produtos das empresas norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech, sendo que a Pfizer é administrada pelo Centro de Pesquisa Clínica das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).
A vacina de Oxford começou o trabalho de testes em agosto e já vacinou mais de 800 voluntários da capital baiana, que receberão a segunda dose após 4 ou 6 semanas da primeira aplicação.
A que é gerenciada pela Osid, no momento, só está sendo aplicada em pacientes e profissionais de saúde da organização e foi aplicada em cerca de 100 pessoas até a última sexta-feira (14).
Ex-diretor do departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, o infectologista baiano Júlio Croda, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), explica que a Bahia tem recebido essa série de vacinas para testagem por ser um estado de tradição em pesquisa de doenças infecciosas como dengue, chikungunya e zyka, com centros de estudos consolidados e pesquisadores renomados.
“Num momento como esse, existem diversas empresas querendo testar vacinas contra a covid-19 e a Bahia é um estado potencial por ter pesquisadores qualificados que podem auxiliar laboratórios públicos e privados”, esclarece.
 
Vacina chinesa em negociação
Enquanto a vacina belga desembarca em território baiano, o governo tem tratado e negociado com embaixadas chinesas e russas para a obtenção das vacinas na fase três, quando, após os testes, se tem informações suficientes para atestar a eficácia no combate ao vírus.
Procurado pelo Correio para falar sobre o processo de negociação com as embaixadas citadas, o Governo do Estado não respondeu até o fechamento da reportagem

TRABALHADORES DA CULTURA NA BA DEVEM FAZER CADASTRO ONLINE PARA RECEBER AUXÍLIO

Do G1

Auxilio Emergencial da Cultura

Músicos e outros profissionais informais da cultura vão poder receber o auxílio emergencial previsto na Lei Aldir Blanc, que entrou em vigor nesta terça-feira (18). Na Bahia, para conseguir o benefício, é necessário fazer um cadastro no site da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult).

De acordo com a Secult, com a regulamentação da lei, serão disponibilizados recursos de R$ 110 milhões para o estado. Ainda com base na regulamentação, 80% do recurso será destinado ao auxílio da renda emergencial e 20% para a realização de editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural.

O cadastro também vai servir para traçar um panorama dos profissionais de cultura nas 27 cidades baianas, fornecendo informações para a elaboração de políticas públicas no campo cultural.

Quem pode solicitar a ajuda?

Artistas, produtores e técnicos com atividades interrompidas e que comprovem atuação no segmento nos 24 meses anteriores à publicação da lei por meio de documentos ou autodeclaração.

Os beneficiários têm de ser residentes e domiciliados em território nacional e não podem ter acumulado rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

As regras exigem ainda que o trabalhador precisa ter ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos – a que for maior.

O pagamento será limitado a dois membros da mesma família, sendo que a mulher chefe de família monoparental receberá duas cotas.

Quando e como serão pagos os recursos?

Os gestores locais têm um prazo de 30 dias para informar, por meio da Plataforma +Brasil (clique aqui), os planos de execução dos recursos e das agências do Banco do Brasil que vão efetuar os pagamentos.

“É importante que os gestores estaduais e municipais, aos quais caberá a responsabilidade de distribuir os recursos, apresentem planos bem estruturados, a fim de se garantir que o dinheiro chegue o mais rapidamente possível a quem realmente precisa e contemple o maior número possível de pessoas. Os recursos previstos na lei já estão devidamente empenhados”, afirmou, em nota, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Os ministérios do Turismo e da Economia disponibilizam os seguintes canais de atendimento para tirar dúvidas sobre a operacionalização da Lei Aldir Blanc: o e-mail leiemergencialcultura@turismo.gov.br e o telefone 0800-9789008.

Qual o prazo para Estados e municípios utilizarem os recursos?

Estados e municípios terão, respectivamente, 120 e 60 dias, a partir do momento que receberem as verbas, para programar os detalhes da distribuição dos R$ 3 bilhões no exercício orçamentário de 2020. Se os recursos não forem utilizados, serão devolvidos ao Tesouro Nacional.

No caso dos municípios, caso o recurso não seja aplicado em 60 dias, o valor será inicialmente revertido ao respectivo estado, que terá outros 60 dias para executar a verba, restrita ao apoio à manutenção de espaços culturais e a editais e chamadas públicas.

Além da atividade interrompida, quais outros requisitos para as entidades receberem o subsídio?

  • Elas têm de fazer parte dos seguintes cadastros:
  • Cadastros Estaduais de Cultura;
  • Cadastros Municipais de Cultura;
  • Cadastro Distrital de Cultura;
  • Cadastro Nacional de Pontos e Pontões de Cultura;
  • Cadastros Estaduais de Pontos e Pontões de Cultura;
  • Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais e
  • Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro.

 

DECRETO AMPLIA NÚMERO DE MUNICÍPIOS COM TRANSPORTE SUSPENSO NA BAHIA

Rodoviária

O transporte intermunicipal será suspenso em Ibiquera e Rio do Pires, a partir de quinta-feira (20). A medida, que tem o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta (19).

Ficam suspensas no município a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans até o dia 30 de agosto.

MUNICÍPIOS SEM TRANSPORTE INTERMUNICIPALNo total, a Bahia possui 355 cidades com transporte suspenso. São elas Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Anagé, Andaraí, Andorinha, Angical, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Aracatu, Araci, Arataca, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barra do Rocha, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Belo Campo, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Bonito, Boquira, Brejões, Brejolândia, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Caculé, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Camacã, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candiba, Cândido Sales, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Central, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Cocos, Conceição do Coité, Conde, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Curaçá, Dário Meira, Dom Basílio, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Gongogi, Guajeru, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré e Itaetê.

A restrição ainda inclui os municípios de Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itiúba, Itororó, Ituaçu, Ituberá, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Laje, Lajedão, Lajedinho, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Macururé, Maetinga, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maraú, Marcionílio Souza, Mascote, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Mirante, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muquém do São Francisco, Mutuípe, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Fátima, Nova Ibiá, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planaltino, Planalto, Poções, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo e Ribeira do Pombal.

Também estão com transporte suspenso Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santana, Santanópolis, São Desidério, São Domingos, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saúde, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Sítio do Mato, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanhaçu, Tanque Novo, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Varzedo, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wanderley, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

ILHÉUS: BUSCA ATIVA DE PACIENTES INFECTADOS SERÁ REALIZADA EM QUATRO BAIRROS ESTA SEMANA

Busca ativa de pacientes infectados será realizada em quatro bairros esta semana.

A Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus iniciou na manhã desta terça-feira (18) a programação desta semana para a busca ativa de pacientes infectados pela Covid-19, que contemplará quatro bairros: Hernani Sá, Malhado, Conquista e Teotônio Vilela. Confira o cronograma.

Nesta terça-feira (18), as equipes de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate à Endemias (ACE) da Sesau, já iniciaram a busca no bairro Hernani Sá, com início sempre às 8h, diariamente.

As buscas são realizadas nas localidades onde há maior incidência de casos confirmados, com orientações de prevenção e triagem para detecção de sintomas do coronavírus e encaminhamento para a Vigilância Epidemiológica do Município.

Amanhã (19), as equipes atuarão no bairro do Malhado, e, na quinta-feira (20), na Conquista. A programação encerra na sexta-feira (21), com a busca ativa no Teotônio Vilela.

CDC AFIRMA QUE INFECTADOS PELA COVID-19 NÃO FICAM IMUNES POR TRÊS MESES

Teste covid

Pessoas que tiveram a Covid-19 não estão imunes ao vírus nos três meses seguintes à infecção. É o que afirma o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. O esclarecimento foi feito por meio de nota, divulgada nesta sexta-feira, de acordo com o Uol.

O alerta é feito após o próprio órgão ter publicado um guia, no dia 3 de agosto, que dava a entender que pacientes infectados pelo novo coronavírus ficavam imunes pelo período de três meses, por causa da presença de anticorpos no organismo. 

No entanto, o CDC afirma que “guia apenas sugere que não é necessário fazer o teste para covid-19 em uma pessoa nos três meses seguintes à infecção, a menos que ela apresente os sintomas da doença e esses sintomas não possam ser associados a nenhuma outra moléstia”.

O grupo ressalta ainda que estudos vêm sendo feitos para investigar a duração da infecção e o risco de propagação do vírus.

ESCOLAS ESTADUAIS SEGUEM COM TESTES PARA O COVID-19 EM ILHÉUS E ITABUNA ATÉ SEXTA-FEIRA (21)

Estudantes fazem teste de covid-19

As escolas da rede estadual dos municípios de Ilhéus e Itabuna entraram, nesta segunda-feira (17), na segunda semana de testagens para o novo Coronavírus em estudantes, professores e funcionários. A atividade segue até a próxima sexta-feira (21) e faz parte do protocolo para a tomada de decisões relacionadas à retomada do ano letivo, mesmo ainda sem a data de retorno definida. O atendimento nas escolas é das 8h às 17h.
Para o atendimento, todas as unidades escolares foram preparadas com a higienização do local, com disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Os professores e demais pessoas a serem testados deverão utilizar máscaras de proteção para o acesso aos locais de testagem. Ao entrar, todos são direcionados para a higienização correta das mãos.
O estudante David Coelho, do Colégio Estadual Moyses Bohana, em Ilhéus, ressaltou a importância. “A gente ficar sabendo da nossa situação, seja o resultado positivo ou negativo, nos dá uma certa tranquilidade, porque podemos tomar as precauções necessárias”, disse.
Para Maria Bonfim, mãe de estudantes matriculados no Colégio Estadual Felix Mendonça, em Itabuna, a testagem da comunidade escolar também é fundamental para contribuir no controle da infecção no município. “Por ser uma doença nova, tenho certeza de que este trabalho vai ajudar na diminuição da curva de crescimento, pois vai apontar pessoas que estejam infectadas, ou que já tiveram, que serão devidamente orientadas”.
A gestora do Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 05), Leninha Vila Nova, destacou a importância da comunidade escolar continuar a se dirigir às escolas para a aplicação do teste. “Chegamos na segunda semana de testes em Itabuna e Ilhéus e o Governo do Estado está realizando todos os esforços para atender aos estudantes. Mesmo com o lockdown, estamos chegando às escolas mais distantes, como as indígenas, e, por isso, é importante que todos compareçam nas escolas para as testagens”, afirmou.
No município de Ilhéus serão testadas 12.327 pessoas, entre estudantes, professores e funcionários de 18 escolas, sendo quatro unidades indígenas. Já no município de Itabuna, a testagem acontecerá em 14 unidades escolares, contemplando 12.011 pessoas da comunidade escolar. A iniciativa já foi realizada em Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca e, atualmente, também está sendo executada no município de Jequié, até a próxima quarta-feira (19).

SEM VISITAS DURANTE A PANDEMIA, INTERNOS DE ITABUNA TÊM SESSÃO DE CINEMA

Do Tabuleiro

Detentos

Sem a possibilidade de receber visitas durante o período de pandemia da Covid-19, como forma de evitar o contágio entre os familiares e os detentos, os internos do Conjunto Penal de Itabuna, estão contando com uma novidade para superar o momento sem interações externas.

Com o projeto Cinema Legal, os presos estão participando de sessões de filmes, respeitando as medidas de segurança, como o distanciamento social. A alternativa foi elogiada pela coordenadora do corpo técnico do Conjunto Penal, Rajany Mororó.

“Sabemos que muitos fazem parte de uma população que nunca esteve em um cinema, então buscamos reproduzir ao máximo o ambiente de uma sala de projeção. Até a pipoca está garantida”, conta.

Além do projeto, onde os filmes são escolhidos pelos próprios detentos, o conjunto penal está proporcionando outras vias para amenizar o estresse causado pelo distanciamento, como eventos musicais, visitas virtuais e cartas online.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia