WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom bahia secom bahia secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Coronavírus – Covid’

BAHIA TEM MAIS TRÊS MUNICÍPIOS COM TRANSPORTE INTERMUNICIPAL SUSPENSO

Rodoviária

Brotas de Macaúbas, Jaborandi e Jiquiriçá terão o transporte suspenso a partir de sábado (29). A medida, que tem o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (28).
Ficam suspensas nesses municípios a circulação, a chegada e a saída de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.
O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Ipupiara, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.
Lista de municípios
No total, a Bahia possui 356 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alcobaça, Almadina, Amargosa, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Angical, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Aracatu, Araci, Arataca, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barra do Rocha, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Belo Campo, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Bonito, Boquira, Brejões, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Camacã, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canápolis, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candiba, Cândido Sales, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Central, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Cocos, Conceição do Coité, Conde, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Curaçá, Dário Meira, Dom Basílio, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória, Gongogi, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré e Itaetê.
A restrição ainda inclui os municípios de Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itiúba, Itororó, Ituberá, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jandaíra, Jequié, Jiquiriçá, Jeremoabo, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lajedinho, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Macururé, Maetinga, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maraú, Marcionílio Souza, Mascote, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Mirante, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muquém do São Francisco, Mutuípe, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Fátima, Nova Ibiá, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planaltino, Planalto, Poções, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal e Ribeirão do Largo.
Também estão com transporte suspenso Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santana, Santanópolis, São Desidério, São Domingos, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saúde, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Sítio do Mato, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanque Novo, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Varzedo, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wanderley, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

BANCO DA VITÓRIA É O BAIRRO COM MAIOR NÚMERO DE CASOS ATIVOS DE COVID-19

Do Blog do Gusmão

Banco da Vitória

De acordo com o Mapa da Covid-19 de Ilhéus, elaborado pelo vice-prefeito José Nazal, até a última quarta-feira (26), o Banco da Vitória era o bairro com o maior número de casos ativos da Covid-19 (50), seguido do Teotônio Vilela (45), Malhado (44), Salobrinho (41), Avenida Esperança (37) e Conquista (35).

Em relação aos distritos, Olivença (07) é a localidade que mais tem pessoas infectadas na fase de disseminação do vírus. Confira a tabela.

Tabela

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Veja o mapa.

Mapa

JUNTAS, ITABUNA E ILHÉUS REGISTRAM OITO ÓBITOS EM 24 HORAS

Itabuna/Ilhéus

Ilhéus registrou, nas últimas 24 horas, mais cinco óbitos em decorrência do novo coronavírus. O número de mortes no município do sul da Bahia passou de 200, ontem, para 205 nesta quinta-feira (27). De acordo com boletins epidemiológicos,  16 pessoas perderam a guerra para a Covid-19 entre o dia 17 e hoje.

Em Itabuna, nos últimos 10 dias, a quantidade de pessoas que não resistiram a doença foi bem superior. O município contabilizava 167 mortes no dia 17. O número de óbitos chegou a 204 hoje, sendo três nas últimas 24 horas, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

ITABUNA REGISTRA 2.061 CASOS EM 10 DIAS

O número de casos confirmados de novo coronavírus também disparou em Itabuna, saltou de 7.682, no dia 17, para 9.743 infectados nesta quarta. Foram 2.061 infectados pelo vírus em apenas 10 dias.  Nas últimas 24 horas o município registrou mais 137 casos de Covid-19.

Itabuna tem 25 pacientes em estado grave internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 46 em leitos clínicos e dois em unidades de semi-intensiva. Existem 5.516 curados. O município tem 4.023 pessoas se recuperando da doença.

Em Ilhéus,  foram registrados 896 casos de novo coronavírus entre o dia 17 e esta quarta. Existem 58 pacientes internados em leitos de UTI, 319 pessoas em isolamento e 189 esperando o resultado do exame. Há 5.369 curadas da doença.

MENINO DE 9 ANOS É A PRIMEIRA MORTE NA BAHIA POR SÍNDROME RARA LIGADA À COVID-19

Crianças

Muito se fala sobre a menor gravidade do coronavírus em crianças e adolescentes saudáveis. Mas nem por isso os mais novos devem deixar de tomar cuidado. Eles, por exemplo, correm o risco de desenvolver a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P). Na Bahia, um menino de 9 anos, morador de Salvador, foi a primeira morte registrada de um paciente com a confirmação da síndrome.

No total, 14 crianças e adolescentes entre 2 e 16 anos desenvolveram a enfermidade no estado até a quarta-feira, 26, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Além do garoto que acabou morrendo, três doentes continuam internados e 10 já tiveram alta.

Ao todo, o estado registrou 19 crianças e adolescentes com sintomas da síndrome que causa uma inflamação generalizada. Após o diagnóstico, foram detectados 2 pacientes com a também rara Síndrome de Kawasaki, que possui quadro similar à doença ligada ao coronavírus. Outros três casos suspeitos ainda não foram diagnosticados.

Ainda não se sabe qual é a relação exata entre a síndrome e o coronavírus. A doença acomete pacientes com até 18 anos infectados pela doença viral, de acordo com a Infectologista pediátrica, Anne Galastri. Em nota técnica, o Ministério da Saúde delimita a faixa etária até os 19 anos.

A médica informou que os adultos possuem um espectro de contaminação pela Covid-19 diferente da faixa etária pediátrica, o que explica a ocorrência da doença entre os mais jovens. A maior incidência de casos da síndrome ocorre após os 10 anos, aponta a especialista.

Geralmente, os sintomas da SIM-P aparecem entre uma e duas semanas depois da infecção, explica a Infectologista pediátrica. Acredita-se que síndrome se trata de uma resposta imune descontrolada capaz de desbalancear as funções orgânicas do corpo do paciente. Como sugere seu nome, a enfermidade altera o corpo todo, o que explica sua a gravidade.

A médica ressalta que se trata de uma síndrome rara, que acomete apenas poucos casos dentre as crianças e adolescentes infectados pelo coronavírus.

A identificação da síndrome é muito recente e ainda não é possível dizer a sua incidência na população, segundo a coordenadora de imunização do estado, Vânia Vandenbroucke. “Só teremos informações mais concretas quando ocorrer a sistematização das notificações no sistema de saúde. É importante estar alerta pois grande parte dos casos são graves e a ocorrência de uma morte é preocupante”, pontuou a coordenadora.

Relação com o coronavírus
Nem todas as 14 crianças e adolescentes com o diagnóstico confirmado da doença testaram positivo para o coronavírus. Apenas 11 enfermos possuíam a confirmação da covid-19, enquanto três apenas tiveram contato com alguém que pegou a doença viral.

“Nem todos os pacientes são testados de modo adequado para o coronavírus. Nós temos limitações, o que faz com que nem todo mundo que apresenta a síndrome tenha testado positivo para a Covid-19, mas é uma doença correlacionada temporalmente com o coronavírus”, pontuou a infectologista pediátrica.

Os meninos são a maior porcentagem de pacientes com confirmação na Bahia, com 11 casos registrados dentre o gênero, enquanto apenas 3 eram meninas. Dos enfermos, três possuem nove anos, dois têm 10 anos e outra dupla tem 2 anos. As idades de três, cinco, seis, sete, oito, 14 e 16 anos registraram apenas um caso cada.

Cidade do único óbito causado pela SIM-P, Salvador teve o maior número de diagnósticos da síndrome, com oito ocorrências, seguida de Camaçari com dois pacientes com a doença. Madre de Deus, São Sebastião do Passé, Candeias e Santo Antônio de Jesus registraram um enfermo cada.

Segundo a Sesab, são seis os hospitais notificantes para a doença em toda a Bahia, destes quatro são da rede pública e dois privados. A coordenadora de imunização do estado ressalta a importância da notificação para que se tenha uma melhor condução da doença.

“Deve se fazer a notificação para se seja possível elucidar melhor a síndrome e conhecer o seu perfil. Os casos suspeitos e confirmados devem ser notificados e existe um formulários online para isso. Assim, a Sesab e o Ministério da Saúde podem acompanhar os casos, até mesmo para concluir se se trata da SIM-P. A partir do perfil dos casos, se consegue delimitar, por exemplo, quais tratamentos foram mais bem sucedidos”, disse.

O alerta do Ministério da Saúde para a notificação dos casos da síndrome ocorreu em 20 de maio e, junto com ele, veio um pedido para que os serviços de saúde fizessem uma busca retroativa até 26 de fevereiro de casos suspeitos. “Até o momento, os casos mais antigos na Bahia tiveram o início dos sintomas em junho, mas pode haver outros ainda mais antigos”, informou Vandenbroucke.

De acordo com a coordenadora, a Sesab tem feito orientações para o manejo adequado dos quadros da síndrome e também treinando a rede de saúde para atender os acometidos pela enfermidade.

Atenção
Os pais de pessoas da faixa etária focal da doença devem se atentar a mudanças no comportamento dos filhos para que estes sejam tratados rapidamente. Galastri recomenda que os responsáveis mantenham um contato direto com o pediatra que acompanha seu filho e sempre prestem atenção nos sinais de gravidade.

“Existem sinais que apontam para a necessidade de levar o paciente para a emergência. No hospital, será analisado se a criança possui a síndrome. Dentre os sintomas para a ida ao hospital, estão a dificuldade para respirar, a prostração, a ocorrência de convulsão, a desidratação e grandes períodos sem se alimentar ou urinar”, apontou.

Em caso de não tratamento ou uma atenção incorreta, a doença pode evoluir para o óbito. “O paciente precisa receber medicações para bloquear essas inflamações no corpo todo. Existem tratamentos com imunoglobulina, anti coagulante, corticoterapia, por exemplo. É importante que a criança seja atendida em um hospital capaz de dar o suporte necessário para o caso, até mesmo com a disponibilidade de um UTI. Muitas vezes, ocorre alteração em vários órgãos, o que faz ser necessária a intubação, por exemplo”, afirmou a médica, que aponta que vários pacientes com a doença chegam a ir para a UTI.

A síndrome foi relatada pela primeira vez em Londres, onde os profissionais de saúde notaram um aumento nos quadros de Síndrome de Kawasaki com correlação com a infecção pelo coronavírus, contou a infectologista pediátrica, Anne Galastri. “Foi feita uma avaliação, que apontou se tratar da síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica, que é parecida com a doença apontada inicialmente”, afirmou.

Alerta
Em 20 de maio, o Ministério da Saúde emitiu um alerta, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), com o objetivo de chamar a atenção da comunidade pediátrica para a identificação precoce da SIM-P no país e orientar quanto ao manejo clínico dos casos.

Em nota técnica, datada de 20 de julho, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde ressalta que a notificação da síndrome é importante por ser pouco conhecida e emergente, com associação potencial à Covid-19.

A pasta explica que a notificação tem como objetivo a identificar e monitorar a ocorrência de casos de SIM-P associada ao coronavírus no Brasil e caracterizar o perfil epidemiológico dos casos de síndrome no país para adoção de medidas de prevenção, controle e manejo clínico dos casos.

Critérios
A Sesab utiliza os critérios do Ministério da Saúde para a definição de casos suspeitos e confirmados. Para ser caracterizado como a síndrome, o paciente deve possuir até 19 anos, estar internado com a presença de febre elevada, de, no mínimo, 38ºC, e persistente a partir de três dias.

A criança e o adolescente com suspeita da doença ainda tem que apresentar, pelo menos, dois dos seguintes sintomas: Conjuntivite não purulenta, erupção cutânea bilateral ou sinais de inflamação mucocutânea; Hipotensão arterial ou choque; disfunção miocárdica, pericardite, valvulite ou anormalidades coronárias; evidência de coagulopatia; manifestações gastrointestinais agudas, como vômito, diarréia ou dor abdominal.

Para caracterizar o quadro da síndrome, ainda deve ser analisada a existência de marcadores de inflamação elevados. A criança deve ter teste positivo para o coronavírus ou históricos de contatos com contaminados. Também deve ser afastado o diagnóstico de outras causas de origem infecciosas que geram inflamação.

O ministério ainda aponta que crianças e adolescentes que possuem os sintomas totais ou parciais da Síndrome de Kawasaki ou de choque tóxico com evidência de infecção pelo coronavírus também podem ser casos suspeitos da SIM-P.

A infectologista pediátrica, Anne Galastri, explica os sintomas mais comuns: “a criança tem uma febre maior que 38,5º C por quatro a cinco dias, ela também pode apresentar lesões na pele e oral, conjuntivite, o aumento dos linfonodos, o que é conhecido como íngua. Também há a alterações laboratoriais, como na função cardíaca, hepática e renal”.

Casos no Brasil
No Brasil, já foram registradas 9 mortes pela Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica até 8 de agosto, segundo dados do Ministério da Saúde. Ao todo, são 117 casos confirmados da doença entre as crianças e adolescentes do país. “O Brasil monitora casos de SIM-P em crianças e adolescentes, entre 7 meses e 16 anos. O objetivo é identificar se a síndrome pode estar relacionada à Covid-19”, informou a pasta.

Os números podem crescer já que o ministério informou que haverá atualização do assunto ainda nesta semana. Ao ser questionado sobre a ocorrência da síndrome nos estados e em cada idade, a pasta não respondeu.

Segundo informações do jornal O Tempo, apenas três casos da SIM-P foram registrados até julho, todos no Rio de Janeiro. Citando o Ministério da Saúde, o texto informa que cinco estados já registraram óbitos em decorrência da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica. O maior número de casos ocorreu no Rio de Janeiro, com 3 mortes, seguido do Pará e do Ceará, com duas mortes em cada um deles. O estado de São Paulo e a Bahia registraram 1 óbito cada.

A maior parte dos pacientes que desenvolveram a doença tinham até 4 anos de idade, segundo o jornal. Nesta faixa foram 48 casos confirmados e seis mortes. Dos casos confirmados, a maior parte ocorreu em pacientes é do gênero masculino, com 69 confirmações.

Do site Correio 24 horas.

COVID-19: BAHIA TEM CRESCIMENTO NO NÚMERO DE MORTES, SEGUNDO CONSÓRCIO DE VEÍCULOS DE IMPRENSA

Gráfico

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, o Brasil tem 117.789 mortes por coronavírus confirmadas até as 8h desta quinta-feira (27).

A Bahia está entre os estados onde o número de mortes tem crescido. Foram registrados 65 óbitos no estado na quarta-feira (26).

Na quarta-feira cinco estados apresentaram alta de mortes: RJ, GO, AP, TO e BA. Os dados informados são das secretarias estaduais de Saúde.

Consórcio de veículos de imprensa

Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

 

ILHÉUS ATINGE 200 MORTES POR COVID-19

200 mortos

O boletim municipal desta quarta-feira (26) mostra que Ilhéus chegou ao número de 200 mortes causadas por Covid-19.

Hoje, a cidade apresentou aumento de 95 no número de casos confirmados da Covid-19, chegando a 5.919. Na terça-feira (25) eram 5.824 casos confirmados.

O número de casos ativos na terça é de 404, na segunda o número era de 443, uma diferença de 39 casos ativos.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Boletim

BAHIA TEM MAIS CINCO MUNICÍPIOS COM TRANSPORTE SUSPENSO

Rodoviária

América Dourada, Canápolis, Paramirim, Piatã e Sebastião Laranjeiras terão o transporte suspenso a partir de quinta-feira (27). A medida, que tem o objetivo de conter o avanço do novo coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta (26).

Ficam suspensas nesses municípios a circulação, a chegada e a saída de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Gavião, Ituaçu, Jaborandi e Jussiape, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 354 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alcobaça, Almadina, Amargosa, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Angical, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Aracatu, Araci, Arataca, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barra do Rocha, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Belo Campo, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Bonito, Boquira, Brejões, Brejolândia, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Camacã, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canápolis, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candiba, Cândido Sales, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Central, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Cocos, Conceição do Coité, Conde, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Curaçá, Dário Meira, Dom Basílio, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória, Gongogi, Guajeru, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré e Itaetê.

A restrição ainda inclui os municípios de Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itiúba, Itororó, Ituberá, Iuiu, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lajedinho, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Macururé, Maetinga, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maraú, Marcionílio Souza, Mascote, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Mirante, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muquém do São Francisco, Mutuípe, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Fátima, Nova Ibiá, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planaltino, Planalto, Poções, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo e Ribeira do Pombal.

Também estão com transporte suspenso Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santa Teresinha, Santaluz, Santana, Santanópolis, São Desidério, São Domingos, São Félix do Coribe, São Gabriel, São José da Vitória, São José do Jacuípe, São Miguel das Matas, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saúde, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Sítio do Mato, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanhaçu, Tanque Novo, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Varzedo, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wanderley, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

BAHIA É O ESTADO DO NORDESTE COM MAIS LOJAS FECHADAS DURANTE PANDEMIA DA COVID-19

Do G1

Lojas Fechadas

Cerca de de 6 mil lojas do varejo fecharam as portas na Bahia no segundo trimestre deste ano. A informação, que é de um levantamento feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Fecomércio-BA, foi divulgada na terça-feira (25). A pesquisa considerou o período entre abril e junho

Segundo o levantamento, a Bahia está na primeira colocação entre os estados do Nordeste com a maior diminuição de pontos de venda no período: foram de – 6,37 mil pontos. Em segundo lugar está Pernambuco (-4,25mil), seguido do Ceará (-3,35mil).

O estado Baiano ocupa a sexta posição no país com mais lojas fechadas no segundo trimestre. Na frente estão, São Paulo (-40,43 mil), Minas Gerais (-16,13 mil), Rio de Janeiro (-11,37 mil), Rio Grande do Sul (-9,69 mil) e Paraná (-9,48 mil).

Conforme o levantamento, o número negativo tem relação com a pandemia do novo coronavírus. Na Bahia, o primeiro caso foi detectado no dia 6 de março. No total, 135 mil lojas foram fechadas em todo o Brasil.

ILHÉUS REGISTRA MAIS 33 NOVOS CASOS DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Do JBO

Paciente Covid

Trinta e três novos casos da Covid-19 em Ilhéus foram registrados hoje pela Vigilância Epidemiológica. A Secretaria de Saúde informou há pouco que  5.125 pessoas já estão curadas da Covid-19 em Ilhéus nesta terça-feira (25), 443 pacientes cumprem isolamento e 59 pacientes estão internados na UTI.

Não houve óbitos por conta da doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia até o momento foram registrados na cidade 197 óbitos. 198 pessoas aguardam resultado da coleta. São 16.940 casos descartados até o momento.

ESTADO ENCERRA TESTAGEM PARA NOVO CORONAVÍRUS NA COMUNIDADE ESCOLAR EM ILHÉUS

Testagem Covid

Os estudantes da rede estadual de Ilhéus, no sul da Bahia, que não fizeram a testagem para o novo Coronavírus tiveram mais uma oportunidade nas escolas. Nesta terça-feira (25), o Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) do Chocolate Nelson Schaun e o Colégio da Polícia Militar (CPM) Rômulo Galvão realizaram um dia extra para a aplicação dos testes, abertos a toda comunidade escolar. A ação fez parte do protocolo do Governo do Estado para a tomada de decisões relacionadas à retomada do ano letivo e já foi realizada em Itabuna, Jequié, Itajuípe, Ipiaú e Uruçuca.
A estudante Camille Vitória Menezes, do curso técnico de nível médio em Agroindústria, do CEEP do Chocolate Nelson Schaun, foi uma das que garantiram a sua testagem. “É uma forma de termos uma base de controle para garantir a nossa saúde e a dos nossos familiares. Achei muito importante esta iniciativa da escola”, disse.
O estudante Andres Nascimento, do Colégio Estadual Paulo Américo de Oliveira, também esteve no CEEP do Chocolate Nelson Schaun para ser submetido à aplicação do teste para o novo Coronavírus. “Acredito que deve contribuir nos cuidados com aqueles que derem positivo, além de ser um forma de planejar a volta às aulas o mais breve possível”, contou.
Para a estudante Ana Menezes, do CPM Rômulo Galvão, a testagem garante o maior cuidado com os familiares. “Não é apenas por nós. Com o teste, podemos saber se temos ou já tivemos o vírus e isso pode nos dar um indicativo de como proceder em casa com os nossos familiares”.
A coordenadora do Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 5), Leninha Vila Nova, destacou o trabalho realizado para as testagens. “Tivemos este dia extra em Ilhéus a pedido da própria comunidade escolar, que passou por alguns imprevistos durante a semana passada, com dois dias de chuvas intensas. Mas acredito que foi realizado um amplo trabalho de atendimento, que continua com o acompanhamento dos estudantes que deram positivados. A população entendeu a importância desta ação do Governo do Estado, voltada ao cuidado com os estudantes, professores, funcionários e, consequentemente, para as suas famílias”, afirmou.
Parcerias
A testagem ocorre em municípios de pequeno e grande portes que apresentam elevados índices de contaminação, a partir da parceria entre as secretarias estaduais da Educação e da Saúde (Sesab) e as prefeituras municipais. A aplicação é feita por profissionais das secretarias de Saúde, seguindo todos os protocolos de segurança necessários. A divulgação dos resultados oficiais pela Secretaria da Educaão será feita após análise científica, que está sendo realizada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia