WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom bahia secom bahia secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Coronavírus – Covid’

DIRETORIA DA ANVISA REJEITA IMPORTAÇÃO E USO DA SPUTNIK V

Da Agência Brasil.

Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitaram, por unanimidade, a importação e o uso da vacina russa Sputnik V pelo Brasil. A decisão foi tomada na noite de ontem (26). O imunizante é produzido pelo Instituto Gamaleya, da Rússia. Os diretores do órgão se reuniram, de forma extraordinária, para avaliar os pedidos de nove estados para a aquisição da vacina.

O diretor da Anvisa, Alex Machado Campos, que é o relator do pedido, considerou que o imunizante pode trazer riscos à saúde. Além disso, foram apontadas falhas e pendências na documentação apresentada pelo fabricante. Ele se baseou em pareceres técnicos de três gerências da Anvisa, que fizeram uma apresentação no início da reunião.

“Para os pleitos ora em deliberação, o relatório técnico da avaliação da autoridade sanitária ainda não foi apresentado, os aspectos lacunosos não foram supridos, conforme as apresentações técnicas. Portanto, diante de todo o exposto, verifica-se que os pleitos em análise não atendem, neste momento, às disposições da Lei 14.124 e da Resolução da Diretoria Colegiada 476, de 2021, razão pela qual eu voto pela não autorização dos pedidos de importação e distribuição da vacina Sputnik V solicitados pelos estados que já relacionamos”, afirmou o diretor-relator. O voto do relator foi seguido pelos outros relatores da agência.

A deliberação foi marcada dentro do prazo estipulado pela Lei n º 14.124/21, e de acordo com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que determinou a análise da questão dentro do prazo de 30 dias. Caso não houvesse essa análise por parte da Anvisa, a vacina poderia ser importada.

Os estados que tiveram seus pedidos avaliados pela Anvisa foram: Bahia, Acre, Rio Grande do Norte, Maranhão, Mato Grosso, Piauí, Ceará, Sergipe e Pernambuco. Além desses, também estão com pedidos pendentes de avaliação, ainda dentro do prazo, os estados de Rondônia, Sergipe, Tocantins, Amapá e Pará, e os municípios de Niterói (RJ) e Maricá (RJ). Ao todo, esses pedidos somam 66 milhões de doses, que poderiam vacinar cerca de 33 milhões de pessoas, por meio de duas doses.

Antes da votação dos diretores, gerentes de três departamentos da Anvisa apresentaram seus pareceres técnicos contra a compra da Sputnik V. Os relatórios foram incorporados ao voto do diretor-relator, Alex Machado Campos.

Vírus replicante

Em sua apresentação, o gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da Anvisa, Gustavo Mendes, argumentou que os lotes analisados mostram a presença de adenovírus com capacidade de reprodução no composto da vacina, o que traz riscos à saúde. A tecnologia utilizada na fabricação da Sputnik V é a do adenovírus vetor. Por meio dessa técnica, o código genético do Sars-Cov-2, que é o vírus da covid-19, é inserido no adenovírus e este, ao ser administrado em seres humanos por meio da vacina, estimula as células do organismo a produzir uma resposta imune.

O adenovírus é um vírus que possui uma capacidade natural de replicação no corpo humano, mas quando utilizado como imunizante, essa capacidade de reprodução deve estar neutralizada, o que não teria ocorrido no caso dos lotes da Sputnik avaliados pela Anvisa.

“Um dos pontos críticos, cruciais, foi a presença de adenovírus replicante na vacina. Isso significa que o vírus, que deve ser utilizado apenas para carregar o material genético do coronavírus para as células humanas e promover a resposta imune, ele mesmo se replica. Isso é uma não conformidade grave”, disse Mendes. “Esse adenovírus replicante foi detectado em todos os lotes apresentados da vacina Sputnik”,

Esse procedimento, explicou o gerente-geral, está em desacordo com o desenvolvimento de qualquer vacina de vetor viral, de acordo com os parâmetros de autoridades regulatórias dos Estados Unidos e da União Europeia. Ele alertou que, uma vez no organismo humano, o adenovírus replicante poderia causar viroses e se acumular em tecidos específicos do corpo, como nos rins.

Documentação

Em outra avaliação, dessa vez sobre as empresas que fabricam a vacina, a Gerência Geral de Inspeção e Fiscalização da Anvisa informou que não foi apresentado o relatório técnico de aprovação do imunizante russo para verificar o controle de qualidade na fabricação.

Por causa disso, a Anvisa analisou documentos próprios e de outras autoridades regulatórias internacionais e solicitou a realização de uma inspeção presencial em duas das empresas que fabricam a vacina na Rússia, a Generium e a UfaVITA. A inspeção no Instituto Gamaleya, que é o desenvolvedor da vacina, foi negada pelo governo russo. Essa inspeção foi realizada ao longo da semana passada por três técnicos enviados pela agência. Na visita, de acordo com a gerente de inspeção, Ana Carolina Merino, foram constadas não conformidades na fabricação da vacina, que impactam, entre outras, na garantia de esterilidade do produto.

“Neste momento, o risco inerente à fabricação não é possível de ser superado, tanto para o insumo fabricado pela Generium quanto pelos produtos acabados fabricados pela Generium e pela UfaVITA, então a nossa gerência não recomenda a importação da vacina”, afirmou.

Em outro parecer, a gerente-geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária da Anvisa, Suzie Marie Gomes, afirmou haver falta de informações conclusivas sobre eventos adversos de curto, médio e longo prazos decorrentes do uso da vacina, o que prejudica a avaliação do produto. “Eu chamo a atenção também para que a ausência de dados também é informação. A ausência de comprovação é considerada uma evidência, e uma evidência forte, sobretudo quando temos uma estimativa de população exposta ao risco que beira os 15 milhões de cidadãos”, afirmou.

95% DOS LEITOS DE UTI COVID DE ILHÉUS ESTÃO OCUPADOS

Leitos de UTI.

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) informa que 77 dos 81 leitos de UTI Covid mantidos pelo SUS no município estão ocupados, o que representa taxa de ocupação de 95,06%.

Até o momento, o município registrou 16.390 casos da doença, 417 óbitos e 15.723 recuperados.

De acordo com o boletim epidemiológico deste domingo (25), Ilhéus tem 250 casos ativos de Covid-19, enquanto 157 pessoas aguardam resultado do exame para confirmar ou descartar o contágio.

VACINAÇÃO EM ILHÉUS: SESAU ULTRAPASSA 45 MIL DOSES APLICADAS CONTRA A COVID-19

Agentes das forças de segurança começaram a ser vacinados.

Ilhéus aplicou 46.362 doses da vacina contra a Covid-19 até a última sexta-feira (23), conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Desse total, 31.742 doses correspondem ao primeiro ciclo (D1) e 14.620 referem-se ao segundo ciclo (D2) do esquema vacinal das pessoas que integram os grupos prioritários. Os dados são divulgados diariamente no painel de acompanhamento da cobertura vacinal Covid-19 da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Balanço semanal– De acordo com a Sesau, dos dias 19 a 23 de abril, foram aplicadas 2.612 unidades da vacina referentes à primeira dose e 3.724 doses de reforço, relativas ao segundo ciclo do esquema vacinal dos grupos prioritários da primeira fase da campanha. No total, foram imunizadas 6.336 pessoas, entre trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, pacientes renais e profissionais das forças de segurança e salvamento.

A Sesau reitera que mesmo com o início da vacinação de parcela da população, é necessário manter as medidas de prevenção à Covid-19, com uso de máscara de proteção, higienização das mãos e distanciamento físico (social).

Balanço

Balanço semanal da vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus

Data 19/04 20/04 22/04 23/04
Dose D1 D2 D1 D2 D1 D2 D1 D2 Total
Trabalhadores da Saúde 18 164 17 218 17 156 16 11 617
Indígenas 12 6 27 28 1 9 6 15 104
Idosos 649 1.797 948 1.058 890 210 24 5.576
Forças de segurança e salvamento 9 2 11
Pacientes renais 28 28
Total 688 1.967 994 1.304 908 403 22 50 6.336
Fonte: Secretaria Municipal de Saúde (Sesau)

ATRASO NA DISTRIBUIÇÃO DE VACINAS PODE AFETAR SEGUNDA DOSE

Vacina covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS) informou ontem, segunda-feira (26) que possui vacinas CoronaVac para a segunda dose em estoque somente suficientes até quinta-feira (29). A informação ocorreu no mesmo dia em que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou ao Senado que o país está sofrendo com a falta de imunizantes desenvolvidos pela farmacêutica chinesa SinoVac e produzidos no Brasil pelo Instituto Butantan.

De acordo com a SMS, a capital aguarda recebimento de novo lote de segundas doses para garantir a administração das duas aplicações exigidas para garantir a eficácia da vacina contra o coronavírus. Já sobre o imunizante da AstraZeneca, o estoque de segundas doses está assegurado até o dia 7 de maio.

Aqui no sul do estado, Itabuna tem situação semelhante. “A gente não tem a CoronaVac para a primeira dose. Só estamos trabalhando com a da AstraZeneca. Em relação à segunda dose, o governo federal não tem cumprido seu papel da melhor forma, nos deixando expostos e vulneráveis”, afirma a enfermeira Camila Brito, coordenadora da Rede de Frio de Imunização da Secretaria de Saúde do município.

“Recebemos da última vez 2.500 doses, ainda não terminaremos a faixa de 60 anos em diante. Alguns de salvamento e segurança de 45 a 49 anos já foram vacinados, mas só poderemos avançar para outros, professores e comorbidades, quando finalizar os idosos. As segundas doses vêm sendo enviadas pela Sesab sem maiores problemas, pois alguns não estão comparecendo para receber a segunda, infelizmente”, complementa Lívia Mendes, secretária de Saúde de Itabuna.

Especialistas alegam riscos
Com a situação do atraso das vacinas no Brasil, médicos infectologistas apresentam preocupação com a possibilidade da não aplicação da segunda dose no tempo correto. A demora, inclusive, poderia causar até mesmo uma nova forma do coronavírus, mais resistente aos imunizantes e consequentemente mais perigosa à população.

“As consequências das pessoas não receberem as duas doses são trágicas. As vacinas foram programadas para serem aplicadas em duas doses, sendo aplicada uma só, não garante coisa nenhuma. A pessoa vacinada apenas com uma dose pode, inclusive, ser transmissora de uma forma de vírus mais forte e mais resistente. Caso haja um grande atraso, minha orientação é que se reinicie o processo de imunização do início, ou seja, mais duas doses”, sustenta o professor Celso Sant’Anna, médico imunologista e docente da Rede UniFTC.

Fonte: O correio

BAHIA PODE SUPERAR MORTES DO 1º ANO DA PANDEMIA NESTA SEMANA

MORTES por covid-19

Em apenas 113 dias de 2021, o Brasil registrou 195.949 mortes pelo coronavírus, segundo dados divulgados domingo (25) pelo consórcio de veículos de imprensa, superando a quantidade de óbitos de todo o ano passado. Na Bahia, a tendência deve se repetir em breve.

Desde 29 de março, quando foi confirmada a primeira morte por Covid-19 no estado, até 31 de dezembro de 2020, foram 9.128 óbitos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). De 1º de janeiro de 2021 até agora, já foram 8.845 óbitos. Considerando a média de mortes registradas na última semana – em torno de 100 por dia -, o estado deve superar a marca do ano passado até esta quinta (29).

Desde 17 de março de 2020, quando o país teve a primeira morte confirmada pela doença, até 31 de dezembro, foram 194.976 óbitos. O Brasil levou 289 dias para alcançar a marca, que em 2021 foi batida em menos da metade do tempo.

ILHÉUS: GRANDE FILA PARA IMUNIZAÇÃO NA MANHÃ DESTA SEGUNDA-FEIRA, 26

Grande fila para vacinação nesta segunda-feira, 26

A vacinação Drive Thrur da segunda dose da Coronavac que ocorre nesta segunda-feira (26) provocou grande fila esta manhã.

A imunização hoje ocorre das 8h às 13h e foi registrada uma fila de carros que chega até a altura da Catedral de São Sebastião.

Hoje também acontece a vacinação primeira dose para profissionais da educação, agentes das forças de segurança e salvamento. Nesta etapa serão imunizados profissionais com idade a partir de 55 anos.

Para aplicação da 1ª dose é necessária a apresentação do documento pessoal com foto; cartão de vacinação; cartão do SUS e comprovante de residência e o profissional precisa necessariamente estar com o nome cadastrado para receber a primeira dose do imunizante. À medida que novos lotes forem entregues, um novo cronograma será divulgado.

ILHÉUS: SAÚDE VACINA PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, FORÇAS DE SEGURANÇA E SALVAMENTO NESTA SEGUNDA (26)

Vacinação covid.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que na próxima segunda-feira (26) dará continuidade à estratégia de vacinação contra a Covid-19 em Ilhéus, contemplando profissionais da educação e agentes das forças de segurança e salvamento. De acordo com a Sesau, a aplicação da 1ª dose da vacina Oxford acontece mediante lista previamente emitida pelos respectivos órgãos.

O serviço será ofertado na Escola Municipal Heitor Dias, das 8h às 15h. A vacinação da 2ª dose da CoronaVac também acontece na segunda-feira, das 8h às 13h, via drive-thru, e na terça-feira (27), na Cruzada do Bem pelo Bem e nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), das 8h às 14h.

Para aplicação da 1ª dose é necessária a apresentação do documento pessoal com foto; cartão de vacinação; cartão do SUS e comprovante de residência. Nesta etapa serão imunizados profissionais da educação com idade a partir de 55 anos e integrantes das forças de segurança e salvamento, a partir de 45 anos, de acordo com a lista de prioridades da vacinação. O profissional precisa necessariamente estar com o nome cadastrado para receber a primeira dose do imunizante. À medida que novos lotes forem entregues, um novo cronograma será divulgado.

As pessoas que estão dentro do prazo de agendamento para aplicação da 2ª dose da CoronaVac devem comparecer aos pontos de drive-thru, montados na Avenida Soares Lopes, próximo ao Centro de Convenções, e na Praça São João Batista, no Pontal, na segunda-feira (26), das 8h às 13h. Na terça-feira (27), o público deve se dirigir à Cruzada do Bem pelo Bem, próximo ao Ginásio de Esportes Herval Soledade, e às unidades do CRAS, das 8h às 14h. É indispensável a apresentação do CPF e do cartão de vacinação constando a primeira dose. Os pontos são alternados para dar acesso ao público que comparece aos locais com e sem veículo.

A Sesau reitera a necessidade de completar o esquema vacinal no intervalo recomendado pelo fabricante para garantir a proteção contra a doença. Devido ao quantitativo reduzido de doses, o cronograma está priorizando trabalhadores da saúde, agentes das forças de segurança e salvamento e profissionais da educação. As pessoas com idade acima de 60 anos que ainda não foram imunizadas devem aguardar repescagem.

O CMAE é ponto fixo de vacinação da segunda dose, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h. A unidade está localizada na Avenida Canavieiras, 275 – Cidade Nova.

Serviço

Vacinação contra a Covid-19 (1ª dose Oxford)

Data: 26 de abril de 2021 (segunda-feira) – Das 8h às 15h

Local: Escola Municipal Heitor Dias – Avenida Canavieiras, s/nº – ao lado do IME

Pontos de drive-thru (2ª dose CoronaVac) – Das 8h às 13h

– Avenida Soares Lopes – próximo ao Centro de Convenções

– Praça São João Batista, Pontal – ao lado da Igreja São João Batista

Vacinação da 2ª dose CoronaVac

Data: 27 de abril de 2021 (terça-feira) – Das 8h às 14h

Pontos:

CRAS Norte

Endereço: Avenida Raimundo Sá Barreto, 539 – Jardim Savoia

CRAS Sul

Endereço: Avenida Dr Arnoldo Neves – Nossa Senhora da Vitória

CRAS Vilela

Endereço: Avenida Governador Paulo Souto (perto da Associação de Moradores), 625 – Teotônio Vilela

CRAS Oeste

Endereço: Rua Duque de Caxias, 154 – Banco da Vitória

CRAS Olivença

Endereço: Rua Almerindo Sarmento, 8 – Olivença

Cruzada do Bem pelo Bem

Endereço: Rua Teodoro Sampaio, Boa Vista – próximo ao Ginásio de Esportes Herval Soledade

BAHIA REGISTRA 117 ÓBITOS POR COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Vírus Covid-19

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 117 mortes por Covid-19 e 3.652 casos novos.

Desde o início da pandemia,  46.840profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. O estado soma 17.804 mortes e a taxa de letalidade é de 2,03%.

Das pessoas que faleceram, 55,42% eram do sexo masculino e 44,58% do sexo feminino. O percentual de casos com comorbidade foi de 65,20%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,62%).

Até as 15 horas desta sexta-feira (23), a Bahia vacinou 2.206.348 pessoas, sendo que 832.000 receberam também a segunda dose.

BAHIA TEM 15 CASOS DE SUPERFUNGO; COVID-19 AUMENTA CHANCES DE INFECÇÃO

Paciente com Covid está mais exposto.

Com 15 casos contabilizados do superfungo “Candida auris” na Bahia desde o ano passado, a Secretaria da Saúde (Sesab) “permanece em alerta”. Entre as características do microrganismo está a resistência a medicamentos e a possibilidade de causar graves infecções hospitalares.

O primeiro caso veio à tona em dezembro de 2020, e foi identificado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular de Salvador. Na ocasião uma notificação foi feita à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que em seguida fez um alerta. No mês seguinte, em janeiro de 2021, a agência informou que caracterizava a situação como um surto. O órgão fez alertas que a Candida auris é um fungo emergente que representa uma “grave ameaça à saúde global”.

:: LEIA MAIS »

SSP-BA FAZ TRANSPORTE AÉREO DE VACINAS PARA MUNICÍPIOS BAIANOS NESTA SEXTA, 23

Bahia recebe vacinas.

Com a chegada de 222,5 mil doses das vacinas contra a Covid-19 à Bahia, nesta quinta-feira (22), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) começou esta sexta (23) fazendo a distribuição para os municípios baianos. É mais uma fase da Operação de Distribuição Aérea de Vacinas, iniciada às 5h30.Cinco aviões do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) e da Casa Militar do Governador realizam as entregas em todas as regiões da Bahia. A previsão de encerramento dessa nova fase é no início da tarde de hoje. Nos pontos de pousos, viaturas da PM vão promover a escolta por meio terrestre.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia