Comunidade do Rio do Engenho

A comunidade do Rio do Engenho, em Ilhéus, participou neste domingo, 25, da festa memorial à Senhora Sant’Anna e São Joaquim, com uma missa campal festiva que teve como tema “somos todos irmãos e irmãs: fraternidade e amizade social”. Celebrada pelo padre José Nilton Barbosa Lapa, popularmente conhecido como Padre Zezinho, da Diocese de Ilhéus, a missa contou com a presença de dezenas de ilheenses visitantes, pessoas da comunidade e representantes do governo municipal.

“Valorizar a nossa cultura e história, fortalece o sentimento de pertencimento do nosso povo, principalmente em comunidades como a do Rio do Engenho, que guarda um legado de fé e de importantes patrimônios históricos e naturais. Somos um povo que tem identidade, cultura e uma riqueza imaterial muito grande, por isso, devemos ter orgulho de ser ilheenses”, parabenizou o prefeito Mário Alexandre à comunidade do Rio do Engenho por preservar as tradições. 

A programação do dia 25 começou às 5h30 com o Santo Ofício de Nossa Senhora, seguida da oração do terço às 6h30, e a santa missa solene campal seguida de benção, realizada às 10h30, no domingo.

Pais de Nossa Senhora e avós maternos de Jesus, Senhora de Sant’Anna e São Joaquim são os padroeiros da Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, da zonal Centro Sul, e da Igreja do Rio do Engenho, segunda igreja mais antiga do Brasil, construída no período colonial, em 1534, pelo terceiro governador geral do Brasil, Mem de Sá.

A programação em honra à festa memorial dos padroeiros foi iniciada no dia 16 de julho, com convidados participando de leituras e ofertórios até o dia 24, sábado, para o grande dia da festa, realizado ontem. Nesta segunda-feira, 26, foi realizado às 8h o ofício de Nossa Senhora, seguida de celebração da palavra e animação de louvor.

Representando o governo municipal, prestigiaram o dia festivo, Alex Lima, chefe de eventos da secretaria de Cultura e Turismo, e Edmilson Novaes, chefe de divisão de limpeza pública da secretaria de Serviços Urbanos.