Animais foram resgatados.

Trinta cães e gatos que estavam sendo mantidos presos, acorrentados e quase sem alimentação, em barracos, na cidade de Ilhéus, foram resgatados nesta quinta-feira (10), por equipes da Polícia Ambiental e da Unidade de Vigilância em Zoonoses. A mulher que mantinha os animais em situação de maus-tratos foi levada para a delegacia.
O caso aconteceu na localidade conhecida como Alto do Iraque, no Banco da Vitória. Dentro dos barracos, os policiais encontraram 13 cachorros amontoados e acorrentados. Todos os animais estavam magros e com sinais de estresse.
De acordo com a Comissão de Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção Ilhéus, que denunciou o caso, 30 animais foram encontrados em situação de maus-tratos, nove deles eram gatos que estavam presos dentro de caixas.
Os 30 animais viviam em dois barracos com pouca estrutura e com pouca alimentação. Um deles era uma cadela, que tinha acabado de dar à luz cinco filhotes. Ela estava bastante magra e precisa de alimentação para se fortalecer e dar alimento aos filhos.

A responsável pelos animais é uma mulher que apresenta sinais de transtorno de acumulação compulsiva e sofre de depressão. Por isso, assistentes sociais acompanharam a mulher durante a ação de resgate dos animais.
A Vigilância em Zoonoses comunicou a denuncia de maus-tratos à Secretaria de Meio Ambiente de Ilhéus, que é responsável pela proteção e defesa dos animais. Essa comunicação foi feita dia 26 de novembro, mas até o momento, o órgão municipal não deu resposta.
Na quarta-feira (9), um novo ofício foi encaminhado pela unidade informando a falta de um abrigo municipal para receber os animais domésticos e a superlotação das associações protetoras dos animais.

O secretário de meio ambiente de Ilhéus, Mozart Aragão, disse que os animais domésticos não são de responsabilidade da secretaria, apenas os silvestres, mas que está tentando conseguir um lugar para abrigar os cães e gatos.
A mulher que foi levada pela Polícia Ambiental e os representantes dos órgãos responsáveis pelo resgate foram até a delegacia prestar depoimento. Os animais também foram levados para o local.