WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
bahiagas policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘vilela’

ILHÉUS: JOVEM DE 18 ANOS SE AFOGA NO VILELA APÓS SOFRER CONVULSÃO

Do G1

Joadson

Um jovem de 18 anos morreu na quinta-feira (3), após sofrer uma convulsão no Rio Cachoeira, localizado no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus. Segundo a família de Joadson Monteiro Cardi, ele tinha uma doença que provocava convulsões.

 

Ainda de acordo com a família, ele já havia sido vítima de afogamento em São Paulo, onde morava anteriormente, também por sofrer uma convulsão dentro d’água. Na ocasião, ele chegou a ficar na UTI de um hospital.

 

O corpo de Joadson só foi encontrado na manhã desta sexta-feira (4). As buscas haviam sido interrompidas na noite de quinta, por conta da baixa visibilidade, e foi retomada na manhã desta sexta. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade foi acionada para fazer a remoção do corpo.

 

Demora no socorro

 

Testesmunhas contaram que, após Joadson passar mal na água, algumas pessoas ainda tentaram salvar o garoto, mas não conseguiram. Os moradores do bairro então acionaram o Corpo de Bombeiros. Eles contaram entretanto, que a equipe demorou mais de cinco horas para chegar ao local.

 

“Eu e meu sobrinho até cortamos os pés nas ostras, a gente mergulhou várias vezes, e a gente não conseguiu pegar o corpo. A gente ligou para os bombeiros várias vezes, e eles dizendo: ‘Não tem mergulhador aqui’”, contou a dona de casa Maria Bispo.

 

“Nós todos descemos para a ajudar a pegar ele, mas não conseguimos. A menina ainda viu a hora que ele pulou. Se eles tivessem vindo rápido, tinha como escapar, tinha como pegar ele, porque ele não bebeu água, ele deu uma convulsão”, acrescentou.

 

O Corpo de Bombeiros informou que estava em outra ocorrência e que, por isso, demorou para chegar.

MORADORES DO VILELA PREOCUPADOS COM AS CHUVAS

Do FRN

Moradores ilhados.

A comunidade está preocupada com a situação das ruas do bairro Teotônio Vilela, após as últimas chuvas que caíram na cidade de Ilhéus. Na rua que dá acesso ao Residencial Vilela, recém-inaugurado, assim como também no colégio estadual Fábio Araripe, os moradores vem há anos pedindo socorro, para que os alunos frequentem as aulas, diante do difícil acesso que a localidade oferece, além de igrejas e residências, que ficam constantemente ilhadas em dias de temporal.

O bairro necessita de um amplo serviço na área de infraestrutura para melhorar o acesso e garantir a dignidade da população, sem falar dos motoristas que passam transtornos com os carros caindo dos enormes buracos, ocasionando em prejuízos e muita indignação.

O Vilela apela aos seus dois representantes, Abraão e Makrise, que priorizem as necessidades do bairro nas pautas de reivindicações junto à prefeitura municipal.

POLÍCIA RECUPERA MOTO NO VILELA

Do FRN

Moto recuperada

Por volta das 08hs dessa segunda-feira, 15, uma guarnição da viatura 7012, pertencentes a 70 CIPM, após incursão de rotina na localidade conhecida como Favela do Rato, no bairro Teotônio Vilela, foi recuperada uma moto, modelo Bros, cor preta, veículo possivelmente tomado de assalto.

A moto foi apresentada no plantão da 7a Coorpin a fim de serem tomadas as medidas cabíveis e, em seguida, ser devolvida ao respectivo proprietário.

MORRE SEGUNDA VÍTIMA DE ACIDENTE DE BICICLETA NO VILELA

Do Ilhéus em Pauta

Como informado aqui no Ilhéus em Pauta, ocorreu um acidente na ladeira de acesso ao Residencial Vilela por volta das 14 horas, onde dois jovens perderam  o controle da bicicleta e colidiram pedaço de cerca (informação atualizada agora) que não foi consertado pela prefeitura de Ilhéus.

Lamentavelmente, a segunda vitima do acidente, identificada como Fabielem,  faleceu por volta das 16h15 na emergência do Hospital Regional Luiz Viana Filho. Os familiares ainda não informaram os locais dos velórios, como também onde serão sepultados. O clima é de muita tristeza na comunidade do Teotônio Vilela, bairro pelo qual residiam.

ILHÉUS: EXPLOSIVOS SÃO ENCONTRADOS EM CASA NO VILELA

Do Agravo

Material apreendido

Seis bastões de explosivos em gel utilizados em assaltos a banco foram apreendidos em uma casa no bairro Teotônio Vilela,  na manhã desta quinta-feira (26).

De acordo com a Polícia Militar, após denúncia de tráfico de drogas na localidade, os policiais chegaram até a residência onde estava um casal e o material apreendido.

Além dos explosivos, também foram apreendidos dois quilos de maconha. O casal foi preso em flagrante. A operação da PM foi realizada pela 70ªCIPM.

VEREADOR DENUNCIA AO MP A FALTA DE ÁGUA NO VILELA

Makrisi

Na manhã da última quinta-feira, 19 de outubro, o Vereador Makrisi (PT) esteve na sede do Ministério Público Estadual, na Promotoria de Defesa do Consumidor, para protocolar denúncia por causa da constante falta d’água no Bairro Teotônio Vilela.

O parlamentar, que reside no bairro, foi procurado pessoalmente e via redes sociais por diversos moradores que se encontram prejudicados sem o fornecimento de água desde o último dia 10. A EMBASA não anunciou previamente a interrupção do serviço, além de não ter se manifestado durante estes quase dez dias sem água nas torneiras, deixando de garantir solução para o abastecimento dos consumidores.

“Além do descumprimento da Lei, a EMBASA age com descaso e desrespeito aos moradores do Teotônio Vilela. Embora o abastecimento tenha sido retomado um dia após o protocolo da nossa denúncia, não impede que o MP investigue e tome as devidas providências”, ressaltou o Vereador Makrisi.

EMBASA CASTIGA MORADORES DO VILELA 

Há uma semana a Embasa castiga boa parte dos moradores do bairro Teotônio Vilela, um dos maiores de Ilhéus. O fornecimento de água está irregular há sete dias.

Só tem água nas torneiras nas primeiras horas do dia. Moradores entraram em contato pra denunciar que precisam acordar 4h da manhã pra conseguir encher baldes, já que no restante do dia a torneira fica seca.

O problema é localizado, o que gera ainda mais revolta nos moradores do Vilela, já que em outros bairros o fornecimento está normal.

  1. Com a palavra, a Embasa.

“JACARÉ DO VILELA” DE VOLTA À NATUREZA

Do Blog do Gusmão

De volta à natureza

Por volta das 17 horas da última segunda-feira (18), o jacaré Billy voltou à natureza com o auxílio de servidores da unidade regional do INEMA (Itabuna) e do 5º Grupamento de Bombeiros Militar.  Billy havia sido capturado cinco horas antes, no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, por três bombeiros e um morador da rua José Carolino – lembre aqui.

As equipes envolvidas no resgate libertaram o réptil de um metro e meio à margem da BA-262, na altura do quilômetro dezesseis do trecho entre Ilhéus e Uruçuca. Os técnicos do INEMA escolheram uma área alagada para a soltura. A partir do local é possível chegar à Lagoa Encantada por meio da Mata Atlântica.

O final feliz de Billy se deve à sensibilidade das pessoas que ele encontrou na sua aventura urbana, como os moradores da rua José Carolino, os servidores do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia) e os corajosos bombeiros que participaram da operação de captura.

O 5º Grupamento de Bombeiros Militar cedeu o vídeo abaixo ao Blog do Gusmão. As imagens inéditas mostram o momento em que Billy foi solto. Assista.

JACARÉ DO VILELA FOI CAPTURADO

Do FRN 

A ação dos Bombeiros

A guarnição do 5º Grupamento de Bombeiros Militar de Ilhéus resgatou, na manhã desta segunda-feira (18), o temido jacaré do Teotônio Vilela dentro da tubulação de esgoto, próximo da Avenida José Carolino. O réptil está medindo aproximadamente 2,0 metros de comprimento.

A população já havia acionado os órgãos de meio ambiente anteriormente, mas o animal sempre conseguia fugir antes da chegada da equipe. 

Após capturado, o jacaré foi levado para sede do Quartel situado na Barra. Lá, ele espera por uma equipe do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), para que seja devolvido à natureza de forma adequada.

CAIXA SORTEIA UNIDADES DO RESIDENCIAL VILELA, EM ILHÉUS 

Da Secom/Ilhéus 

Condomínio popular

“Eu creio”, bradou emocionada, Ingrid Silva, de 29 anos, em pleno sorteio eletrônico na sede da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal. Ela foi uma das contempladas do Residencial Vilela, projeto concluído do Minha Casa, Minha Vida, na zona oeste de Ilhéus. Ela disse que a casa própria será a concretização de um sonho alimentado por anos. “Finalmente sairei do aluguel e poderei dar um futuro melhor para a minha filha”, completa.

Na área de habitação popular, a atual gestão da Prefeitura de Ilhéus inicia o sétimo mês com a conclusão de mais uma obra habitacional, por meio do convênio com a Caixa Econômica Federal. Ao todo, foram construídas 1.256 unidades residenciais das quais, 656 são para o Residencial Vilela, no bairro Teotônio Vilela e mais 600 no Residencial Rio Cachoeira, construído no Banco da Vitória, este, na fase final de verificação dos inscritos para futuro sorteio. Na tarde de ontem (10), em solenidade na Superintendência da Caixa, o prefeito Mário Alexandre, acompanhado de sua equipe de trabalho, assistiu ao sorteio eletrônico. Pela ordem do sorteio, dos 656 beneficiados desta etapa, 20 moradias foram destinadas para Pessoas com Deficiência (PCD) e 126 para idosos.

Sonho realizado – A história da dona de casa Bonnie Santos Silva, de 32 anos, difere da história da jovem Ingrid. Bonnie está entre as 66 famílias atendidas pela Defesa Civil e pela secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), que se encontravam em áreas de risco, a exemplo do Banco da Vitória, com alagamentos devido às fortes chuvas ocorridas de maio a julho. “Onde moro atualmente, não tenho como sequer mobilhar minha casa. Hoje me sinto feliz, afinal, agora terei o meu cantinho, meu conforto como sempre sonhei”, comemorou. O coordenador da Defesa Civil, Joandre Nere, relembrou da luta e do sofrimento das famílias que estavam nas áreas de risco. “Juntamente com a SDS, procuramos fazer o melhor para que estas famílias fossem assistidas com dignidade. Saímos daqui felizes com mais este avanço, sem apadrinhamentos, na legalidade” disse.

Auditoria – Nos meses de março e abril, a SDS realizou a pedido do prefeito Mário Alexandre, uma auditoria nos dossiês dos pré-selecionados do Programa Minha Casa Minha Vida, dos conjuntos habitacionais do bairro Teotônio Vilela, e Rio Cachoeira, no Banco da Vitória. O objetivo foi garantir que os beneficiários fossem de fato os que precisavam de moradia e se enquadravam no perfil socioeconômico de vulnerabilidade social, realizando visita técnica e pesquisa imobiliária, a partir da inscrição do IPTU e entrega de documentos que comprova-se as informações declaradas no ato da inscrição, já que, a lista dos pré-selecionados tinha sido publicada no dia 28 de dezembro, na época de transição do governo. 

O prefeito destacou que sua administração está trabalhando para captar investimentos para a construção de mais unidades habitacionais em conjunto com os governos federal e estadual, a exemplo do Residencial Vilela que está pronto, esperando os trâmites finais para a entrega das chaves. “Além de diminuir o déficit habitacional da cidade, as obras também geraram milhares de empregos na construção civil”, disse o prefeito de Ilhéus.

Parceria – O superintendente regional da Caixa, Marcos Vinicius Nascimento, disse que o Minha Casa, Minha Vida começa apenas com o orçamento e, após isso, os avanços acontecem etapa por etapa. Com isso, a Prefeitura Ilhéus passa a figurar na seleta lista de municípios baianos que contrataram e entregaram empreendimentos habitacionais, dando direito de moradia para quem realmente precisa. “Hoje é dia de colher o fruto. Mais uma parceria bem sucedida com a Prefeitura, em decorrência não só na contratação, mas na entrega dos imóveis. Mais importante que contratar é entregar as chaves às pessoas que vão morar na sua casa própria”, assinalou.

O superintendente afirma ainda que os avanços na habitação estão gerando empregos e a construção de conjuntos planejados, com água, esgoto sanitário, áreas de lazer, praças poliesportivas, parques infantis. Para Marcus Vinicius também há ganhos indiretos para a economia com os fornecedores de materiais como areia, cimento, ferragens. “Há um ciclo virtuoso que a todos beneficia”, completou.

O ato contou ainda com a presença do vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal Pacheco Soub; além dos secretários municipais de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Hermano Fahning; de Governo, Alisson Mendonça; da deputada estadual, Ângela Sousa; do coordenador da Defesa Civil de Ilhéus, Joandre Nere, além do coordenador do setor de Habitação, Welder Santos e equipe. A solenidade contou também com a participação do gerente regional da Caixa, Alberto Catarino Neto e do representante Antônio Vinicius Cruz, além de beneficiários do novo residencial, dentre outras autoridades.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia