WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘vereadores’

TEMENDO DERROTA, LÍDER DO GOVERNO MARÃO RETIRA PROJETOS DA PAUTA

Marão enfrenta dificuldades.

O líder do governo Marão na câmara de vereadores, Paulo Carqueija (PSD), pediu a retirada da pauta da sessão extraordinária desta terça, dia 17, dos dois projetos de lei enviados pelo prefeito.

A derrota do governo nas votações era temida pelos vereadores da base. Um PL trata da suplementação de até 80% do orçamento municipal de 2018 (Marão quer remanejar verbas ou usar recursos “inesperados” que chegaram aos cofres municipais – Lembre aqui) e o outro prevê o aumento do prazo para o município pagar a dívida existente com a Embasa.

Um terceiro projeto, de autoria do vereador Nerival (PCdoB) e que prevê mudanças na lei de regularização de imóveis, será alvo de audiência pública e, por isso, também foi retirada da pauta.

O posicionamento contrário aos projetos enviador por Marão evidencia que o gestor não vive mais a lua de mel de 2017, nem mesmo com os vereadores que possuem cargos em seu governo.

ILHÉUS: VEREADORES REJEITAM INVESTIGAR EMPRESAS DE ÔNIBUS

Fica a pergunta. Imagem do IOS dá Depressão.

Requerimento feito pelo vereador Makrisi (PT), na sessão desta terça, dia 19, da câmara de Ilhéus, para criação de comissão especial para investigar a caixa preta do transporte na cidade, foi arquivado pela maioria dos parlamentares.

Quinze dos vereadores votaram contra a investigação. Foram eles: Aldemir Almeida, Abraão, Ery Bar, Paulo Carqueija, César Porto, Gil Gomes, Ivo Evangelista, Juarez, Escuta, Nerival, Jerbson Moraes, Pastor Matos, Fabrício Nascimento, Nino Valverde e Paulo Meio Quilo.

Com a comissão, Makrisi pretendia ter acesso às planilhas reais de custos das empresas, além do contrato de concessão do serviço de transporte em Ilhéus.

O tema voltou à tona depois que o conselho municipal de transporte deu parecer favorável ao reajuste da tarifa de transporte. Hoje, a passagem custa R$ 3,10. Com o aumento, pode ir a R$ 3,50.

VEREADORES DE ILHÉUS VÃO EMBOLSAR 13º SALÁRIO

Câmara

Respaldados por um posicionamento recente da suprema corte brasileira, os vereadores de Ilhéus chutaram o balde e aprovaram o pagamento de décimo terceiro salário para eles mesmos. A medida acrescenta à renda anual dos parlamentares 12 mil reais e foi aprovada na sessão de ontem, dia 5 de dezembro.

A câmara ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto. Também não esclareceu se o extra vai entrar na conta já a partir deste ano.

ILHÉUS: VEREADORES NÃO TERÃO 13º SALÁRIO, JÁ MARÃO…

Da Coluna Satélite, no Correio24horas

A serenidade no olhar de quem vai receber R$ 40.975 reais de salário em dezembro.

Dentre as dez maiores Câmaras Municipais da Bahia, três já decidiram que não vão pagar o 13º salário aos vereadores este ano, enquanto outras cinco ainda não têm definição. A situação das indefinidas tende a ser por não conceder o benefício em função das limitações orçamentárias. O pagamento do 13º para agentes políticos foi autorizado  pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em agosto. As Câmaras de Salvador e Itabuna, por sua vez, optaram por pagar o subsídio extra, mas de forma proporcional, com base na decisão do STF. Procurados pela Satélite, os presidentes das Câmaras de Feira, Ilhéus e Juazeiro revelaram que não vão pagar o benefício este ano. Nas duas primeiras, a medida deve ser implementada só em 2018.

Em tempo: A Rede Bahia, na semana passada, a administração do prefeito Mário Alexandre afirmou que vai pagar o 13º salário de secretários, prefeito e vice. Em tempos de vacas magras, o prefeito Marão não se preocupa muito em economizar algumas moedas. O gasto extra deve superar os 220 mil reais, valor que daria para cobrir todas as despesas com salários de contratados, por exemplo.

VEREADORES VÃO DISCUTIR CHEGADA DO UBER A ILHÉUS

Da Ascom/Câmara

No dia 1º de novembro, a partir das 16 hs, a Câmara de Vereadores de Ilhéus vai abrir espaço, durante sessão ordinária, para discutir a chegada do UBER, empresa que presta serviço de transporte solicitado via aplicativo, com sistema similar ao de carona paga. O promotor de Justiça, Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo, além de representantes da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito; Detran, Sindicato dos Taxistas, Sindicato dos Rodoviários, Cooperativa dos Taxistas, devem participar da sessão. Durante a sessão será discutida a regulamentação do serviço na cidade. 

Já no dia 8 de novembro, durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Ilhéus será discutido o cumprimento da lei municipal que determina o limite de espera na fila dos bancos. Vários representantes de agências bancárias locais, representante do Procon e o promotor de justiça, Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo foram convidados para participar da sessão. 

O cumprimento de outros direitos do consumidor também será discutido a exemplo da disponibilidade de assentos em número suficiente, fornecimento de água e sanitários nas agências locais.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia