WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria policlinica itabuna secom bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘sus’

Exclusivo. MULHER COM CORONAVIRUS AFIRMA QUE FOI ABANDONADA PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

 

 

Em primeira mão.

O Blog do Gusmão, nesta quinta-feira, 09, ouviu o relato dramático de uma moradora da zona norte de Ilhéus que foi infectada pelo coronavírus.

O Blog do Gusmão recebeu cópia do exame que deu positivo para Covid-19, feito pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A mulher é casada e tem filho (a) pequeno (a). O blog de credibilidade não informou identidade e endereço para manter a segurança da família e impedir possíveis agressões.

A mulher tem entre 18 e 27 anos, fez o exame no dia 4 de abril e recebeu o resultado três dias depois. Vive dias muito difíceis uma vez que ela e o esposo estão desempregados.

Reclama que o resultado do exame foi passado de maneira inoportuna por uma funcionária da Vigilância Epidemiológica de Ilhéus.  A equipe foi até a residência dela, mas preferiu não entrar.  Antes de comunicar que ela estava doente, a servidora não buscou condições que possibilitassem privacidade. Alguns vizinhos escutaram e a partir desse momento ela e o marido passaram a ser olhados com desconfiança. O impacto a deixou muito nervosa e trêmula. Sem dar justificativas, a Vigilância Epidemiológica não fez o exame no marido e no filho (a).

A paciente afirma não ter recebido máscaras, luvas, álcool gel e qualquer tipo de apoio da Secretaria de Saúde de Ilhéus. As máscaras que ela e o marido utilizam foram compradas com parte dos poucos recursos que ainda restam.

Ela questiona a Sesau por não ter viabilizado consulta com um infectologista. Afirma que está se sentindo muito mal, mas a secretaria lhe afirmou que não há infectologista disponível para atendimento em domicílio.

Nos áudios é possível perceber que a paciente também necessita de acompanhamento psicológico. A condição financeira precária e o receio de já ter contaminado o marido e o filho (a) abalam seu estado emocional.

Alguns parentes sensibilizados com a situação organizaram uma “vaquinha” para pagar uma consulta médica. Ela demonstra gratidão pela atitude dos familiares, mas lamenta o abandono do SUS.

A partir do relato dessa paciente, fica a desconfiança de que a Sesau-Ilhéus não apoia os pacientes contaminados que necessitam de alimentos e equipamentos de proteção individual.

Por voltas das 17h21min., o blog informa que tentou falar com o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela. Fizeram três tentativas, mas ele não atendeu as ligações.

Deixamos o espaço aberto para um posicionamento do Secretário Geraldo Magela.

ILHÉUS GANHA SERVIÇO DE INTERNAÇÃO DOMICILIAR 24H PELO SUS

Do Pimenta

Ilhéus.

A partir desta quinta-feira (26), começa a funcionar na Bahia o serviço de internação domiciliar 24 horas pelo SUS.  Cerca de 350 pacientes em Ilhéus, Jequié, Vitória da Conquista,  Guanambi, Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari e Feira de Santana serão os primeiros atendidos por meio do programa “Cuidar em Casa”, que está sendo implantado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).

De acordo com a Sesab, nas próximas semanas o serviço será expandido para Alagoinhas, Itabuna, Itacaré, Santo Antônio de Jesus, Barreiras, Itapetinga, Poções, Itambé, São Félix do Coribe e Luís Eduardo Magalhães. “Este é um serviço inovador. A previsão é que em até seis meses todas as 28 regiões de saúde estejam operacionais”, informa o secretário Fábio Vilas-Boas.

Serão investidos, anualmente, cerca de R$ 26,6 milhões para execução dos serviços de saúde no domicílio, que inclui ainda assistência ventilatória domiciliar. A internação domiciliar 24h amplia o modelo que vinha sendo adotado até então, que oferecia apenas atendimentos pontuais de médicos, fisioterapia e enfermagem, passando a garantir a assistência integral 24h por dia em casa.

MAIS SERVIÇOS

O programa contempla ainda a oxigenoterapia domiciliar para pacientes cronicamente dependentes de oxigênio ou de ventilação mecânica. De acordo com o Governo do Estado, a nova modalidade será responsável pela desospitalização direta e imediata de centenas de pacientes, atualmente ocupando leitos hospitalares em todo o estado, possibilitando ampliar o giro dos leitos, com a consequente ampliação da oferta de vagas para a Central Estadual de Regulação.

O governo informou ainda que os pacientes serão assistidos em casa por equipes multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e assistentes sociais, e também fonoaudiólogos, nutricionistas, odontólogos, psicólogos, farmacêuticos e terapeutas ocupacionais.

Eles terão garantido um conjunto de ações de prevenção e tratamento de doenças, reabilitação, paliação (cuidados paliativos) e promoção à saúde, garantindo a continuidade da assistência.

Para ter acesso ao programa, os pacientes devem estar internados em unidades hospitalares da rede estadual, sem perspectiva de alta em 30 dias. A família, por sua vez, precisa preencher alguns critérios sociais, incluindo condições da habitação e disponibilidade de acompanhantes.

PEDIATRIA: HOSPITAL DE ILHÉUS PASSA A ATENDER PELO SUS

Hospital

O Hospital de Ilhéus se prepara para abrir as portas da pediatria a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O acordo, firmado neste fim de semana, durante visita do secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, à cidade, envolve um repasse de mais de 5 milhões de reais por ano e visa absorver a demanda deixada pelo Hospital Regional Luiz Viana Filho.

A medida deve por fim ao sofrimento de pais e mães ilheenses que viram seus filhos sem atendimento pediátrico na cidade desde a inauguração do Hospital da Costa do Cacau – incluindo uma morte na última semana (lembre aqui).

De acordo com o diretor do Hospital de Ilhéus, Jorge Viana, o contrato será assinado nesta semana e a unidade passará a ofertar consultas ambulatoriais e de urgência, além de internação em enfermarias.

USUÁRIO DO SUS TEM DE LEVAR PAPEL DE CASA PRA TER GUIA DE EXAME EM ILHÉUS 

Do Tabuleiro 

Ouvintes e leitores do O Tabuleiro denunciam transtornos na saúde de Ilhéus. Segundo as informações, em diversos postos de saúde de Ilhéus não há internet, o que impossibilita a marcação de consultas na rede SUS. 

Outra situação relatada na manhã dessa quarta-feira (21), pela ouvinte Ana Clara, do bairro Teotônio Vilela, é falta de papel numa unidade de saúde do bairro, para que sejam impressos os pedidos de exame. De acordo com a ouvinte, os pacientes têm que “tirar do próprio bolso” e fornecer o papel para a impressão. A Secretaria de Saúde da cidade ainda não se posicionou sobre os fatos.    

PREFEITURA SUSPENDE EMISSÃO DO CARTÃO DO SUS

Do Blog do Gusmão 

O Ministério da Saúde realiza atualização do Sistema DATASUS. Em virtude do serviço, a emissão de cartões do Sistema Único de Saúde (SUS) está temporariamente suspensa em Ilhéus e outras cidades. 

A informação é da Secretaria Municipal de Saúde, que emitiu comunicado para evitar que usuários se desloquem à toa à Central de Regulação.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia