WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


:: ‘samu’

MORADOR DE ILHÉUS ACUSA O SAMU DE NEGAR ATENDIMENTO

Do Pimenta

Morador acusa Samu de negar atendimento

Um morador de Sambaituba, zona rural de Ilhéus, acusa o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de negarem atendimento a uma idosa que precisou de uma ambulância do serviço na noite de quinta-feira (3), informa a TV Santa Cruz. A reportagem constatou que duas das três ambulâncias que operam no município estão quebradas no pátio e apenas a avançada está funcionando.

Os funcionários afirmaram que a equipe médica estava completa nesta sexta-feira (4), com dois médicos de plantão, mas às vezes o serviço opera mesmo com a falta do profissional. O motivo da falta de médicos seria a insatisfação com o salário e também com as condições de trabalho.

A secretária de Saúde de Ilhéus, Elizângela Oliveira, disse que duas ambulâncias foram locadas para rodar a partir do dia 25 deste mês e outras três ambulâncias estão previstas para sair da manutenção. Ela  informou ainda que o município já solicitou ao Ministério da Saúde seis novas ambulâncias, mas não tem previsão de chegada dos novos veículos.

Com relação à falta de médico no sábado passado, a secretária alegou que o profissional escalado pediu demissão no dia anterior e por isso não deu tempo de substituí-lo. Segundo ela, cinco médicos concursados e contratados pediram demissão nos últimos dois meses, mas o quadro já está completo novamente.

Já com relação ao salário, a secretária disse que “existe um estudo de viabilidade financeira para avaliarmos um aumento salarial junto aos funcionários do Samu”.

MP ACIONA MARÃO E EXIGE NOVAS VIATURAS DO SAMU

Do Tabuleiro

A ambulância amarrada.

O Ministério Público estadual ingressou com uma ação na Vara da Fazenda Pública contra o município de Ilhéus para que o SAMU 192 opere no município com 1 ambulância avançada e 3 básicas, e que no prazo de 6 meses este número suba para 2 ambulâncias avançadas e 4 básicas. Além disso, a ação pede que seja feito um contrato para manutenção dos veículos. Neste mês de fevereiro, o SAMU trabalha em Ilhéus com 2 ambulâncias básicas e 1 avançada, famosa por ter a porta traseira presa com um cinco.

ILHÉUS: AMBULÂNCIA DO SAMU CONTINUA COM PORTA AMARRADA POR CINTO

Do Tabuleiro

Ambulância

Uma unidade de suporte avançado do SAMU 192 continua realizando o atendimento em Ilhéus com as portas traseiras amarradas por um cinto, colocando em risco até mesmo as vítimas atendidas, já que o tráfego deste tipo de veículo costuma ser feito em velocidade elevada. A situação se prolonga há mais de 1 ano e já foi destaque nos noticiários da Bahia.

A imagem acima foi registrada nesta quinta-feira, dia 18. Na internet, uma fechadura para o modelo da unidade custa, em média, R$ 200,00. A atual secretaria de saúde do município ainda não explicou por que o reparo não é feito.

OI DEIXA SAMU DE ILHÉUS SEM TELEFONE

Treinamento

A Coordenação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da Secretaria de Saúde (SESAU) do Município de Ilhéus comunica que, por motivos técnicos alegados pela prestadora de serviços telefônicos OI, o número 192 está fora de funcionamento pela manhã. A empresa informa que a comunicação deverá ser restabelecida no prazo de três horas.

APÓS PRESSÃO, PREFEITURA PÕE MAIS 2 AMBULÂNCIAS PRA RODAR NO SAMU

Da Ascom/Câmara

O resultado da pressão.

Depois do flagra de várias ambulâncias quebradas e cheias de poeira feito pelos vereadores durante a semana, o SAMU de Ilhéus voltou a ter a disponibilidade de quatro ambulâncias neste sábado (13).

Segundo o vereador Fabrício Nascimento, membro da comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, neste sábado quatro ambulâncias, sendo três básicas e uma avançada, além de uma motolância estão à disposição da população.

Após uma manhã de visitas em várias unidades de saúde do município e uma tensa reunião com o prefeito Mário Alexandre, na noite da quarta-feira (10), ficou acordado que 12 médicos farão parte do quadro de profissionais da atenção básica, o que garantirá uma cobertura de 50% no atendimento à população bem como a diminuição do volume de pessoas na clínica médica do Hospital da Costa do Cacau.

BARBEIRAGEM NO SAMU DE ILHÉUS

Samu de Ilhéus.

Funcionários do Samu estão pê da vida em Ilhéus. Além de serem obrigados a trabalhar em condições precárias, com frota reduzida e sem adicionais no salário, ainda observam a teimosia de colegas.

Profissionais relataram que há médico na unidade que opta por enviar ambulância básica, que, claro, tem poucos recursos, para atender todas as ocorrências. “Caso a situação exija atendimento mais complexo, certamente o paciente estará num beco sem saída”, nos contou um funcionário da unidade.

E não é que não há ambulância avançada no serviço. Pelo menos uma das destinadas a atendimentos mais complicados está funcionando, mas sempre vem sendo preservada, sabe se la pra quê.

SAMU DE ILHÉUS SÓ COM 30% DO EFETIVO NESTA SEXTA

Samu fechado. Foto Ilhéus em Resumo

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ilhéus amanheceu nesta sexta, 6, desse jeito. Com faixa na porta e somente 30% do já escasso efetivo trabalhando. A paralisação dos trabalhadores é contra o sucateamento do órgão, que presta assistência a mais de 150 mil pessoas, mas só tem uma ambulância em funcionamento.

O ILHÉUS EM RESUMO denuncia há meses os problemas do Samu (lembre aqui e aqui). De acordo com o documento feito pelo sindicato, o SAMU enfrente problemas como ambulâncias sem funcionar, viaturas amarradas de ataduras, carros sem freio, com pneus carecas; algumas passaram um bom período sem oxigênio, e o material básico para aferição de sinais vitais é inexistente.

Ainda segundo o relatório, para sair da base, os funcionários colocam os materiais de uma viatura em outra para poder atender a população, o que leva tempo. Eles reclamam do não pagamento da maioria das insalubridades, falta de mais fardamentos, epis, e falta de água.

Eles informam que a atual gestão tem ciência dos fatos e inúmeros ofícios e pedido de resolução do problema foram enviados ao prefeito Mário Alexandre. Redação com informações do Agravo.

 

SAMU DE ILHÉUS SEM MÉDICO E SÓ COM UMA AMBULÂNCIA

Ambulância parada.

Desde as primeiras horas desta segunda, dia 2, o ILHÉUS EM RESUMO recebe denúncias sobre a falta de médicos e de ambulâncias no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ilhéus. Segundo pessoas que preferem não se identificar, desde a noite de domingo, dia 1, o médico plantonista não aparece para trabalhar.

Nesta segunda, o problema se repete e, ao ligar no 192, o ilheense se depara com a informação da falta desse tipo de profissional. As denúncias indicam também que só há uma ambulância operando, numa cidade com mais de 170 mil habitantes.

Na semana passada, já havíamos denunciado a precariedade do Samu de Ilhéus (confira aqui). Na oportunidade, conseguimos contato com a secretária de Saúde, Elizangela Oliveira, que se comprometeu a prestar esclarecimentos, mas não deu retorno.

O espaço está aberto caso a Prefeitura queira se posicionar.

ILHÉUS: FUNCIONÁRIOS DO SAMU USAM FOGO À LENHA NA FALTA DE GÁS

Fogo à lenha

Há pouco mais de três meses, a imprensa estadual noticiou, depois de várias denúncias locais, o fechamento do Samu de Ilhéus. O serviço ficou dias sem sequer uma ambulância para atendimento aos quase 200 mil ilheenses (lembre aqui).

Passados esses meses, o caos que toma conta do Samu  não diminuiu. Recebemos, pelo whatsapp, imagens que mostram o que seria um funcionário fazendo seu almoço num fogo a lenha, no chão do prédio onde funciona o serviço, na Avenida Litorânea Norte.

Além do gás de cozinha na copa, a unidade também não estaria com fornecimento regular de água mineral para os funcionários, que trabalham em regime de plantão, por vezes mais de 12 horas por dia.

A falta de insumos estaria afetando também o abastecimento de medicamentos nas ambulâncias e, mesmo após sucessivas denúncias (veja aqui), um dos veículos de socorro segue rodando com a porta traseira fechada com um pedaço de pano.

O ILHÉUS EM RESUMO procurou a secretária de Saúde do Município, Elizângela Oliveira, que afirmou estar em reunião e que a pessoa responsável pelo setor de Média e Alta Complexidade da pasta daria um posicionamento sobre o caso. No entanto, até o fechamento desta nota, não houve retorno.

 

SECRETÁRIA DE SAÚDE DE ILHÉUS COBRA MÉDICO FALTOSO PELO WHATSAPP 

Do Agravo 

Médico pretende processar secretária

A secretária de saúde de Ilhéus, Elizangela Oliveira, inovou no modo de cobrar os servidores da Saúde. Nesta segunda-feira (14) a secretária usou o grupo do Conselho de Saúde, através do aplicativo WhatsApp, para cobrar o médico Marcos Pinto, lotado no Samu de Ilhéus, por faltar ao trabalho.

“A por que o senhor não falar da falta sua sem justificativa na semana passada?”.

O clima pesou no grupo e logo o médico respondeu que já acionou seu advogado para tomar as medidas judiciais por assédio moral.

Durante o debate árduo que também envolveu conselheiros de saúde, o médico explicitou a situação precária do Samu. Vale lembrar que o Blog Agravo fez com exclusividade a matéria mostrando a situação do Samu, com ambulâncias quebradas e portas amarradas por ataduras.

Ironicamente, o mesmo médico foi coordenador do Samu na gestão passada, que entregou o Samu em estado precário.
Por trás dessa quebra de braço, a guerra política entre o Conselho de Saúde e o Governo municipal, vem gerando embates movimentados. De um lado, o conselho tenta mostrar serviço e do outro o governo tenta responder.

Que os embates continuem e as soluções apareçam. A população agradece!

AMBULÂNCIA DO SAMU QUEBRA DURANTE ATENDIMENTO EM ILHÉUS 

Ambulância tem porta amarrada por pedaço de pano

Há cerca de duas semanas, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pra atender chamado num condomínio da zona sul de Ilhéus. A ambulância básica foi encaminhada ao local.

Depois de prestar o primeiro atendimento, a paciente foi colocada na ambulância pra ser levada ao hospital. Mas ai, o veículo sequer ligou. Parou de funcionar. 

O jeito foi pedir socorro e pegar carona num carro particular. A ambulância ficou à espera do mecânico.

O caso, estarrecedor, revela a precariedade do Samu em Ilhéus, que chegou a ser fechado há um mês justamente porque nenhuma das ambulâncias funcionava. 

Hoje, somente três operam e uma delas tem a porta traseira amarrada com uma tira de pano. Segundo relatos de profissionais que atuam no serviço, é comum faltar dipirona e outros medicamentos e insumos básicos. 

De acordo com o portal da transparência do governo federal, nestes primeiros meses de 2017, Ilhéus recebeu 479 mil reais destinados ao custeio do Samu. 

TODO DIA UMA VERGONHA: FECHAMENTO DO SAMU DE ILHÉUS REPERCUTE NO ESTADO

Do G1

As portas de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Ilhéus, no sul da Bahia, precisaram ser amarradas com atadura e cinta e causam riscos aos atendimentos de pacientes. Os veículos estão parados em um estacionamento do município. Vídeo e fotos mostram as condições das ambulâncias. [Veja nas imagens acima]

O problema com os veículos não é só na porta e se estende pelas ambulâncias que estão sucateadas e com freios desgastados. Por conta da degradação dos veículos, os moradores de Ilhéus e outras sete cidades da região estão sem suporte de uma unidade móvel para chegar a um hospital do município.

Em uma denúncia anônima, foi relatado que nenhuma das quatro ambulâncias que atendem o local e outros sete municípios da região está em operação.

Por conta da situação, os moradores de Ilhéus reclamam da falta de ambulâncias e contam os problemas que enfrentam para chegar à uma unidade de saúde. Foi o caso da comerciante Edileuza Santos, que mora na Vila do Cururupe, a cerca de 11 km do Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus.

Na manhã de segunda-feira (15), o marido dela precisou de um atendimento de emergência, só que não tinha ambulância no Samu para levar ele até o hospital. “Disseram que o carro [ambulância] estava quebrado e que era para eu ter outra solução”, disse Edileuza.

A estudante Jéssica Pereira dos Santos também falou sobre a necessidade da ambulância e o sufoco de populares para socorrer um vizinho que passou mal. “Veio um paciente que está doente que os vizinhos se reuniram para trazer ele”, disse.

A Secretaria de Saúde de Ilhéus informou que o município deveria ter cinco ambulâncias funcionando, três básicas e duas avançadas, mas que na segunda-feira, só uma estava atendendo.

“Nós encontramos essa gestão usando essas ambulâncias altamente sucateadas e impossibilitando o conserto. A gente precisa trocar a frota, que já tem mais de cinco anos. Estamos trabalhando na compra e manutenção da frota”, disse a secretária da pasta Elizângela Oliveira.

GOVERNO MARÃO FECHA O SAMU

Do Agravo 

Parece que o slogan de campanha do prefeito Mário Alexandre não pode ser usado pelo seu governo.

O Samu foi acionado neste domingo (14) para atender um custodiado, que estava passando mal na delegacia de Polícia, e informou que não poderia atender à solicitação porque todas as ambulâncias estão quebradas.

Segundo informações policiais chegada ao Blog Agravo, os médicos de plantão no Samu foram orientados a prestarem queixa na 7ª Coorpin para não serem responsabilizados e acusados por negligência de atendimento, solicitados neste domingo.

Apesar do esforço dos profissionais do Samu para um atendimento de qualidade, o governo vem precarizando o serviço.

Até sexta-feira (12) já circulava a informação de que apenas duas ambulâncias estavam operando. O Blog Agravo confirmou a informação, tentou contato com prepostos do governo municipal, sem êxito.

Neste domingo, um óbito foi registrado. Um homem, identificado como José Cláudio da Silva, estava realizando poda de árvore em Olivença, quando caiu. O mesmo foi socorrido por populares e veio a óbito no hospital Regional Luiz Viana Filho

Nova secretária de Saúde assume

Também nesta sexta-feira , o governo municipal anunciou a enfermeira Elizângela Santos de Oliveira como secretária de Saúde (Sesau). A nomeação, feita pelo prefeito Mário Alexandre, foi publicada no Diário Oficial eletrônico nesta quinta-feira, 11 de maio.

A Sesau estava sob a gestão provisória do secretário Oswaldo Arthur Dunkel, desde que o prefeito municipal decretou Estado de Emergência na Saúde local.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia