WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia


março 2020
D S T Q Q S S
« fev    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


:: ‘salva-vidas’

SALVA-VIDAS DECLARAM GREVE EM ILHÉUS

Do Ilhéus em Pauta

Salva-vidas param em Ilhéus

Após assembleia realizada na sede do SINSEPI nesta quarta-feira, 20, os salva-vidas de Ilhéus resolveram entrar em greve. De acordo com informações na matéria publicada ontem, aqui no Ilhéus em Pauta, o posicionamento da categoria é reflexo do não-cumprimento do acordo que foi publicado no diário oficial no 13 deste mês.  O documento não foi enviado para a câmara de vereadores.

O SINSEPI pediu em caráter de urgência que o acordo coletivo que foi publicado dia 13, fosse encaminhado a câmara para votação, até o dia 19, caso contrário, haveria uma paralisação.

Quando publicamos a reportagem ontem, um leitor do Ilheus em Pauta nos enviou uma mensagem via WhatsApp: “Existem 79 pessoas aptas para exercer a profissão, sendo que o concurso possuía 19 vagas e até agora nenhum dos aprovados foram nomeados para os cargos. Só para você ter uma ideia, já foram 4 óbitos por afogamento em 3 meses e ainda nem começou o verão de verdade.”

Como lembramos nesta terça-feira, essa é a época do ano em que Ilhéus mais necessita desses profissionais, já que a quantidade de banhistas aumenta consideravelmente com a chegada dos turistas e o número de salva-vidas que já é reduzido torna-se ainda mais insuficiente. Destaca-se também todas as revindicações feitas desde o início do ano pelos mesmos e muitas ainda não foram atendidas.

SALVA-VIDAS EVITARAM SEIS AFOGAMENTOS EM ILHÉUS NO FERIADO

Da Secom/Ilhéus

Praias cheias

Durante os finais de semana e feriados, a procura pelas praias de Ilhéus aumenta significativamente e a quantidade de turistas que o município recebe, faz com que os riscos de afogamento aumentem nesse período. Por isso, o Corpo de Salva-vidas, vinculado à Secretaria de Administração (Seadim), vem reforçando a segurança no litoral, com ações de prevenção contra afogamentos. No último feriado prolongado, a exemplo do Dia de Finados, uma Operação Especial de Fiscalização ocorreu nas praias com a ampliação da carga horária das equipes e o restabelecimento dos postos rondantes.

De acordo com o coordenador do serviço, Alexandre Mendonça, o saldo desta ação foi muito positivo com poucas ocorrências, graças ao planejamento de trabalho. Segundo ele, mesmo com o movimento de praia intenso neste feriado prolongado, não houve vítimas fatais. “Registramos seis pessoas que foram resgatadas com vida. Foram princípios de afogamento na Praia do Cristo, onde uma criança de seis anos foi salva e também na Praia do Cururupe, onde um grupo de cinco pessoas foi resgatado pela dupla de salva-vidas”, disse.  

Para o feriado do dia 15 de novembro – Proclamação da República -, Mendonça informa que a operação será semelhante ao feriado de finados. “De 15 à 19 de novembro, o período de fiscalização será das 9 às 17 horas, com 84 quilômetros de litoral, sendo o mais extenso da Bahia. Além disso, os banhistas contarão com uma patrulha equipada com motos, aumentando a área de controle, com circulação mais rápida em regiões mais distantes e menos frequentadas do litoral”, finaliza.

Preventivo – A campanha “Informar para não afogar”, vem ganhando, ao longo dos anos, adesão dos banhistas que frequentam as praias do Norte e Sul. A iniciativa é promovida pelo Corpo de Salva Vidas e tem a finalidade de conscientizar a população e turistas sobre os riscos de afogamento durante o banho de mar. Na prática, os banhistas ouvem palestras que abordam os índices de afogamentos e medidas de prevenção e participam de atividades práticas como primeiros socorros e técnicas de salvamento aquático.

Atualmente, Ilhéus possui 23 postos fixos com duplas de salva-vidas fiscalizando desde a praia de Mamoan à Águas de Olivença.

FERIADÃO CHEGANDO E SALVA-VIDAS DE ILHÉUS NA BRONCA

Moto nem funciona

Verão chegando, praias cheias e o corpo de salva-vidas de Ilhéus passa por dificuldades. Contrariando a publicidade oficial, profissionais da área ouvidos pelo ILHÉUS EM RESUMO afirmam que as motocicletas que deveriam ser usadas para auxiliar no deslocamento não funcionam. “Uma das motos está parada há meses no estacionamento da prefeitura”, declara.

Como mostra a foto, o veículo parece abandonado. Além de não poderem usar os veículos, que deveriam otimizar o deslocamento entre os quase 90 quilômetros do litoral ilheense, os salva-vidas aguardam, desde abril, o pagamento das horas extras trabalhadas.

Mesmo sem receber pelas horas a mais, a prefeitura anunciou, para esse feriado, a ampliação do horário de trabalho dos salva vidas.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia