WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


:: ‘rui costa’

RUI COSTA VOLTA A DISCUTIR O PORTO SUL COM A BAMIN

Governador Rui Costa se reúne com dirigentes da ERG e da Bamin.
Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governador Rui Costa se reuniu, nesta terça-feira (14), com o presidente do conselho de administração do Eurasian Resources Group, Alexander Machkevitch, com o presidente da Bahia Mineração (Bamin), Eduardo Ledsham, e o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, para tratar das ações que devem garantir a retomada das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e a construção do Porto Sul a partir de março de 2018.

“Tratam-se dos trabalhos preparatórios de meio ambiente, que vão dar as condições para, no final do primeiro semestre, se iniciar a construção do Porto Sul, simultaneamente à retomada das obras da Fiol”, esclarece Bruno Dauster.

À frente da presidência da Bamin há dez dias, Eduardo Ledsham conta que já participou de três reuniões com a Casa Civil e o governador. Ele destacou que “essa parceria tem sido fundamental e tende a melhorar cada vez mais. Tenho percebido uma relação muito boa com o Governo do Estado e a nossa intenção é caminhar juntos, pois se refere a uma iniciativa que é um desafio tanto para o estado quanto para o país”.

RUI COSTA ANUNCIA CONCURSO PRA POLÍCIA CIVIL COM MIL VAGAS

Da Secom/Bahia

Rui Costa

Em mais uma edição do programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo pela rede social Facebook, o governador Rui Costa confirmou a publicação do edital do concurso da Polícia Civil ainda este ano, na primeira quinzena de dezembro, e deu mais detalhes sobre o processo.

“Me reuni nesta semana com o secretário da Segurança Pública, com o secretário da Administração do Estado e também com o secretário da Fazenda, e nós batemos o martelo, e o concurso público será realizado com mil vagas para a Polícia Civil, entre agentes policiais civis e delegados”, afirmou o governador.

O Governador do Estado autorizou a realização de concurso público para contratação de mil novos policiais civis, atendendo a resolução número 433/2017, expedida pelo Conselho de Política de Recursos Humanos (Cope).

O concurso vai abrir 880 vagas para investigador de polícia, 82 para delegado e 38 para escrivão. O edital de abertura para inscrição dos candidatos no certame está previsto para ser lançado na primeira quinzena de dezembro deste ano.

O Cope é um colegiado consultivo e de supervisão que tem por finalidade estabelecer diretrizes e normas relativas à política de recursos humanos do Estado. O conselho é presidido pelo secretário da administração e composto por outros três secretários de estado, além do procurador geral e pelo superintendente de Recursos Humanos do Estado.

A Polícia Civil solicitou a abertura do concurso para delegados, investigadores e escrivães em função da aposentadoria, exonerações e falecimento de policiais. O pedido passou por análise da Secretaria da Administração quanto ao número de vagas disponível nas carreiras e pela avaliação da Diretoria de Planejamento Orçamentário, para verificar a disponibilidade orçamentária e financeira. Os estudos foram encaminhados ao Cope para subsidiar a decisão dos conselheiros. O Governador autorizou a realização do concurso, homologando a resolução do Cope.

Nomeação

A previsão para o ingresso dos novos policiais civis na corporação é em julho de 2018. Antes de serem convocados os candidatos vão fazer provas objetivas e discursivas. Depois precisam passar por exames médicos e teste de aptidão física, fases que também são eliminatórias. Serão submetidos também a exames psicotécnicos e passarão por investigação social.

Entre 2015 e 2017, o Governo nomeou 1.850 novos policiais militares. No ano de 2016, 687 novos policiais foram incorporados aos quadros da Polícia Civil. Contratou, também, 414 novos agentes penitenciários e 121 peritos para o Departamento de Polícia Técnica.

Em junho de 2017, realizou o maior concurso da história da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, com cerca de 140 mil candidatos para 2.750 vagas (2 mil para PM e 750 para Bombeiros). Ainda em 2017, realizou concurso para oficiais, sendo 60 da PM e 30 do Corpo de Bombeiros.

O governo também aumentou o valor pago aos policiais pelo Prêmio por Desempenho Policial (PDP), concedido àqueles que atingirem as metas de redução de criminalidade nas suas áreas de atuação. Além do aumento no valor, o governo passou a conceder a premiação duas vezes ao ano a

INVESTIMENTO NO HOSPITAL COSTA DO CACAU PASSA DE 114 MILHÕES

Do Tabuleiro

Equipamentos de ponta

Com perspectiva de atender a um público de 1,6 milhão de pessoas, o Hospital da Costa do Cacau será inaugurado no dia 15 de dezembro em Ilhéus. A unidade faz parte de um série de obras de saúde que serão inauguradas nos meses de novembro e dezembro pelo Governo do Estado. Serão entregues quatro policlínicas em Teixeira de Freitas, Guanambi, Irecê e Jequié, além do Hospital da Chapada, instalado em Seabra.

O Hospital do Cacau que é resultado de um investimento superior a R$ 114 milhões será referência para 67 municípios do sul do estado. Do total aplicado, aproximadamente R$ 87,8 milhões foram destinadas às obras físicas e cerca de R$ 26,5 milhões, para a compra dos equipamentos.    “Nesta primeira etapa, a unidade terá 184 leitos, sendo 30 de Terapia Intensiva Adulto (UTI). Como diferenciais, o hospital oferta serviços de cirurgia cardíaca, cateterismo, neurocirurgia, bem como ortopedia de alta complexidade”, explica o secretário, ao destacar ainda que a unidade de saúde conta com um parque de bioimagem completo, incluindo ressonância magnética e tomógrafo. Na segunda etapa, mais 120 leitos serão entregues.

PROFESSORES DA UESC APROVAM INDICATIVO DE GREVE

Da Adusc

Uesc

Com união e disposição para a luta, os docentes da Uefs, Uneb, Uesc e Uesb deliberam em assembleias a aprovação do indicativo de greve e novas ações de radicalização do Movimento Docente (MD). O avanço do movimento paredista demonstra a disposição da categoria para lutar pela defesa dos direitos trabalhista, da educação pública e é uma resposta ao descaso do governo Rui Costa (PT).

A pauta de reivindicações do MD foi protocolada nas instâncias governamentais desde o dia 19 de dezembro de 2017. Há mais de dez meses o Governo do Estado não apresenta nenhuma resposta efetiva que resolva, de fato, os problemas das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba). Diante da inflexibilidade e ausência de diálogo, o Fórum das ADs apontou pautar o indicativo de greve nas seções sindicais desde o mês de julho. (Leia mais)

Direitos trabalhistas ameaçados
No âmbito dos direitos trabalhistas os ataques são muitos. Há dois anos, o governo não faz a reposição inflacionária do funcionalismo público, o que resulta numa perda salarial de quase 20%. Significa dizer que professoras e professores deixam de receber por ano o valor equivalente a dois meses de salário. A luta dos docentes é pela recomposição salarial de 30,5%.

Além da perda salarial, a não garantia das promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho também são uma realidade no cenário de retirada de direitos. Somada a situação das quatro universidades, 303 professores não tiveram seus processos de promoção atendidos e 140 ainda estão na fila de mudança de regime. O governo ainda ataca outros direitos como a insalubridade, licença sabática, programas como o Planserv e a aposentadoria integral através do Prevbahia.

Crise orçamentária nas Ueba
A educação superior baiana também enfrenta uma crise orçamentária em função da política de cortes do Governo do Estado. Atualmente apenas 5% da Receita Líquida de Impostos (RLI) é destinada às Ueba, o que é insuficiente para a infraestrutura necessária para ensino, pesquisa e extensão. Além dos recursos insuficientes, as universidades ainda acumulam um corte de 73 milhões desde 2013. A reivindicação é o aumento para 7% da RLI.

As Universidades Estaduais tem unidades inseridas em 29 cidades e abrange em sua totalidade em torno de 5.152 professores e, aproximadamente, 54.625 estudantes. A crise atinge as universidades em grandes proporções, principalmente pela sua abrangência e importância para o desenvolvimento da sociedade baiana de conjunto.
Apesar das contas mostrarem a Bahia como o quinto estado mais rico do país, e dos números oficiais indicarem folga em relação ao limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo se recusa a aumentar os recursos para a educação pública.

Fonte: Fórum das ADs

Forum

Categoria mobilizada
Mesmo diante da falta de compromisso dos gestores públicos, a categoria segue firme e disposta à luta. A indignação fez com que os docentes aprovassem o indicativo de greve e já existe a indicação do Fórum das ADs para uma paralisação estadual, com atos locais, para o dia 28 de novembro. A proposta deverá ser discutida em assembleias das Associações Docentes (ADs).

O indicativo de greve não é ainda a greve, mas um alerta de que ela poderá ser deflagrada, caso o governo não negocie com os professores. Em 2015, por exemplo, a greve foi deflagrada após quase um ano de o indicativo ter sido aprovado. Já em 2011, o movimento paredista ocorreu após dois meses da aprovação do indicativo de greve.

Vamberto Ferreira, da atual coordenação do Fórum, afirmou que a história do movimento docente mostra que só a luta garante respostas. “Seguiremos avançando na radicalização do indicativo de greve pela defesa dos nossos direitos e das nossas universidades até o governador Rui Costa apresentar respostas sólidas e efetivas para a crise que passamos”, destacou o professor.

RUI COSTA REÚNE 35 PREFEITOS EM ATO DA DUPLICAÇÃO DA ILHÉUS-ITABUNA

Da Secom/Bahia

Rui Costa comemora assinatura da ordem

Não foi só a população que lotou o evento de assinatura do contrato para a duplicação da BR-415, em Itabuna, na manhã desta segunda-feira (9). Até 11h, 35 prefeitos e outras 60 lideranças políticas haviam registrado presença no ato com o governador Rui Costa. Foram 19 vice-prefeitos, 21 ex-prefeitos, oito deputados estaduais, oito deputados federais, dois ex-deputados, os senadores Otto Alencar e Lídice da Mata, além de cerca de 250 vereadores dos municípios que serão beneficiados pela obra na rodovia, responsável pela ligação entre Ilhéus e Itabuna.

Em seu discurso, o governador parabenizou o grupo pela unidade em prol do desenvolvimento do sul do estado. “Hoje, eu estou vendo aqui [lado a lado no palanque] gente que disputou eleição um contra o outro. Isso merece o reconhecimento da população. Eu me orgulho de vocês, que se uniram em favor de Itabuna, de Ilhéus e de toda a região”, afirmou o governador.

MARÃO COMEMORA ORDEM DE SERVIÇO DA DUPLICAÇÃO DA ILHÉUS-ITABUNA

Da Secom/Ilhéus

Marão na solenidade.

“É um momento histórico, esperado por pelo menos 40 anos. Pela primeira vez, na história da nossa região, a gente vê uma pessoa comprometida, que vivencia a Bahia inteira, mas que tem um olhar especial com o Sul do Estado e, em especial, com o nosso município”, declarou, na manhã de hoje (9), o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, ao participar da solenidade de assinatura da ordem de serviço para a duplicação da rodovia Jorge Amado. A rodovia é um corredor de exportação, que integra o porto de Malhado, em Ilhéus, e de turismo, na Costa do Cacau. Diariamente, circulam nos dois sentidos da rodovia, 10.270 veículos. A obra vai beneficiar 511 mil habitantes, incluindo a população dos municípios de Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca.

“O senhor nem imagina, nem dimensiona o carinho que Ilhéus tem pelo senhor. O senhor, governador, é um homem de bem, que faz porque gosta das pessoas. Tenha certeza: o povo de Ilhéus tem visto isso”, disse, emocionado, ao lado do governador da Bahia, Rui Costa. O vice-prefeito José Nazal também participou da comitiva que reuniu empresários, produtores rurais locais, políticos e milhares de pessoas, durante toda a manhã.

Mais benefícios – Além da duplicação, o governador garantiu que haverá outras obras de infraestrutura com ciclovia e paisagismo, com o objetivo de transformar a nova rodovia em um cartão postal de preservação à natureza ao longo dos anos. Mário Alexandre defendeu ainda a integração da região como a forma mais eficaz de desenvolvimento. “A estrada não separa mais duas cidades. Ilhéus e Itabuna estão cada vez mais unidas para que, cada uma delas cresça diante de suas vocações econômicas”, assegurou Mário Alexandre.

“Estamos unidos pela Bahia, pela região sul, unidos para vencer as dificuldades”, disse ao prefeito o governador Rui Costa. Declarou ainda que a união defendida por Mário Alexandre já podia ser presenciada no ato de hoje, quando se encontravam na solenidade 33 prefeitos, 19 vice-prefeitos e 21 ex-prefeitos.

Ele citou a participação decisiva da bancada baiana no Congresso Nacional, em Brasília, para que a obra fosse viabilizada. Lembrou a dedicação dos senadores Lídice da Mata e Otto Alencar e dos deputados federais Bebeto Galvão, Davidson Magalhães, Paulo Magalhães, Jorge Solla, Antônio Britto, Nelson Pelegrino, Ronaldo Carletto e Roberto Brito.

Elogiou também o apoio que tem recebido na Assembleia Legislativa da Bahia, o que tem resultado em obras por todo o estado, em especial para a região sul. Citou as participações decisivas dos parlamentares Ângela Sousa, Ângelo Coronel, José Neto, Rosemberg Pinto, Bira Corôa, Carlos Ubaldino, Eduardo Sales, Marcelino Galo, Nelson Leal, todos presentes ao evento.

Ausência – O governador lamentou a ausência do ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa. Disse que a sua ausência foi resultado de ações inescrupulosas de pessoas que acham que “vão ter o carinho do povo maltratando o povo”.

“Quero fazer justiça e dizer que fui muito bem recebido pelo ministro. Ele agilizou tudo para que a gente pudesse superar todas as pendências”, disse Rui. Afirmou que Quintella teria lhe dito que fazia questão de vir a Itabuna e chegou até a acertar uma data. “Depois ligou pedindo mudanças em função de uma viagem ao exterior. Eu lhe disse: tudo bem, ministro. Escolha uma nova data. Ele escolheu dia 9 (hoje). E não veio. Tenho certeza que se dependesse da vontade dele, ele estaria agora aqui”, afirmou o governador da Bahia.

Questionado por jornalistas se, de fato, a obra esperada por décadas finalmente sairá do papel, o governador da Bahia foi taxativo: “sairá com ou sem recursos do governo federal. Quem te garante isso é Rui, filho da liberdade”.

DUPLICAÇÃO: RUI COSTA CRITICA MESQUINHEZ DA OPOSIÇÃO E GARANTE OBRA

Do Pimenta

Estrada Ilhéus-Itabuna

O governador Rui Costa manteve a solenidade de assinatura da ordem de serviço da duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415) para as 9h da próxima segunda (9), na Avenida Juracy Magalhães, no antigo Posto Cachoeira, em Itabuna. Ele divulgou um vídeo chamando os sul-baianos para o ato, apesar das manobras do Governo Temer com o prefeito de Salvador, ACM Neto, para adiar a ordem de execução do serviço.

– A Bahia é muito maior que a mesquinhez de alguns. A região vai demonstrar a sua força, a sua autoestima e vai dizer bem alto: a Bahia, a Região do Cacau não fica de joelhos. Esta duplicação será feita por nós, pelos baianos – disse Rui em vídeo em uma alusão à ação de aliados de Temer e ACM Neto.

De acordo com o noticiário, aliados de ACM Neto e do Governo Temer fizeram manobras, ontem (5), para que a assinatura da ordem de serviço ocorresse em Brasília e não em Itabuna, para onde estava originalmente programada. Seria uma forma de retirar o “ganho” político para o governador.

Hoje, por meio de vídeo, Rui Costa disse que a obra sairá do papel, mesmo se não houver dinheiro federal. “A duplicação vai ser feita, seja com recurso federal, seja com recursos da Bahia. Sabe por quê? A região precisa gerar emprego, gerar renda, melhorar a vida do povo”. Confira o vídeo abaixo.

RUI COSTA VISITA A EXPOITA NESTE SÁBADO

Da Secom/Bahia

Rui Costa

Neste sábado (30), o governador encerra agenda no município de Itabuna, região sul do estado. Na oportunidade, ele participa às 15h, 36ª Exposição Agropecuária de Itabuna (Expoita), que acontece até o 1º/10, no Parque de Exposições Antônio Setenta. O tradicional evento contará com cinco dias de uma programação variada, com exposições de bovinos, equinos, feira de negócios, palestras técnicas, concurso leiteiro, marcha equestre, shows musicais, parque de diversões, restaurantes, entre outros.

A expectativa dos organizadores é que o evento movimente cerca de R$ 10 milhões, sendo que, deste total, R$ 3 milhões devem resultar dos leilões que serão realizados ao longo da exposição.

GESTÃO MUNICIPAL DO HOSPITAL REGIONAL EM DÚVIDA

Hospital será gerido pelo município

A ideia de transformar o Hospital Luiz Viana Filho, o Regional, numa unidade materno-infantil gerida pelo município surgiu no último governo do prefeito Jabes Ribeiro, impulsionada pela concretização das obras do novo Hospital da Costa do Cacau, em Ilhéus.

O projeto, que ninguém, de fato, nunca viu, andou e, em diferentes oportunidades, o governador Rui Costa confirmou que vai alterar as características da unidade e transferi-la para as mãos do município. O prefeito Mário Alexandre, médico, também é entusiasta da ideia.

Com a aproximação da inauguração do Hospital da Costa do Cacau, as mudanças no Regional precisam começar a ser feitas. Sob a gestão do Estado, que possui recursos financeiros infinitamente maiores que a Prefeitura de Ilhéus, o velho Regional já passa por dificuldades. Recentemente, o pronto socorro foi fechado durante um fim de semana por falta de médicos (lembre aqui).

Há tempos, a saúde básica do município vive um momento ruim e continua sem perspectiva de mudança. São três psiquiatras para atender três mil pacientes com transtornos mentais. Ambulância do Samu funciona com porta amarrada por atadura e os postos de saúde não marcam exames por falta de papel para imprimir a guia do SUS.

Num cenário desse, cabe a pergunta: A Prefeitura de Ilhéus, que não consegue sanar os problemas de um posto de saúde de bairro, vai gerir de forma satisfatória um hospital do porte do Regional, oferecendo atendimento para gestantes e crianças?

A gestão municipal da futura unidade materno-infantil não pode servir como guarda chuva para cobrir as cotas de emprego que o prefeito Mário Alexandre ainda não conseguiu cumprir em outras áreas. Com arrecadação em queda a cada mês e sem ampliação das verbas transferidas para a saúde, o município vai dar conta?

 

ACORDO VIABILIZA O PORTO SUL, AFIRMA GOVERNADOR 

Do Pimenta 

Um dos principais compromissos da agenda do governador Rui Costa em sua missão internacional na China ocorre no início da manhã desta sexta-feira (1º), quando ele assina, em Pequim, memorando de entendimento com cinco empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin). O acordo assegura financiamento e viabiliza o Projeto Porto Sul, segundo o governador Rui Costa.

Também integram o acordo ações para conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e a exploração de uma mina de minério de ferro localizada em Caetité, no sudoeste da Bahia. O ato de assinatura está marcado para as 18h15min de Pequim (7h15 no horário de Brasília).

O documento estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, “desejam cooperar para o desenvolvimento totalmente integrado do projeto do Porto Sul, da Fiol e da mina Pedra de Ferro”.

Ainda de acordo com o documento, a participação em grupo de investimento para financiar o desenvolvimento dos projetos será liderada pelo consórcio chinês formado pelas seguintes empresas: China Railway Group Limited; China Communications Construction Company Ltd; Minmetals Development Co. Ltd; Shougang Fushan Resources Group Limited; e Dalian Huarui Heavy Industry Group Co. Ltd.

Essas empresas orientais são de diversos ramos de atuação, como siderurgia, construção civil e mineração, e fecharam um cronograma de atividades com a Bahia Mineração envolvendo prazos para execução dos trabalhos.

SOBRE PORTO SUL E FIOL

Com investimento de R$ 2,7 bilhões, o Porto Sul será construído no Litoral Norte de Ilhéus, na região de Aritaguá. O empreendimento já tem todas as licenças necessárias para o início da obra, como as licenças prévia e de instalação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama.

No Porto Sul serão embarcados o minério de ferro explorado no sudoeste baiano, além de grãos do oeste do estado que chegarão ao Porto pela Fiol. A ferrovia está em construção e terá extensão de 1.527 quilômetros, sendo 1.100 quilômetros na Bahia, com trecho de Ilhéus a Figueirópolis, no Tocantins.

RUI COSTA VISITA REGIÃO DE ILHÉUS NOVAMENTE

Do Agravo

Em visita de trabalho a Una nesta quarta-feira (2), o governador Rui Costa participa das comemorações pelo aniversário da cidade, entrega obras e assina convênio do Bahia Produtiva. Às 9h, assistiu a missa na Igreja de São José, no centro, onde foi homenageado em sessão solene com a Comenda de Honra ao Mérito de Una. No local, ele assinou convênio do Bahia Produtiva para o atendimento à cadeia de beneficiamento do cacau, no valor de R$ 224 mil.

Em seguida, o governador participa de entrega de obras do município. Rui vai ao Hospital Municipal Frei Silvério e participa da entrega dos novos equipamentos hospitalares e de dois veículos e inaugura a sede do SAMU. O governador também reinaugura a Escola Municipal Carmosina Rocha, que passou por reforma completa e ganhou laboratório de informática e sala multifuncional.⁠⁠⁠⁠

RUI COSTA NO ANIVERSÁRIO DE ILHÉUS 

Do Políticos do Sul da Bahia 

O governador Rui Costa (PT) confirmou presença na próxima quarta-feira em Ilhéus para prestigiar a festa de aniversário da cidade. O governador foi convidado pelo prefeito Marão (PSD), que demonstrou prestigio político.

O governador deverá aproveitar para vistoriar a obra da ponte do pontal e o hospital do Costa do Cacau. Marão deverá cobrar uma atenção especial na obra de saneamento básico da Zona Sul da cidade, que em pouco menos de 25% e corre risco de ser paralisada por falta de recurso financeiro.

RUI COSTA REÚNE 84 PREFEITOS PRA FORMALIZAR CONSÓRCIO DE MANUTENÇÃO DE ESTRADAS

Da Secom/Bahia

Oitenta e quatro prefeitos de oito regiões baianas assinam contrato com o governo baiano para formação de Consórcios Públicos de Infraestrutura da Bahia – Consórcio Multifinalitário, nesta quarta-feira (24), às 9h, no auditório da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia. 

O governador Rui Costa participará da assinatura dos consórcios, que tem por finalidade executar serviços de manutenção de estradas em mais de 3 mil km de extensão, abrangendo mais de 110 municípios baianos, por meio de parcerias entre o Estado e os municípios. 

Ao todo são 10 consórcios, dos quais dois já tiveram os contratos assinados – Portal do Sertão e Vale do Jiquiriça. Os oito que assinarão contratos nesta quarta-feira são: Mata Atlântica, Chapada Forte, Território do Sisal, Território do São Francisco, Municípios do Oeste da Bahia, Alto Sertão, Bacia do Jacuípe e Território de Irecê.

GOVERNO DO ESTADO ATRASA REPASSES PRA OBRA DA NOVA PONTE ILHÉUS-PONTAL

Vista do canteiro de obras em Ilhéus

A empreiteira OAS, responsável pela construção da nova ponte que liga o centro de Ilhéus à zona sul, tem atrasado pagamentos a fornecedores e pode atrasar salários dos funcionários nos próximos meses, relatou ao ILHÉUS EM RESUMO uma fonte da empresa. 

O problema tem sido ocasionado por atrasos constantes nos repasses financeiros do Governo do Estado à empresa pra tocar a obra.

O canteiro de obras da nova ligação entre o centro e a zona sul de Ilhéus, no entanto, não dá sinais de que vai ser paralisado. Neste fim de semana, o governo do estado chegou até a divulgar um vídeo sobre o andamento da construção.

IMAGENS AÉREAS MOSTRAM HOSPITAL DA COSTA DO CACAU QUASE PRONTO

Imagens mostram complexidade do novo hospital.

Imagens aéreas mostram que as obras de construção do Hospital Regional da Costa do Cacau, em Ilhéus, estão em fase final. Disponibilizadas por Jorge Reis Drones, confirmam que a unidade hospitalar deve ser entregue ainda neste primeiro semestre.

Na primeira fase, terá 180 leitos já na primeira fase, sendo 30 de terapia intensiva (UTI). O investimento para a construção do hospital é de cerca de R$ 80 milhões.

Confira o vídeo:

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia