WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna secom bahia


setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘prisão’

HOMEM É PRESO COM DROGAS EM ILHÉUS

Do Agravo

Imagem ilustrativa

Na tarde desta quinta—feira (01) policiais Civis da 1ª Delegacia Territorial de Ilhéus, interceptaram uma entrega de droga nas imediações da Av. Itabuna.

Depois de identificar o elemento que iria receber a droga, foi feita a abordagem e encontrado o material entorpecente dentro de uma mochila, acondicionado em uns plásticos preto, com cerca de quatro tabletes totalizando 3 KG e 434 gramas.

O portador da droga foi identificado como W. P. de A, 37 anos. O mesmo foi apresentado ao plantão policial e amanha será encaminhado para audiência de custódia.

JUSTIÇA CONDENA JAMIL OCKÉ A 9 ANOS DE PRISÃO

Do Bahia Notícias

Os ex-secretários de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão, foram condenados pela Justiça a nove anos de prisão por fraudes em licitação. Jamil, atualmente, é vereador de Ilhéus. O pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público da Bahia. Ainda foram condenados o empresário Enoch Andrade Silva a 11 anos e 11 meses de pena de reclusão, e mais cinco pessoas envolvidas na associação criminosa denunciada à Justiça pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus. Eles são alvos da “Operação Citrus”, deflagrada no mês de março deste ano pelo MP com o objetivo de desmantelar um grupo criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela Prefeitura de Ilhéus. De acordo com a denúncia, o grupo operava desde 2009 celebrando contratos com a prefeitura para fornecimento de diversos serviços, utilizando rubricas genéricas de alimentos e materiais de escritório. O MP afirma que as empresas de Enoch Andrade receberam da secretaria mais de R$ 5 milhões, entre 2013 e 2016, com participação de agentes públicos da secretaria. Conforme os promotores, além de fraude da aquisição de 20 mil kg de frango congelado para serem distribuídos no Natal para população carente, houve fraude na execução de um contrato, o que gera “evidente prejuízo ao erário por pelo menos dois motivos: elevação arbitrária dos preços e alteração da qualidade e quantidade da mercadoria fornecida”. Por conta disso, a empresa de Marileide S. Silva de Ilhéus elevou preço do frango antes mesmo da execução do contrato. Dos 20 mil kg de frango contratados, foram entregues, na verdade, no máximo 18 mil kg de marcas diferentes da descrita na proposta inicial.

GRUPO QUE ATERRORIZOU EM ITABUNA ERA DO SALOBRINHO

Do Pimenta

Os suspeitos presos

Seis suspeitos de participação no ataque criminoso do último domingo (24), no Bairro Daniel Gomes, em Itabuna, foram presos durante operação das polícias civil e militar, na manhã de hoje (26). Os criminosos estavam no Bairro Salobrinho, em Ilhéus, para onde fugiram após balear quatro pessoas e matar Ariana Santos Hohlenwerger.

De acordo com o comando da 70ª Companhia da PM (Ilhéus), foram presos Almiro Coutinho Neto, de 24 anos, Alexsandro de Jesus Torres, 20, Ariel Conceição Santos, 18, Iuri do Carmo Ferreira, 20, Josenilton Marques Gomes, 21, e Wellington César dos Santos, 18. A apresentação dos suspeitos está sendo feita na sede da 7ª Coordenaria Regional de Polícia (7ª Coorpin), na região central de Ilhéus.

SUBMETRALHADORA E DROGAS

Durante a operação, os agentes apreenderam com os criminosos uma submetralhadora ponto40 com 15 cartuchos, um rifle calibre 38 com seis cartuchos e um revólver calibre 38 e outro calibre 32. Os criminosos também estavam com dois tabletes de maconha, um tablete de cocaína e 167 pedras de crack.

A ação envolveu as coordenadorias regionais da Polícia Civil de Itabuna e de Ilhéus (6ª e 7ª Coorpins). A operação buscava prender os traficantes que, segundo o delegado regional André Aragão, ordenaram a ação criminosa do domingo passado no Daniel Gomes. São eles Fernando Silva Nascimento e Dernival Souza da Silva.

O ATAQUE CRIMINOSO

O ataque criminoso ocorreu na tarde do domingo passado. Eram 16h30min quando bandidos, de dentro de um Fiat Pálio, atiraram contra pessoas que estavam em um bar. Quatro delas foram baleadas e uma mulher, Ariana Santos Hohlenwerger, de 32 anos, acabou morta.

O corpo de Ariana foi enterrado ontem à tarde (25), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna, sob intensa comoção e revolta. Após o velório, amigos e familiares da vítima protestaram em frente ao Fórum Ruy Barbosa, no centro de Itabuna, pedindo justiça.

DEFESA QUER QUE JAMIL OCKÉ TRABALHE DE DIA E VOLTE À PRISÃO À NOITE

Jamil.

A defesa do vereador Jamil Ocké, preso desde o dia 21 de março deste ano, entrou com pedido de revogação da prisão no último dia 20. A ação, a qual o ILHÉUS EM RESUMO teve acesso, visa garantir a soltura do parlamentar e evitar que perca o mandato. Um dos pedidos dos advogados solicita a liberação para que ele trabalhe durante o dia na câmara e retorne ao presídio à noite.

Na ação, a defesa argumenta que todo o processo de instrução – quando há a coleta de provas e depoimentos, já foi feito, o que impediria Jamil de interferir nas investigações. Além disso, afirma que chega ao fim, no próximo dia 4 de agosto, o prazo máximo para licença de suas atividades na câmara, com base no regimento interno do legislativo.

Se ultrapassar os 120 dias da licença concedida pelos colegas vereadores, o cargo será considerado vago. Assim, a defesa argumenta que a perda do mandato aconteceria de forma ilegal, já que a prisão é preventiva e não há decisão final no processo, uma das causas previstas para perda do diploma.

Como medidas alternativas à prisão preventiva, que já atingiu quatro meses, a defesa pede a soltura imediata, ou suspensão judicial do mandato (o que evitaria a perda do cargo motivada pelas faltas às sessões), ou a liberação de Jamil para que trabalhe na câmara durante o dia e retorne ao presídio Ariston Cardoso à noite.

Na ação, a defesa argumenta que as atividades na câmara poderiam ser fiscalizadas pela presidência e usa o caso do deputado federal do Rio de Janeiro, Celso Jacob, como exemplo. Recentemente, Jacob foi condenado em última instância por desvio de dinheiro público, mas conseguiu autorização judicial para despachar no Congresso durante o dia e retornar à prisão à noite.

Advogados ouvidos pelo ILHÉUS EM RESUMO acreditam que, com esses argumentos, há grande chance de Jamil Ocké ser solto ainda essa semana e aguardar o julgamento em liberdade, já que seria ilegal a perda do mandato causada por um mandado de prisão preventiva.

Jamil Ocké foi o vereador mais votado na eleição de 2016 em Ilhéus e ocupou, de 2013 a 2016, o cargo de secretário de Desenvolvimento Social do Município. Está preso desde março deste ano, acusado de compor o núcleo político de um esquema que teria desviado 20 milhões de reais da prefeitura e da câmara desde 2009, por meio de direcionamentos e superfaturamentos de licitações. Seguem presos também Kácio Brandão, que sucedeu Jamil na secretaria, e o empresário Enoch Andrade, dono das empresas usadas para desviar os recursos, como sustenta o Ministério Público do Estado da Bahia, no bojo da operação Cítrus.

 

PM PRENDE OUTRO ASSALTANTE NO CENTRO DE ILHÉUS 

Do Agravo 

Negro Drama

Na noite da terça-feira (06), após rondas ostensivas no Centro da cidade, a guarnição do 1º Pelotão foi acionada e informada da ocorrência de um roubo. Segundo as informações, o autor estaria armado. Imediatamente, a guarnição deslocou-se até o local e conseguiu capturar o indivíduo de nome Derival Santana Souza, vulgo “Nego Drama”, que portava uma arma tipo garrucha de dois tiros, cal.380.

Além da arma, Derival estava com 02 celulares da marca Samsung, um deles, pertencia a vítima que havia sido assaltada poucos antes da captura, o outro pertence a uma segunda vítima que ainda não foi identificada. O homem foi conduzido à delegacia de Polícia para as devidas providências.

A Polícia conta com a ajuda da comunidade através de denúncias que podem ser feitas pelos números 98886-3997 (Whatsapp) e 99944-8374 (Central 24 horas).



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia