WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘passagem’

ILHÉUS: CÂMARA PASSA A INTERFERIR NO AUMENTO DA PASSAGEM

Da Ascom/Câmara

Plenário da câmara.

Na sessão da terça-feira (06) o plenário da Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou a proposta de emenda à Lei Orgânica do Município, número 02/2017, apresentada pelo vereador Aldemir Almeida (PP), que dá poderes ao Legislativo de analisar e vetar os aumentos da tarifa do transporte público.

A proposta ainda passará por uma segunda votação no plenário com interstício mínimo de dez dias da primeira votação, e deve ser aprovada por dois terços dos membros da câmara nos dois turnos. A proposta altera o inciso IX do artigo 269 da Lei Orgânica Municipal.

O inciso IX do artigo 269 passará a vigorar com a seguinte redação: “IX- Valor máximo da tarifa conforme planilha enviada pelo Poder Executivo para a análise da mesma pelas comissões de Justiça, Finanças e Transporte com apreciação do plenário e a anuência do Poder Legislativo, conforme previsto no art. 101 da Lei Orgânica do Município”.

Há mais de 10 anos a Câmara de Vereadores não tem poderes para analisar os pedidos de aumento da tarifa do transporte público, cabendo  apenas à Prefeitura de Ilhéus o poder de vetar ou aprovar as tarifas.

VEREADOR QUER REVER AUMENTO DA PASSAGEM EM ILHÉUS

A postagem.

Pelo facebook, o vereador Jerbson Moraes, do PSD – mesmo partido do prefeito Mário Alexandre, afirmou que vai apresentar dispositivo na Câmara de Vereadores que pede a revogação do aumento da tarifa de transporte em Ilhéus. O parlamentar se baseia na medida idêntica tomada pelo legislativo de Itabuna, que vai rever o reajuste da passagem por lá.

O novo preço da passagem vale em Ilhéus desde o dia 30 de dezembro e significa um aumento de 40 centavos, ou 12% em relação ao preço anterior, que era de R$ 3,10. Como publicamos aqui em dezembro, o reajuste foi quatro vezes maior que a inflação e o aumento do salário mínimo.

A possível revisão do aumento, além de beneficiar a população, coloca mais lenha na fogueira do desgaste que existente entre Jerbson Moraes e o governo do prefeito Mário Alexandre, do qual é líder no legislativo.

Na última semana, o parlamentar já havia dito, em entrevista de rádio, que não vai compactuar com o fracasso da cidade (lembre aqui).

MARÃO ABRAÇA EMPRESÁRIOS DE ÔNIBUS E DÁ AS COSTAS AO ILHEENSE

Editorial

Marão, ao lado de Junior Reis, herdeiro do ex-prefeito e dono de empresas de ônibus, Valderico Reis (à esquerda), e do deputado federal e dono do grupo Brasileiro (a que pertence a Viametro), Ronaldo Carletto. A foto foi feita há pouco mais de uma semana.

As empresas pediram e o prefeito Mário Alexandre concedeu o reajuste da tarifa do transporte coletivo de Ilhéus sem pestanejar. O presente de natal de Marão aos empresários foi em tempo recorde. Na segunda-feira, dia 18, o pedido foi aprovado pelo conselho de transporte. Ontem, quinta, dia 21, o diário oficial do município já trazia o decreto. O ilheense vai pagar R$ 3,50 para ir do centro ao Pontal, por exemplo. Na capital, Salvador, a tarifa custa R$ 3,60, com direito à integração com outros ônibus ou com o metrô.

O reajuste concedido por Marão beira os 13% sobre o valor atual da tarifa, que é de R$ 3,10 e vale a partir de 30 de dezembro. Um presente para os empresários e uma bomba para o trabalhador, que viu o salário mínimo subir modestos 3%, saindo de 937 para 965 reais.

O aumento da passagem é mais de 4 vezes o percentual concedido para o salário mínimo e quatro vezes maior também que a inflação acumulada em 2017, que vai fechar em 2,94%, estima o Banco Central.

Esses números não mentem e deixam no ilheense a sensação de que o poder público trabalha para beneficiar empresas e não a população. O aumento acima da inflação e do reajuste do salário mínimo dá a entender isso.

Como contrapartida, a prefeitura exige das empresas, no prazo de dois meses, a disponibilização de 20 ônibus, 10 de cada, com wifi e ar condicionado a bordo. Não dá pra entender como esses dois elementos vão melhorar um sistema de transporte coletivo caótico, deficitário, sucateado e, sobretudo, injusto.

Injusto porque cobra de quem vai do terminal urbano ao bairro do Pontal (um trajeto inferior a 3 quilômetros), o mesmo valor de quem precisa se deslocar para o interior, por exemplo. Não defendemos penalizar o povo do campo, mas sim a busca por uma fórmula que equalize o problema.

Por fim, não havia como o prefeito Mário Alexandre encerrar, de forma mais trágica, seu primeiro ano à frente da administração municipal. O reajuste, como se deu, é uma demonstração clara de que o gestor está de costas para o ilheense e de braços dados com o empresariado.

DECRETO DE MARÃO AUMENTA PASSAGEM DE BUSU PARA $ 3,50

Do Tabuleiro

O prefeito Mário Alexandre bateu o martelo e decretou o aumento da passagem de ônibus em Ilhéus. O novo valor será de R$ 3,50, a partir da zero hora do dia 30 de dezembro. A decisão foi publicada no Diário Oficial do município nesta quinta-feira, dia 21. Entre os motivos apresentados para justificar a nova tarifa está a “defasagem das planilhas do custo das empresas que exploram o sistema”. De acordo com o decreto, a autorização para o reajuste fica condicionada à aquisição de 20 ônibus novos (10 de cada empresa) com ar condicionado e wi-fi, até o mês de fevereiro. Caso isto não ocorra, o valor da passagem voltará a ser de R$ 3,10.

CONSELHO APROVA PASSAGEM A $ 3,50 E O FIM DO UBER EM ILHÉUS

Como adiantamos aqui ha pouco mais de 20 dias, as empresas que operam o transporte coletivo em Ilhéus querem a tarifa a $3,50 a partir de janeiro. O pedido de aumento já foi protocolado e aprovado na sessão desta segunda, 18, do conselho de transporte.

Todos os conselheiros, com exceção dos representantes estudantis, votaram a favor do aumento. Hoje, a tarifa custa $3,10.

Junto com a majoração, foi aprovado requerimento do sindicatos dos taxistas para a proibição do Uber na cidade.

As duas medidas devem gerar protestos pela cidade. Está marcada pra hoje, a partir das 16h, uma ocupação na câmara de vereadores, por exemplo.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia