WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia faculdade de ilheus embasa


abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


:: ‘onibus’

ILHÉUS: BUSU QUEBRA NO INTERIOR E DEIXA PASSAGEIROS A PÉ

Do Ilhéus 24h

Mais uma lata velha deixa passageiros na mão.

Mais um caso ligado aos ônibus em péssimas condições das operadores de transporte público de Ilhéus, desta vez o incidente ocorreu com um veículo da empresa Viametro. Neste domingo (14), um ônibus da linha de Sambaituba quebrou e deixou os usuários do transporte público a mercê do acaso.  Na imagem é possível ver uma fumaça branca saindo do veículo.

Este é mais um evento envolvendo os sucateados ônibus na cidade de Ilhéus. Nesta semana, a prefeitura chegou a realizar uma operação solicitando a remoção de alguns veículos impróprios para circulação, mas parece que ainda existem muitos outros em péssimo estado de conservação.

Comentário do blog

Como publicamos na semana passada, o prefeito Mário Alexandre é tigrão com o ilheense e tchutchuca com as empresas de transporte coletivo (leia aqui o editorial).

Em dois anos, o “médico do povão” deu 80 centavos de aumento na tarifa e, em troca, o ilheense recebe sucatas para tentar se locomover – nunca há certeza de que a viagem será concluída.

Pressionado, nas últimas semanas, o governo Marão tem fingido que fiscaliza as empresas. Encontra veículos em péssimo estado, mas sequer multa as concessionárias – passa a mão na cabeça dos empresários.

A impressão que dá é de que a tal fiscalização é só firula pra fazer foto e divulgar na imprensa.

GOVERNO MARÃO É TIGRÃO COM O ILHEENSE E TCHUTCHUCA COM EMPRESAS DE TRANSPORTE

Ônibus parou numa árvore.

Depois de ver calado as empresas de ônibus Viametro e São Miguel sacanear o ilheense, o governo do prefeito Mário Alexandre decidiu fingir que está de olho nas concessionários do transporte coletivo.

Em texto divulgado à imprensa ontem (quarta, 10), a superintendência de transporte e trânsito afirma que “prendeu” seis ônibus da empresa São Miguel – ninguém sabe se as latas velhas foram levadas ao presídio Ariston Cardoso ou à delegacia, já que o certo seria apreender os veículos.

As carcaças, afirma o texto, apresentavam problemas como bancos, janelas e cintos de segurança quebrados. A empresa tem 48 horas pra resolver o problema e colocar os veículos em circulação.

Mesmo com as irregularidades, a concessionária se livrou de ser multada. Elementos pra isso não faltam, já que problemas na frota ocorrem diariamente, como temos mostrado no ILHÉUS EM RESUMO (lembre aqui).

A medida do governo Marão, apesar de parecer enérgica, é uma cortina de fumaça. A frota de ônibus é insuficiente ou mal distribuída. Basta perguntar a um estudante da Uesc ou do Ifba se estão satisfeitos com a frequência das linhas que atendem esses destinos.

Quando retira linhas de circulação, Marão penaliza o ilheense, mesmo afirmando que a outra empresa vai assumir os destinos.

Marão é tigrão com o ilheense e tchutchuca com as empresas do transporte coletivo.

Enquanto, em dois anos, o prefeito concedeu 80 centavos de aumento na passagem, as empresas só fizeram piorar o serviço.

Os ônibus com ar condicionado e internet grátis passam a maior parte do tempo nas garagens e, quando saem, apresentam goteiras e mau cheiro. Falta o mínimo de manutenção.

Na zona rural, é comum passageiros concluírem a viagem a pé, já que os ônibus quebram. Nessa quarta (10), um carro da São Miguel apresentou princípio de incêndio quando chegava à comunidade de Banco do Pedro.

Princípio de incêndio em ônibus da São Miguel que fazia a linha até o distrito de Banco do Pedro. Foto de James Costa.

Enquanto isso, o Ministério Público se coloca a favor do combate ao transporte clandestino. Parece correto. Mas seria correto também agir contra as empresas.

O transporte alternativo funciona na brecha do legal. Se o sistema convencional é caro e não funciona a contento, o ilheense busca outros meios de se locomover na cidade.

No fim, promotores, donos e diretores das empresas e o prefeito Mário Alexandre não precisam mesmo do transporte. Possivelmente, nunca entraram num ônibus. Então, a tendência é que nada mude.

ILHÉUS: MAIS UM ÔNIBUS QUEBRA NO MEIO DA VIAGEM

Ônibus quebrado. Rotina. Foto de Mesaque.

Uma cena que tem virado rotina se repetiu na noite dessa terça-feira, dia 9. Um ônibus da viação São Miguel quebrou depois de subir a ladeira de acesso à ponte de Pontal.

O veículo ficou parado por horas até que fosse rebocado, o que causou congestionamento no trânsito. Os passageiros precisaram pegar outro coletivo pra seguir viagem em direção à zona sul de Ilhéus.

O ilheense paga R$ 3,80 na passagem – valor só superado pela capital, Salvador, que cobra R$ 4, mas oferece integração com o metrô e depois com outro ônibus.

Em apenas dois anos, o prefeito Mário Alexandre concedeu 80 centavos de aumento na tarifa e, mesmo assim, o serviço só piora.

Há menos de um mês, a cidade virou chacota no estado. A porta de um ônibus, dessa vez da Viametro, soltou com o veículo em movimento.

Na semana passada, um carro da São Miguel apresentou problemas e só foi parado por uma árvore, à beira de uma ladeira.

Enquanto isso tudo acontece, a prefeitura anuncia, inclusive com mídia paga, aplicativo que mostra os horários dos ônibus. Como a coisa anda tão ruim, o aplicativo deveria informar também se o veículo vai conseguir terminar a viagem ou se vai colocar em risco a vida dos passageiros.

ILHÉUS: VIAMETRO “ESCONDE” ÔNIBUS CLIMATIZADOS

Do Tabuleiro

O flagra.

Flagrante de O Tabuleiro feito no final da manhã desse domingo (17) mostra parte da frota de ônibus com ar condicionado que circula por Ilhéus na garagem da empresa Viametro.

A aquisição dos veículos climatizados e com wi-fi foi uma das condições impostas pelo poder executivo para justificar o aumento da tarifa de onibus em R$ 0,40, no ano de 2017.

ILHÉUS: VIAMETRO OPERA SEM CONTRATO, DENUNCIA VICE-PREFEITO

Do Tabuleiro

Ônibus

Durante a entrevista que concedeu ao comunicador Vila Nova, na manhã dessa quinta-feira, dia 17, o vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, denunciou que a empresa do transporte público coletivo, Viametro, opera no município de Ilhéus ilegalmente.

De acordo com as informações de Nazal, o contrato com a empresa encerrou no segundo semestre do ano passado. O vice-prefeito afirmou desconhecer por qual motivo o prefeito Mário Alexandre não “toca no assunto”, alertando para a gravidade do mesmo. “Falta transparência”, acrescentou o vice. Na oportunidade, o comunicador Vila Nova chegou a comparar a situação da empresa com a do transporte alternativo, as famosas “lotações”.

ILHÉUS: COM BUSU QUEBRADO, MORADORES DE MARIA JAPE VOLTAM PRA CASA A PÉ

Ônibus quebrou.

Os perrengues vividos pelos moradores do distrito de Itariri, em Ilhéus, que levaram ao ateamento de fogo em dois ônibus na noite dessa segunda (07), também afetam a comunidade de Maria Jape, também no interior da cidade.

Leia mais aqui.

Relato de uma moradora dá conta de que o ônibus que faz a linha para a localidade passa mais tempo em manutenção do que rodando.

Não custa lembrar que, na virada do ano, a passagem cobrada pelas empresas do transporte coletivo voltou a ser reajustada, passando de R$ 3.50 para R$ 3,80, mas, até o momento, nenhuma contrapartida das empresas foi concretizada para a melhoria do sistema.

Um vídeo enviado à redação do ILHÉUS EM RESUMO mostra passageiros que foram obrigados a descer do veículo e seguir caminho andando depois que o ônibus parou de funcionar. Confira:

ÔNIBUS SÃO INCENDIADOS EM ILHÉUS

Do Pimenta

Ônibus queimado.

A Polícia Civil de Ilhéus tenta identificar as pessoas que incendiaram dois ônibus que faziam a linha do centro da cidade para a zona rural. Os veículos teriam sido retidos e queimados na noite desta segunda-feira (7), na comunidade de Itariri. Ainda não se sabe se foram bandidos em ação para desafiar a polícia ou moradores da localidade revoltados com o serviço prestado pelas empresas.

O coordenador Regional da Polícia Civil em Ilhéus, delegado Evi Paternostro, afirmou ao Plantão Itabuna que um cobrador do transporte coletivo revelou que os moradores da comunidade estavam revoltados por causa dos contantes atrasos dos ônibus. Com a destruição dos veículos, quem precisou se deslocar para casa agora à noite teve que fazer uma longa caminhada.

Os moradores devem continuar sem transporte público nesta terça-feira (8). Em nota enviada à imprensa, a Associação Profissional das Empresas de Transporte de Passageiros de Ilhéus repudiou o crime.

Segundo a associação patronal, “O episódio causa indignação e prejudica toda a população que necessita do serviço de transporte coletivo. A ocorrência de problema mecânico com o veículo, na tarde de hoje – cujas providências foram tomadas, não constitui motivo para a depredação e incêndio dos ônibus que prestam serviço à própria comunidade”.

ÔNIBUS EM ILHÉUS SERÃO RECOLHIDOS ATÉ ÀS 22H NA VÉSPERA DE NATAL E RÉVEILLON

Do Tabuleiro

Ônibus

Os ônibus das linhas urbanas de Ilhéus das Empresas Viametro e São Miguel terão que ser recolhidos para garagem até as 22h na véspera de natal (24)  e réveillon (31), é o que estabelece a portaria 591 publicada ontem (19) no diário oficial do município. Quem necessita do transporte público já deve se programar, pois a previsão é de que a partir das 20h algumas linhas já começem a encerrar devido a distância.

A portaria também estabelece que o horário para encerramento da operação das linhas rurais no período será às 19h. O horário não leva em consideração linhas que já encerram antes deste horário. Uma programação especial com escala extra será montada para os festejos de réveillon.

CONSELHO DE TRANSPORTE APROVA PASSAGEM DE R$ 3,80 EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Ônibus quebrados.

A comissão responsável pela análise do pedido de reajuste na tarifa do transporte público coletivo em Ilhéus apresentou parecer em que sugere o acréscimo de R$ 0,30 no valor cobrado nas linhas urbanas, sendo assim, o valor da passagem, que hoje custa R$ 3,50 para esses destinos, passaria para R$ 3,80. A comissão também ficou favorável à cobrança de um valor diferenciado para as linhas rurais, com limite de R$ 6,00 na tarifa.

O pedido de reajuste (veja mais detalhes aqui) foi solicitado pela Atranspi, associação composta pelas empresas São Miguel e Viametro, já a comissão é formada por membros do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito. Em seus argumentos, a comissão diz ter levado em consideração o prejuízo das empresas de ônibus com a gratuidade oferecida para idosos, policiais militares, carteiros e também com as condições precárias das estradas. O parecer final deverá ser encaminhado ao prefeito Mário Alexandre, que decidirá se aprova ou não o aumento da passagem e seu valor final.

Atualização: após votação, o reajuste para R$ 3,80 (tarifa única) foi aceito pela maioria dos integrantes do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito. Ficaram contra o reajuste apenas os representantes dos comércio e estudantes.

RODOVIÁRIOS PODEM FICAR SEM 13º SALÁRIO E ILHEENSES SEM ÔNIBUS

Do Tabuleiro

Ônibus

Aconteceu na manhã dessa quinta-feira, em Ilhéus, uma assembleia com rodoviários, sindicato da categoria e representantes das empreas São Miguel e Viametro. Em pauta, a proposta de parcelamento do 13º salário em 10 vezes. Por conta dessa assembleia, a circulação dos ônibus só teve início a partir das 6h, no dia de hoje (29). Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus, a proposta, apresentada nesta semana pelas empresas, foi um supresa aos rodoviários, que já aguardavam o pagamento da gratificação nesta sexta-feira, dia 30, quando é pago o salário da categoria.

O presidente do Sindicato disse que a categoria não aceitou a proposta e iniciará uma paralisação do sistema de transporte no município, caso as empresas insistam nisso. Por lei, o 13º salário só pode ser parcelado em até 2 vezes.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia