WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia


junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘marão’

ILHÉUS: MARÃO GARANTE ILUMINAÇÃO DE NATAL

Da Secom/Ilhéus

Iluminação em 2016, na Praça Cairu.

As áreas comerciais do centro de Ilhéus terão decoração natalina. A garantia foi dada hoje (6) pelo secretário municipal de Indústria e Comércio (Sedic), Paulo Sérgio Santos. De acordo com o cronograma traçado pela Sedic, o município começa a próxima semana já com 11 portais distribuídos nas principais artérias do comércio, reforçados com iluminação temática nas praças J.J. Seabra, Cairu e Dom Eduardo.

Segundo Paulo Sérgio, parte significativa dos dois calçadões comerciais centrais – Marquês de Paranaguá e Dom Pedro II – já teve as lâmpadas tradicionais substituídas por leds, melhorando a iluminação pública e as condições de segurança do comércio, que passará a funcionar à noite. A partir da próxima semana, o comércio estará de portas abertas, de segunda a quinta, até as 20 horas; sexta, até as 22 horas e sábado, das 9 às 18 horas.

O secretário também disse que a partir do dia 18, o comércio vai ganhar apresentações musicais nas escadarias do Palácio Paranaguá. As apresentações acontecerão de segunda a sexta-feira, sempre a partir das 19 horas. Corais e grupos musicais darão o tom do clima natalino. “Depois de muitos anos sem grande apoio, a Prefeitura de Ilhéus atendeu solicitação da CDL e deu ajuda expressiva para a realização deste ano da campanha promocional”, lembrou Paulo Sérgio.

De acordo com o prefeito Mário Alexandre, nesta época do ano estima-se um aumento médio de 40 por cento nas vendas e a criação de pelo menos dois mil empregos temporários. A campanha promocional da CDL está orçada em 150 mil reais. Este ano, os prêmios são um carro zero quilômetro, R$ 50 mil em bolsas de estudo na Faculdade de Ilhéus, dois notebooks, sorteio de R$ 20 mil em vales-compras e 18 ingressos para o Batuba Beach Sound. Estima-se que em Ilhéus existam seis mil pontos comerciais em pleno funcionamento.

RÉVEILLON POPULAR NA BERLINDA EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Reveillon popular

De acordo com informações apuradas pelo O Tabuleiro, Ilhéus pode ficar sem a tradicional festa popular de virada do ano, realizada na Avenida Soares Lopes. Faltando menos de 30 dias para o ano novo, há pouca movimentação da administração municipal em relação ao assunto. Ainda de acordo com as informações, o município enfrenta dificuldade em conquistar apoiadores financeiros para o festejo, ficando assim sem “musculatura” para cobrir os custos, como no caso do Aleluia Ilhéus Festival, também cancelado neste ano.

MARÃO DEIXA ILHÉUS SEM ILUMINAÇÃO DE NATAL

Iluminação em 2016, na Praça Cairu.

Já estamos prestes a fechar a primeira semana de dezembro e a prefeitura de Ilhéus ainda não deu sinais de que vai instalar a iluminação cênica de natal nas ruas do comércio e do centro da cidade.

A decoração de natal vinha sendo feita nos últimos anos e sempre chamava atenção. Esse tipo de ação trabalha no inconsciente do consumidor, que acaba influenciado a comprar nessa época.

Sem ela, não rola o clima de natal. Se deixar passar essa oportunidade, a prefeitura vai demonstrar pouco apreço à tradição.

ILHEENSE DORME NA FILA POR ATENDIMENTO MÉDICO

A fila começa na madrugada e às 6h da manhã já está desse jeito.

A cena acima virou corriqueira na unidade de saúda de família do bairro Nossa Senhora da Vitória, na zona sul de Ilhéus. Quem precisa e quer ser atendido por lá tem de chegar cedo, às vezes ainda na madrugada.

A falta de médicos durante a semana obriga a população a fazer filas quando está previsto o atendimento. O cenário põe por terra o discurso de prioridade que o governo do prefeito Mário Alexandre pregava na campanha eleitoral do ano passado.

Para desviar da culpa, o prefeito alega a herança maldita recebida. Mas já fazem 11 meses, mais de 330 dias de gestão. Em todo esse tempo, algum sinal de melhora já deveria ter sido mostrado à população.

ILHÉUS: VEREADORES NÃO TERÃO 13º SALÁRIO, JÁ MARÃO…

Da Coluna Satélite, no Correio24horas

A serenidade no olhar de quem vai receber R$ 40.975 reais de salário em dezembro.

Dentre as dez maiores Câmaras Municipais da Bahia, três já decidiram que não vão pagar o 13º salário aos vereadores este ano, enquanto outras cinco ainda não têm definição. A situação das indefinidas tende a ser por não conceder o benefício em função das limitações orçamentárias. O pagamento do 13º para agentes políticos foi autorizado  pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em agosto. As Câmaras de Salvador e Itabuna, por sua vez, optaram por pagar o subsídio extra, mas de forma proporcional, com base na decisão do STF. Procurados pela Satélite, os presidentes das Câmaras de Feira, Ilhéus e Juazeiro revelaram que não vão pagar o benefício este ano. Nas duas primeiras, a medida deve ser implementada só em 2018.

Em tempo: A Rede Bahia, na semana passada, a administração do prefeito Mário Alexandre afirmou que vai pagar o 13º salário de secretários, prefeito e vice. Em tempos de vacas magras, o prefeito Marão não se preocupa muito em economizar algumas moedas. O gasto extra deve superar os 220 mil reais, valor que daria para cobrir todas as despesas com salários de contratados, por exemplo.

CAOS NO TRÂNSITO CONTINUA NO CENTRO DE ILHÉUS

Foto enviada por uma leitora.

Há uma semana, denunciamos os problemas causados pelo desligamento (ninguém sabe se programado ou não) dos semáforos da região da Praça Cairu, no centro de Ilhéus. Passados sete dias, a prefeitura continua usando agentes de trânsito para regular o fluxo por ali.

Sem semáforos, é  grande o risco de acidentes na área, já que não é durante todo o dia que os agentes estão por perto. Não custa lembrar que, desde o governo passado, se gasta bastante dinheiro público para renovar os semáforos da cidade.

Ainda assim, nada avança. O conjunto que regulava o fluxo entre as ruas Maria Quitéria e Ana Nery, por exemplo, está sem funcionar há meses e já foi alvo de denúncia aqui no ILHÉUS EM RESUMO.

Enquanto isso, a prefeitura inventou um novo semáforo em frente ao terminal rodoviário.

INTERNAUTA DENUNCIA FALTA DE VAGAS EM CEMITÉRIO DE ILHÉUS

Do Ios 24h

Sem vaga

Um fato inusitado tomou conta das redes sociais nos últimos dias em Ilhéus. Trata-se da polêmica envolvendo o Cemitério São João, localizado no Bairro Nelson Costa, Zona Sul da Cidade.

O internauta Itamar Moreira utilizou sua página do Facebook para anunciar a inexistência de vagas no Cemitério, após registrar o aviso afixado na frente do local, que diz: “Lamentável não há vaga (não insista)”.

“Atenção, vc que mora na zona Sul de Ilhéus e pensa em morrer nos próximos dias. O cemitério São João Batista não tem vaga. Repito, vc que pensa em morrer nos próximos dias, adie sua morte pois não há vagas e vc terá que ser enterrado no Basílio ou no Couto! Então, conversem com seu anjo da Guarda e avisem que por motivo de superlotação, está proibido  morrer. Alô Mário Alexandre, cuida de seu povo doutor, nem morrer o povo pode mais!”, escreveu o internauta. Confira:

ILHÉUS: EMPRESÁRIA PROTESTA CONTRA CALOTE DA SECRETARIA DE SAÚDE

Faixa expõe o desrespeito da administração com o empresário local.

Há sete meses a empresária Luiza Margarida aguarda o pagamento de R$ 3.900 da Secretaria de Saúde de Ilhéus. Em contato com o ILHÉUS EM RESUMO, ela explica que possui uma empresa de transporte que foi contratada pela pasta para transportar uma mudança e, até hoje, nada da grana cair na conta.

Em abril, a secretaria de saúde procurou a MSouza Mudanças para retirar equipamentos do Centro Odontológico que funcionava na Avenida Soares Lopes, na região central. De lá, o material foi levado para 4 unidades de saúde, sendo duas na zona sul, uma bairro Basílio e outra no Iguape.

A empresária conta que foram utilizados três caminhões, oito funcionários, 400 caixas e outros materiais, que geraram despesas à empresa, mas que nunca foram pagos pela secretaria.

Até mesmo a secretária de saúde, Elizângela Oliveira, já teria sido cobrada, pessoalmente, da dívida, mas não se mobilizou para quitar a pendência, mesmo a empresa tendo apresentado toda a documentação necessária.

Diante dos sete meses de atraso, a empresária recomenda cautela a quem for prestar serviços à prefeitura, sobretudo à área da saúde.

 

“VAMOS AVANÇAR”, PROMETE SECRETÁRIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Secretária

Ao conceder hoje (7) pela manhã de uma entrevista na Ilhéus FM, com o apresentador Vila Nova, a secretária municipal da Saúde, Elizângela Oliveira anunciou que na próxima sexta-feira (10) serão retomados os processos licitatórios para a recuperação de seis postos de saúde que estão com obras paralisadas desde o governo passado.  Outras unidades da Sesau serão incluídas no programa de recuperação de prédios públicos, através de uma iniciativa, com recursos próprios do tesouro municipal.

“Infelizmente para se falar da saúde pública em Ilhéus é preciso olhar para o retrovisor. Encontramos uma saúde devastada onde todos os programas estavam em bloqueio por falta de prestação de contas do governo anterior”, revelou a entrevistada. Elizângela afirmou que até programas como o “Mais Médicos” foram prejudicados, com a redução de seis dos dez médicos que atendiam a população carente, por descumprimento da exigência de alimentar com as informações o sistema de controle do Ministério da Saúde, causando um bloqueio desde 2015. Lembrou que o Samu recebeu duas ambulâncias para ampliação de frota, mas a gestão passada apenas substituiu os veículos antigos, ao invés de ampliar o serviço. O fato gerou mais uma penalidade ao município que, somente agora, está conseguindo reorganizar a situação para a renovação da frota.

As providências para pôr ordem na gestão da saúde não param por aí. A secretária informou que recentemente conseguiu renegociar uma dívida de quase 500 mil reais – maior parte herdada da gestão anterior –  com a operadora de telefonia que fornece internet. O serviço, só agora restabelecido, vinha prejudicando a marcação de consultas e exames online nas unidades de saúde. Elizângela disse ainda que é fundamental o entendimento do servidor sobre a relevância do seu papel na prestação de serviço para a população. “Numa fiscalização de rotina a um posto de saúde vimos um aviso afixado na parede: Estamos sem internet, informava. No entanto, para nossa surpresa, verificamos que na sala de marcação de consultas o computador e o serviço de internet estavam normais, porém a responsável estava ausente do local de trabalho. Esse tipo de negligência só contribui para piorar o quadro da saúde em Ilhéus”, afirmou.

A secretária considera pertinentes as críticas que a Sesau vem recebendo, mas assegura que os trabalhos vão apresentar resultados e, aos poucos, estas críticas irão diminuir. “Um paciente que estava na UTI quando apresenta sinais de melhora vai direto pra casa? Claro que não. Primeiro vai para semi-intensiva, depois enfermaria e a partir daí pra casa. Esta é a mesma evolução para conquistarmos uma saúde de qualidade. Não adianta abrir unidades e dois meses depois fechar por falta de profissional ou de manutenção. É preciso estrutura para permanecer em pleno funcionamento. É esse o planejamento que está sendo feito”, garantiu Elizângela.

A secretária também apresentou o que considera avanços importantes que muito em breve serão sentidos pela população, a exemplo da ampliação na cobertura da Atenção Básica que subiu de 26 para 39 por cento. “Temos quase 30 licitações com contratos assinados, com restabelecimento de fornecimento de materiais indispensáveis  para o atendimento à população”, finalizou a secretária.

REBELDIA NA BASE DE MARÃO

Meio Quilo

O blog Chico Andrade relata, nesta terça, dia 7, pelo menos dois posicionamentos de vereadores que colocam em xeque a administração do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre. Até ontem, Marão governava com céu limpo, sem oposição na câmara. Ainda não se sabe por qual motivo, mas o jogo parece começar a ficar complicado.

César Porto

O vereador César Porto, do PDT, partido do secretário de relações institucionais, Alisson Mendonça, afirmou que há um “governo de merda” no município, segundo o blog. Ele criticou o prefeito por trabalhar por bairros com população de maior poder aquisitivo e esquecer das comunidades pobres.

Outra crítica feita por Porto e ratificada pelo vereador Paulo Meio Quilo foi contra o secretário de Turismo, Roberto Lobão. Segundo os parlamentares, o Lobão faz mais turismo entre Ilhéus e Salvador, onde mora, do que trabalha. “Estamos ferrados se precisarmos da secretaria de turismo”, bradou César Porto.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia