WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia


junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘ilheus’

PONTE DO PONTAL – A ESPERANÇA CONTINUA

Por José Rezende Mendonça, ex-funcionário da Ceplac, memorialista e morador do Pontal

Foto de José Rezende.

Assim estava o acesso sul da Ponte Pontal/Centro, em 14 de abril de 2019. A cada instante surge uma nova esperança envolvida com a certeza, que finalmente teremos a segunda ponte, que irá em muito melhorar a mobilidade urbana, zona sul/centro/zona norte. Claro que, isto não resolve todo o problema da cidade neste aspecto, mas uma ponte tinha que sair primeiro.

A terceira irá acontecer e não tem outro jeito, assim que sair do papel a duplicação da Rodovia BR-415, hoje batizada de Rodovia Jorge Amado, que une Ilhéus e Itabuna. Com esta duplicação, nas proximidades do Banco da Vitória, terá um anel rodoviário, que vai melhorar e muito, os fluxos dos carros pelo centro da cidade de Ilhéus, pois este novo acesso, ligará o Banco da Vitória até as proximidades do local Cururupe, na BA-001 e para zona norte nas proximidades do bairro São José, na BA-260, que liga Ilhéus a Uruçuca.

Imaginemos que fosse o contrário, como muitos pensaram e pensam até hoje. Se a segunda ponte acontecesse nas mediações do Banco da Vitória, todos da zona sul, que quisessem fugir do engarrafamento da atual ponte e centro da cidade, teriam que ir ao Cururupe e depois seguir para o Banco da Vitória, e retornar para o centro da cidade, e assim vice e versa. Seriam conversam pra muitos anos, pois esta opção só atenderia de imediato, quem viesse de Olivença, e fosse para Itabuna e Uruçuca. Da mesma forma, para quem viesse de Itabuna para Olivença, Una e Canavieiras.

Mas, isto é assunto ainda pra muitas conversas em mesas de bar, plenário da Câmara de Vereadores, ONGs, e lero-lero em épocas de eleições, que vão ocorrer em 2020.

AO ACATAR ORDEM JUDICIAL DE 1ª INSTÂNCIA, MARÃO MOSTRA COMO NÃO SER PREFEITO

Prefeito de Ilhéus, Marão.

O Tribunal Superior de Justiça (STJ), em Brasília, não reconheceu o pedido feito pela Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Ilhéus objetivando suspender a decisão da desembargadora Sílvia Zarif, do Tribunal de Justiça da Bahia que determina a imediata reintegração dos demitidos aos seus cargos. A informação foi divulgada com exclusividade pelo site Jornal Bahia Online.

Segundo O Tabuleiro, esta foi a terceira decisão favorável aos demitidos. Antes do posicionamento do STJ, o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Gesivaldo Britto, já havia se posicionado favorável aos demitidos e determinado que o juiz Alex Venícius suspendesse a sua decisão que resultou na demissão de mais de 300 servidores.

Comentário do blog

Mário Alexandre nunca foi um bom médico. Quando foi vice-prefeito de Newton Lima, passou quatro anos no ostracismo. Se limitava a tentar emplacar amigos em cargos com bons salários.

Apostar que seria um bom prefeito foi pagar pra ver e ver algo que não deu certo.

Nessa seara da demissão dos não estáveis, Marão, por puro desleixo ou falta de bons conselheiros, resolveu acatar uma decisão de primeira instância. Decisão frágil, que poderia ser revista a qualquer instante.

Junto com a demissão dos quase 500 servidores, veio a ordem para dar posse aos aprovados no concurso de 2016. Foi o combo da loucura.

Servidores concursados raramente são demitidos. Com a reintegração dos que foram colocados na rua por Marão, haverá dois funcionários pra um cargo e um gasto a mais para os cofres municipais.

Agora, como era previsto até pelos observadores menos atentos, a decisão que mandava demitir não estáveis com mais de 30 anos de serviço e nomear concursados, foi suspensa.

Só um prefeito desleixado, sem rumo, com péssimos conselheiros, seria capaz de acatar uma decisão de primeira instância que afetaria a vida de mais de 500 pessoas, além das contas públicas. 

ILHÉUS: MAIS UM ANO SEM O ALELUIA FESTIVAL

Do Blog do Chicó

Shows lotaram a Avenida Soares Lopes em 2013, 2014 e 2016.

Um evento que movimentava Ilhéus durante a semana santa, o Aleluia Ilhéus Festival ficou no passado, sua última edição aconteceu em 2016, a atividade estava consolidada no calendário turístico da cidade, atraia muitos turistas, de diversos lugres do país, e também proporcionava opção de lazer e diversão para os ilheenses.

Em 2017, a organização do evento publicou uma nota comunicando que, naquele ano, não haveria a realização da festa. Desde então, Ilhéus fica sem uma das suas melhores opções de evento de turismo, pelo terceiro ano consecutivo. Coincidentemente, o Aleluia Ilhéus, depois da posse do prefeito Mário Alexandre desapareceu, o que parece sinalizar que a atual gestão municipal não tem interesse em sua continuidade.

De acordo com o ex-secretário de Turismo e Esportes de Ilhéus, Josenaldo Cerqueira, durante o período que esteve responsável pela pasta, entre 2015 e 2016, um dos seus maiores objetivos era manter o calendário de eventos culturais, de lazer e esportivos na cidade, o tornando mais atrativo para moradores e turistas, assim, também fortalecendo a economia local.

“Tivemos muitas dificuldades, mas fomos ao encontro de alternativas. Por conta das nossas parcerias, como a com as emissoras regionais de televisão entre outros setores e ampla conserva com as comunidades, conseguimos viabilizar diversos eventos como carnaval e forró nos bairros, eventos de corrida, triátlon e outras modalidades, apoiamos a Estação do Rio do Braço, demos uma passagem digna à tocha olímpica, enfim, tentamos dar um dinâmica diferenciada ao Turismo de Ilhéus”, avaliou Josenaldo.

Cerqueira também disse que este ano, a vizinha cidade de Itacaré realizará um grande evento, com um forró na semana santa, com grandes atrações, enquanto isso, os eventos turísticos de Ilhéus continuam a desaparecer. “Com tantas potencialidades que temos, se a gente tivesse o Aleluia Festival, em Ilhéus, somado com o Festival de Forró de Itacaré, daríamos um grande reforço ao calendário turístico da Costa do Cacau”, finalizou.

RELATÓRIO INDICA A UESC COMO 9ª UNIVERSIDADE ESTADUAL BRASILEIRA COM MAIS ARTIGOS CIENTÍFICOS

Da Ascom/Uesc

Uesc

Neste 22 de abril, o campus Professor Soane Nazaré de Andrade, da Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus/Bahia, completa 45 anos de sua criação e comemora a data com uma notícia que reflete a sua importância para o desenvolvimento científico brasileiro: a UESC está entre as nove universidades estaduais do Brasil  com mais artigos científicos publicados, situando-se também como a primeira entre a estaduais da região Nordeste do Brasil  e a 60ª no ranking das 100 universidades e instituto do Brasil com mais artigos científicos.

O número consta no relatório Research in Brazil, disponibilizado pela Clarivate Analytics à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O documento traz o desempenho da pesquisa brasileira em um contexto global entre os anos 2011 e 2016.

Os dados foram obtidos do InCites, plataforma baseada nos documentos (artigos, trabalhos de eventos, livros, patentes, sites e estruturas químicas, compostos e reações) indexados na base de dados multidisciplinar Web of Science – editada pela Clarivate Analytics (anteriormente produzida pela Thompson Reuters).

A reitora Adélia Pinheiro ressalta que “esse bom indicador da UESC é resultado de um conjunto de ações iniciadas com a qualificação e a competência dos professores/pesquisadores aliado ao programa de qualificação de docentes da Universidade que os apoia, do suporte à pesquisa e produção do conhecimento através dos investimentos em bolsas do programa de IC, de revisão e tradução de artigos, como também do pagamento pela instituição das taxas de publicação desses artigos.”

O relatório traz informações sobre as universidades líderes na área da pesquisa no país. Os critérios analisados foram: a quantidade de documentos produzidos, o impacto da citação, artigos no top 1% e 10% dos mais citados no mundo, colaboração com a indústria e organizações internacionais.

O número de citações que uma publicação de pesquisa recebe reflete o impacto que teve em pesquisas posteriores. As publicações científicas citam documentos anteriores para validar uma contribuição intelectual. Portanto, pode-se dizer que uma publicação (ou uma coleção de publicações) com uma contagem de citações mais elevada teve um impacto maior no campo de conhecimento ao qual se relacionou.

Só as públicas produzem no Brasil

O relatório demonstra que, praticamente, não há produção científica em instituições privadas no Brasil. Entre as 20 instituições que mais produziram papers e que mais tiveram impacto estão 15 universidades federais e 5 universidades estaduais.

A Universidade de São Paulo (USP), estadual, lidera a produção quantitativa, enquanto a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), também estadual, é a que a produção tem maior impacto.

O relatório mostra que as universidades públicas produzem artigos científicos altamente citados e que alcançaram boas taxas entre 1% dos papers mais citados do mundo.

ILHÉUS: BUSU QUEBRA NO INTERIOR E DEIXA PASSAGEIROS A PÉ

Do Ilhéus 24h

Mais uma lata velha deixa passageiros na mão.

Mais um caso ligado aos ônibus em péssimas condições das operadores de transporte público de Ilhéus, desta vez o incidente ocorreu com um veículo da empresa Viametro. Neste domingo (14), um ônibus da linha de Sambaituba quebrou e deixou os usuários do transporte público a mercê do acaso.  Na imagem é possível ver uma fumaça branca saindo do veículo.

Este é mais um evento envolvendo os sucateados ônibus na cidade de Ilhéus. Nesta semana, a prefeitura chegou a realizar uma operação solicitando a remoção de alguns veículos impróprios para circulação, mas parece que ainda existem muitos outros em péssimo estado de conservação.

Comentário do blog

Como publicamos na semana passada, o prefeito Mário Alexandre é tigrão com o ilheense e tchutchuca com as empresas de transporte coletivo (leia aqui o editorial).

Em dois anos, o “médico do povão” deu 80 centavos de aumento na tarifa e, em troca, o ilheense recebe sucatas para tentar se locomover – nunca há certeza de que a viagem será concluída.

Pressionado, nas últimas semanas, o governo Marão tem fingido que fiscaliza as empresas. Encontra veículos em péssimo estado, mas sequer multa as concessionárias – passa a mão na cabeça dos empresários.

A impressão que dá é de que a tal fiscalização é só firula pra fazer foto e divulgar na imprensa.

ILHÉUS: VOOS DA AVIANCA SÓ DECOLARÃO COM PAGAMENTO DE TAXA

Do Tabuleiro

Avianca.

A concessionária que administra o Aeroporto de Ilhéus informou na sexta-feira (12) que a partir da segunda (15) os voos operados pela Avianca só serão autorizados a decolar caso a empresa pague antecipadamente as tarifas relativas ao voo.

Em nota, a concessionária pede que os passageiros que têm viagem pela Avianca a partir da data “verifiquem junto a companhia o status de sua viagem antes de dirigirem-se ao Terminal de Passageiros do Aeroporto de Ilhéus”.

A Avianca enfrenta problemas financeiros e operacionais que incluem a retenção dos repasses das tarifas de embarque relativas aos seus voos nos aeroportos de todo país. “Entretanto, existe uma ordem judicial que obriga à companhia aérea a normalizar o repasse das tarifas de embarque aos administradores aeroportuários, ordem esta que, infelizmente, ainda não foi cumprida, causando um prejuízo e desordem de âmbito financeiro e operacional”, diz a concessionária.

DEPUTADA ALIADA A BOLSONARO PASSOU CARNAVAL EM ILHÉUS E VOLTOU ÀS CUSTAS DA CÂMARA

A deputada.

Líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) usou a verba indenizatória de gabinete para comprar uma passagem aérea no retorno do feriado de Carnaval, em 6 de março. A deputada, segundo pessoas próximas, passou o feriado em Ilhéus e de lá retornou para Brasília. A viagem custou R$ 1.264,27.

Durante o feriado, Joice postou uma foto deitada em uma rede, sem especificar onde estava, e e escreveu “meu bloco de Carnaval é o da soneca domingueira”. Na Quarta-Feira de Cinzas, fez duas postagens no Twitter com a localização ativada em Ilhéus. Uma delas terminava dizendo: “Vão trabalhar, lacradores”. Alguns cobraram a deputada por estar no litoral baiano em um dia regular de trabalho. “Vai trabalhar você, que está em Ilhéus. Hoje é dia útil”, disse um seguidor.

A reportagem procurou a assessoria de Joice por uma semana pedindo explicações sobre a viagem. O uso da cota parlamentar da Câmara dos Deputados só é permitido para gastos “exclusivamente vinculados à atividade parlamentar”. A deputada disse não se lembrar especificamente do que fez em Ilhéus e afirmou apenas que foi à Bahia duas vezes neste ano.

“Não tenho mais base [eleitoral]. Estou rodando o Brasil inteiro em defesa da reforma da Previdência. Às vezes viajo a convite, às vezes não. Posso ter ido com passagem da Câmara, voltar sem. Não tenho Carnaval”, disse a época.

Nesta quarta-feira, a deputada mostrou-se irritada com os questionamentos da reportagem sobre a despesa no Carnaval. Segundo Joice, a passagem pelo litoral baiano envolvia negociações em torno da reforma da Previdência, o que teria justificado o gasto oficial.

“Eu tive uma reunião, como tenho todos os finais de semana, para tratar de Previdência. A minha viagem foi para tratar de Previdência. O que faço no meu fim de semana não é problema de ninguém. Se fiquei um dia a mais, dois dias a mais, não é seu problema”, disse Joice, depois de ameaçar processar a reportagem, caso se torne pública a informação sobre sua viagem.

* As informações são da revista Época

GOVERNO MARÃO É TIGRÃO COM O ILHEENSE E TCHUTCHUCA COM EMPRESAS DE TRANSPORTE

Ônibus parou numa árvore.

Depois de ver calado as empresas de ônibus Viametro e São Miguel sacanear o ilheense, o governo do prefeito Mário Alexandre decidiu fingir que está de olho nas concessionários do transporte coletivo.

Em texto divulgado à imprensa ontem (quarta, 10), a superintendência de transporte e trânsito afirma que “prendeu” seis ônibus da empresa São Miguel – ninguém sabe se as latas velhas foram levadas ao presídio Ariston Cardoso ou à delegacia, já que o certo seria apreender os veículos.

As carcaças, afirma o texto, apresentavam problemas como bancos, janelas e cintos de segurança quebrados. A empresa tem 48 horas pra resolver o problema e colocar os veículos em circulação.

Mesmo com as irregularidades, a concessionária se livrou de ser multada. Elementos pra isso não faltam, já que problemas na frota ocorrem diariamente, como temos mostrado no ILHÉUS EM RESUMO (lembre aqui).

A medida do governo Marão, apesar de parecer enérgica, é uma cortina de fumaça. A frota de ônibus é insuficiente ou mal distribuída. Basta perguntar a um estudante da Uesc ou do Ifba se estão satisfeitos com a frequência das linhas que atendem esses destinos.

Quando retira linhas de circulação, Marão penaliza o ilheense, mesmo afirmando que a outra empresa vai assumir os destinos.

Marão é tigrão com o ilheense e tchutchuca com as empresas do transporte coletivo.

Enquanto, em dois anos, o prefeito concedeu 80 centavos de aumento na passagem, as empresas só fizeram piorar o serviço.

Os ônibus com ar condicionado e internet grátis passam a maior parte do tempo nas garagens e, quando saem, apresentam goteiras e mau cheiro. Falta o mínimo de manutenção.

Na zona rural, é comum passageiros concluírem a viagem a pé, já que os ônibus quebram. Nessa quarta (10), um carro da São Miguel apresentou princípio de incêndio quando chegava à comunidade de Banco do Pedro.

Princípio de incêndio em ônibus da São Miguel que fazia a linha até o distrito de Banco do Pedro. Foto de James Costa.

Enquanto isso, o Ministério Público se coloca a favor do combate ao transporte clandestino. Parece correto. Mas seria correto também agir contra as empresas.

O transporte alternativo funciona na brecha do legal. Se o sistema convencional é caro e não funciona a contento, o ilheense busca outros meios de se locomover na cidade.

No fim, promotores, donos e diretores das empresas e o prefeito Mário Alexandre não precisam mesmo do transporte. Possivelmente, nunca entraram num ônibus. Então, a tendência é que nada mude.

ILHÉUS: MAIS UM ÔNIBUS QUEBRA NO MEIO DA VIAGEM

Ônibus quebrado. Rotina. Foto de Mesaque.

Uma cena que tem virado rotina se repetiu na noite dessa terça-feira, dia 9. Um ônibus da viação São Miguel quebrou depois de subir a ladeira de acesso à ponte de Pontal.

O veículo ficou parado por horas até que fosse rebocado, o que causou congestionamento no trânsito. Os passageiros precisaram pegar outro coletivo pra seguir viagem em direção à zona sul de Ilhéus.

O ilheense paga R$ 3,80 na passagem – valor só superado pela capital, Salvador, que cobra R$ 4, mas oferece integração com o metrô e depois com outro ônibus.

Em apenas dois anos, o prefeito Mário Alexandre concedeu 80 centavos de aumento na tarifa e, mesmo assim, o serviço só piora.

Há menos de um mês, a cidade virou chacota no estado. A porta de um ônibus, dessa vez da Viametro, soltou com o veículo em movimento.

Na semana passada, um carro da São Miguel apresentou problemas e só foi parado por uma árvore, à beira de uma ladeira.

Enquanto isso tudo acontece, a prefeitura anuncia, inclusive com mídia paga, aplicativo que mostra os horários dos ônibus. Como a coisa anda tão ruim, o aplicativo deveria informar também se o veículo vai conseguir terminar a viagem ou se vai colocar em risco a vida dos passageiros.

DUPLA INVADE GRÁFICA E TENTA MATAR FUNCIONÁRIO NO CENTRO DE ILHÉUS

Do Ilhéus 24h, com informações da TV Santa Cruz

Ação dos atiradores.

O funcionário de uma gráfica escapou sem ferimentos de um ataque a tiros, na tarde desta segunda-feira (1º), em Ilhéus. Uma câmera de segurança do estabelecimento registrou a ação.

Nas imagens, é possível ver o momento em que dois homens armados entram na gráfica e começam a atirar na direção da vítima. O homem estava atrás do balcão, ao lado de uma outra funcionária, quando começou o ataque.

Após os tiros, tanto a vítima, quanto a colega de trabalho, correm. O vídeo mostra que, no desespero, a mulher chega a ir na direção de um dos criminosos, que estava em frente à porta do estabelecimento. Ela também não teve ferimento.

Os dois suspeitos fugiram após a ação. Não há informações ainda sobre a autoria e a motivação do crime. A vítima não teve o nome divulgado. O crime será investigado pela Polícia Civil. Confira abaixo a reportagem da TV Santa Cruz contendo o vídeo com a ação completa dos criminosos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia