WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia teatro itabuna secom bahia


agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘ilheus’

FÁBRICA-ESCOLA DE CHOCOLATE EM ILHÉUS RECEBE VISITA DE EMPRESÁRIO E DONO DA CACAU SHOW

Da Secom/Bahia

Visita

A Fábrica-Escola do Chocolate do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Nelson Schaun, em Ilhéus, Sul da Bahia, recebeu a visita de um dos maiores empreendedores brasileiros no mercado de produção de chocolates finos, Alexandre Tadeu da Costa, fundador da Cacau Show. O empresário visitou as instalações da Fábrica-Escola, que funciona como laboratório para a formação e certificação dos estudantes que fazem cursos técnicos de nível médio, além de funcionar como incubadora, contribuindo para a aceleração de empreendimentos e para o fomento criativo no Território.

Alexandre Costa estava acompanhado do superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Durval Libânio, e falou sobre a ideia inovadora do Estado ao oportunizar, por meio do equipamento, a Educação Empreendedora da juventude. “Fiquei encantado em conhecer a Fábrica-Escola. Investir na educação dos jovens e, sobretudo, criar oportunidades a eles têm tudo a ver com a história da Cacau Show”, contou Alexandre.

O empresário, que começou a carreira vendendo trufas e bombons em um fusca 78, em São Paulo e conta com uma das maiores redes de chocolate do país, tem uma vinculação com a Educação, por meio do Instituto Cacau Show, fundado em dezembro de 2009, em Itapevi, em São Paulo. Atualmente, o instituto assiste a mais de 1.500 pessoas entre crianças, adolescentes e idosos com aulas de reforço escolar, esporte e informática. Ele destacou a importância de uma política pública que integra escola, comunidade e cadeia produtiva do cacau na região Sul da Bahia. “A Fábrica-Escola irá gerar muitos frutos e um grande legado para a história do cacau e da indústria chocolateira no país”, acredita.

A Fábrica Escola do Chocolate do CEEP Nelson Schaun foi inaugurada em julho deste ano. O equipamento valoriza e fomenta a vocação de Ilhéus e região na produção de chocolate, fortalecendo e incentivando toda a cadeia produtiva. A instalação, com capacidade para produção de 800 kg/mês de chocolate e de 2 toneladas/mês de nibs de cacau, investirá na formação de aproximadamente 2 mil alunos por ano. Além da Fábrica-Escola do Chocolate de Ilhéus, a Secretaria da Educação do Estado também já inaugurou as Fábricas-Escolas do Chocolate, em Gandu, e em Arataca, além da Fábrica-Escola do Couro, em Ipirá, e a Fábrica-Escola da Construção Civil, em Salvador.

NAZAL DISCORDA DA FORMA DE MARÃO GOVERNAR

Do JBO

Nazal

Vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal é uma espécie de ombudsman da administração municipal. Faz críticas à própria gestão, não poupa integrantes do governo e assegura que apesar de ainda debater e participar do dia-a-dia da Prefeitura, está rompido politicamente com o prefeito Mário Alexandre. Diz mais: numa eventual composição para 2020, nem ele quer ser vice de Mário e nem Mário quer tê-lo como vice.

Próximo aos 64 anos, destes 41 dedicados à vida pública, Nazal divide opiniões no Centro Administrativo. Ele fala que a sinceridade é o princípio da transparência do homem público e que não tem medo de dizer o que pensa sobre a cidade, os seus moradores e os próprios colegas de governo. É ácido quando se refere ao que considera “uma grande quantidade de gente de fora” no governo. Define esse núcleo como sendo totalmente sem compromisso com a cidade.

Nesta entrevista exclusiva concedida ao JBO, Nazal também fala sobre a polêmica dos marcos divisórios entre Ilhéus e Itabuna e, claramente, fala sobre 2020, colocando-se como possibilidade real para a sucessão do prefeito Mário Alexandre. Uma entrevista que vale a pena ser lida. Nos mínimos detalhes.

Vou começar com uma provocação. Se eu for hoje fazer compras no Supermercado Makro, continuarei em Ilhéus ou estarei indo a Itabuna (esta semana foi reiniciada uma antiga discussão sobre se aquela área estaria em território de Ilhéus ou de Itabuna)?

Você continua em Ilhéus. Lei Estadual 12.638. Já estou com as respostas do coordenador estadual do IBGE na Bahia e do diretor de Informações Geoambientais da Seplan (Secretaria Estadual de Planejamento) que me asseguram isso.

A Prefeitura de Itabuna alega ter um documento que contraria esta sua informação.

Nesta terça (27) vai ter uma Sessão na Câmara (de Vereadores de Ilhéus) e eu vou levar a documentação que tenho. Eu é que gostaria de saber que documento é este que eles afirmam ter por que, uma lei, pelo que me conste, só pode ser alterada por outra lei. A competência de legislar sobre limites intermunicipais de cada estado cabe ao estado e os municípios definem seus limites internos.

Então como se explicar este novo alvoroço…

… Não há motivo para alvoroço. A Lei 12.057, de 2011, autorizou a SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia) numa ação conjunta do IBGE a fazer a alteração de limites de 27 territórios do estado da Bahia. Faltam apenas dois ou três territórios decorrentes de ações interpostas antes da lei, como, por exemplo, Salvador e Lauro de Freitas, por que existem questionamentos com relação ao aeroporto, estação de metrô, essas coisas divulgadas na mídia. Aqui no Território Litoral Sul, do dia 1º a 15 de fevereiro de 2012, foi feito o levantamento de todos os municípios, com o acompanhamento integrado, e a Lei foi aprovada na Assembl[eia (Legislativa da Bahia), em 26 de dezembro de 2012, sancionada pelo então governador Jaques Wagner em 10 de janeiro de 2013. É o que vigora.

Clique aqui e confira a entrevista completa.

ILHÉUS: JUSTIÇA OBRIGA FISCALIZAÇÃO DO TRANSPORTE ILEGAL

Da Secom/Ilhéus

Fiscalização.

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Alex Venicius Campos Miranda, proferiu decisão interlocutória sobre ação movida pela Associação Profissional das Empresas de Transporte de Passageiros de Ilhéus (Atranspi), que obriga a Prefeitura a intensificar a fiscalização do transporte ilegal de passageiros praticado no município.

No processo, a Atranspi alega que as concessionárias de serviço público de transporte (empresas de ônibus) estão sendo prejudicadas “pelo aumento desenfreado de pessoas que passam a exercer a prática de transporte clandestino de cidadãos”.

Na decisão, o juiz Alex Venicius sustenta que “cabe ao Poder Público exercer seu poder de polícia, tanto no combate ao transporte clandestino, quanto ao cumprimento das cláusulas de concessão assinadas pelas empresas, no que diz respeito à boa prestação do serviço (Lei 8.987\1995, art.7º, I)”. Ao deferir o pedido de Tutela de Urgência, o juiz disse que cabe também à Polícia Militar e Rodoviária Estadual promover o combate à prática do transporte clandestino.

Legalidade – Conforme o Procurador Geral do município, Jefferson Domingues, será formado um grupo de trabalho com a Superintendência de Trânsito (Sutran) e a Proger, a fim de discutir a possibilidade e a forma mais adequada para a regulamentação do “transporte alternativo”. O diretor municipal de Trânsito, Gilson Nascimento enfatiza que o dever é cumprir a Lei. As operações estão sendo feitas pela Policia Militar.

Para o diretor, esta é uma questão complexa. “Nossa função aqui é cumprir a legislação. Os agentes de trânsito estão sendo treinados e capacitados para agir de forma educada e ordeira, e respeitar o princípio da legalidade. A fiscalização será feita como a lei determina, mas também com paciência, até que seja encontrada uma solução que contemple todos os envolvidos”, explica Gilson Nascimento.

Consulte o processo no site do Tribunal de Justiça da Bahia: http://bit.ly/consultarprocessotransporte

Liminar do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública: http://bit.ly/liminartransportealternativo    

ILHÉUS: FUNCIONÁRIO É INDENIZADO APÓS SER CHAMADO DE PREGUIÇOSO E MANGUEADO

Do Tabuleiro

Fábrica

Um auxiliar de produção da empresa Barry Callebaut Brasil Indústria e Comércio de Produtos Alimentícios Ltda., que produz chocolates, ganhou o direito a indenização por dano moral de R$ 5 mil por ser tratado de forma humilhante por seu supervisor, na unidade de Ilhéus, informa a Justiça do Trabalho. A decisão é da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA) e dela cabe recurso.

A prática de assédio moral foi negada por uma testemunha da empresa, mas confirmada por outra que noticiou em prol do reclamante. De acordo com ela, o supervisor tratava mal frequentemente os funcionários, e chamava o auxiliar de produção de “preguiçoso, burro e mangueado”. Ainda segundo essa testemunha “quando alguém ia no banheiro, ele dizia: tá manguiando e olhava para o relógio”.

A 2ª Vara do Trabalho de Ilhéus indeferiu o pedido por não ter evidenciado de forma cabal o alegado assédio. Visão diferente teve relatora, desembargadora Dalila Andrade, que explica que o assédio moral “caracteriza-se por ser uma conduta abusiva e reiterada, seja do empregador que se utiliza de sua superioridade hierárquica para constranger seus subalternos, seja dos empregados entre si, com a finalidade de excluir alguém indesejado do grupo por motivos de competição ou mesmo discriminação, violando direitos personalíssimos seus como a honra, a liberdade e a dignidade humana, consagrados na Constituição Federal”.

Para a magistrada, foi verificado por intermédio do depoimento da testemunha, que o supervisor da empresa tratava o reclamante com rigor excessivo, humilhando-o e constrangendo-o. “Ficou demonstrada uma conduta inadequada e rotineira do gerente, capaz de embasar o pleito indenizatório”, disse. Por isso, a desembargadora decide por condenar a fábrica de chocolates ao pagamento de dano moral. O voto foi seguido por unanimidade pelos desembargadores Esequias de Oliveira e Renato Simões.

PESCADOR É MORTO A FACADAS NA ZONA NORTE DE ILHÉUS

Imagem ilustrativa.

Gilson Silva Santos, de 36 anos, foi assassinado a facadas durante uma briga na madrugada do último sábado, dia 10, na localidade conhecida como Cominho, zona norte de Ilhéus.

Segundo o Blog Agravo, as informações da polícia indicam que Gilson era pescador, mas não há ainda a identificação do autor do crime.

OAB ILHÉUS PROMOVE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE CÂNCER DE MAMA E PRÓSTATA

Da Ascom/OAB

Prevenção.

A subseção da OAB-Ilhéus, realiza um ciclo de atividades com o objetivo de conscientizar a população para a prevenção ao câncer de mama e próstata, por meio das comissões da Mulher Advogada e de Eventos. A iniciativa começa com palestras ministradas por médicos especialistas em Ginecologia, Urologia, Mastologia, Nutrição e Psicologia, nesta sexta-feira (9), a partir das 17 horas, no auditório Israel Nunes, na sede da instituição.

No próximo domingo (11), acontece a II Caminhada Beneficente Outubro Rosa e Novembro Azul, na Avenida Soares Lopes, com concentração às 7 horas, próximo ao Centro de Convenções. A mobilização pretende reunir os membros da OAB e a sociedade ilheense, para enfatizar a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e de próstata. Todos os participantes estarão vestidos com camisa personalizada e a caminhada seguirá do Centro de Convenções até à Catedral, retorna pela Avenida Soares Lopes, finalizando no Clube Social de Ilhéus, onde ocorrerá café da manhã, aulas de dança e sorteio de brindes.

O presidente da OAB Ilhéus, Marcos Flávio, destaca que o evento não possui fins lucrativos. “As camisas serão gratuitas, mas trocadas por alimentos não perecíveis, que serão doados às instituições mais necessitadas da nossa cidade”.  A expectativa é de que 200 pessoas participem do ato, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Ilhéus, por meio das Secretarias de Saúde e de Turismo.

Segundo o doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP), Hamilton de Campos, não há atualmente outro procedimento com a mesma eficiência do exame de toque, que ainda é visto com certo preconceito pelos homens. “Quando realizado por um médico bem treinado, o toque dura segundos, é indolor e permite avaliar características fundamentais para o diagnóstico de doenças prostáticas”, enfatiza o especialista. Entre todos os tipos de câncer, o de mama é o que mais mata mulheres na faixa dos 20 aos 59 anos, em todo o mundo.

ILHÉUS TERÁ NOVO COLÉGIO MILITAR

Da Secom/Ilhéus

Solenidade.

Durante a solenidade de inauguração da nova sede da 69ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), na manhã desta quinta-feira, dia 8, na zona sul de Ilhéus, o comandante geral da PM da Bahia, coronel Anselmo Alves Brandão, anunciou a instalação de mais uma unidade escolar vinculada à rede de ensino da Polícia Militar, no bairro Teotônio Vilela.

Na oportunidade, Brandão também disse que Ilhéus vai receber, ainda este mês, dois quadriciclos com o objetivo de reforçar o trabalho de segurança dos banhistas nas praias da cidade, na temporada de verão.

O ato de inauguração da sede da 69ª CIPM, situada no Caminho 20, no Bairro Hernani Sá (área do Colégio de Atenção Integral à Criança – CAIC Darcy Ribeiro), contou com as presenças também do comandante do Policiamento da Região Sul, coronel Marcelo Luís Brandão Teixeira, do secretário municipal de Governo, Gil Gomes – que representou o prefeito Mário Alexandre, do tenente coronel Câmara, dos comandantes da 69ª CIPM, major Joeudo Figueiredo Pinheiro, e da 70ª CIPM, tenente coronel Rivas Queiroz de Souza Júnior, além de oficiais e comandantes de diversas unidades da região sul e do representante da Delegacia da Capitania dos Portos.

Também participaram da solenidade, o secretário municipal de Relações Institucionais, Sérgio Sousa, o superintendente de Trânsito, Gilson Nascimento, o comandante da Guarda Civil Municipal, Leonardo Bandeira, a vice-diretora do CAIC, Valquíria Ribeiro Chaves, entre outras autoridades.

Com o tema “Companhia amiga do cidadão de bem”, a abertura da cerimônia foi marcada pela execução do Hino Nacional pela Banda da PM, sob a batuta do maestro subtenente Fernando de Morais, seguido pelo hino da Polícia Militar da Bahia.

Logo após, o comandante geral da PM, coronel Anselmo Brandão, agradeceu ao prefeito Mário Alexandre, aos empresários e comunidade local pela área cedida e pelo apoio para a instalação da sede da 69ª CIPM.

“Algumas vezes estive aqui e vi o quanto este bairro merece nosso carinho especial. As pessoas precisam de nossa atenção e buscamos estar mais próximos. Aqui a comunidade é presente”, acrescentou. Sobre a implantação de mais colégios militares em Ilhéus, o comandante se colocou à disposição do prefeito para a avaliação dessa medida.

Sob o comando do major Joeudo Figueiredo Pinheiro, a 69ª CIPM reabre as portas dentro das dependências da escola Caic Darcy Ribeiro. Para o comandante, “este é um sonho que se realiza. A comunidade do Hernani Sá necessitava desse apoio. Aqui estamos de portas abertas para atender à população, para solução de problemas, trabalhos sociais e tudo o quer for em benefício da sociedade”, disse.

A vice-diretora da unidade escolar, Valquiria Ribeiro Chaves, salientou a importância da estrutura policial no local. “Para nós, a presença da Polícia Militar na escola é um símbolo de segurança. No que precisamos, sabemos que podemos contar com eles”, declarou.  Durante a cerimônia, o empresário Rafael Espírito Santo recebeu o título Amigo da PM/BA, sendo reconhecido como membro da sociedade que se doa à serviço da Polícia Militar, em virtude da parceria e contribuição nas ações em prol da segurança pública.

DENUNCIADA POR DESVIOS E DERROTADA, ÂNGELA SOUSA PERDE O FORO PRIVILEGIADO

Do FRN

Ângela Sousa.

Com o projeto político interrompido, por meio de derrota nas urnas, na eleição de 07 de outubro, a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) perderá no mês de janeiro de 2019, o gozo do foro privilegiado. A garantia do Foro Privilegiado abrange apenas os políticos que ocupam cargo eletivo. Sem mandato a partir de fevereiro de 2019 e enfraquecida politicamente, Ângela terá pela frente a temida denúncia do Ministério Público Federal, que a colocou no rol dos políticos envolvidos em corrupção.

A deputada é alvo da Operação Águia de Haia da Polícia Federal, que investiga desvio de verbas públicas do Fundo de Manutenção da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) em aproximadamente 20 municípios baianos.

Segundo a denúncia do MPF, a quadrilha atuou por aproximadamente seis anos e realizou contratações superfaturadas no valor de R$ 43.150.000,00, causando prejuízos vultosos aos cofres públicos que estão especificados em cada uma das denúncias já apresentadas no âmbito das investigações.

A denúncia do MPF com provas robustas da participação da ainda deputada, foi oferecida ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

DEPRESSÃO PÓS-PARTO PODE EXPLICAR CASO ENVOLVENDO MORTE DE BEBÊ EM ILHÉUS

Delegada Andréa Oliveira.

Lidiane Bruna Sales, de 22 anos, foi colocada em liberdade na última segunda-feira, dia 5, depois de realizada uma audiência de custódia no Fórum de Ilhéus. A moça é suspeita de ter assassinado o próprio filho recém nascido. De acordo com o Blog do Gusmão, Lidiane pode ter desenvolvido depressão pós-parto.

O fato teria ocorrido no último fim de semana, em Ilhéus. Durante a audiência de hoje, a moça sequer articulava palavras.

Até o momento, afirmou a delegada Andréa Oliveira ao Blog do Gusmão, não há confirmação de que a morte do recém-nascido tenha sido causada por perfurações à faca, como noticiado anteriormente.

Há a possibilidade de o bebê ter deixado a barriga da mãe já sem vida.

Ainda de acordo com o blog, o prazo para ser divulgado o resultado da perícia é de 30 dias.

 

DEMOLIÇÕES ACELERAM REURBANIZAÇÃO NA ZONA SUL DE ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Demolições.

O processo de demolição de imóveis desapropriados pelo Governo do Estado, em virtude da obra de construção da nova ponte de Ilhéus acelera o projeto de reurbanização daquela importante área da zona sul da cidade. A construção da primeira ponte estaiada da Bahia, com extensão de 533 metros, vai impactar diretamente na melhoria da mobilidade urbana na cidade.

O conjunto da obra inclui 2,2 quilômetros de rodovia, que se encerrarão ao lado da Catedral de São Sebastião, ao norte, e ao lado da cabeceira da pista do Aeroporto Jorge Amado, ao sul, onde estão sendo feitas as demolições dos imóveis. A nova pista no lado sul promoverá a reurbanização da Avenida Litorânea Mãe Amada, o que inclui uma ciclovia.

O Governo do Estado já efetuou o pagamento de quase todas as desapropriações negociadas com os moradores da localidade. Os casos que ainda não foram acordados são devido a pendência de documentos ou desavenças familiares quanto aos valores que o Estado aplicou. Os moradores tiveram prazo de 30 dias para a desocupação dos imóveis.

Além de uma ponte nova, que terá passeio, canteiro central, pistas duplas nos dois sentidos e uma ciclovia, Ilhéus ganhará uma moderna urbanização nas áreas Norte Centro e Sul, além de uma nova orla entre o Pontal e a pista do aeroporto. A urbanização da área demolida será feita conjuntamente com a Prefeitura de Ilhéus, que adequará o uso dos espaços públicos.

Fiscalização – Nesse sentido, a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes) realizará uma fiscalização em todas as áreas que passarão à gestão da Prefeitura para fins de urbanização. O gerente de gestão ambiental da Seplandes, Bruno Miranda, informa que o Município agirá contra o uso ilegal do espaço público naquele “novo local”, vedando ocupações.

Felisberto Santiago, 62 anos, que há 18 anos reside na localidade, considera a iniciativa excelente. “É uma das melhores coisas que o governo está trazendo para a cidade e para o desenvolvimento da região, temos que aplaudir. Moro e tenho meu bar aqui, e por conta da ponte vou sair, mas deu tudo certo, vou morar na rua de trás, e continuarei com meu comércio, e é isso que importa”.

Gilson da Hora, de 64 anos, e mora há 40 anos naquela rua, afirma que achou o projeto muito bom. “Muita gente não queria sair do local, pois reside aqui há muitos anos. Eu fui indenizado e já comprei minha casa no Nossa Senhora da Vitória; já vou me mudar e estou satisfeito graças a Deus”, declara.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia