WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria policlinica itabuna secom bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘Geraldo Magela’

Exclusivo. MULHER COM CORONAVIRUS AFIRMA QUE FOI ABANDONADA PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

 

 

Em primeira mão.

O Blog do Gusmão, nesta quinta-feira, 09, ouviu o relato dramático de uma moradora da zona norte de Ilhéus que foi infectada pelo coronavírus.

O Blog do Gusmão recebeu cópia do exame que deu positivo para Covid-19, feito pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A mulher é casada e tem filho (a) pequeno (a). O blog de credibilidade não informou identidade e endereço para manter a segurança da família e impedir possíveis agressões.

A mulher tem entre 18 e 27 anos, fez o exame no dia 4 de abril e recebeu o resultado três dias depois. Vive dias muito difíceis uma vez que ela e o esposo estão desempregados.

Reclama que o resultado do exame foi passado de maneira inoportuna por uma funcionária da Vigilância Epidemiológica de Ilhéus.  A equipe foi até a residência dela, mas preferiu não entrar.  Antes de comunicar que ela estava doente, a servidora não buscou condições que possibilitassem privacidade. Alguns vizinhos escutaram e a partir desse momento ela e o marido passaram a ser olhados com desconfiança. O impacto a deixou muito nervosa e trêmula. Sem dar justificativas, a Vigilância Epidemiológica não fez o exame no marido e no filho (a).

A paciente afirma não ter recebido máscaras, luvas, álcool gel e qualquer tipo de apoio da Secretaria de Saúde de Ilhéus. As máscaras que ela e o marido utilizam foram compradas com parte dos poucos recursos que ainda restam.

Ela questiona a Sesau por não ter viabilizado consulta com um infectologista. Afirma que está se sentindo muito mal, mas a secretaria lhe afirmou que não há infectologista disponível para atendimento em domicílio.

Nos áudios é possível perceber que a paciente também necessita de acompanhamento psicológico. A condição financeira precária e o receio de já ter contaminado o marido e o filho (a) abalam seu estado emocional.

Alguns parentes sensibilizados com a situação organizaram uma “vaquinha” para pagar uma consulta médica. Ela demonstra gratidão pela atitude dos familiares, mas lamenta o abandono do SUS.

A partir do relato dessa paciente, fica a desconfiança de que a Sesau-Ilhéus não apoia os pacientes contaminados que necessitam de alimentos e equipamentos de proteção individual.

Por voltas das 17h21min., o blog informa que tentou falar com o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela. Fizeram três tentativas, mas ele não atendeu as ligações.

Deixamos o espaço aberto para um posicionamento do Secretário Geraldo Magela.

“PESSOAS DE ITABUNA ESTÃO INDO PARA ZONA RURAL DE ILHÉUS FAZER CHURRASCO DURANTE EPIDEMIA” DENUNCIA SECRETÁRIO MAGELA

“Ilhéus pode chegar a 35 mil infectados em maio”, lamentou o secretário de Saúde do município, Geraldo Magela. Esses dados se referem a uma projeção feita pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), através do Programa de Pós-graduação em modelagem em Ciências da Terra e do Ambiente (Ppgm), pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), pela startup Geodatin, e pelo Laboratório de Biossistemas da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Durante participação no programa O Tabuleiro, ele lamentou profundamente o comportamento de parte da população que age como se não tivéssemos vivendo uma pandemia. “As pessoas estão indo para a rua e está aumentando a propagação dessa terrível doença (…) “Pessoas de Itabuna estão indo para zona rural de ilhéus, fazendo churrasco”, disse ele.

Já foram confirmados 21 casos de coronavírus em Ilhéus e Magela reforçou que o município está trabalhando monitorando e avaliando os casos. Ele explicou que Ilhéus está fazendo mais testes que outras cidades, por isso o maior número de confirmações. Todos os pacientes confirmados com a doença seguem em isolamento domiciliar.

Outro importante alerta feito pelo secretário se direciona para as aglomerações e reuniões de pessoas nos distritos da cidade. “Estão fazendo festas com paredões, churrascos. Já existe um caso confirmado de uma pessoa que contraiu pois compartilhou o garfo”, pontuou ele .

Ontem (07), segundo dados oficiais , morreram no país 114 pessoas e o secretário imagina que a falta de bom senso da população também pode ter sido por influência das falas do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a chamar a doença de “gripezinha”. “Infelizmente o presidente fez um desserviço para a sociedade”, opinou. Magela contou que hoje o município deverá concluir a instalação de UTI’s para atendimento à pessoas com COVID-19 no município.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia