WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  


:: ‘caos’

ILHEENSES DORMEM NA FILA POR ATENDIMENTO MÉDICO

Do FRN

A fila.

Moradores do bairro Nossa Senhora da Vitória e adjacências estão sofrendo para conseguir marcar consultas no posto de saúde do bairro. Para marcar uma consulta, os moradores estão precisando chegar de madrugada ao local, antes das 6h da manhã.

O flagra do ato desumano e irresponsável, por parte do governo Mário Alexandre (PSD) e José Nazal (REDE), foi feito pelo empresário Valdo Lajes, através de vídeo, pelo qual a reportagem do FR Notícias teve acesso com exclusividade.

No começo do dia a fila no posto do Nossa Senhora da Vitória já dobrava a esquina. Quem vai ao local, além da fila, tem que enfrentar o cansaço e falta de conforto. No local os bancos são limitados para idosos, gestantes e pessoas em geral.

“Para conseguir uma consulta tem que chegar às 08 horas da noite do dia anterior, senão não consegue. Sem falar da insegurança e do perigo de ficar exposto para aventurar uma ficha. Se a pessoa vem aqui doente, ficar de pé o tempo todo, só vai piorar. E tem que rezar pra conseguir a consulta porque depende das senhas. É muito doloroso!”, criticou um morador.

PREFEITO QUER CONTINUAR DANÇANDO NA BOQUINHA DA GARRAFA, AFIRMA DONO DO HOSPITAL DE ILHÉUS

Jorge Viana.

A polêmica da renovação do contrato do Hospital de Ilhéus com a prefeitura para atendimento pediátrico pelo Sistema Único de Saúde (SUS) parece longe de terminar.

Durante entrevista a um programa da rádio Gabriela FM, nesta terça, dia 26, o médico Jorge Viana, dono do Hospital de Ilhéus, afirmou que tentou se reunir com o prefeito Mário Alexandre por várias vezes, mas que o gestor sempre estava fora da cidade e que hoje não sabe se ele está em Brasília, Salvador “ou dançando na boquinha da garrafa”.

A declaração polêmica de Viana reforça conversas que vazaram de um grupo do aplicativo whatsapp, nas quais o médico afirma que o prefeito “quer continuar dançando na boquinha da garrafa” e reclama das tentativas frustradas de se reunir co Mário Alexandre para tratar da renovação contratual.

Como informamos em nota (que pode ser lida abaixo), o contrato para atendimento pediátrico na unidade será suspenso nessa quarta, dia 27. Isso implica, segundo Viana, na remoção de 14 crianças que estão internadas no Hospital de Ilhéus.

Em nota, a prefeitura afirma que tentou renovar o contrato, mas esbarrou numa exigência de acréscimo de 100 mil reais mensais para continuar a oferecer o serviço.

Atualizado às 13h05min

Durante a entrevista, Jorge Viana revelou que o município não cumpriu parte do acordo que previa a cessão de médicos para auxiliar no atendimento e que, por isso, exige o aumento do valor pago pela prefeitura para manter o serviço.

Sobre as 14 crianças internadas na unidade, o médico afirmou já ter comunicado a secretaria de Saúde sobre o problema, mas que não recebeu qualquer posicionamento ate essa terça.

RODOVIÁRIOS DE ILHÉUS APROVAM GREVE EM PRIMEIRA VOTAÇÃO

Do Blog do Gusmão

Ônibus

Na tarde desta segunda-feira (28), em conversa por telefone com o Blog do Gusmão, o presidente do Sindrod, Gustavo Santana, informou que os motoristas e cobradores do transporte coletivo de Ilhéus aprovaram a realização de uma greve, em primeira votação. Para avançar, a medida deverá ser aprovada também na segunda votação marcada para hoje à tarde.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus (Sindrod), a Associação das Empresas de Transporte Coletivo de Ilhéus (Atranspi) oferece reajuste de 2.50% para os salários e o vale-alimentação dos trabalhadores.

Segundo Santana, a categoria rejeitou a proposta na primeira votação, porque exige mais 3% para os salários, além do aumento do vale-alimentação de R$ 313,72 para R$ 400. Atualmente, o salário de motorista é de R$ 1.595,60, e o de cobrador, R$ 983,85.

Gustavo Santana explicou ao blog que, se a greve for aprovada na segunda votação, os rodoviários não vão paralisar os ônibus imediatamente. O início do movimento paredista deve respeitar o prazo de 72 horas após o anúncio da aprovação.

A categoria também vai considerar o andamento da greve dos caminhoneiros, que chegou ao seu oitavo dia hoje, para definir os rumos da mobilização em Ilhéus. Devido ao desabastecimento dos combustíveis, a frota de ônibus em circulação no município foi reduzida em 30%. Caso a redução persista, os rodoviários não descartam a possibilidade de adiar o início da greve.

Por fim, Gustavo Santana informou que os trabalhadores estão dispostos a cancelar a greve caso suas reivindicações sejam atendidas a tempo.

COM NOME LIMPO, MARÃO BUSCA ASFALTO PARA ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Asfalto pela cidade.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, comemorou mais uma vitória na sua administração, com a regularização da situação do município junto ao Cauc (Cadastro Único da União) e a obtenção do nada consta junto ao Governo do Estado. A medida permite que a Prefeitura volte a assinar contratos e convênios com as demais esferas de governo e receber recursos transferidos por meio de emendas parlamentares.

Assim que obteve a certidão negativa do município, o prefeito Mário Alexandre foi a Salvador tratar do contrato com o governo estadual para garantir a requalificação asfáltica de ruas e avenidas da cidade. “Buscamos limpar o nome da Prefeitura de Ilhéus junto ao Cauc, com sucesso. Não é uma tarefa simples, exige planejamento e acompanhamento permanente, além do cumprimento de pagamentos de dívidas, dos recolhimentos obrigatórios como INSS, FGTS, atualizados, sempre.  Por isso temos motivos para comemorar, pois não ter restrições é uma necessidade para que novos recursos possam ingressar no município para investimentos em obras importantes”, explicou.

O prefeito ainda afirmou: “Temos mais de R$ 30 milhões  em emendas para executar e não podemos descuidar para não perdermos nenhuma oportunidade. Reconheço a notícia como o resultado do esforço e empenho da nossa equipe, fundamental para atingirmos esse objetivo e regularizar a situação de Ilhéus, dando espaço para que possamos receber verbas federais e estaduais”, acrescentou Mário.

O Cauc é uma espécie de “Serasa” das Prefeituras. Com ele negativado, os municípios ficam impedidos de firmar novos convênios e se beneficiar de emendas parlamentares. “Agora estamos novamente aptos a firmar convênios com o Governo Federal, com a Caixa Econômica, Correios, Receita Federal e FNDE, entre outros, e com o Governo da Bahia”, destacou.

O prefeito salientou que o resultado desse trabalho viabiliza obras importantes para toda a comunidade. “Então, isso é uma vitória e vamos trabalhar duro para manter esse ritmo, manter o equilíbrio, com a diminuição dos custos, para que a gente possa com menos dinheiro fazer muito mais. A gente precisa de ideias novas, importantes, que proporcionem economia e mais trabalho para o povo”, disse o prefeito.

MORADOR DE ILHÉUS ACUSA O SAMU DE NEGAR ATENDIMENTO

Do Pimenta

Morador acusa Samu de negar atendimento

Um morador de Sambaituba, zona rural de Ilhéus, acusa o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de negarem atendimento a uma idosa que precisou de uma ambulância do serviço na noite de quinta-feira (3), informa a TV Santa Cruz. A reportagem constatou que duas das três ambulâncias que operam no município estão quebradas no pátio e apenas a avançada está funcionando.

Os funcionários afirmaram que a equipe médica estava completa nesta sexta-feira (4), com dois médicos de plantão, mas às vezes o serviço opera mesmo com a falta do profissional. O motivo da falta de médicos seria a insatisfação com o salário e também com as condições de trabalho.

A secretária de Saúde de Ilhéus, Elizângela Oliveira, disse que duas ambulâncias foram locadas para rodar a partir do dia 25 deste mês e outras três ambulâncias estão previstas para sair da manutenção. Ela  informou ainda que o município já solicitou ao Ministério da Saúde seis novas ambulâncias, mas não tem previsão de chegada dos novos veículos.

Com relação à falta de médico no sábado passado, a secretária alegou que o profissional escalado pediu demissão no dia anterior e por isso não deu tempo de substituí-lo. Segundo ela, cinco médicos concursados e contratados pediram demissão nos últimos dois meses, mas o quadro já está completo novamente.

Já com relação ao salário, a secretária disse que “existe um estudo de viabilidade financeira para avaliarmos um aumento salarial junto aos funcionários do Samu”.

SANTA CASA DE ILHÉUS NEGA NEGLIGÊNCIA EM ATENDIMENTO A PACIENTE

Da Secom/Ilhéus

Paciente foi atendido dentro da ambulância.

Através de uma Nota Pública, a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus nega que tenha havido falta de atendimento a um paciente com sequelas de AVC, notícia que ganhou repercussão nas redes sociais após uma enfermeira do Samu gravar um vídeo, expondo a imagem do paciente e criticando a demora de providências por parte dos médicos da instituição, que, segundo ela, levaram 10 minutos para iniciar os procedimentos.

“O paciente em questão foi atendido duas vezes pelo médico de plantão na ambulância estacionada em frente a Unidade de Urgência e Emergência. (…) O quadro clínico não tinha risco imediato de vida, até mesmo por que foi trazido por uma ambulância básica do Samu, sem médico”, esclarece a Santa Casa. “Após a avaliação, foi feito contato com o médico regulador do próprio Samu e, em comum acordo, o paciente foi transferido para o Hospital Costa do Cacau”, informa a nota.

A Santa Casa reconhece que este período de transição e adaptação na Assistência à Saúde que o município vem atravessando, aumentou consideravelmente a demanda na Unidade de Urgência e Emergência do Hospital São José. “Muitas vezes ultrapassando a capacidade instalada em até três vezes dos seus leitos de observação”, daí o atendimento inicial ter ocorrido na própria ambulância.

“A equipe da unidade mesmo quando não consegue acolher e atender os pacientes nas condições devidas, em nenhum momento deixou de desprender esforços junto a Rede de Regulação e Secretaria de Saúde/Samu para contrareferenciar esses casos”, assegura a Santa Casa.

Medida antiética – A secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, criticou hoje (27) a postura da enfermeira envolvida na polêmica e autora da gravação. A secretária considerou antiético o fato de a profissional gravar imagens do paciente, expondo-o desnecessariamente enquanto que, como profissional da saúde e responsável pelo encaminhamento do mesmo, deveria estar buscando providências para o atendimento reivindicado. Ao gravar cenas de constrangimento de quem precisava de ajuda médica, a socorrista extrapolou as suas funções e transgrediu a ética profissional. A Sesau vai abrir uma sindicância para apurar o fato.

MARÃO: “PESSIMISTAS ENXERGARÃO DIFICULDADES”

Da Secom/Ilhéus

Marão na abertura dos trabalhos da Câmara.

Ao participar hoje (20) à tarde, da reabertura dos trabalhos legislativos, na Câmara de Vereadores de Ilhéus, o prefeito Mário Alexandre dedicou grande parte do seu discurso para explicar as medidas que vem adotando para a melhoria da qualidade dos serviços públicos, especialmente nas áreas de saúde e educação. Mário Alexandre disse que neste primeiro ano de gestão teve que realizar um processo de reconstrução da cidade onde, no lugar de postos de saúde e unidades escolares, encontrou ruínas e abandono.

Mas garantiu que, sob o ponto de vista administrativo, a cidade melhorou. “Os pessimistas enxergarão dificuldades em cada oportunidade que surgir. Os otimistas, farão do momento uma nova história e um novo acreditar sobre elas. Por isso, posso garantir a todos vocês: não foi um ano fácil. Mas não foi um ano perdido”, afirmou, citando, ainda, alguns números da realidade financeira no município.

Débitos – “Durante o exercício de 2017, promovemos junto à Secretaria da Receita Federal, a regularização de débitos tributários deixados pela administração anterior, que ultrapassavam o valor de 30 milhões de reais. Fizemos a regularização através de parcelamentos junto à Caixa Econômica Federal dos débitos constantes de FGTS, sofremos incontáveis sequestros de verba. Nosso governo pagou em dívidas o valor de 49 milhões de reais”, lembrou. De acordo com o prefeito Mário Alexandre, com muita dificuldade financeira, foram cumpridos os índices de educação e saúde, de 25 e 15% respectivamente.

Na educação, os principais avanços apontados estão na ampliação de oito mil vagas, do número de linhas do transporte escolar e melhoria na qualidade da merenda. Durante o ano passado foram construídas as bases para que, agora em 2018, pudessem, desde o início do ano, ser anunciada a reforma de 10 escolas e a construção da Escola de Piaçaveira, que por mais de 25 anos funcionou em um barraco de madeira, sem as mínimas condições de abrigar estudantes na região do Japu.

Parceria – Na saúde, disse o prefeito, a parceria estabelecida com o governo do estado, tem sido fundamental para resgatar um dos setores mais afetados da cidade, após experiências desastrosas com gestões anteriores à atual. “Todos sabem do meu compromisso em melhorar a saúde pública de ilhéus. Mais que tema permanente de campanha, sou conhecedor da causa e sei quais são os desafios. Mesmo diante de uma estrutura da rede básica destruída que herdamos, temos avançado. Claro de ainda distante do que queremos e do que deseja o povo de ilhéus. Mas avançamos”, disse.

O prefeito destacou as alternativas que estão sendo criadas para atender a demanda da população, a exemplo dos Pontos de Atendimento 24 horas do centro (Hospital São José), zona sul (antiga Climedi) e Malhado (Coci). Disse, também, que em breve a Policlínica da Conquista passará a oferecer o serviço 24 horas. Para tanto, passará por adequações físicas.

Ajustes – Um aporte financeiro de 15 milhões de investimentos na saúde será dado pelo governo do estado para a recuperação da rede básica, reforma do Hospital Regional, que será transformado em um Hospital Materno-Infantil de alta complexidade e recuperação das unidades básicas de saúde. “O Hospital Costa do Cacau, inaugurado pelo governo da Bahia, é, sem dúvida, um dos equipamentos mais modernos do estado. Há ainda limitações de funcionamento? Há. Mas elas serão superadas. O xadrez está sendo ajustado para que, muito em breve, tenhamos uma saúde de qualidade e de excelência, como é a minha determinação”, assegurou.

“Senhores vereadores. Seguirei convicto de que neste primeiro ano de gestão, cumpri com lealdade os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade, publicidade, eficiência e razoabilidade. Ilhéus agora tem um norte. Vamos seguir em frente. Para frente. Fortalecidos pelo apoio desta casa, com o carinho e o respeito da população e com fé em Deus, ao final da nossa gestão, que encaro como a mais importante jornada da minha vida, entregaremos uma cidade mais justa, menos desigual e mais cidadã”, finalizou o prefeito.

ILHÉUS: CAOS NA SAÚDE ESTÁ INSTALADO NA CABEÇA DAS PESSOAS, DIZ SECRETÁRIA

Do Tabuleiro

Secretária.

A Secretária de Saúde de Ilhéus, Elisângela Oliveria, falou, durante entrevista na manhã de hoje (19) ao comunicador Vila Nova, apresentador do programa O Tabuleiro, na Ilhéus FM (105,9), sobre os investimentos anunciados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia no município. O montante ultrapassa os 15 milhões de reais no setor.

Os investimentos incluem reformas no Hospital Luis Viana Filho, construção de novas unidades de saúde e cessão de 200 servidores. Ainda na entrevista, a Secretária explicou como estão sendo feitos os atendimentos pediátricos e adultos na cidade.

Ao final da entrevista, Elisângela agradeceu pela oportunidade de poder tratar sobre estes assuntos, declarando que o “caos está instalado na cabeça das pessoas” pela falta de esclarecimentos à população.

Clique aqui para ouvir a entrevista.

Comentário do Blog

A fala da secretária é recheada de otimismo – algo que o ilheense precisa ter neste momento. Os esforços para dar uma nova cara à saúde parecem existir, mas precisam ser a curto prazo. Bebê de um ano morreu à espera de UTI em Ilhéus (lembre aqui) na última semana. 

O caos negado pela secretária demonstra um pouco de falta de conhecimento da área que é sua responsabilidade. Não faltam queixas de falta de soro e papel nos postos de saúde, assim como de pediatras nos hospitais da cidade. Certamente, esses só não são indícios de um problema grande na área na cabeça da gestora.

BEBÊ MORRE À ESPERA DE VAGA NA UTI DO HOSPITAL REGIONAL DE ILHÉUS

Do Tabuleiro

Hospital

Gabriel de Andrade, de apenas 1 ano de idade, morreu nesta terça-feira, dia 16, após esperar 14 (quatorze) dias por uma vaga numa UTI do Hospital Luis Viana Filho, no Alto da Conquista, em Ilhéus. Diagnosticada com problemas cardíacos, a criança estava internada desde o dia 2 na unidade de saúde.

Na manhã de hoje, a mãe de Gabriel chegou a participar, por telefone, do programa O Tabuleiro, apresentado pelo comunicador Vila Nova, na Ilhéus FM (105,9). Ela revelou que a UTI do Hospital estava fechada com cadeado durante todo este período, e que a criança também não foi acolhida no recém-inaugurado Hospital Costa do Cacau.

Após tomar conhecimento da situação, o comunicador teceu duras críticas ao secretário de saúde da Bahia, Fábio Villas-Boas, e ainda pela manhã a criança finalmente conseguiu uma vaga numa UTI em Feira de Santana, mas não resistiu e veio à obito.

A direção do Hospital Luis Viana Filho e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia não se manifestaram sobre o caso.

Comentário do Blog

As críticas ao governo do Estado são sempre válidas quando se trata da carência de atendimento de média e alta complexidades na saúde. No entanto, cabe lembrar que a prefeitura, na gestão de Mário Alexandre, oficializou a transferência do Hospital Luiz Viana Filho para o município, mas nunca apresentou um plano de como passaria a funcionar, nem quanto custaria, muito menos um prazo para reabertura.

O prefeito também não detalhou como pretendia compensar a falta do Regional no período de seu fechamento para reformas. 

Além disso, Marão disse que assumiria a unidade, no formato materno-infantil, mas vive à sombra do governador Rui Costa, à espera de recursos prometidos pelo Estado. Em outras palavras, não faz sua parte.

USUÁRIO DO SUS TEM DE LEVAR PAPEL DE CASA PRA TER GUIA DE EXAME EM ILHÉUS 

Do Tabuleiro 

Ouvintes e leitores do O Tabuleiro denunciam transtornos na saúde de Ilhéus. Segundo as informações, em diversos postos de saúde de Ilhéus não há internet, o que impossibilita a marcação de consultas na rede SUS. 

Outra situação relatada na manhã dessa quarta-feira (21), pela ouvinte Ana Clara, do bairro Teotônio Vilela, é falta de papel numa unidade de saúde do bairro, para que sejam impressos os pedidos de exame. De acordo com a ouvinte, os pacientes têm que “tirar do próprio bolso” e fornecer o papel para a impressão. A Secretaria de Saúde da cidade ainda não se posicionou sobre os fatos.    

MP DÁ 15 DIAS PRA MARÃO SUBSTITUIR CONTRATADOS POR CONCURSADOS

Prefeito tem 15 dias pra fazer troca.

Por meio da recomendação número 03-05/2017, a qual o ILHÉUS EM RESUMO teve acesso, datada de 25 de maio deste ano, o Ministério Público da Bahia (MPE) instrui o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, a substituir todos os funcionários contratados por concursados.

Representado pelo promotor Frank Monteiro, o mesmo da operação Cítrus, o MPE dá prazo de 15 dias para que o gestor se posicione e informe se vai seguir ou não a recomendação.

Entre outros pontos, o Ministério Público argumenta que “havendo aprovados no referido concurso, não pode a Administração manter contratados precários em detrimento dos mesmos, sob pena de violação frontal à norma constitucional”.

O MPE alega também que, em cinco meses de gestão, “muitas e recorrentes ainda são as denúncias de ocupação irregular de cargos públicos dirigidas a esta promotoria”. Nesse ponto da recomendação, o órgão trata de outro assunto caro: a demissão de 600 funcionários não-estáveis, aqueles contratados no período de outubro de 1983 a outubro de 1988 e que já vinham sendo ameaçados desde o governo do ex-prefeito Jabes Ribeiro.

No documento, que já foi recebido pela administração municipal, o Ministério Público afirma que, passado o prazo, caso não haja posicionamento favorável à recomendação, serão tomadas medidas judiciais.

A recomendação do MPE freia pretensões do Governo Marão de realizar nova seleção simplificada, principalmente na Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS). Uma comissão de organização pro pleito já foi constituída pelo prefeito há cerca de 60 dias com essa finalidade.

Em audiência anterior à recomendação, o secretário de Administração, Bento Lima, alegou, entre outros pontos, que a contratação de concursados representaria aumento dos gastos com pessoal e poderia gerar processos de equiparação salarial por parte dos servidores mais velhos nos cargos.

Procuramos o secretário de Administração para saber se já há definição sobre o caso. Ligamos para o número terminado em 0220, mas a ligação foi direto pra caixa postal.

GOVERNO MARÃO VAI AUMENTAR GASTOS COM SALÁRIOS EM R$ 300 MIL POR MÊS 

Do Agravo 

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, encaminhou na última quarta-feira (26) o projeto de Lei Nº 40/2017, que propõe uma nova reforma administrativa na prefeitura de Ilhéus.

Na quarta-feira o projeto foi colocado para leitura no plenário e encaminhado para a comissão de justiça para ser analisado.

Alguns vereadores criticaram a falta da Secretaria de esporte, que vai continuar como diretoria, subordinada à outra pasta.

Segundo levantamento feito pelo Blog Agravo, a nova reforma vai ocasionar um crescimento R$ 300 mil reais/mês na folha de pagamento, comparado a gestão do ex-prefeito Jabes Ribeiro.

Juntamente com a reforma, chegou à Câmara outro projeto de Lei, que pede uma suplementação em mais de 20 milhões de reais.

Os dois projetos devem começar a ser analisados pelo plenário nesta terça-feira (02).

AS 10 VERDADES SOBRE OS 100 DIAS DO GOVERNO MARÃO

Material produzido pela comissão de aprovados no concurso da prefeitura de Ilhéus e que aguardam nomeação. O panfleto será distribuído na coletiva que o prefeito dará nesta segunda, às 14h, no centro de convenções. Clique para ampliar

PROCURADOR-GERAL TAMBÉM DE SAÍDA DO GOVERNO MARÃO 

Resende ao lado de Marão

O Procurador-Geral do Município de Ilhéus, Fabiano Resende, deve ser o terceiro ocupante do primeiro escalão do governo Mario Alexandre a deixar o cargo.

Advogado dos mais respeitados da região, Resende é considerado reserva moral do governo. No entanto, é apontado como o responsável por fazer o prefeito Mário Alexandre assinar, na última segunda-feira, acordo que elevou pra 15% o sequestro dos recurso do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para pagar precatório (decisão judicial já finalizada).

O acordo é tido como uma barbeiragem das grandes, pois retira recursos dos já combalidos cofres municipais.

A assinatura do acordo levou o secretário da fazenda, Elifaz Anunciação, a entregar o cargo ao prefeito Marão, como revelamos mais cedo (lembre aqui).

SEM INTERNET, POSTO DE SAÚDE DEIXA DE MARCAR EXAMES EM ILHÉUS

A gestão Marão à frente da prefeitura de Ilhéus segue deixando a desejar em várias áreas, como na saúde. Denúncias sobre mal funcionamento das unidades básicas, principalmente devido à falta de insumo, são recorrentes.

Agora, o caso envolve a falta de conexão de internet na Unidade Básica do Vilela II. Sem sinal, exames e outros serviços estão sendo negados à população, como relatado por um morador que entrou em contato por email.

O caso revela que a medida extrema tomada pelo prefeito, de declarar situação de emergência na saúde em janeiro, em nada surtiu efeito prático.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia