WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia


julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘caca’

JABES SOBRE DERROTA DE ÂNGELA: “TEM DE TER AUTOCRÍTICA, HUMILDADE”

Do Tabuleiro

Jabes em entrevista.

Na manhã desta sexta-feira, 26, o secretário geral dos Progressistas da Bahia, Jabes Ribeiro, participou do programa O Tabuleiro da Ilhéus FM. Durante a entrevista, Jabes analisou o processo eleitoral da Bahia e descartou sua candidatura a prefeito de Ilhéus nas eleições de 2020.

Para Jabes, o partido sai fortalecido com o resultado das eleições e com condições de contribuir significativamente para a Bahia. “Nós organizamos o partido dentro da aliança que temos com o governador Rui Costa. Em 2014, fizemos cinco deputados estaduais. Nesta eleição, fizemos sete. Tivemos um crescimento de 40%. Preservamos a nossa bancada federal com quatro deputados e ainda temos o vice-governador da Bahia, o companheiro João Leão”.

O secretário dos progressistas não escondeu as pretensões do partido para as próximas eleições. “Daqui a dois anos temos o pleito para prefeito e o partido sai preparado para disputar as eleições municipais, se possível, em todos os municípios da Bahia”.

Mais uma vez, Jabes desmentiu os boatos e garantiu que não irá disputar as eleições municipais em 2020, em Ilhéus.   “Eu não serei mais candidato a prefeito. Esqueçam essa história. Nós temos claramente o candidato a prefeito em 2020. Ele se chama Cacá Colchões”.

Jabes lembrou que as eleições para deputado estadual legitimou Cacá como o candidato natural.  “Ele saiu das urnas fortalecido pelo povo de Ilhéus. Foi o campeão de votos. Vai ter um apoio muito forte do partido. Cacá é uma pessoa leve, correta, trabalhador e um líder nato. Ele conhece os problemas da cidade”, enfatizou.

Na oportunidade, Jabes lembrou a importância de escolher,  no próximo domingo, um Presidente afinado com o governo da Bahia. “A eleição de Haddad ajudará Rui a continuar o trabalho em benefício dos baianos e em especial da nossa cidade”, ressaltou.

Ouça aqui a entrevista.

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA FOI DESTAQUE EM REUNIÃO DE CACÁ COM REPRESENTANTES DO COMÉRCIO DE ITABUNA

Reunião.

O candidato a deputado estadual, Cacá Colchões, participou na noite de segunda-feira, 24, de um bate-papo com os representantes do comércio da cidade de Itabuna. No encontro ocorrido na Associação Comercial de Itabuna, Cacá apresentou suas propostas nas áreas de transportes, logística, geração de emprego e desenvolvimento sustentável e econômico para a região cacaueira.

Nas áreas de transporte e logística, Cacá destacou que as suas principais bandeiras serão a luta pela duplicação da BR 101, a revitalização do aeroporto de Ilhéus e a luta pela construção de um novo aeroporto internacional com capacidade de atender aviões de cargas. Esse é um dos meios da região alavancar o turismo e a economia. Outro ponto destacado foi a importância da construção do complexo intermodal.

Cacá enfatizou, ainda, a importância de obter autorização ambiental para aumentar o calado marítimo do Porto do Malhado, o que permitirá receber navios de grande porte. “Hoje, o Porto do Malhado pode gerar 20 mil empregos em nossa região, por apenas um calado, que é a profundidade no porto”, explicou.

No quesito geração de emprego e renda, o futuro deputado falou sobre o novo Parque Industrial no eixo Ilhéus-Itabuna, reiterando que durante sua passagem pela Secretaria de Indústria e Comércio de Ilhéus foi assinado um decreto de desapropriação da Fazenda Primavera. No local desapropriado seria construído o primeiro modelo de parque industrial com parceria público privado, porém, a atual gestão de Ilhéus não deu continuidade ao projeto.

O presidente da Associação Comercial de Itabuna, Sérgio Velanes, desejou sucesso nessa nova trajetória política de Cacá e o elogiou. “Todas as propostas dele encaixam com o comércio, com as necessidades de nossa região, principalmente na geração de emprego e renda. Ele é comerciante, conhece as dificuldades e as nossas necessidades. Desejo sucesso na trajetória dele e que ele tenha êxito como deputado estadual”.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna, Carlos Lee, acredita no potencial de Cacá. “Já conheço Cacá há muitos anos. Sei das suas pretensões políticas. Eu tenho orgulho de ter ele aqui em Itabuna gerando emprego”. Lee destacou, ainda, a necessidade de eleger um representante da nossa região que tenha projetos para apresentar. “Cacá é uma pessoa que tem bons antecedentes e boas perspectivas. Um cara que tem projetos e com certeza se nos tivermos condições de fazer população vê os projetos que Cacá tem, ele vai ter sucesso nas eleições para deputado estadual”.

Destinação dos resíduos

O candidato abordou também a necessidade de fazer o condensamento do sistema de lixo das cidades circunvizinhas, através da atração de uma grande indústria de reciclagem para a região. “Hoje, em Itabuna e Ilhéus, temos o sistema de fibras e o sistema de gás. Faltam políticos comprometidos que acabe com o sistema de aterros sanitários e adotem um modelo sustentável”.

Fortalecimento da região sul baiana

O candidato defendeu a união de forças dos municípios do sul da Bahia através do fortalecimento da AMURC. “Temos que fortalecer a AMURC para falar da nossa região”. Cacá pontuou a necessidade de união das associações, organizações, sindicatos e municípios para que a região cacaueira volte a se desenvolver.

Busca da identidade do Cacau

Outro ponto importante destacado pelo candidato foi a busca pela identidade do cacau. Para Cacá, a região já foi eternizada pelos romances de Jorge Amado e pelo potencial turístico natural. Agora é a vez de buscar a nossa identidade não só como exportadora de cacau, mas como produtora do chocolate. “Gramado e Canela não tem um pé de cacau e são referências no Brasil quando se fala em chocolate. A nossa única salvação é a fabricação do produto final que é o chocolate”, pontuou.

Compromisso com a região e coragem para fazer

Representando a Sindicom, José Adalto Vieira achou interessante as colocações e os projetos do candidato para região. “Nós queremos pessoas que tenham esse pensamento de compromisso com a região. O que beneficia uma cidade, reflete na outra”.

PP PODE FAZER ATÉ 10 DEPUTADOS ESTADUAIS. CACÁ ESTÁ NA LISTA

Do Política Livre

Cacá.

O PP dá como certa a eleição do ex-deputado Marcos Medrado à Câmara dos Deputados no pleito de outubro. Segundo cálculos de parlamentares mais experientes, o partido deve fazer cinco representantes à Casa, incluindo seus atuais membros – Cacá Leão, Ronaldo Carletto e Mário Negromonte Jr. O outro é o deputado Cláudio Cajado, que deixou o DEM no bojo da desistência de ACM Neto de concorrer ao governo do Estado.

À Assembleia, o PP calcula que pode fazer até 10 representantes na Assembleia Legislativa. Cacá Colchões, de Ilhéus, Niltinho, de Madre de Deus, Dernival Oliveira, ex-dirigente da Bahiapesca, e Zé Cocá, ex-prefeito de Lafaiete Coutinho, se juntariam aos atuais cinco deputados estaduais do PP para a disputa proporcional.

CACÁ PODE SER A GRANDE SURPRESA DA ELEIÇÃO, AVALIA JABES

Do Tabuleiro

Jabes em entrevista.

O comunicador Vila Nova entrevistou, na manhã dessa segunda-feira, 11, o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, que se encontra na cidade desde o último sábado (9), quando o partido Progressistas lançou a pré-candidatura do empresário, e ex-vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, à deputado estadual. A entrevista aconteceu durante a edição do programa O Tabuleiro, na Ilhéus FM (105,9).

Sobre o lançamento do nome de Cacá, Jabes Ribeiro demonstrou forte otimismo para a eleição. “Cacá pode ser a grande supresa”, avaliou. De acordo com ex-prefeito, Cacá tem “espírito público”, “é correto” e “gosta de política”.

Questionado por Vila Nova sobre a escolha do nome do empresário, Jabes explicou que o partido levou em consideração a composição do cenário eleitoral e a possibilidade de Cacá “preencher um espaço vazio”, dando mais opção aos eleitores, e dessa forma, o partido ampliará a presença na região.

Sobre a atual gestão do município, o ex-prefeito declarou: “se prepararam para ganhar [as últimas eleições], mas não se prepararam para administrar”. Jabes revelou ainda que, mesmo ausente do governo, tem buscado ajudar a cidade, através de articulações políticas. “Jamais vou jogar contra a cidade”, completou.

PP OFICIALIZA PRÉ-CANDIDATURA DE CACÁ A DEPUTADO

Da Assessoria/PP

Cacá em discurso.

Nesse  sábado, 09,  filiados e amigos do Partido Progressista participaram de um encontro municipal na Câmara de Vereadores de Ilhéus. O evento contou com a presença do secretário geral do PP baiano, Jabes Ribeiro, dos vereadores Aldemir Almeida, Luiz Carlos Escuta e  Tarcísio Paixão, além de inúmeras lideranças regionais.

Durante o encontro ficou definido a pré-candidatura de Cacá Colchões a deputado estadual.  O nome de Cacá já se destaca nas pesquisas de opinião com grande viabilidade eleitoral. Ex-vice-prefeito da cidade de Ilhéus, Cacá não foi  omisso como representante do povo. Trabalhou duro por Ilhéus e não se omitiu diante de suas responsabilidades.
“A nossa região cada vez mais perde espaço no cenário político por falta de representatividade na Assembleia Legislativa”, afirmou Cacá.  E foi pensando nisso que os progressistas escolheram Cacá como representante genuíno de Ilhéus e da região. Um candidato honesto, ficha-limpa, determinado e comprometido com o fortalecimento da região sul baiana.

CACÁ PRÓXIMO DA CANDIDATURA A DEPUTADO ESTADUAL

Cacá

Interlocutores da cúpula estadual do Progressistas informaram ao ILHÉUS EM RESUMO que começam a tomar forma as discussões sobre uma possível candidatura do ex-vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, a deputado estadual.

A legenda tem como secretário-geral o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, de quem Cacá foi vice na gestão 2013-2016, o que joga peso na decisão dos Progressistas.

E não é só isso. O cenário de falta de nomes para deputado estadual em Ilhéus também pode ter peso na decisão de Cacá e do partido.

Em 2014, dominaram a votação na cidade a atual deputada Ângela Sousa (PSD) e o ex-vereador Cosme Araújo (PDT), que agora vai disputar uma vaga na Câmara Federal.

Assim, Cacá só disputaria votos, em Ilhéus, com Ângela. Os mesmos interlocutores afirmam que, com uma boa votação em sua terra natal e buscando votos em outras regiões, a vaga de Cacá pode não estar muito longe.

CACÁ ASSUME PRESIDÊNCIA LOCAL DO PP

Da Ascom/PP

Cacá

Na manhã de sábado, 17, os filiados do Partido Progressista (PP) participaram de reunião para traçar as novas estratégias do Partido em Ilhéus.

O Partido reiterou a postura de “Oposição Construtiva” ao atual governo do município, posição coerente com as eleições de 2016. Os Progressistas reafirmaram o apoio ao Deputado Estadual, Eduardo Salles, e delegaram à Executiva Estadual a análise da candidatura do companheiro Cacá Colchões a uma vaga na Câmara Federal. Por aclamação, Cacá foi eleito o novo presidente da Executiva Municipal, tendo como meta coordenar as ações do Partido na cidade.

JABES: CACÁ É O CANDIDATO NATURAL À SUCESSÃO DO GRUPO

Jabes em conversa com Gil Gomes

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, participou na manhã desta sexta-feira (16) do programa o Tabuleiro, na Rádio Ilhéus Fm e a tarde do programa Alerta Geral, na Rádio Santa Cruz. Entre os destaques, as eleições 2018, o apoio da executiva estadual do Partido Progressista (PP) ao governador do estado e as ações desenvolvidas para beneficiar Ilhéus.

Jabes confirmou que foi convidado para ser candidato a deputado federal. No entanto, priorizou os cuidados com sua saúde e a relação familiar. “Na vida você tem que ter clareza nas decisões. No momento, estou retornando à advocacia e organizando o partido no Estado”. Por essa razão, o nome de destaque no partido é o de Cacá Colchões que embora já tenha declarado que está cuidando de seus negócios, não descartou a possibilidade de enfrentar o pleito. Se as condições e objetivos ficarem claros, ele [referindo-se a Cacá] vai à luta”, afirmou.

Jabes elogiou, ainda, a figura jovem e querida do ex-vice-prefeito e deixou claro que Cacá é um sucessor natural. “Chega um momento que precisamos trabalhar a transição. Ninguém tenha dúvidas de que nossa presença política irá continuar. O que não significa que seja em meu nome”.

Em relação à pressão sofrida pela divulgação de que o seu partido, o PP, irá apoiar ACM Neto (DEM), Jabes não hesitou em responder a pergunta. O progressista confirmou o desejo da executiva nacional do partido na aliança com o prefeito de Salvador, mas manteve o posicionamento do vice-governador, João Leão, em caminhar ao lado do Governador Rui Costa (PT). “A meu ver é uma atitude precipitada. Leão pensa da mesma forma. Posso garantir, hoje, que o caminho natural é Leão sair vice-governador na chapa de Rui”.

Para Jabes, o Governador está prestando um excelente trabalho, com celeridade e dedicação. Nunca, na história da Bahia teve tantas obras em andamento e finalizadas como nesta gestão. “Ele consolidou a imagem de Rui correria. É uma pessoa perseverante e determinada. Rui é muito maior que o PT e o povo não está votando no partido, está votando na pessoa”.

Já no âmbito municipal, o ex-prefeito destacou o sentimento de frustração e decepção da população quanto ao governo Mário Alexandre.  “Governar Ilhéus não é uma tarefa fácil. Exige liderança e competência”, ponderou.  Para ajudar Ilhéus, Jabes tem conversado com secretários estaduais, senadores e deputados com o intuito de trazer benefícios para a cidade. “Fazer política não significa só ter mandato”, destacou Jabes.

ILHÉUS: GERÊNCIA DO SAC SEGUE COM O PP

Do Agravo

Cacá e Garcia

Foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (06) a mudança na coordenação do SAC de Ilhéus, com a saída a pedido de Thiago Viana, e a entrada em seu lugar, do ex- secretário Municipal de Indústria e Comércio de Ilhéus, José Roberto Garcia.

A mudança mostra a força política do ex-vice prefeito Cacá Colchões (PP) que indicou Roberto Garcia, e prestígio junto à cúpula do PP baiano e o governo do Estado.

O cargo de coordenador do SAC sempre foi um dos mais disputados pelos políticos ilheenses, com queda de braços entre o PP, PT e PSD.

JABES: “CANDIDATO NATURAL EM 2020 É CACÁ”

Da Assessoria do Partido Progessista 

Jabes e Cacá, sucessor natural do “jabismo” em Ilhéus.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, participou na manhã desta segunda-feira, 18, do programa Alerta Geral com Gil Gomes. Na ocasião, o progressista esclareceu a informação veiculada no Diário Bahia sobre o seu retorno ao comando do executivo municipal em 2020. Para o prefeito, houve um equívoco na interpretação de sua fala.

Focado no cuidado com sua saúde, Jabes garantiu que não pretende disputar as eleições. “Eu quero deixar claro que eu só tenho um objetivo nesse momento, cuidar da minha saúde. Não pretendo disputar as eleições. Eu já fui quatro vezes prefeito e já dei a minha contribuição”. O ex-prefeito destacou o nome do companheiro, Cacá Colchões, como sucessor natural para disputar as eleições municipais em 2020.

Na oportunidade, Jabes lembrou a luta, durante sua gestão, para que o sonho do Hospital Costa do Cacau saísse do papel. Parabenizou o empenho do Governador Rui Costa pelo trabalho desenvolvido na região e discutiu a questão do fechamento do Hospital Regional Luiz Viana Filho.

Para o ex-prefeito, a cidade tem uma atenção básica ineficiente e a solução seria manter os serviços de urgência e emergência paralelamente à construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), anunciada pelo Governador na última sexta-feira, e as reformas dos postos de saúde. “O Hospital Costa do Cacau é um avanço extraordinário na medicina de ponta e cirurgias, mas é preciso deixar claro que isso não impede que a gente discuta a questão do Regional. Não podemos aceitar o fechamento do Hospital Regional, antes que Ilhéus ofereça condições para que isso aconteça”, ressaltou Jabes.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia