WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘blog ilheus em resumo’

ILHÉUS: PREFEITO SUSPENDE CONTRATOS SUSPEITOS E FECHA A SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Sede da SDS.

Na última terça-feira, dia 21, o ILHÉUS EM RESUMO revelou que o governo do prefeito Mário Alexandre havia prolongado contratos firmados com duas empresas investigadas na operação Cítrus, acusadas de serem de fachada para fraudar licitações no município. Na matéria, que você pode conferir aqui, revelou-se também que, em menos de três meses de gestão, Marão já havia autorizado pagamentos às duas firmas que somaram 280 mil reais.

Em resposta à denúncia, o prefeito decretou nesta sexta, dia 24, situação de emergência na Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS). A medida serve para suspender os contratos apontados como suspeitos pelo Ministério Público e permite, ao mesmo tempo, contratar, até o dia 8 de maio, serviços e adquirir materiais sem licitação.

O decreto atinge ainda outras empresas envolvidas no escândalo, como a Andrade Multicompras, considerada a principal do esquema que tinha à frente o dono da loja, Enoch Andrade.

A medida tomada por Marão suspende não só os contratos, mas também o expediente da SDS. Diz o decreto que, no período da emergência, “por determinação da Secretária Municipal de Assistência Social, os órgãos públicos poderão permanecer fechados ao público, funcionando apenas em expediente interno e atendendo externamente apenas aos casos urgentes”.

 

ALELUIA ILHÉUS FESTIVAL CORRE RISCO NESTE ANO

Shows lotaram a Avenida Soares Lopes em 2013, 2014 e 2016.

A semana santa, tradição no Brasil, ocorre na primeira quinzena do próximo mês de abril, mas precisamente, a data lembrada é a sexta, que será dia 14. Em 2013, 2014 e 2016, Ilhéus viveu bons momentos de atração de público e ocupação hoteleira com o Aleluia Festival, promovido pela Prefeitura com apoio do Estado.

Atrações como Nando Reis, Jorge Vercilo, Roupa Nova, Fábio Júnior, Padre Fábio de Melo, Régis Danese, Zélia Duncan e Paralamas do Sucesso tocaram por aqui. Faltando tão pouco tempo pra data, o Governo Marão ainda não veio a público dizer se a festa terá continuidade.

Em seus discursos pós-vitória, Marão sempre dizia que o que fosse bom do governo passado seria mantido. Sem dúvidas, o Aleluia Festival é um sucesso. Mas, pelo silêncio da atual administração, parece que será um sucesso do passado.

GOVERNO MARÃO DÁ NOVO NOME À AVENIDA CANDEIAS

Primeiro ele chamou de Av Belmonte

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, resolveu, de uma vez só e pela rede social facebook, renomear duas vezes uma rua do bairro Conquista que passa por recuperação asfáltica.

Na rede social, em seu perfil pessoal, o prefeito postou fotos vistoriando o serviço na Avenida Candeias, como evidenciam as fotos. Mas, na postagem, ele se referiu a rua como sendo a Avenida Uberlândia, que fica, na verdade, num outro extremo do bairro.

Depois rebatizou de 19 de março

Ai choveram críticas e a postagem foi editada. No entanto, a edição incorreu noutro erro. Em vez de se referir à Avenida Candeias e acabar com os equívocos duma vez, o texto passou a se referir à rua como 19 de março que, segundo o Google Maps, sequer existe naquela região.

CLIENTE RECLAMA DE FUNCIONÁRIO DO BB DE ILHÉUS

Gilmar Bomfim.

Cliente do Banco do Brasil de Ilhéus procurou este blog para reclamar do comportamento de um funcionários que, em pleno horário de trabalho, volta e meia gasta preciosos minutos para compartilhar opiniões sobre política ou falar mal de pessoas.

O caso foi registrado nesta terça, dia 21, na agência da Marquês de Paranaguá. Quando soube da deflagração da operação Citrus, que prendeu dois ex-secretários da prefeitura de Ilhéus, o funcionário Gilmar Bomfim se apressou a tecer críticas principalmente ao hoje vereador Jamil Ocké, um dos detidos.

O tom e o teor das críticas incomodaram o cliente e atrasaram o atendimento. “Se o rapaz tivesse se atido só a resolver meu problema, não teria demorado tanto. Além do que eu nem pedi a opinião dele sobre nada”, reclama o correntista.

Claro, o cliente espera algum tipo de medida da gerência pra colocar o falastrão na linha. O fato demonstra, ainda, uma falta de sensibilidade com ex-colegas de Banco do Brasil, como Antonio Ocké, que é irmão de Jamil.

 

A OPERAÇÃO CITRUS E O ABUSO DAS ALGEMAS

Policiais montaram corredor à espera dos acusados.

A polícia civil da Bahia realizou, nesta terça, dia 21, talvez a maior operação já vista na região sul. A Operação Citrus, tocada pelo Ministério Público do Estado, iniciou o desmantelamento de esquema de direcionamento de licitações e superfaturamento de produtos vendidos à prefeitura e à câmara de Ilhéus por um grupo de empresas de fachada, supostamente liderado pelo empresário Enoch Andrade, com a participação de agentes públicos.

A operação, até agora, foi um sucesso e contou com o apoio da população em geral. Mas uma cena, ao fim dos trabalhos desta terça, causou espanto pela forma e conteúdo. Depois de ouvidas na base ambiental do MP na Uesc, cinco das seis pessoas presas saíram em fila, algemadas, sob o olhar de policiais e diante de câmeras de TV.

O Supremo Tribunal Federal (STF) publicou há alguns anos súmula vinculante que torna mais rígido o uso de algemas, como uma forma de preservar a dignidade da pessoa presa, independente do crime que lhe é imputado.

Entre os casos previstos pra o uso, está o risco que o preso pode representar aos policiais, à sociedade e a ele mesmo. Nas imagens divulgadas na internet, é possível ver que os presos não se enquadravam nessa hipótese.

A cena foi um abuso e lembra as operações recentes da Polícia Federal. Sobretudo porque, ao chegar pra serem ouvidos, os ex-secretários Jamil Ocké e Kácio Brandão e o empresário Enoch Andrade e sua esposa, Tayane Lopes, não estavam algemados. Naquele momento, não havia câmeras de TV no local ainda.

Há de se reforçar que, até que sejam julgados e condenados em última instância, todos os envolvidos nas fraudes que desviaram 20 milhões de reais são inocentes.

JABES SOBRE O CÂNCER: “É UMA LUTA DURA”

Jabes.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, pra tratar um câncer na próstata. “É uma luta dura, já conclui o primeiro ciclo de quimioterapia”.

O tratamento causou, segundo o próprio Jabes, efeitos colaterais nos rins, que forçaram sua internação no hospital, onde está há mais de quinze dias. O problema, no entanto, já foi superado, permitindo o início da segunda fase do tratamento.

Em entrevista ao radialista Gil Gomes, Jabes agradeceu à solidariedade do ilheense, “inclusive de pessoas que têm outros posicionamentos políticos diferentes do meu”.

 

GOVERNO MARÃO MANTÉM CONTRATOS COM EMPRESAS QUE FRAUDARAM LICITAÇÕES

Marão assinou aditivos de contratos de empresas que fraudavam licitações.

O esquema de superfaturamento e direcionamento de licitações na secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus, desbaratado pela operação Citrus nesta terça, dia 21, existe desde 2009. Nesse tempo, ultrapassou duas gestões municipais diferentes e pode chegar à atual, sob o comando do prefeito Mário Alexandre.

Desde lá, foram 20 milhões de reais faturados, num esquema arquitetado pelo empresário Enoch Andrade com o apoio de agentes públicos, como afirmou durante entrevista coletiva o coordenador da operação, o promotor público Frank Ferreira.

Aditivo com a empresa Noeval, que pertence a laranjas de Enoch Andrade. Clique para ampliar.

O promotor afirma não ter provas da participação dos ex-gestores Newton Lima e Jabes Ribeiro, muito menos da contribuição para o esquema do hoje prefeito Mário Alexandre. No entanto, o atual governo mantém pelo menos dois contratos com empresas que fazem parte do jogo de fraudes. Em suma, a permanência dos contratos não evidencia problemas

Firmados no governo anterior, os contratos de número 120 e 121 de 2016 têm como vencedoras das licitações as empresas Noeval Santana de Carvalho Me e Marileide S. Silva De Ilhéus – Epp, ambos para aquisição de alimentos.

O contrato em nome da empresa Marileide S. Silva, inclusive, foi prorrogado visando a compra de alimentos para a merenda escolar. Já o que está em nome da Noeval Santana de Carvalho não designa qual o destino dos gêneros alimentícios.

Aditivo da Marileide.

As duas firmas, de acordo com o Ministério Público da Bahia, estão no nome de laranjas. A Marileide pertenceria ao empresário Enoch Andrade. Em nome de Enoch, existe uma única empresa, a Andrade Multicompras. A investigação revelou que era, na realidade, a Andrade quem fornecia o material que deveria ser entregue pelas verdadeiras vencedoras das licitações.

No Portal da Transparência, os valores dos aditivos já pagos nos dois primeiros meses deste ano, somados , chegam a 285 mil reais. Mas, como houve prorrogação contratual, eles valem até julho deste ano e os repasses podem aumentar.  Resta saber se o prefeito Mário Alexandre vai romper ou manter os contratos.

Investigação

A operação, que reuniu mais de 80 policiais civis, 15 delegados e promotores públicos de Ilhéus, Vitória da Conquista, Feira de Santana e Salvador, prendeu seis pessoas e conduziu outras 6 para prestar depoimento. Entre os presos estão os ex-secretários municipais de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké (atualmente vereador) e Kácio Brandão, e os empresários Wellington Andrade Novais, Enoch Andrade, Tayane Lopes e Lucival Bomfim Roque.

São acusados de fraudar e direcionar processos licitatórios para que fossem vencidos por empresas de fachada mantidas por Enoch Andrade. O MP acusa os envolvidos ainda de superfaturar produtos usados no cotidiano da administração municipal, a exemplo de alimentos e material de escritório.

DIRECIONAMENTO DE LICITAÇÕES TERIA OCORRIDO TAMBÉM NA CÂMARA DE ILHÉUS

Do Tabuleiro

Esquema de direcionamento de licitações também teria atingido a câmara de vereadores.

O servidor da câmara Municipal de Ilhéus, Paulo Leal, foi conduzido coercitivamente na manhã desta terça (21) para prestar depoimentos sobre fraude em licitações envolvendo empresas fornecedoras de material de expediente (leia aqui).

A operação Citrus foi deflagrada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) e suporte operacional da Polícia Civil, através do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin) e apura fraudes de 2009 à 2016.

O presidente da câmara, Lukas Paiva, disse está colaborando com as investigações para que a justiça seja feita. De 2009 até o ano passado foram presidentes do poder legislativo ilheense: Josevaldo Viana Machado (Dr. Jó), Jailson Nascimento, Edvaldo Nascimento (Dinho Gás) e Tarcísio Paixão.

ILHÉUS: EMPRESÁRIO USAVA A ESPOSA E FUNCIONÁRIOS COMO LARANJAS PRA GANHAR LICITAÇÕES NA PREFEITURA

Casal mostra vida de dedicação à igreja nas redes sociais. À esquerda, os dois aguardam pra dar depoimento no núcleo ambiental do MP na Uesc. Fotos Facebook e Ilhéus em Resumo.

Preso pela operação Citrus na manhã desta terça, dia 21, deflagrada pelo Ministério Público e a Polícia Civil, o empresário Enoch Andrade, dono das lojas Andrade Multicompras, é acusado de usar laranjas para abrir empresas e vencer licitações para fornecer alimentos e material de escritório à secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus.

O nome da operação, Citrus, é uma referência à quantidade de laranjas (donos de fachada) usados por Enoch. O esquema, que movimentou 20 milhões de reais, gerou pelo menos cinco empresas de fachada desde 2009, quando começou a operar, acreditam os promotores públicos envolvidos no caso. O coordenador da operação, Frank Ferrari, concedeu entrevista coletiva sobre o caso, da qual o ILHÉUS EM RESUMO participou.

As empresas eram abertas em nome de funcionários e da esposa dele, Tayane Lopes, que também foi presa preventivamente hoje. As firmas venciam as licitações, mas era a Andrade Multicompras quem fornecia o material, vendido com sobrepreço.

As investigações começaram em 2015 e já detectaram possíveis fraudes cometidas desde 2009. O esquema, de acordo com o promotor, “se perpetuou independente do governo”. Nesse período, estiveram na gestão municipal os ex-prefeitos Newton Lima e Jabes Ribeiro. Ferrari não soube responder se os dois ex-gestores teriam conhecimento ou participação nos crimes.

Além do casal, que, nas redes sociais mostra uma vida de dedicação à igreja, foram presos preventivamente Jamil Ocké (vereador) e Kácio Brandão, ambos ex-secretários de Desenvolvimento Social, e os empresários  Wellington Andrade Novais e de Lucival Bomfim Roque.

A defesa do ex-secretário Kacio Brandão conversou com o ILHÉUS EM RESUMO e afirmou que ele, como gestor, não tinha responsabilidades sobre os processos de licitação, já que a secretaria não possuía esse tipo de autonomia. A mesma alegação deve ser usada pela defesa ao vereador Jamil Ocke.

 

TÉCNICO DO COLO COLO FALA DA PREPARAÇÃO PRA SEGUNDONA

Sebastião e Zé Maria.

O técnico do Colo-Colo de Futebol e Regatas, Sebastião Rocha foi o entrevistado desta quinta-feira (16) no Programa A Voz do Campeão da Rádio Santa Cruz Am de Ilhéus 1090 Khz. O programa é comandado pelo ex presidente José Maria e com comentários de Magela Rossi.

Além do treinador Colocolense, o preparador físico Gabriel Silva também participou da entrevista que foi a primeira dada em Ilhéus. Sebastião já está em Ilheus há dois meses e segundo ele, 22 jogadores estão treinando visando a estreia do campeonato baiano da segunda divisão dia 15 de Abril.

Quando perguntado sobre os critérios das contratações o treinador respondeu, “participei sim de todas as contratações. Eu e o Gabriel que tem me ajudado muito. Mas passou sim pelo meu crivo”, declarou.

Alguns nomes foram citados na entrevista. Jogadores que foram parte do elenco. Alguns ainda estão sendo negociados, como o goleiro Tigre e os zagueiros Michel e Júnior Gaúcho.

Mas já foram anunciados oficialmente o atacante Paulo Cezar de 26 anos, ex Bahia. O lateral e meia direita Marco Antônio e o meia atacante Marcelo Santos. O atacante Wagner ex Itabuna, ex Bahia e com passagem pelo próprio Colo-Colo também fará parte do elenco do Tigre. O atleta estava atuando no futebol mineiro.

O técnico Sebastião Rocha anunciou também que dos oito jogadores acima da idade serão dois goleiros. Rocha falou que gosta de trabalhar com goleiros e zagueiros experientes. Segundo Gabriel Silva o time estará em uma boa forma física para a estreia na segundona e brigará de igual para igual com todas as equipes.

Por Paulo Roberto Argollo⁠⁠⁠⁠, no R2CPress

SONILDA MELO E A FOTO POLÊMICA

A foto polêmica de Sonilda.

Nos grupos de conversa de profissionais da saúde de Ilhéus circula um comentário sobre a foto oficial distribuída pela Secretaria de Comunicação de Ilhéus da superintendente técnica da Saúde, Sonilda Melo.

As más línguas dizem que o retrato demonstra porque ela é desgastada junto à classe médica. A enfermeira usa no pescoço um estetoscópio, equipamento de uso quase “exclusivo” de médicos.

A bem da verdade, o estetoscópio pode ser utilizado por outros profissionais de saúde, mas os médicos o monopolizam. O que se diz é que a amiga do prefeito Marão quer mesmo é provocar os médicos os colegas de área.

MORADORES DA VILA CABRAL RECLAMAM DA LAMA

Vila Cabral.

Moradores da Vila Cabral, no bairro da Conquista, em Ilhéus, estão pê da vida com o abandono da prefeitura. As ruas do local se desfazem em lama quando cai qualquer gota de chuva.

A reclamação também atinge vereadores, atuais e antigos, que sempre passavam pelo local e prometiam resolver o problema.

A quantidade de barro que é levantado pela chuva chega até a derrubar os meio-fios que estão colocados nas margens das ruas.

CARRO INVADE CASA NA AVENIDA PRINCESA ISABEL, EM ILHÉUS

Carro desgovernado.

Um veículo desgovernado invadiu uma casa na Avenida Princesa Isabel, uma das mais perigosas de Ilhéus, na noite desta segunda, dia 13. A via, que não possui acostamento e é bastante utilizada por quem quer ter acesso à zona sul sem precisar passar pelo centro, comumente registra acidentes.

Apesar do susto, nenhuma vítima foi registrada no acidente. o carro, claro, deu perda total.

FERNANDO GOMES PEITOU AMBULANTES. MARÃO ENROLA

Marão não se posiciona sobre muitas coisas.

Na semana passada, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Dem), que é adepto de medidas populistas, embora pouco eficazes, decidiu comprar a briga contra ambulantes que ocupavam e tumultuavam a avenida Cinquentenário, a mais famosa do comércio da cidade. Com a medida, os comerciantes irregulares foram removidos e reposicionados em ruelas menos movimentadas. Ainda não é o jeito mais eficaz, mas algo foi feito.

Do lado de cá da rodovia Jorge Amado, o prefeito Mário Alexandre assiste à bagunça instalada principalmente na rua Marquês de Paranaguá e nada faz. Quase não dá pra andar pela via devido à grande quantidade de vendedores que a ocupam.

Ambulantes abusam da falta de fiscalização. Foto da Secom Ilhéus.

A bagunça, que praticamente está institucionalizada, já que fiscais de postura transitam pelo local o dia todo e pouco fazem, fica a menos de 500 metros do shopping popular, que deveria abrigar esses ambulantes.

Marão não gosta de dizer não. Já de olho na eleição de 2020, evita comprar desgastes e vai deixar o problema se arrastar até o próximo pleito, como pretende fazer também com o problema das lotações.

PROJETO VETA INAUGURAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS INACABADAS EM ILHÉUS

Juarez.

O vereador Juarez Barbosa (PMDB) apresentou à Câmara Municipal de Ilhéus Projeto de Lei nº 003/2017 que proíbe a inauguração de obras públicas consideradas inacabadas. O PL  veta qualquer tipo de solenidade, cerimônia ou inauguração de construções que não estejam prontas pra funcionar.

De acordo com o vereador Juarez, “inaugurar obras inacabadas é uma conduta totalmente desrespeitosa ao cidadão, pois o mesmo acredita que o equipamento inaugurado seja ele uma creche, escola ou posto de saúde estará disponível para uma plena utilização, o que de fato, não ocorre”.

O projeto foi aprovado no plenário e será analisado pela Comissão de Justiça, tendo de passar por nova votação. Se aprovado,  será encaminhado para sanção do poder Executivo.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia