WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia faculdade de ilheus embasa


maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘blog de ilheus’

ILHÉUS: CÂMARA AUMENTA SALÁRIO DE MARÃO, DO VICE E SECRETÁRIOS

Dupla recusou aumento.

Durante o período de transição de governo, nos últimos meses de 2016, o agora prefeito Mário Alexandre e seu vice, José Nazal, foram à imprensa afirmar que não concordavam com o reajuste salarial aprovado pela câmara para cargos no poder executivo.

À época, os vereadores aprovaram elevar o salário do prefeito de 18 para 20 mil reais, do vice, de R$ 10 para 15 mil e dos secretários, de 10 para 12 mil. Quando recebeu o projeto que autorizava o reajuste, o então prefeito Jabes Ribeiro vetou a proposta, ao alegar “falta de interesse público”, por considerar a situação precária dos cofres municipais.

Para surpresa de muitos, na sessão desta quarta, dia 5, a câmara de vereadores derrubou o veto de Jabes e manteve o reajuste do primeiro escalão do governo Marão. Mário Alexandre deve receber o projeto nos próximos dias e pode ou não rejeitar.

Agora, cabe aguardar pra ver se o prefeito vai honrar com sua palavra de rejeitar o reajuste. Até o momento, por exemplo, os servidores seguem com salários congelados, mesmo Marão tendo prometido conceder aumento.

MARÃO ESTUDA MUDANÇAS NO GOVERNO E VEREADOR JERBSON MORAES PODE ASSUMIR SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Jerbson

Depois de perder dois secretários na mesma semana – o procurador-geral Fabiano Resende e o titular da Fazenda, Elifaz Anunciação, o Prefeito Mário Alexandre vai puxar o freio de arrumação em seu governo. 

Com a procuradoria Geral vaga, Marão pretende designar o atual secretário de administração, Bento Lima, para a vaga. Bento, inclusive, é apontado como um dos principais algozes do ex-procurador.

Assim o prefeito tem, segundo fontes ouvidas por este blog, duas opções de nome para a administração: o vereador Jerbson Moraes e Mozart Aragão, ambos advogados e de extrema confiança no grupo do prefeito.
O primeiro possui experiência na administração pública, já tendo sido secretário do prefeito cassado, Valderico Reis. Mozart, que comandava o órgão estadual de Trânsito em Ilhéus até o fim de 2016, por indicação do grupo de Marão, já vinha sendo cotado pra essa vaga desde a época da transição de governo.

Moraes, no entanto, não vê a Secretaria de Administração como uma área boa para angariar votos, além de ser distante da atuação nas ruas. 

Por se tratar de duas áreas vitais para a gestão, o prefeito não deve demorar para decidir sobre quem vai pra onde. 

Caso a nomeação de Jerbson Moraes vingue, assume sua vaga na câmara o primeiro suplente do PSD, o radialista esportivo Neo Bastos.

ILHÉUS EXPORTOU R$ 53 MILHÕES EM CACAU E DERIVADOS NOS ÚLTIMOS MESES DE 2016

Cacau sendo embarcado no porto de Ilhéus. Foto Luiza Alves

Publicado nesta semana, o VII Boletim de Conjuntura Econômica e Social, elaborado pelo Departamento de Economia da Uesc, traz números que revelam a grandeza da cultura do cacau no sul da Bahia, em especial em Ilhéus.

Os números constantes no boletim revelam que, somente no último trimestre de 2016, Ilhéus exportou 53,9 milhões de reais advindos do cacau e seus produtos. Apesar do alto valor, no mesmo período, a cidade importou 30,7 milhões relativos à amêndoa.

Importações e exportações movimentam a produção local da amêndoa e seu processamento por grandes empresas, como a Cargil, Nestlé e Olam, que produzem chocolate para a indústria final e achocolatado, por exemplo. O relatório observa que essa é a principal atividade de comércio exterior da região, responsável por mais de 90% desse tipo de receita.

Chama a atenção ainda para a subvalorização do produto, que tem  valor agregado quase nenhum. Esse cenário poderia mudar, por exemplo, se a produção de chocolate fino fosse impulsionada na região. Daí, em vez de exportar somente a amêndoa, de baixo custo, venderia para fora um produto de alto valor, considerado gourmet.

DESMONTAR O CENTRO ODONTOLÓGICO NAPOLEÃO MARQUES É NO MÍNIMO FALTA DE SENSIBILIDADE COM A HISTÓRIA DE ILHÉUS

Por Francisco Seixas (Chicó)

Napoleão à esquerda.

Eu poderia falar aqui sobre a importância política e social de Napoleão Marques para história de Ilhéus. Grande figura humana e sempre atento às causas sociais, se destacou na política por defender a causa dos menos favorecidos.

No âmbito político, aqui no Sul da Bahia, exerceu um papel importante no movimento de redemocratização do Brasil. Presidiu o PMDB e o PSB ilheense, nesse último partido, ajudou a reorganizar sua estrutura e ficou filiado até a data de seu falecimento, em 11 de maio de 2001.

Porém, o que coloco aqui, para amplo conhecimento de todos é que, o Dr. Napoleão Marques, na década de 60, formou-se em odontologia na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e especializou-se em Ortodontia e Ortopedia Facial na Pontifícia Universidade Católica  (PUC) do Rio de Janeiro.

O jovem Napoleão,  naquela época, recém especializado em Ortodontia, recebeu diversos convites para exercer seu ofício em vários lugares do país, e até do exterior. Nascido em Una, o ortodontista, preferiu voltar a Ilhéus, sua terra por adoção e servir o município e região – foi o primeiro ortodontista da cidade de Ilhéus. 

Sempre no intuito de oferecer a melhor qualidade de seus serviços, aperfeiçoou seus conhecimentos profissionais, em centros avançados da Ortodontia no Brasil e até nos Estados Unidos da América. Filiado à Sociedade Paulista de Ortodontia,  em 1992, recebeu da entidade, uma medalha de honra ao mérito pelo serviços prestados em sua especialidade. Naquela ocasião,  foram agraciados com esse prêmio, 30 ortodontistas de todo o Brasil. E o Dr. Napoleão Marques estava lá, elevando o nome de Ilhéus, por meio de seus serviços ortodônticos prestados à comunidade regional.

 

Chicó é Comunicólogo e filho de Napoleão



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia