WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa nota premiada


janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘ambulancia’

COM VERBA DO ALUGUEL, ILHÉUS PODERIA COMPRAR 2 AMBULÂNCIAS

Da Malha Fina, no jornal A Região

Ambulância

A mídia ficou tão focada na apreensão de duas ambulâncias que foram alugadas pela Prefeitura de Ilhéus, que não falou do valor do contrato. Ilhéus vai pagar R$ 278.240 para usar, por 7 meses, uma básica B e uma avançada.

Ninguém é preso?

Uma ambulância Mercedes Benz Sprinter Uti Completa 2019 custa R$ 139 mil, a básica sai por R$ 119 mil. As duas ficam por R$ 258 mil, R$ 20 mil MENOS do que a Prefeitura vai pagar para usar por apenas 7 meses. Cadẽ o MPF?

O amigo Roland…

A vencedora da licitação é a RL Nascimento Segundo ME, que pertence… a Roland Lavigne, aliado de Marão em um negócio entre amigos. Com o aluguel dos 7 meses, ele quita as duas e ainda sobram R$ 20 mil para curtir na praia.

SAMU DE ILHÉUS SEM MÉDICO E SÓ COM UMA AMBULÂNCIA

Ambulância parada.

Desde as primeiras horas desta segunda, dia 2, o ILHÉUS EM RESUMO recebe denúncias sobre a falta de médicos e de ambulâncias no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ilhéus. Segundo pessoas que preferem não se identificar, desde a noite de domingo, dia 1, o médico plantonista não aparece para trabalhar.

Nesta segunda, o problema se repete e, ao ligar no 192, o ilheense se depara com a informação da falta desse tipo de profissional. As denúncias indicam também que só há uma ambulância operando, numa cidade com mais de 170 mil habitantes.

Na semana passada, já havíamos denunciado a precariedade do Samu de Ilhéus (confira aqui). Na oportunidade, conseguimos contato com a secretária de Saúde, Elizangela Oliveira, que se comprometeu a prestar esclarecimentos, mas não deu retorno.

O espaço está aberto caso a Prefeitura queira se posicionar.

AMBULÂNCIA DO SAMU QUEBRA DURANTE ATENDIMENTO EM ILHÉUS 

Ambulância tem porta amarrada por pedaço de pano

Há cerca de duas semanas, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado pra atender chamado num condomínio da zona sul de Ilhéus. A ambulância básica foi encaminhada ao local.

Depois de prestar o primeiro atendimento, a paciente foi colocada na ambulância pra ser levada ao hospital. Mas ai, o veículo sequer ligou. Parou de funcionar. 

O jeito foi pedir socorro e pegar carona num carro particular. A ambulância ficou à espera do mecânico.

O caso, estarrecedor, revela a precariedade do Samu em Ilhéus, que chegou a ser fechado há um mês justamente porque nenhuma das ambulâncias funcionava. 

Hoje, somente três operam e uma delas tem a porta traseira amarrada com uma tira de pano. Segundo relatos de profissionais que atuam no serviço, é comum faltar dipirona e outros medicamentos e insumos básicos. 

De acordo com o portal da transparência do governo federal, nestes primeiros meses de 2017, Ilhéus recebeu 479 mil reais destinados ao custeio do Samu. 

TODO DIA UMA VERGONHA: FECHAMENTO DO SAMU DE ILHÉUS REPERCUTE NO ESTADO

Do G1

As portas de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Ilhéus, no sul da Bahia, precisaram ser amarradas com atadura e cinta e causam riscos aos atendimentos de pacientes. Os veículos estão parados em um estacionamento do município. Vídeo e fotos mostram as condições das ambulâncias. [Veja nas imagens acima]

O problema com os veículos não é só na porta e se estende pelas ambulâncias que estão sucateadas e com freios desgastados. Por conta da degradação dos veículos, os moradores de Ilhéus e outras sete cidades da região estão sem suporte de uma unidade móvel para chegar a um hospital do município.

Em uma denúncia anônima, foi relatado que nenhuma das quatro ambulâncias que atendem o local e outros sete municípios da região está em operação.

Por conta da situação, os moradores de Ilhéus reclamam da falta de ambulâncias e contam os problemas que enfrentam para chegar à uma unidade de saúde. Foi o caso da comerciante Edileuza Santos, que mora na Vila do Cururupe, a cerca de 11 km do Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus.

Na manhã de segunda-feira (15), o marido dela precisou de um atendimento de emergência, só que não tinha ambulância no Samu para levar ele até o hospital. “Disseram que o carro [ambulância] estava quebrado e que era para eu ter outra solução”, disse Edileuza.

A estudante Jéssica Pereira dos Santos também falou sobre a necessidade da ambulância e o sufoco de populares para socorrer um vizinho que passou mal. “Veio um paciente que está doente que os vizinhos se reuniram para trazer ele”, disse.

A Secretaria de Saúde de Ilhéus informou que o município deveria ter cinco ambulâncias funcionando, três básicas e duas avançadas, mas que na segunda-feira, só uma estava atendendo.

“Nós encontramos essa gestão usando essas ambulâncias altamente sucateadas e impossibilitando o conserto. A gente precisa trocar a frota, que já tem mais de cinco anos. Estamos trabalhando na compra e manutenção da frota”, disse a secretária da pasta Elizângela Oliveira.

GOVERNO MARÃO FECHA O SAMU

Do Agravo 

Parece que o slogan de campanha do prefeito Mário Alexandre não pode ser usado pelo seu governo.

O Samu foi acionado neste domingo (14) para atender um custodiado, que estava passando mal na delegacia de Polícia, e informou que não poderia atender à solicitação porque todas as ambulâncias estão quebradas.

Segundo informações policiais chegada ao Blog Agravo, os médicos de plantão no Samu foram orientados a prestarem queixa na 7ª Coorpin para não serem responsabilizados e acusados por negligência de atendimento, solicitados neste domingo.

Apesar do esforço dos profissionais do Samu para um atendimento de qualidade, o governo vem precarizando o serviço.

Até sexta-feira (12) já circulava a informação de que apenas duas ambulâncias estavam operando. O Blog Agravo confirmou a informação, tentou contato com prepostos do governo municipal, sem êxito.

Neste domingo, um óbito foi registrado. Um homem, identificado como José Cláudio da Silva, estava realizando poda de árvore em Olivença, quando caiu. O mesmo foi socorrido por populares e veio a óbito no hospital Regional Luiz Viana Filho

Nova secretária de Saúde assume

Também nesta sexta-feira , o governo municipal anunciou a enfermeira Elizângela Santos de Oliveira como secretária de Saúde (Sesau). A nomeação, feita pelo prefeito Mário Alexandre, foi publicada no Diário Oficial eletrônico nesta quinta-feira, 11 de maio.

A Sesau estava sob a gestão provisória do secretário Oswaldo Arthur Dunkel, desde que o prefeito municipal decretou Estado de Emergência na Saúde local.

DEZ ANOS COMO DEPUTADA E UMA AMBULÂNCIA PRA ILHÉUS 

Com atuação política sustentado pela igreja, Angela não convence

A deputada estadual Angela Sousa caminha para completar seu terceiro mandato como parlamentar. Nesses dez anos na assembleia legislativa, Ângela se destacou, como registrou por várias vezes o blogueiro Emilio Gusmão, por atuar “politicamente de forma amadora”.

Também nesses dez anos como representante ilheense em Salvador, Angela Sousa pouco fez pela cidade. Na imprensa não é raro ver matérias sobre pedidos, requerimentos e reuniões da deputada.

De concreto, praticamente nada. Pra demonstrar seu peso político, na última semana, a deputada escalou seu filho, o prefeito Mário Alexandre, para receber, em Salvador, uma ambulância do governo do estado.

O veículo seria o fruto, filho único, de emenda parlamentar da deputada. Um resultado tão medíocre quanto toda a atuação da parlamentar nesses dez anos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia