WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria policlinica itabuna secom bahia



outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

academia vip

GRUPO CHAVES ANUNCIA CONSTRUÇÃO DE SHOPPING CENTER EM ILHÉUS

Do Pimenta

Neto anuncia parceria para construir shopping em Ilhéus

O diretor-presidente do Grupo Chaves, Manoel Chaves Neto, anunciou, há pouco, a construção de um shopping center em Ilhéus. De acordo com ele, o empreendimento está sendo pensando e tocado com um parceiro.

– Estamos trabalhando de forma dura e árdua pra fazer e lançar o Jequitibá Ilhéus – disse Chaves Neto durante live (transmissão ao vivo) com o economista e candidato a vereador de Itabuna Rosivaldo Pinheiro no Instagram.

Ainda durante a live, Neto abordou os números positivos do Shopping Jequitibá Itabuna após a reabertura da economia local. “A gente está com números positivos e muito acima das expectativas”, disse ele, observando que o shopping registrou crescimento de 11% nas vendas em setembro.

Neto anunciou o projeto em Ilhéus durante “live” com Rosivaldo

MARÃO (55) É RECONHECIDO COMO O MELHOR CANDIDATO A PREFEITO NO NELSON COSTA

ASCOM

Mário no Nelson Costa

Em clima de alegria e de fé no desenvolvimento de Ilhéus, moradores do Nelson Costa receberam a comitiva política do candidato Marão (55), na manhã desta quinta-feira (8), em clima de animação. Acompanhado por muitos apoiadores em uma passeata que coloriu as ruas do bairro de amarelo, Marão foi aplaudido pelos moradores, que o reconhecem como o prefeito que mais trabalhou por Ilhéus.

Marão no nelson costa

O jovem Lucas Santos, residente no bairro desde que nasceu, destaca sua confiança na capacidade administrativa de Marão. “Vi passar muitos prefeitos com poucas melhorias. Marão foi o que eu vi fazer mais coisas, ter mais desenvolvimento em geral. Por esse motivo, meu voto é nele novamente”, disse. Maria Barbosa, 74 anos, reconheceu o trabalho desenvolvido por Marão na atenção básica. “Eu acho que ele tem feito muita coisa, principalmente os postos. Inaugurou vários e colocou muito em dia. Vejo ele ajeitando as praças também, os pontos de ônibus. Com ele, espero uma Ilhéus cada melhor”.

Durante a caminhada, Marão lembrou da Unidade Básica de Saúde do Nelson Costa, que ficou fechada por oito anos, e foi totalmente reformada, equipada com duas equipes de saúde da família, assistência médica, visitas domiciliares, diversos tipos de exames, setor de regulação, além de projetos sociais para a comunidade.

Na infraestrutura, Marão destacou o asfalto na Avenida Lotus, a principal do Nelson Costa, no entorno da Central de Abastecimento da Urbis, sinalização e drenagem na Praça da Mangueira. A pavimentação comunitária, em parceria com a comunidade, também melhorou dezenas de ruas na comunidade do Paraguai, retirando o povo da lama.

Marão no nelson costa

Mototaxista há 10 anos no Nelson Costa, Carlos dos Santos destacou o desempenho do candidato Marão como prefeito. “Mário Alexandre pra mim está sendo o melhor prefeito e vai ser de novo porque está fazendo um excelente trabalho”. Para a dona de casa Sueli Menezes, Mário é uma pessoa que é da terra, humilde, um médico que sempre cuidou de todos e um bom gestor porque tem feito, procurado o que a cidade precisa e tem ido em busca para que ela seja melhor”.

Marão no nelson costa

Marão no nelson costa

ILHÉUS: APÓS AVANÇO DO MAR, PEDRAS SÃO DESPEJADAS EM PRAIAS E MORADORES PEDEM MÁQUINAS PARA SERVIÇO DE CONTENÇÃO

Do G1 Bahia.

Pedras estão nas praias, mas não no local exato para fazer contenção do mar que avança em Ilhéus.

Os moradores do litoral norte de Ilhéus ainda sofrem com os prejuízos causados pelo avanço do mar na cidade. Segundo eles, há dois meses a prefeitura despejou pedras em alguns pontos das praias para que elas fossem usadas na contenção do mar, entretanto não foram enviadas máquinas necessárias para formar os paredões próximo à areia da praia e conter a água do mar.

Desde de julho, o problema da força da maré aumentou, destruindo casas e cabanas de praias no litoral norte. O trecho mais atingido tem quatro quilômetros e fica entre os bairros São Domingos e São Miguel. Algumas medidas preventivas, como colocar pedras em alguns pontos, têm sido feitas por moradores e prefeitura, mas não são suficiente.

“Vamos ter maré alta e essas pedras ficando aí não vão resolver o avanço da maré”, destaca a Saionara Maria Silva Santos, presidente da Associação dos Moradores de São Miguel, uma das localidades prejudicadas pelo avanço da maré.

Segundo o Secretário de Infraestrutura de Ilhéus, Átila Dócio, as máquinas que estavam fazendo o serviço quebraram, mas na próxima semana o trabalho será retomado nos bairros.

“A partir de segunda-feira, com certeza, a máquina já vai estar aí. No entanto, sabemos que essa questão das pedras é paliativa. Foi feito um levantamento com a equipe de Meio Ambiente [secretaria], já foi apresentado à procuradoria [do município], que já está adentrando com ação civil pública buscando, assim, alguma forma de criar um recurso para que tenha um projeto macro, a longo prazo, tentando mitigar essa erosão marítima”, explica Átila.

O secretário disse ainda que uma comissão formada para buscar soluções para o problema tem parceria com técnicos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) para que sejam feitos estudos que expliquem o porque da maré não estar recuando, conforme contam os moradores.

Prejuízos
O comerciante Cláudio Souza, dono de uma das cabanas que foi parcialmente danificada pela força da maré, conta que segue colocando pedras na base do espaço que funcionava como bar e também onde mora com a família, com o objetivo de fortalecer a estrutura.

“O que fizemos foi só um paliativo porque já não dá para fazer uma coisa profunda. Só tentar manter e ver até quando dá para levar”, disse.

A casa que fica ao lado da de Cláudio já caiu. Os estragos do avanço da maré se estendem por quatro quilômetros. Muitas casas, cabanas e a vegetação, foram derrubadas.

Já foram quatro mares altas registradas esse ano e a preocupação dos moradores da zona norte de ilhéus, é que eles não estão vendo o mar recuar como antes.

O ano passado quando ela [a maré] invadiu, invadiu menos. Logo após recuou, acalmou e perdeu a força. Então o mar retornou ao que era antes. Só que agora, este ano, não está acontecendo isso. Já tem quase um mês que esperamos a maré recuar e ela não quer”, conta Nádia Olinda, dona de pousada em Ilhéus.

Por causa do avanço da maré, em agosto, a prefeitura de Ilhéus decretou situação de emergência por causa da situação e também criou um comitê para ajudar famílias atingidas pelo avanço da maré. Segundo a Defesa Civil, os prejuízos financeiros já passam de R$ 6 milhões. Durante toda a semana passada, a maré atingiu mais de dois metros. Uma casa caiu e outras correm risco de desabamento.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou um procedimento administrativo para levantar a situação dos licenciamentos ambientais da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), responsável pelo porto de Ilhéus.

Um estudo feito em 2007, pelo Ministério do Meio Ambiente e pelo município, aponta que a construção do porto é responsável pelo avanço da maré, causando impactos social, econômico e ambiental em São Miguel e São Domingos.

 

UESC REALIZA ENCONTRO MULTIDISCIPLINAR NA ABORDAGEM AO CÂNCER DE MAMA

Uesc

O II Encontro Multidisciplinar na Abordagem ao Câncer de Mama, promovido pelo Núcleo de Enfermagem Oncológica da Universidade Estadual de Santa Cruz (NEO/Uesc), será realizado de 20 a 22 de outubro. O evento é online e gratuito, através da plataforma digital YouTube, tendo como público-alvo discentes de graduação, profissionais de saúde e a comunidade em geral

O tema do II Encontro se dá em virtude do “Outubro Rosa”, mês de conscientização para o controle e prevenção do câncer de mama através de uma campanha com importância e alcance em todo o território nacional, abordando o tema a partir de uma perspectiva multidisciplinar. As inscrições podem ser realizadas até 18 de outubro através da plataforma EVEN3.

No programa constam palestras com: Julio César Ribeiro, Mestre em Radioproteção e Dosimetria (IRD) supervisor de proteção Radiológica (FM0382/CNEN); Lísia D. B. Alves, formada pela UEFS-BA residente em Oncologia do INCA-RJ Pesquisadora Núcleo de Câncer Oral da UEFS-BA e do Grupo de Odontologia para o paciente com câncer do INCA-RJ; Raul Denner Duarte Araújo, formado pela Faculdade Integral Diferencial Experiência na área de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, com ênfase em promoção, prevenção e reabilitação em saúde; Renata de Souza Silva, formada pela UNIRIO Pós graduanda em Nutrição Oncológica Experiência em atendimento ambulatorial de doenças crônicas – HUGG e HUPE e Thamyris Porciuncula, formada pela UESC R2 no Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia e Física Médica no Instituto Nacional do Câncer – INCA. colaboradora no Núcleo de Enfermagem Oncológica.

Mais informações podem ser acessadas pelo instagram do NEO ou por e-mail: neouesc@gmail.com.

Contato da Profa. Dra. Noélia Silva Oliveira: nosilva@uesc.br.

RUI PUBLICA NOVO DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICA PARA TODO O ESTADO

Rui Costa

Será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (8) um novo decreto de calamidade pública na Bahia em virtude da pandemia do coronavírus. O decreto entra em vigor na data da publicação.

Com o novo documento, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências, para apoiar as ações de resposta ao desastre. Estado e municípios poderão acessar recursos federais via Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para que sejam utilizados no combate à pandemia da Covid-19.

O documento será encaminhado ao Governo Federal para que seja obtido o reconhecimento da União. O novo decreto substitui o anterior, publicado pelo Governo do Estado em abril, e que tinha validade até esta quarta-feira (7).

BAHIA ULTRAPASSA 7 MIL MORTES EM RAZÃO DA COVID-19; CASOS TEM LEVE ALTA NO ESTADO

Vacina covid19

A Bahia chegou a mais de 7 mil mortes por conta da Covid-19, nesta quarta-feira (7). Os dados foram divulgados pela Secretaria de saúde da Bahia, e totalizam 7.021 com uma letalidade de 2,19%.

Nas últimas 24h foram registrados no estado 36 óbitos por conta do novo coronavírus e 1.834 novos casos da doença.

Dos 319.981 casos confirmados desde o início da pandemia, 306.365 já são considerados curados e 6.595 encontram-se ativos.

CERCA DE 40% DAS CIDADES DO PAÍS GASTAM MENOS DE 1 REAL EM SAÚDE POR HABITANTE POR DIA

SUS

O Brasil gasta em serviços e ações de saúde pública, por dia, cerca de R$ 3,83 com cada brasileiro, um valor aquém do necessário, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM). Considerando todos os municípios do país, 2.200 prefeituras (39,5% do total do país) gastaram, em 2019, menos de R$ 1 para cada habitante por dia.

O Conselho, junto com a ONG Contas Abertas, fez o levantamento de gastos das esferas federal, estadual e municipal no Brasil. As informações foram obtidas através do Siops (Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde) e são fruto de autodeclarações dos diferentes entes públicos.

O levantamento não busca apontar possíveis desvios do investimento mínimo legal na área, segundo o CFM -todos os entes devem destinar uma parte específica de sua receita para a saúde. O conselho diz que há, inclusive, muitos municípios que gastam mais do que o estipulado em lei.

A análise olhou para valores de 2008 (corrigidas pelo IPCA) até 2019. O primeiro ano da série observada apresenta o menor valor por pessoa/dia, R$ 3. O maior valor, R$ 3,89, ocorreu em 2014.

“Existe subfinanciamento em todas as esferas. Esse valor deveria ser muito maior para conseguir amenizar o sofrimento da população. Além disso, a gestão é fundamental para que ocorra realmente a assistência adequada”, afirma Hideraldo Luis Souza Cabeça, secretário do CFM.

Um dos pontos destacados pelo CFM é o crescimento total e percentual quase constante dos gastos municipais com saúde no espaço de tempo observado. Em 2019, tais os gastos representavam cerca de 31% do total das despesas com ações e serviços de saúde. A esfera estadual ficou responsável por cerca de 26% e a federal por 42%.

O crescimento do gasto municipal, porém, não se traduz automaticamente em melhores serviços de saúde para a população, afirma Donizetti Giamberardino Filho, vice-presidente do CFM, considerando que o financiamento é só um dos pilares a se levar em consideração. :: LEIA MAIS »

EX-COORDENADORA DO CCZ DESABAFA: “ CANSEI DE SER BOICOTADA”

Do Tabuleiro

Paula Rocha

Após vários questionamentos da população sobre os serviços gratuitos oferecidos pelo centro de controle de zoonoses de Ilhéus, o comunicador Vila Nova questionou sobre a coordenação do órgão municipal. A veterinária Paula Rocha entrou em contato com a redação do O Tabuleiro para esclarecer que não é mais responsável pelo orgão desde o mês de setembro depois de ter pedido exoneração por cansar de ser boicotada em sua gestão. “Eu não aguentei receber tantas negativas para realizar uma campanha de vacinação animal”, afirmou Paula.

Segundo a veterinária, o secretário de Saúde do município, Geraldo Magella, boicotava ações e projetos propostos por ela pois nunca foi de acordo com sua nomeação. Paula contou também que o prefeito Mário Alexandre autorizou a reforma do Centro de controle das zoonoses para ampliação do Centro cirúrgico,  implantação do laboratório de diagnóstico de zoonoses mas a obra está parada. “ Quando Mário (prefeito) me chamou para ocupar o cargo, já haviam denúncias sobre a gestão anterior. Quando assumi, encaminhei algumas improbidades para a procuradoria. Muita gente na secretaria saúde ficou insatisfeita com minha atitude”, contou a veterinária.

” Fui citada em uma nota de repúdio da OAB que questionou sobre as ações do Centro de controle de zoonoses. Não fui amparada pela secretaria para responder”, pontuou. Paula disse que foi alvo de ataques infundados e que nesse período que antecede campanha eleitoral ela não concordou com muita coisa.  Não aceito, por exemplo, candidato a vereador usando a vacinação antirrábica para fazer campanha”, desabafou. ” Me frustrei também pois, nesse momento político, algumas protetoras de animais que haviam feito parceria para que o CCZ fizesse castrações dos animais resgatados, nos deram as costas. Foram apoiar candidatos a vereador que utilizam a questão do abandono animal com viés político”, lamentou a profissional.

EMPREENDIMENTOS VÃO INVESTIR R$ 213,8 MILHÕES E GERAR 433 EMPREGOS DIRETOS EM ILHÉUS, LAURO DE FREITAS E PAULO AFONSO

Indústria

Paulo Afonso vai ganhar unidade industrial para beneficiamento de pescados. A Agrofish Brasil vai investir R$ 1,2 milhão na fabricação de filé de tilápia resfriado e congelado, carne moída, farinha, óleo, pele e escama, tudo de tilápia, além de bacalhau, camarão sem cabeça e descascado. A unidade industrial, que terá capacidade de produção de até 7,1 milhões kg/ano, vai gerar 258 empregos diretos. Protocolo de intenções com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), foi assinado na segunda-feira (5), pelo vice-governador João Leão, secretário da pasta.

“Celebramos a chegada da Agrofish e a riqueza proporcionada pelo Rio São Francisco, de onde virão as tilápias que serão beneficiadas pela empresa. Este é o terceiro protocolo que assinamos este ano para beneficamente de peixe no estado. Juntos, os três empreendimentos vão investir R$ 213,8 milhões e gerar 433 empregos diretos em Ilhéus, Lauro de Freitas e Paulo Afonso. Além de interiorizar os investimentos, as empresas vão proporcionar emprego e renda para população”, afirma Leão.

Emerson Barbosa, sócio proprietário da Agrofish Brasil, explica que a Bahia tem uma localização geográfica privilegiada facilitando o atendimento das principais capitais nordestinas e os maiores centros consumidores, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo.

“Nossa unidade industrial vai entrar em operação na próxima semana, dia 13 de outubro. A matéria-prima será adquirida na Bahia e Pernambuco e processada em Paulo Afonso. Além de atender o mercado interno, exportaremos subprodutos, como pele e escama da tilápia para Europa e Ásia. Aproveito para destacar a geração de emprego e renda na região. Para o ano que vem, estimamos criar mais 100 empregos diretos para a indústria. Indiretamente, geramos mais de 1 mil empregos”, afirma Barbosa.

De acordo com a Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR), a tilápia representa 57% da produção de peixes de cultivo no Brasil, que em 2019 foi de 432 mil toneladas. O país é o quarto maior produtor da espécie no mundo, com condição de produção de peixes acima da demanda do mercado interno. A Bahia ocupa a sétima posição nacional, com 23,4 mil toneladas do produto.

CANDIDATOS A VEREADOR COM NOMES INCOMUNS EM ILHÉUS

Nomes Pitorescos de Candidatos a Vereador de Ilhéus

O Ilhéus em Resumo conseguiu separar alguns nomes mais incomuns entre os candidatos a vereador que vão disputar uma vaga no Legislativo das Eleições de 2020 em Ilhéus.  Ao todo, 452 candidatos vão tentar a sorte na campanha. Seja pela criatividade ou pela falta de noção, alguns destes personagens não podiam ficar de fora desta lista. O objetivo é mostrar como anda a cabeça criativa de marqueteiros e (futuros) políticos da nossa cidade.

Confira alguns nomes:
Abel das casinhas (PODEMOS)
Abelha do Colo-Colo (PDT)
Aecio de Zelito do Taxi (PTC)
Almedinha Meu Fio (REPUBLICANOS)
Ana Maria Amiga do Produtor Rural (PV)
Atirador (PSD)
Baiano do Amendoim (PSDB)
Baixinho do Posto (PV)
Betão Caneta Preta (MDB)
Bisca (PTB)
Boca (PV)
Buda (MDB)
Canguru (PP)
Caranha (PV)
Day Faceira (PTB)
Domingão do Ferro Velho (PSOL)
É Guerreiro é rasta (PTC)
Filho Amado (PTB)
Indu Mineiro (DEM)
Luiz Meu Povo (PSB)
Malhado dos Doces (MDB)
Mega Hair (PC do B)
Mingo Show (PSB)
Neto Paçoquinha (PTB)
Nilson Silva “Cocô de Pinto” (SOLIDARIEDADE)
Pirata Neles (PSD)
Piti do Povão (PTC)
Tião Couveiro (PSOL)
Tip Top (PRTB)



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia