WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia



julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

academia vip

ILHÉUS: MP DENUNCIA ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS QUE ATUAVAM NA CÂMARA

Da Ascom/MP

Câmara.

Integrantes de organizações criminosas que promoveram diversas fraudes em processos licitatórios da Câmara de Vereadores de Ilhéus foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público estadual.

Os ex-presidentes da Câmara de Vereadores Lukas Paiva e Tarcísio Paixão estão entre os denunciados por crimes como corrupção ativa e passiva, fraudes a licitações e execução de contratos, falsidade ideológica e peculato.

A primeira denúncia, relativa a crimes cometidos durante os anos de 2015 e 2016, foi apresentada à Justiça pelo MP no dia 31 de maio. A outra, que aborda as fraudes executadas nos anos de 2017 e 2018, foi ajuizada no último dia 3 de junho.

Nelas, o Ministério Público pede à Justiça que condene os envolvidos nos esquemas pelos crimes cometidos e também os obrigue a indenizar os danos materiais e morais causados ao patrimônio público.

Além de Lukas e Tarcísio, foram denunciados o ex-vereador Zerinaldo Sena, os servidores comissionados Valmir Nascimento, Antônio Lemos, Rodrigo Alves, Joilson Sá, Daniel Mendonça, James Costa, Paulo Nascimento, Ariell Firmo Batista, e Ângelo Santos, o presidente da Comissão de Licitação Paulo Leal, e os empresários Aêdo Santana, Cleomir Santana e Leandro Santos. As denúncias já foram recebidas pela 1ª Vara Criminal da comarca de Ilhéus.

Segundo as investigações do Grupo de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais do MP (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, todos os integrantes das organizações criminosas tinham funções específicas e eram essenciais ao controle dos esquemas fraudulentos que iam desde a licitação até a execução orçamentária. Os presidentes da Câmara comandavam e articulavam os agentes criminosos e as negociações ilícitas.

Além disso, na qualidade de gestores da Casa, ainda praticavam atos administrativos meramente formais no processo fraudulento com a única finalidade de maquiar e legitimar as fraudes praticadas pelo grupo, afirmam as denúncias.

As investigações permitiram ao Ministério Público identificar, nas duas gestões, uma divisão estrutural com três núcleos distintos: político-administrativo, que controlava o início e o fim da burocracia do macroprocesso de realização das despesas públicas para desviar os recursos; operacional estável, responsável pela formalidade dos diversos procedimentos e pela “maquiagem” das fraudes para dificultar a descoberta dos ilícitos; econômico-empresarial, integrado por empresas fornecedoras de bens e serviços que se tornaram “titulares” de contratos comuns para os quais, teoricamente, haveria uma pluralidade de empresas que poderiam disputar.

As denúncias do MP são resultado da ‘Operação Xavier’ e relatam esquemas de fraude que se repetiam a cada gestão e que perpassavam pelas licitações e execuções contratuais, com contratos superdimensionados em razão da prévia negociação e ajuste do pagamento de propinas.

As empresas Serviços de Consultoria Contábil (SCM) e Licitar Assessoria e Consultoria aparecem como as principais envolvidas no esquema. As investigações apontam que elas eram sempre contratadas diretamente, por meio de sucessivos e viciados procedimentos de inexigibilidade de licitação, para atuar em funções sensíveis da Câmara.

Segundo as denúncias, a Licitar controlava os processos de contratação e a SCM assumia o controle dos processos de pagamento e da contabilidade em geral, sendo responsável pelas prestações de conta e, assim, pela “maquiagem contábil da totalidade dos esquemas de desvios praticados por todas as gestões investigadas”.

“Elas se prestavam ao pagamento de propinas a agentes públicos por meio de seus contratos superfaturados”, afirma o MP, destacando que um total de R$ 356 mil foi desviado durante os anos de 2015 e 2016, o que também ocorreu no biênio seguinte (2017/2018). As investigações prosseguem em razão de outros fatos criminosos já identificados.

CIRO GOMES FAZ PALESTRA NA UESC

Do Tabuleiro

Ciro.

O ex-candidato a presidência da república, Ciro Gomes (PDT), foi confirmado como uma das presenças no 45° Encontro Nacional de Estudantes de Economia (Eneco), que será realizado nos dias 14 a 20 de julho, em Ilhéus, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Ciro é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará, vice-presidente nacional do PDT. Foi deputado estadual, prefeito de Fortaleza, Governador do Ceará, Ministro da Fazendo e Ministro da Integração Nacional.

ILHÉUS: MARÃO ADMITE QUE ESTÁDIO PODE DAR LUGAR A SHOPPING CENTER

Do Tabuleiro

Um dos assuntos conversados durante o programa O Tabuleiro, da rádio Ilhéus FM 105,9 entre o prefeito de Ilhéus Mário Alexandre e o comunicador Vila Nova foi o projeto de um Shopping Center para Ilhéus.” Existe a possibilidade de termos um shopping onde hoje é o estádio Mário Pessoa, estamos negociando a possibilidade”, afirmou.

Marão mostrou-se motivado com os novos empreendimentos que estão vindo para Ilhéus. “O Assaí deverá ser inaugurado até dia 04 de julho. Vejo também os novos prédios, fico muito feliz. Nunca vi uma fase tão boa na cidade”, comemorou Mário. Clique aqui e ouça na íntegra a entrevista.

ONG GONGOMBIRA PROMOVE BAZAR NESTE SÁBADO, EM ILHÉUS

Para comemorar os 15 anos de fundação da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania, será realizado neste sábado (15), a partir das 16 horas, no Terreiro de Matamba Tombenci Neto, o Bazar da Gongombira, com venda de artigos da ONG para custear os projetos desenvolvidos pela instituição.

Com entrada gratuita, além da venda de livros, CDs, camisas e diversos outros artigos, o público também poderá curtir uma apresentação da Orquestra Afro Gongombira, que promete agitar com muito samba reggae.

ONG Gongombira

Fundada há 15 anos por Marinho Rodrigues (Tata Kombomdo), em Ilhéus, a instituição sem fins lucrativos, ligada ao Terreiro Matamba Tombenci Neto, um dos mais antigos e tradicionais terreiro de candomblé Angola na Bahia, desenvolve diversos projetos nas áreas de arte, cultura e educação.

A instituição trabalha, por meio da execução de diversos projetos socioculturais, a preservação, valorização e divulgação da cultura afro-brasileira, bem como a luta contra o racismo e a discriminação social, ministrando oficinas e minicursos gratuitos de confecção de bijuterias, capoeira, dança, percussão, fotografia, audiovisual, edição de vídeos, entre tantos outros.

APÓS 27 DIAS PRESO, JUSTIÇA MANDA TARCÍSIO PAIXÃO PRA CASA

Do FRN

Tarcísio

O vereador e agente de trânsito Tarcísio Paixão (PP) deixou o presídio Ariston Cardoso por volta das 09h20 da manhã desta quinta-feira, 13, após ficar preso por 27 dias, com base na Operação Xavier desencadeada no último dia 15 de maio.

De acordo com investigações do Ministério Público, dentre os crimes praticados por Paixão está o desvio de R$ 260 mil da Câmara de Vereadores em um contrato com a empresa SCM Contabilidade, quando presidiu a Casa no biênio 2015-2016.

Por unanimidade, os desembargadores seguiram o voto do relator, desembargador Abelardo Paulo da Matta Neto e deferiram a soltura do paciente. A defesa foi feita pelo advogado Constantino Neto.

ILHÉUS: LOJA DO ASSAÍ ATACADISTA SERÁ INAUGURADA NOS PRÓXIMOS DIAS

Assaí Atacadista.

Ilhéus ganha, nos próximos dias, uma unidade do Assaí Atacadista, a primeira do sul da Bahia. A confirmação foi feita pelo diretor regional da empresa, Sandro Oliveira. “Queremos inaugurá-lo até o início de julho”, anunciou.

A loja representa investimento de R$ 40 milhões e a perspectiva de geração de 400 empregos no município.

Serão oferecidos cerca de sete mil itens entre hortifrúti, mercearia, alimentos, embalagens, higiene, bebidas e limpeza, de grandes marcas regionais, nacionais e importadas. O principal diferencial do Assaí, segundo a rede, é a política de dois preços, na qual, a partir de pequenas quantidades, o cliente já consegue pagar valores de atacado, além de se tornar uma nova forma de diversificar os locais de compra.

Informações da Secom/Ilhéus

PROFESSORES DA UESC ENCERRAM GREVE SÓ APÓS ASSINATURA DE ACORDO

Do Pimenta

Greve.

Durante assembleia nesta quarta-feira (12), os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) condicionaram o fim da greve à assinatura de acordo entre o movimento e o governo baiano (confira os termos do acordo mais abaixo). A previsão é de que o acordo seja assinado, no máximo, até a próxima sexta (14).

A assembleia começou por volta das 9, mas foi encerrada há poucos minutos. A decisão foi tomada após a categoria ter decidido, mais cedo, pelo encerramento da greve.

Na última segunda, o governo acenou com o pagamento dos salários retidos após início da greve, promoção de 900 docentes e investimento de R$ 36 milhões para a Uesc, Uneb, Uefs e Uesb. Mais informações em instantes (relembre aqui). A previsão é de que o acordo seja assinado, pelo menos, até amanhã.

REFORMA ADMINISTRATIVA PREVÊ CONCURSO PARA CÂMARA DE ILHÉUS

Da Ascom/Câmara

Câmara.

Nesta quarta-feira (12), foi aprovada em votação a reforma administrativa na câmara de vereadores de Ilhéus. A proposta da reforma dispõe da reorganização da casa, o que envolve a extinção de alguns cargos e criação de outros novos para melhor funcionamento das atividades. A autoria da proposta é da mesa diretora da Câmara.

O objetivo da reforma é atualizar a estrutura interna da Câmara, para que ela funcione com maior eficiência e organização dos órgãos de funções de assessoramento, funções sistêmicas e órgãos colegiados. A nova lei revoga, ao menos, sete leis diferentes que tratavam das mesmas situações, além da atualização salarial que não acontece desde 2006. Ainda previsto na reforma, está a criação de cargos que só poderão ser preenchidos por servidores investidos em cargos públicos, após prévia aprovação em concurso. Após a aprovação, a reforma ainda dependerá de ser sancionada pelo prefeito.

SUL DA BAHIA RECEBERÁ O JARDIM BOTÂNICO DE SERRA GRANDE

Natureza.

A notícia da criação de um Jardim Botânico no Sul da Bahia, na Vila de Serra Grande, município de Uruçuca, foi recebida com entusiasmo pela comunidade local no viveiro do Instituto Floresta Viva (IFV), na última semana. O anúncio, em tom de diálogo e participação comunitária, foi feito pelo Presidente do IFV, Rui Rocha, idealizador do projeto, que conta com o apoio da Human Network do Brasil (HNB). Situado em uma das últimas áreas de Mata Atlântica existentes no Brasil, o Jardim Botânico de Serra Grande (JBSG) propõe tornar a região um polo de valorização,  irradiação e reverência da grande paisagem existente, onde já é realizado um trabalho de produção de 50 mil árvores por ano e de 140 espécies diferentes de árvores da flora brasileira. Em data posterior, nova apresentação será realizada com maior amplitude e chamamento para outros setores sociais do Sul da Bahia.

Conhecida por botânicos de todo o mundo, a região de Serra Grande compõe uma flora das mais biodiversas do planeta, já tendo alcançado o recorde mundial de biodiversidade na década de 90. Mais de 450 espécies de árvores foram identificadas em apenas 1 hectare na Fazenda Caititu, situada a cerca de 7 km de Serra Grande no sentido de Itacaré, em um estudo realizado em 1992 pelo Jardim Botânico de Nova York e a CEPLAC. Esse recorde de biodiversidade, na época, ajudou a proteger a mata atlântica do Brasil, uma vez que fundamentou o Decreto nº 750 de 1993, e, depois, a lei da mata atlântica, em 2006, sendo um marco de 27 anos de importância histórica-ambiental para o Brasil.

“Quando nos propomos a fazer o JBSG, estamos a reconhecer um jardim que já existe, a base da vida desse lugar. A nossa presença se justifica no sentido de cuidar, melhorando nosso impacto na região, fazendo com que esse jardim natural que já existia, seja valorizado, reconhecido e estudado por todos nós”, explicou o Presidente da IFV, Agrônomo e professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Rui Rocha.

“O fundador da Human Network do Brasil, Michael Eckes, amante da natureza e como uma das instituições apoiadoras junto ao IFV, destinou ajuda financeira para o JBSG em virtude da consciência ambiental-ecológica para a vida humana e dos ecossistemas, sobretudo por acreditar e confiar no trabalho do IFV, realizado ao longo desses anos na região. Fazer com que o reflorestamento seja compreendido e praticado pela comunidade, é um dos principais propósitos da HNB, com este apoio”, declarou a representante da HNB, Jussara Antunes.

A área de abrangência do jardim considera o entorno da Vila de Serra Grande, principalmente entre o Rio Sargi e a barra do Rio Tijuípe, sendo o Parque Estadual Serra do Conduru, o coração, inclusive o corredor ecológico Ilhéus-Itacaré, como fronteiras naturais de influência, na valorização da paisagem, um território de cuidado, irradiação e influência que pode ser desenvolvido. Essa fronteira pode se alargar para relação com cidades vizinhas, como Itabuna, é o que explicou a equipe do Instituto Floresta Viva.

A ideia é que agricultores e proprietários de imóveis situados no corredor ecológico, ao visualizarem a paisagem botânica existente como una, se reconheçam como elos interconectados e partes do JBSG. “Se isso for acolhido, as áreas podem ser visitáveis como parte do jardim e, assim, outros agricultores que queiram trazer visitantes para conhecer seus sítios, vão poder mostrar a coleção de plantas que possuem. O primeiro mapa vai incorporar quem se associou ao JBSG em 2019 e 2020. Em 2022, já teremos outro mapa do JBSG com outra concepção, à medida que as pessoas forem aderindo ao jardim”, explicou o Presidente do IFV, Rui Rocha.

PLANO DE TRABALHO – Segundo o plano de execução apresentado no encontro, o JBSG começa com o reconhecimento e consolidação do viveiro do IFV, de 12 hectares, como jardim botânico visitável, seguido por uma proposta de embelezamento da região, reflorestamento e arborização urbana a serem acolhidos pela comunidade de Serra Grande e Prefeitura de Uruçuca. Melhorias paisagísticas no viveiro do IFV, na entrada da Fazenda Caititu – onde se pretende compor uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) e uma área de 30 hectares como perímetro exclusivo e permanente de pesquisa e monitoramento – bem como destinação de mudas para a arborização e jardinagem de praças e avenidas de Serra Grande, integram o plano de trabalho.

Situado ao lado da Vila de Serra Grande, o viveiro do IFV possui 12 hectares, sendo 6 hectares de floresta, com cerca de 1500 árvores matrizes catalogadas e identificadas, além da multiplicação de plantas da região com produção regular de 50 mil a 100 mil mudas por ano, diversidade de 80 a 140 espécies de espécies, realização de pesquisas, uma Escola da Floresta com formação de mateiros e guias locais, e pequena coleção de excicatas (amostra de plantas) com os herbários da UESC, UFSB e CEPLAC.

CURSO DE COMUNICAÇÃO DA UESC MAIS UMA VEZ É DESTAQUE NA INTERCOM-NORDESTE

Do Tabuleiro

Curso é sucesso.

O curso de Comunicação Social da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), marcou presença mais uma vez na Intercom-Nordeste, realizado na cidade de São Luís (MA), nos dias 30, 31 de maio e 1º de junho. Dos treze trabalhos inscritos, quatro foram classificados para a etapa Nacional do Evento, quando os estudantes da UESC vão representar a Região Nordeste.

Os trabalhos apresentados foram: “A voz das Minas” que concorreu na categoria: Cinema e Audiovisual e na modalidade: CA02 filme de não ficção/documentário/docudrama (avulso) de autoria dos alunos Dayanna Monstans e Iago Patrocínio com orientação da professora Betânia Vilas Bôas. “O Casamento de Seu João” que concorreu na categoria: Cinema e Audiovisual e na modalidade: CA03 filme de animação (avulso) de autoria das alunas: Carolina Olídia, Dayanna Monstans, Erica Maria, Flor Lima, Michele Dias e Thaís Santana com orientação dos professores: Roberto Pazos e Rodrigo Bomfim.

Também concorreram nas categorias Rádio e Internet e na modalidade: RT02 Programa Laboratorial de TV (avulso ou seriado), “Um Ser no Mundo” de autoria dos alunos Antônio Mota, Flor Lima, Lumma Maynart, Thiago Fontes e Thyago Almeida com orientação da professora Betânia Vilas Bôas e “Ipupiara” que concorreu na categoria Rádio, TV e Internet e na modalidade RT04 ficção em vídeo – telenovela, séries televisivas e afins (avulso ou seriado) de autoria dos alunos Florisval Neto e Samuel Ferreira com orientação das professoras Eliana Albuquerque e Joliane Olschowsky.

É importante ressaltar que todos os treze trabalhos inscritos ficaram cada um entre os cinco melhores de cada categoria no Nordeste e os quatros ganhadores dessa etapa irão representar, não só a sua Universidade no nacional, mas o Nordeste inteiro.

A etapa nacional será o 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação que vai acontecer na Universidade Federal do Pará, em Belém-PA, de 2 a 7 de setembro de 2019, e terá como tema “Fluxos comunicacionais e crise da democracia”.

A Intercom é de grande relevância para a Universidade por trazer reconhecimento para a mesma, tanto na fase regional quanto na nacional e para os estudantes é um espaço de disseminação de conhecimento e experiência que os ajudará na vida acadêmica e profissional, além de que esse evento ressalta a qualidade técnica e teórica do curso de Comunicação Social – Rádio e TV da UESC e de seus alunos.

O grupo de estudantes acompanhados pelas professoras Eliana Albuquerque e Betânia Vilas Bôas, foram recebidos pelo reitor Evandro Sena Freire e pelo vice, Elias Lins Guimarães. “Sentimos muito orgulho dos nossos alunos e reconhecemos o esforço e a dedicação de cada um que lá esteve representando o curso de Comunicação da UESC”, destacam o reitor e o vice.

A Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – é uma instituição sem fins lucrativos, destinada ao fomento e à troca de conhecimento entre pesquisadores e profissionais atuantes no mercado. A entidade estimula o desenvolvimento de produção científica não apenas entre mestres e doutores, mas também entre alunos e recém-graduados em Comunicação, oferecendo prêmios como forma de reconhecimento aos que se destacam nos eventos promovidos pela entidade.

Todos os anos, a Intercom realiza cinco congressos regionais – Intercom Centro-Oeste, Intercom Sudeste, Intercom Norte, Intercom Sul e Intercom Nordeste –, que abordam o tema escolhido para o congresso nacional que acontecerá posteriormente, no mesmo ano. Diante disso, aconteceu de 30 de maio a 1º de junho o Intercom Nordeste em São Luís do Maranhão na Universidade Federal do Maranhão (UFMA); o Intercom Júnior na Faculdade Estácio; e a Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), na Universidade Ceuma.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia