WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia



agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

academia vip

PROGRAMAÇÃO ONLINE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTA COM LIVES, VÍDEO AULAS E REUNIÕES

Aulas Online.

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) da Prefeitura de Ilhéus, divulgou a programação das atividades pedagógicas desta semana, que inicia amanhã, nesta terça-feira (28), na continuidade do cronograma educacional de 2020 reelaborado em razão da pandemia da Covid-19.

“Incluímos na programação desta semana o quadro ‘Palavra da Secretária’, que são momentos de interlocução com as equipes para a gestão e organização dos setores. Nesse momento difícil de pandemia, buscamos intensificar o diálogo com todos, transmitindo as diretrizes de trabalho que planejamos para otimizar a relação institucional”, destacou a Secretária Eliane Oliveira. Confira a programação.

A agenda inicia com a Palavra da Secretária da pasta da Educação, Eliane Oliveira, amanhã (28), às 10 horas por meio da plataforma do aplicativo Zoom, com os professores contratados dos Anos Finais (Grupo 01), e, às 11h, com o Grupo 02. Ainda na terça-feira, acontece a live com o tema “História do Triathlon em Ilhéus” com o professor Danilo Rabat que convida Alberto Kruschewsky, às 14h. A live é aberta ao público e acontecerá no Instagram da Seduc. Também às 14h, haverá a aula virtual do projeto Arte e Dança no aplicativo Zoom para os alunos inscritos.

Na quarta-feira (29), como de praxe, encontro presencial nas unidades escolares das 9h às 12h, para gestão interna. Às 10h, reunião para os cursistas dos Programas Formação pela Escola (PROAM) e Dinheiro Direto na Escola (PDDE), no Zoom.  A partir das 16 h, vídeo aula de formação do Planejamento Coletivo em Rede (PCR), aberta ao público, com o tema: “Ressignificando espaços, tempos, quantidades, relações e transformações na Educação Infantil”, no Facebook e Youtube.

Já na quinta-feira (30), Palavra da Secretária às 10h para porteiros e agentes administrativos, e, às 11h, para os auxiliares de serviços gerais, no Zoom. A partir das 16 h, também terá outra vídeo aula de formação do PCR, aberta ao público, com o tema “Tecnologias e Sociedade: caminhos pedagógicos para os Anos Iniciais”, no Facebook e Youtube. Na mesma data, haverá ainda os roteiros de aprendizagens para os alunos do ciclo 01 a 05 e Educação de Jovens e Adultos (EJA) pelo Whats App, Instagram e Facebook, que segue até a sexta-feira (31).

No dia 31, a programação conta ainda com Palavra da Secretária às 10h para merendeiros, e, às 11h, para os vigilantes e motoristas, no Zoom. A semana encerra após a reunião integrada da Seduc, das 15h, para Gestores Escolares no aplicativo Zoom.

ILHÉUS: COM PRAIAS LIBERADAS, BANHISTAS DESCUMPREM RECOMENDAÇÕES

Do Tabuleiro

Fiscalização na praia.

No primeiro fim de semana de liberação das praias da cidade de Ilhéus, os banhistas descumpriram as recomendações do decreto que só permite banho de mar e proíbe práticas esportivas. No total, foram registradas 50 intervenções.

No sábado (25), foram interrompidos 15 partidas de futebol na areia e quatro pontos com aglomeração no acesso às praias. No domingo (26), o número de intervenções aumentou, foram elas: 15 jogos de futebol, nove Jet Skis e duas lanchas foram interceptadas pela Marinha, e cinco bares fechados na faixa de areia.

Apesar da permissão do banho de mar nas praias da cidade, as práticas esportivas, como futebol, futevôlei, vôlei de praia estão proibidas.

As cabanas continuam fechadas pois fazem parte da quarta fase do processo de retomada da economia.

ILHÉUS: FESTAS CLANDESTINAS ACONTECEM NO MORRO DE PERNAMBUCO

Do Tabuleiro

Morro de Pernambuco

Diversos ouvintes denunciaram durante o programa O Tabuleiro-Ilhéus FM 105.9 , desta segunda-feira (27 ), que aos finais de semana no Morro de Pernambuco, em Ilhéus, está sendo comum a aglomeração de pessoas. Um vídeo enviado a nossa redação mostra diversas pessoas reunidas ao som de paredões instalados em carro de som , bebendo e aglomeradas sem máscaras na Praia da Concha.

“ Todo final de semana acontece”, disse a ouvinte Márcia do Nelson Costa.  Veja o vídeo:

COVID-19: ILHÉUS ESTÁ COM TODOS OS LEITOS DE UTI OCUPADOS NESTA SEGUNDA-FEIRA, 27

Do Blog do Gusmão

Internação, covid-19.

Nesta segunda-feira (27), dos 65 leitos de UTI disponíveis para a Covid-19 em Ilhéus, todos estão ocupados, de acordo com o boletim divulgado pela prefeitura no domingo (26).

A cidade está com 2895 casos confirmados da doença. No sábado, o total de casos era de 2816, o que mostra um aumento de 79 casos em 24 horas.

O boletim afirma que 793 pessoas estão cumprindo isolamento, 408 aguardam resultado da coleta e 1914 estão curadas.

O número de mortes por Covid-19 está em 123.

INCÊNDIO DE GRANDES PROPORÇÕES ATINGE GARAGEM DA VIAMETRO E DEIXA ESTRAGOS

Ônibus pegando fogo.

Um incêndio na garagem da empresa de Ônibus Viametro, em Ilhéus, destruiu cinco veículos. As chamas começaram por volta das 08 h 30 da manhã desta segunda –feira, ainda sem causa conhecida.

O corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. Ninguém ficou ferido.  As investigações começarão ainda hoje para descobrir a origem do incêncidio, se foi acidental ou criminoso.

 

 

CERCA DE 200 BAIANOS JÁ FORAM TESTADOS COM A VACINA DE OXFORD CONTRA COVID-19

Do G1

Vacina Covid-19

Cerca de 200 baianos foram testados com a vacina contra a Covid-19 idealizada pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. A informação foi divulgada pela pesquisadora-chefe dos testes clínicos da vacina no Brasil, Suen Ann Costa Clemmens.

“Já temos cerca de 200 vacinados, incluindo o dia de hoje [quinta-feira], na Bahia, mais de 1.700 no Brasil. As pessoas são voluntárias e tem que ser soronegativas, ou seja, não ter exposição ao vírus, não ter tido a doença. [Tem que ter] entre 18 e 55 anos, adultos, com alta exposição ao vírus”, explicou a pesquisadora sobre o perfil dos voluntários.

A nutricionista Thiana Paiva, uma da voluntárias que já foram testadas, afirma que antes da vacinação ela foi atendida por um médico, que explicou que ela não poderia doar sangue por um ano e nem engravidar.

“No primeiro dia, a gente passa pelo médico ele explica todo o processo que vai ser feito com a gente, quantas vezes a gente vai ter que voltar lá, quais os exames que a gente vai ter que fazer, explica também que a gente não pode doar sangue durante um ano e explica que a gente não pode engravidar”, contou a nutricionista.

O teste da vacina no Brasil foi autorizado pela Anvisa no dia 2 de junho. Dos 5 mil voluntários brasileiros, 1.500 são baianos, principalmente profissionais de saúde, que não tiveram a covid-19.

Essa é a terceira e última fase da testagem, e nela os pesquisadores querem saber o grau de eficácia e segurança da vacina. “A gente espera que a gente consiga provar isso antes do final do ano. Daí tem a parte do registro, o registro deve ser feito primariamente no país de origem e acredita que se provar esse ano o registro deva ser feito rapidamente e que em seguida o registro do Brasil, em paralelo, seja feito, para que a gente tenha acesso a essa vacina”, explicou Suen Ann Costa Clemmens.

Além da vacina de Oxford, uma vacina produzida por uma empresa de biotecnologia alemã e uma indústria farmacêutica norte-americana vai ser testada no país. Cerca de mil voluntários vão ser testados. Uma parte em São Paulo e outra em Salvador, nas Obras Sociais Irmã Dulce.

De acordo com a diretora médica responsável, a Bahia foi escolhida por causa das pesquisas desenvolvidas aqui e porque o vírus está ativo na capital baiana.

“Nós vamos receber nessa vacina um RRA, que é uma receita, um código, uma instrução e a partir do momento que está na nossa corrente sanguínea, nós somos capazes de criar imunidade contra ele”, explicou a diretora médica da Pfizer Brasil, Márjori Dulcini.

 

ILHÉUS: EMBASA INVESTE R$200 MIL NA AMPLIAÇÃO DO SERVIÇO DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO NO TEOTÔNIO VILELA

Do Blog do Gusmão

Embasa.

A Embasa está realizando obras de extensão da rede coletora de esgotos no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, com investimento consolidado de quase R$ 200 mil. A iniciativa vai beneficiar cerca de 300 famílias com o serviço de coleta, tratamento e destinação final dos esgotos domésticos, além de diminuir o lançamento indevido de esgoto in natura no Rio Cachoeira, que deságua na Baía do Pontal.

Na Rua do Silêncio, a Embasa concluiu o assentamento de 460 metros de rede e melhorou o arruamento, deixando a pavimentação da via em condições melhores do que as existentes antes da intervenção. O cronograma seguirá, nos próximos dias, contemplando as ruas São Jorge, Santo Antônio, José Ribeiro, das Oliveiras e Domingo dos Reis com mais 825 metros de rede.

Durante as visitas técnicas, foi constatada a presença de elevado número de ligações de água que tiveram o fornecimento suspenso antes do início da pandemia. Por isso, a empresa está oferecendo condições especiais de negociação para os clientes em débito, o que permite a regularização dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“Nossos esforços para que os clientes façam a adesão ao sistema de esgotamento e regularizem o consumo de água ressaltam a importância do bairro para a Embasa. Nesse momento de pandemia, todos devem consumir água com responsabilidade, o que também passa pelo destino das águas servidas dos imóveis Para que o serviço seja efetivado e os benefícios da obra percebidos, os usuários precisam interligar suas instalações sanitárias internas ao ramal domiciliar, em até 90 dias, a partir do recebimento de notificação por escrito”, afirmou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

A Embasa também lembra que são proibidas as seguintes práticas: conectar a drenagem interna da água de chuva do imóvel à rede pública coletora de esgoto, assim como abrir as tampas dos poços de visita, em via pública, para escoamento da chuva. Além de proibidas por lei, essas práticas comprometem o funcionamento adequado do sistema de esgotamento sanitário, causando extravasamento em via pública.

SENADO APROVA MP QUE SUSPENDE NÚMERO MÍNIMO DE DIAS LETIVOS DURANTE PANDEMIA

Sala de Aula.

O Senado Federal aprovou, nesta quinta-feira (23), a Medida Provisória (MP) 934/2020, que suspende a obrigatoriedade de escolas e instituições de ensino cumprirem uma quantidade mínima de dias letivos neste ano devido à pandemia da Covid-19. A matéria segue para sanção presidencial.

O relator da matéria no Senado, Carlos Fávaro (PSD-MT), evitou acatar emendas de colegas para evitar que o texto voltasse à Câmara para nova apreciação. A MP perde a validade na próxima quarta-feira (29), e não haveria tempo hábil para o texto ser votado novamente pelos deputados e eventualmente voltar ao Senado. Pelo mesmo motivo, vários senadores retiraram os destaques que haviam apresentado, de acordo com a Agência Brasil. 

O texto foi aprovado na Câmara no início de julho. Os deputados fizeram alterações na MP e, por isso, a matéria seguiu para o Senado como um projeto de lei de conversão (PLV). O texto restringe o alcance da dispensa de carga horária enquanto durar o estado de calamidade provocado pela Covid-19.

Para assegurar que o conteúdo curricular dos estudantes seja aplicado com a diminuição dos dias letivos, o Conselho Nacional de Educação (CNE) editará diretrizes nacionais para implantar a regra, segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e sem prejuízo da qualidade do ensino e da aprendizagem.

“[…] o PLV configura um arcabouço jurídico importante para que os cidadãos possam exigir do poder público condições adequadas para o desenvolvimento das atividades educacionais. Levando em conta a intenção original da medida provisória de garantir segurança jurídica para que os sistemas de ensino possam tomar decisões quanto à gestão da crise na área de educação […]”, disse Fávaro em seu relatório.

A medida prevê que o Ministério da Educação deverá ouvir as secretarias estaduais de Educação para definir a nova data do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (Prouni) deverão ter seus processos seletivos compatíveis com a data de divulgação dos resultados do Enem.

As instituições de ensino superior não serão obrigadas a cumprir os 200 dias letivos. No entanto, a carga horária prevista da grade curricular de cada curso deve ser cumprida. Pelo projeto, não deverá haver prejuízo aos conteúdos essenciais para o exercício da profissão, e as atividades pedagógicas não presenciais também serão admitidas para completar a carga horária.

O texto autoriza a antecipação da conclusão de cursos específicos da área de saúde, desde que cumpridos alguns requisitos. No caso de medicina, o aluno precisa ter cumprido 75% da carga horária do internato. Nos cursos de enfermagem, farmácia, fisioterapia e odontologia, o mínimo corresponde a 75% da carga horária dos estágios curriculares obrigatórios.

A mesma regra será aplicada aos cursos de educação profissional técnica de nível médio caso tenham relação ao combate à pandemia. O estudante precisará ter cumprido pelo menos 75% da carga horária dos estágios curriculares obrigatórios.

ANVISA PROÍBE VENDA SEM RECEITA DE CLOROQUINA E IVERMECTINA

Hidroxicloroquina.

Regras que proíbem a venda sem receita em farmácias de medicamentos como cloroquina, hidroxicloroquina, nitazoxanida e ivermectina foram publicadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). As orientações estão na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 405/2020, publicada ontem no Diário Oficial da União . De acordo com a agência, a lista poderá ser revista a qualquer momento para a inclusão de novos medicamentos, caso seja necessário.

Ainda segundo a Anvisa, o objetivo da norma é impedir a compra indiscriminada de medicamentos que têm sido amplamente divulgados como potencialmente benéficos no combate à infecção pelo novo coronavírus, embora ainda não existam estudos conclusivos sobre o uso desses fármacos para o tratamento da doença.  

A medida visa também manter os estoques destinados aos pacientes que já têm indicação médica para uso desses produtos, uma vez que os medicamentos que constam na resolução também são usados no tratamento de outras doenças, como a malária (cloroquina e hidroxicloroquina); artrite reumatoide, lúpus e outras (hidroxicloroquina); doenças parasitárias (nitazoxanida) e tratamento de infecções parasitárias (ivermectina).

Compra

A compra desses produtos em farmácias e drogarias será permitida apenas mediante apresentação da receita médica em duas vias. Cada receita terá validade de 30 dias, a partir da data de emissão, e poderá ser utilizada somente uma vez. A resolução será revogada automaticamente a partir do reconhecimento, pelo Ministério da Saúde, de que não mais se configura a situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional.

Farmácias e drogarias

Conforme previsto na resolução, todos os medicamentos que contenham as substâncias listadas na norma estão sujeitos aos procedimentos de escrituração no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC). A escrituração dos medicamentos à base de hidroxicloroquina, cloroquina e nitazoxanida já era obrigatória desde a inclusão dessas substâncias nas listas de controle da Portaria 344/1998. Para os medicamentos à base de ivermectina, a entrada de medicamentos já existentes em estoque nas farmácias e drogarias antes da resolução não necessita ser transmitida ao SNGPC.

ILHÉUS: EM UM MÊS, NÚMERO DE MORTES POR COVID-19 CRESCEU 136%; SITUAÇÃO É DE TOTAL DESCONTROLE

Do Blog Do Gusmão

Boletim Covid-19

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Ilhéus divulgado na quinta-feira (23), a cidade está com 118 mortes por Covid-19.

No dia 23 de junho, o número de mortes era de 50. Após um mês, o número de pessoas falecidas subiu para 118, aumento de 136%. O número de mortes por Covid-19 em Ilhéus mais do que dobrou em 30 dias.

Já o número de casos confirmados cresceu 121,7% em um mês. No dia 23/06 Ilhéus possuía 1.196 casos confirmados, um mês depois soma 2.652 casos.

Já o número de casos ativos cresceu 75,9% em 30 dias. Em 23/06 a cidade estava com 408 casos, após um mês o número cresceu para 718 casos.

Não há dúvidas, em Ilhéus a pandemia gerada pelo novo coronavírus vive uma situação de total descontrole. Após a reabertura do comércio, retorno do transporte coletivo e o restabelecimento de diversas atividades rotineiras as autoridades de saúde pública perderam as condições de conter o avanço dos casos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia