WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia



julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

academia vip

GOVERNO MARÃO NÃO RENOVA LICENÇA E MAKRO PODE DEIXAR ILHÉUS 

Do Ilhéus.Net

Makro tem mega loja em Ilhéus

De acordo com o Diário Oficial do município de Ilhéus de hoje (24), o MAKRO Atacadista S/A localizado na Rodovia Ilhéus-Itabuna s/n KM 24 teve seu pedido de alvará indeferido para a atividade de comércio nas modalidades de atacado e varejo de mercadorias com predominância de produtos alimentícios, conforme portaria nº 94/2017 e processo 10605/2016 oriundo da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável.
Com isso, o Makro ou ele vai se adequar para um mercado que venda apenas no varejo ou poderá encerrar suas atividades na cidade de Ilhéus.

A INOCÊNCIA DE JAMIL

Do Agravo

Jamil

Cada dia que passa fica mais evidente que a prisão do vereador Jamil Ocké foi desnecessária.
Segundo alguns juristas ouvidos pelo Blog Agravo, e que tiveram acesso aos autos do processo da operação Citrus, as acusações contra Jamil Ocké não se sustentam.
No meio político, principalmente no grupo Jabista, há a certeza de que o vereador no máximo, foi complacente com o seu sucessor, que também foi preso da operação, Kácio Brandao.
Kácio é considerado agora o ponto fora da linha pelo Jabismo, que usou nomes do governo para se locupletar, e teria arrastado Jamil. Será ?
Cabe agora a justiça averiguar os fatos e provas de quem tem culpa no desvios.

FUNCIONÁRIOS DO SAC DE ILHÉUS PARALISAM ATIVIDADES 

Do Agravo 

O SAC de Ilhéus amanheceu sem a prestação de alguns serviços nesta sexta-feira (24). Funcionários terceirizados de serviços como Detran, Emissão de RG e Carteira de Trabalho e Previdência Social e Sine realizaram uma greve nessa manhã. 90% dos funcionários do SAC são terceirizados e segundo informações colhidas pelo Blog Agravo, eles reclamam por não receber vale- transporte e vale-alimentação.
Essa paralisação vem sendo discutida há algum tempo, pois os funcionários estão constantemente com salários atrasados, recolhimento irregular de INSS bem como falta de depósito do FGTS. De acordo com Cláudio Couto, representante do Sindlimp Sul e Extremo Sul da Bahia “os valores referentes aos vales deveriam ter sido depositados na última segunda-feira, mas não foram e essa situação vem se agravando desde junho de 2016. Sempre que entramos em contato com a Secretaria de Administração do Estado, pedimos informações e elas só chegam quando anunciamos que iremos fazer paralisação”.
Ainda segundo ele, “os trabalhadores estão cansados pela falta de competência na gestão dos postos do SAC do interior da Bahia. Nosso pedido é que o governador Rui Costa faça uma remodelação e repense SAC para que o órgão possa ofertar um atendimento melhor para a população e um tratamento digno para o trabalhador”. A paralisação não tem data para acabar.

TRT REALIZA AUDIÊNCIA GLOBAL SOBRE PRECATÓRIOS EM ILHÉUS 

Ilhéus

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 5ª Região vai realizar uma audiência global com os credores de precatórios do município de Ilhéus, no próximo dia 27 de março, no Centro de Convenções local, a partir das 10 horas, no sentido de viabilizar um acordo para o equacionamento da dívida. Nessa data, o TRT transferirá a sede do órgão para Ilhéus. A audiência, solicitada pela Procuradoria Geral do Município, será presidida pela desembargadora Maria Adna Aguiar, que contará com auxílio de juízes conciliadores.
O município de Ilhéus figura como o maior devedor de precatórios trabalhistas da Bahia e o quarto em nível nacional. A dívida é estimada em R$ 131 milhões

MOTOBOY QUE FAZIA DELIVERY DE DROGAS TRANSPORTAVA 11 KG DE MACONHA EM ILHÉUS 

Do FRN

Gian

Uma guarnição do PETO 70 juntamente com o setor de inteligência Soint 70, prendeu na manhã desta quinta-feira, 23, Gian Carlos Silva de Jesus (motoboy), de posse grande quantidade de drogas, próximo à rodoviária de Ilhéus. O indivíduo estava conduzindo uma moto Honda, com placa policial OVD-7202. 

11 quilos da droga


Na abordagem foi encontrado 10kg de maconha prensada pronta para o consumo e comercialização. Gian confessou que estava fazendo o transporte do entorpecente, sendo conduzido à Delegacia, onde foi autuado por tráfico de drogas. 

ILHÉUS: GOVERNO MARÃO VAI PAGAR $369 MIL A ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA DE ALIADO

Por mês, escritório vai receber 30 mil reais

O prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre, assinou contrato com o escritório de advocacia Harison Leite Advogados Associados para assessoria jurídica. O contrato, já publicado no Diário oficial do município, prevê um desembolso de R$369 mil por um ano de serviços.

A assessoria foi contratada mesmo o município possuindo uma procuradoria Geral, que conta em seu quadro com mais de 12 procuradores concursados, além de outros seis assessores jurídicos recentemente nomeados pelo próprio prefeito.

Como a lei permite dispensa de licitação pra esse tipo de serviço, o escritório contratado foi escolhido a dedo pelo prefeito. O que não surpreende ter optado pelo advogado Harison Leite, que foi procurador geral de Itabuna no governo do ex-prefeito Vane. Leite chegou a ser cotado pra ocupar a Procuradoria Geral de Ilhéus.

A indicação do advogado, à época, teve as bênçãos da deputada Ângela Sousa, aliada de Vane e mãe do prefeito de Ilhéus.

PM PRENDE MOTOBOY SUSPEITO DE FAZER DELIVERY DE DROGAS EM ILHÉUS 

Do Ilhéus 24h

Suspeito

O PETO da 70ª CIPM aprendeu na manhã desta quinta-feira, (23), por volta das 10h30min, em frente à rodoviária, um motoboy suspeito de fazer delivery (entrega) de drogas.
Em uma sacola plástica, o motoboy levava onze pacotes, aparentando serem maconha, e quantia em dinheiro.
Mais informações a qualquer momento.

ILHÉUS: JUÍZA MANTÉM PRISÃO DOS ENVOLVIDOS NA OPERAÇÃO CÍTRUS 

Do Blog do Gusmão 

Jamil e Kacio

A informação é do advogado Sanzio Peixoto. Ele defende o ex-secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Kácio Brandão, preso na Operação Citrus.
Segundo Sanzio, a juíza Emanuelle Vita, da primeira Vara Criminal de Ilhéus, não aceitou o pedido de liberdade de cinco dos seis presos da Operação Citrus. A magistrada revogou apenas a prisão de Lucival Bomfim Roque.

Casal Tayane e Enoch


O advogado conversou com o Blog do Gusmão às 11 horas dessa quinta-feira (23), logo após a audiência no Fórum Epaminondas Berbert de Castro, em Ilhéus.

CONTRATOS FIRMADOS COM EMPRESAS SUSPEITAS NA CÂMARA DE ILHÉUS PODEM REVELAR A EXTENSÃO DO ESQUEMA DE FRAUDES

Do Blog do Gusmão 

Promotores de Justiça Frank Ferrari e Luciano Taques. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão e Chico Andrade.

Ontem (21), na entrevista coletiva sobre a Operação Citrus, o radialista Vila Nova perguntou se as mesmas empresas acusadas de fraudar licitações da prefeitura teriam repetido o esquema na Câmara de Vereadores de Ilhéus.
“As mesmas empresas. Elas, a partir de 2013, passaram a também fornecer bens, nesse mesmo ramo (de material de expediente), para a Câmara de Vereadores. Desde então essas empresas têm vencido contratos”, respondeu o promotor Frank Monteiro Ferrari, titular da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus. A resposta enfatizou o ano de 2013.
O vereador Tarcísio Paixão (PP) falou sobre a Citrus nessa terça-feira (21). O correligionário do ex-prefeito Jabes Ribeiro presidiu a Câmara entre 2015 e 2016. O ex-vereador Dr. Jó (Josevaldo Machado – PC do B) o antecedeu no cargo, mas ainda não se pronunciou publicamente sobre a operação.
Referindo-se ao período em que comandou o Legislativo, Tarcísio disse que todas as empresas “foram contratadas por meio de processo licitatório, dentro da legalidade, cumprindo todo rito que a lei manda”, informa o Blog Agravo.
Após a apreensão de documentos na Câmara, o atual presidente da Casa, Lukas Paiva (PSB), emitiu nota. O texto diz que a Citrus “nada tem a ver com sua gestão”, que começou em 2017 – lembre aqui.

OPERAÇÃO CÍTRUS: ADVOGADO DIZ QUE PRISÃO DE EX-SECRETÁRIO FOI ILEGAL

Do Tabuleiro 

Kacio

Sânzio Correia Peixoto, advogado de Kácio Brandão, um dos detidos na operação Citrus, em Ilhéus, afirmou na manhã de hoje (23), em entrevista no Programa O Tabuleiro, apresentado pelo comunicador Vila Nova, que a prisão temporária de seu cliente foi “desnecessária” e “ilegal”.
Correia criticou o procedimento adotado pela justiça na Operação Citrus. “Eu vejo essa utilização da prisão como forma de macular a imagem das pessoas. Hoje se prende para investigar, quando deveria ser feito o contrário. Quando a população houve noticias como essas, elas tende a condenar precipitadamente as pessoas que são apontadas como investigadas”, disse o advogado.
Para Correia, a prisão temporária de Kácio Brandão foi desnecessára e ilegal porque nenhum dos acusados representavam perigo, visto que a lei de prisão temporária é aplicada para crimes como extorsão mediante sequestro, tráfico de drogas e outros crimes mais graves.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia