WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria secom bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘Região’

BAHIA REGISTRA ECONOMIA REAL DE R$ 5,9 BILHÕES EM CINCO ANOS

Salvador- Ba

Em execução desde 2015 no âmbito da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), como parte da reforma administrativa implantada na primeira gestão do governador Rui Costa, a política de Qualidade do Gasto Público resultou numa economia real acumulada de R$ 5,9 bilhões em cinco anos. O cálculo leva em conta a inflação do período e concentra-se nas despesas de custeio, ou seja, aquelas relacionadas aos gastos com a manutenção da administração estadual, a exemplo de água, energia e material de consumo. O dinheiro economizado, de acordo com a Sefaz – Ba, ajudou a preservar o equilíbrio das contas e a ampliar os investimentos públicos.

Em 2015, a reforma administrativa promoveu a extinção de dois mil cargos e empregos públicos, a redução do número de secretarias estaduais, de 27 para 24, e a implantação de uma equipe na Secretaria da Fazenda voltada para o monitoramento permanente das despesas com o custeio da máquina e a promoção da qualidade do gasto público. A economia obtida, de acordo com o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório, significou uma reversão importante, já que o padrão histórico de evolução das despesas de custeio pelo Estado nas últimas décadas vinha sendo o de crescimento equivalente à inflação ou acima desta.

O trabalho da Coordenação de Qualidade do Gasto Público, lembra Vitório, engloba uma série de ações administrativas destinadas a criar uma cultura de eficiência e controle gerencial no sistema estadual, voltada para a melhoria da gestão das despesas e a melhor aplicação das receitas. “Ao liberar recursos de custeio para investimento público, a qualidade do gasto é diretriz estratégica para a melhoria efetiva nos indicadores de áreas como saúde, educação, segurança e emprego e renda, metas prioritárias do governo baiano”, lembra o secretário. Além disso, acrescenta, “o Estado segue dispondo de recursos para o pleno funcionamento dos serviços públicos e a garantia da paz social”.

O secretário Manoel Vitório observa ainda que o próprio equilíbrio fiscal mantido pelo Estado ao longo de todo o período recente de sucessivas crises e dificuldades na economia brasileira tem entre seus pilares a política de qualidade do gasto, ao lado de um processo de modernização do fisco estadual, combate à sonegação e melhoria da arrecadação própria, que fez a Bahia ampliar progressivamente a sua participação no ICMS nacional nos últimos anos.
Monitoramento

A Coordenação de Qualidade do Gasto Público atua estrategicamente, acompanhando as despesas das unidades do Estado, com base no orçamento de cada órgão e secretaria. Entre as medidas de controle previstas no decreto 15.924/2015, que instituiu a nova metodologia de trabalho, está a avaliação, pela Coordenação, de todos os processos de aquisição de materiais e contratação de serviços.

“O mesmo decreto, ao tratar da execução orçamentária pelos órgãos, fundos e entidades integrantes da administração estadual, disciplinou a realização de uma série de despesas, incluindo viagens, assinatura de periódicos e contratação de consultorias”, explica a diretora de Qualidade do Gasto Público, Manuela Martinez. Os itens monitorados incluem gastos com terceirizados, serviços médicos, fornecimento de alimentação, equipamentos de informática, manutenção da frota de veículos, água, energia, material de consumo, serviços de reprografia, correios e telégrafos, manutenção de imóveis e serviços de comunicação e telecomunicação.
Pandemia

Com a crise do coronavírus, o governo baiano colocou em prática agenda emergencial que aprofundou o enxugamento da máquina, editando já no dia 20 de março o decreto 19.551/20, que instituiu uma série de medidas de redução de despesas e promovendo o redirecionamento das ordens de serviço para os servidores do fisco. As medidas foram necessárias diante de um contexto que resultou em perdas brutas de receita da ordem de R$ 1,5 bilhão só nos meses de abril, maio e junho. A despeito do alcance limitado do pacote de ajuda aos estados proposto pelo Congresso Nacional e das apreensões quanto ao ano de 2021, não contemplado pelas medidas, o governo baiano segue em pleno funcionamento para assegurar a prestação de serviços públicos essenciais, observa o secretário Manoel Vitório.

A manutenção do equilíbrio fiscal, enfatiza o secretário, foi responsável pela pronta atuação e pelo bom desempenho do governo baiano ante a pandemia do novo coronavírus. Com o forte avanço em infraestrutura nos últimos anos e a intensificação dos esforços desde a eclosão da pandemia, a Bahia foi um dos Estados com melhor resposta à crise sanitária. Os números referentes à taxa de letalidade da Bahia estão entre os menores do Brasil, o que demonstra o acerto das medidas adotadas, evitando o colapso da rede de saúde visto em outros estados do país.

Vitório lembra que Saúde é uma das maiores prioridades do governo Rui Costa desde o início da primeira gestão. Desde 2015, foram entregues nove novos hospitais e 16 policlínicas regionais. Entre os anos de 2015 e 2019, a aplicação de recursos ultrapassou os R$ 25 bilhões em obras, serviços e recursos humanos.

No quesito “total de despesas com saúde”, o Governo da Bahia posicionou-se como terceiro colocado dentre todos os estados em 2019, com mais de R$ 6,159 bilhões, mesma posição no critério “investimento em saúde”, com mais de R$ 445 milhões, atrás apenas de Minas Gerais e São Paulo, de acordo com o Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS).

BAHIA REGISTRA 47 ÓBITOS POR COVID-19 E 850 NOVOS CASOS NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Casos Covid

Foram registrados, nas últimas 24 horas, 850 novos casos de Covid-19 e 47 óbitos em decorrência da doença na Bahia, de acordo com o boletim publicado hoje (27) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Dos 306.036 casos confirmados desde o início da pandemia, 292.436 já são considerados curados e 7.001 encontram-se ativos. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 606.371 casos descartados e 73.269 em investigação. No total, 25.810 profissionais da saúde foram diagnosticados com coronavírus no estado.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador, representando 28,20%.

A Sesab destaca que os óbitos registrados nas últimas 24 horas não correspondem a mortes ocorridas nesse período. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação.

PESQUISADORES ESTUDAM AS CAUSAS DOS TERREMOTOS NA BAHIA

Terremoto na Bahia

Os terremotos que aconteceram no final de agosto deste ano, na Bahia, trouxeram à tona a contestação da famosa frase “no Brasil não tem terremoto”, falada e cantada pelos quatro cantos do país. De acordo com a professora Simone Cruz da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e presidenta da Sociedade Brasileira de Geologia (SBG), não só há terremoto no território nacional, como também costuma ocorrer com frequência. Foi pensando em estudar esses fenômenos e gerar informações para a sociedade, que Simone e outros colegas acadêmicos da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), da SBG e do Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) se juntaram para criar um grupo de trabalho com foco em minimizar os impactos de possíveis acidentes naturais.

Simone afirma que além do diagnóstico das áreas afetadas e a verificação das causas dos terremotos, o projeto visa estabelecer um diálogo com a sociedade, com o objetivo de muni-la de informações científicas, em linguagem acessível, que permitam uma melhor compreensão do ambiente geológico em que vivem e suas características sismológicas.

“A ideia surgiu através do reconhecimento da importância social que as geociências possuem, especialmente com relação à identificação e prevenção de riscos geológicos. Logo após os sucessivos terremotos que ocorreram na região de Amargosa e em diversas outras cidades do Recôncavo Baiano, houve uma rápida mobilização da equipe de pesquisa, bem como o estabelecimento das parcerias”, disse a professora ao ressaltar que a população bem informada pode reagir de maneira mais segura durante os tremores e estar mais preparada para a situação.

Cada membro do time possui experiência acumulada no que diz respeito às características geológicas da região afetada pelos terremotos e os movimentos que ocorreram na crosta terrestre nos últimos 150 anos. “Além disso, os integrantes do grupo se dispuseram a esclarecer para a sociedade, através da mídia, as causas do fenômeno, as possíveis consequências e, levando em consideração o histórico na Bahia, tranquilizar a todos, já que os terremotos que provocam grandes catástrofes, não condizem com o nosso histórico no Estado, nem com a dinâmica da geologia do território brasileiro”, disse Carlos Uchoa, professor da Uefs.

Segundo ele, o grupo está finalizando a fase de diagnóstico dos dados geológicos e geofísicos da região e pretende elaborar um projeto de pesquisa multidisciplinar para avançar nos estudos. “Além disso, a Ufba está pleiteando a sua inserção na Rede Sismográfica Brasileira, o que seria um avanço de grande importância para o trabalho e para o avanço no processo de pesquisa na Bahia”.

O anseio do grupo é que com o avanço dos estudos científicos, torne-se mais fácil identificar os processos responsáveis pelos terremotos, permitindo uma melhor previsão de áreas com riscos geológicos e colaborando com a prevenção dos acidentes que causam danos materiais e humanos. “Estaremos também acompanhando os trabalhos da Rede Sismográfica Brasileira e, em parceria com a Defesa Civil, auxiliando à população no esclarecimento sobre as eventuais ocorrências, prestando todo apoio necessário quanto às informações técnicas e os procedimentos cabíveis em caso de novos tremores”, completou Joelson Batista, professor da Ufba e que também integra o grupo junto aos outros pesquisadores Carlson Leite, César Gomes, Jailma Oliveira, Michelangelo Silva e o estudante Gabriel Costa, todos da Ufba, além do geólogo Valter Sobrinho do SGB/CPRM.

POLÍCIA BAIANA APREENDE NOVE ARMAS DE FOGO POR DIA EM 2020

2.253 armas de fogo na Bahia.

Ações de inteligência e de patrulhamento ostensivo resultaram, de janeiro a setembro de 2020, nas apreensões de 2.253 armas de fogo na Bahia, o que representa uma média de nove localizadas por dia. Metralhadoras, entre elas uma antiaérea calibre 50, fuzis, espingardas, pistolas e revólveres foram retirados das ruas.

Os flagrantes aconteceram em todo estado. Entre as apreensões destaca-se a ocorrência na cidade de Belmonte, no dia 13 de setembro, onde uma metralhadora antiaérea calibre 50 e quatro fuzis foram localizados. “Somamos esforços com a PF, nesse caso, e conseguimos apreender materiais bélicos com grande poder de destruição”, destacou o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro.

Na capital baiana, uma ação integrada do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com o Comando de Policiamento Especializado (CPE), também gerou grande repercussão. Dois fuzis, uma carabina, duas metralhadoras e cinco espingardas foram alcançadas, no bairro de São Gonçalo, no dia 18 de agosto. Cinco criminosos acabaram morrendo em confronto.

“Em 2020 estamos atuando de forma certeira contras as organizações criminosas envolvidas com tráfico de drogas, roubos a bancos e carros-forte, além de homicídios. As reduções nesses índices são resultados do trabalho que alia inteligência e repressão”, afirmou o diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão.

Últimas apreensões

Vinte armas de fogo foram apreendidas nos últimos dias. Na cidade de Nilo Peçanha, três pistolas e dois revólveres foram encontrados com uma quadrilha. Cinco criminosos acabaram não resistindo ao confronto.

Em Camaçari, cinco espingardas e um revólver foram encontrados durante ações das polícias Civil e Militar. Dois homens e uma mulher, integrantes de uma facção, terminaram presos.

Na cidade de Araçás, uma espingarda e um revólver foram encontrados durante cumprimentos de mandados de busca e apreensão. Já em Salvador, durante uma blitz, duas pistolas fabricadas na Áustria e nos E.U.A. foram encontradas com um adolescente e um adulto, no bairro de Cajazeiras.

Outras armas foram encontradas nos bairros de Nordeste de Amaralina e Boca do Rio, na capital, e na cidade de Alagoinhas.

BAHIA REABRE SEUS PRINCIPAIS DESTINOS PARA A RETOMADA DO TURISMO

Itacaré

Na ocasião em que se celebra o Dia Mundial do Turismo (27 de setembro), a Bahia vive a expectativa de um verão promissor, com suas principais zonas turísticas em processo de abertura, passado o momento crítico da pandemia. O feriado de 7 de Setembro serviu para balizar a eficácia dos protocolos de segurança e apontar novas adequações. E, dentro dos limites da nova normalidade, o Estado se organiza para receber os visitantes, que deverão vir em bom número. Pesquisas diversas mostraram que a Bahia está entre os destinos preferidos pelos brasileiros, ansiosos por viajar.

Na capital, Salvador, as praias começaram a ser liberadas na última segunda-feira (21), mediante uma série de protocolos sanitários, depois da reabertura de hotéis, restaurantes, bares, shopping centers e do Mercado Modelo. Ao mesmo tempo, a recomposição gradual da malha aérea abre um canal importante para a vinda dos turistas à cidade. Da mesma forma, outros destinos turísticos importantes do Estado experimentam os primeiros movimentos após o longo recesso da pandemia. 

“A Bahia tem todos os predicados para os turistas que querem estar em contato com a natureza neste momento de reabertura”, afirma o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco. “Tem destinos maravilhosos de sol e praia de norte a sul e lugares deslumbrantes para a prática do ecoturismo, do turismo de aventuras e do enoturismo, entre outras modalidades”, acrescenta.

Praia do Forte – Na bela localidade de Praia do Forte, no Litoral Norte, a abertura começou em meados de julho e atingiu um pico no feriado de 7 de Setembro, quando a vila ficou cheia de visitantes. De acordo com dados da Associação Comercial e Turística de Praia do Forte –Turisforte, hoje a localidade está com 100% de seus meios de hospedagem em funcionamento – embora com a capacidade limitada, de acordo com as normas protocolares – e 90% dos restaurantes já abriram as portas,funcionando geralmente até às 23 horas.

“Para o verão, as perspectivas são boas, porque muitas pessoas querem viajar, mas é  importante que as regras de segurança sejam cumpridas, evitando aglomerações e usando máscaras”, observa o presidente da Turisforte, Vitor Hugo Knack.

Porto Seguro  Cidade do sul da Bahia, que é sempre top de preferência entre turistas de todo o Brasil, Porto Seguro teve o processo de reabertura iniciado no dia 15 de julho, com a hotelaria. A partir de 1º de agosto abriram os restaurantes e, em 15 de agosto, as barracas de praia. A malha aérea também foi sendo recomposta gradualmente, com a volta de voos da Gol e da Latam a partir de 11 de julho e, posteriormente, da Azul, fechando o mês com 48 voos, segundo o secretário de Cultura e Turismo do município, Paulo César.

Ao final de agosto a oferta de frequências aéreas subiu para 90, e a expectativa para setembro é fechar com 108 voos. Já para outubro, a estimativa, segundo o secretário, é chegar a cerca de 180 voos. Para outubro, espera-se também a reabertura do Parque Aquático e, provavelmente, do Parque Marinho Municipal do Recife de Fora.

Durante a pandemia, o município desenvolveu o programa Porto Mais Seguro, com um conjunto de medidas e regras para a retomada e protocolos para todos os segmentos do turismo. Foi criado também o selo Porto Mais Seguro para estabelecimentos como hotéis, bares, restaurantes e barracas de praia, que adotaram as normas de segurança sanitária.

Com a abertura, os visitantes começaram a chegar e, no 7de Setembro, o teto de 50% estabelecido para a ocupação hoteleira foi atingido com tranquilidade. “Esperamos agora superar esta crise e ter a cidade novamente movimentada, com uma expectativa muito grande para o verão”, diz Paulo César.

Segundo ele, a CVC anunciou esta semana a volta dos fretamentos de voos em dezembro, com a realização de 25 voos por semana, dos quais dez são para Porto Seguro. De olho no turismo regional, a agência de viagens também ampliou para 76 novos destinos seu portfólio de produtos em municípios próximos às capitais e grandes centros, que permitem viagens de carro.  Os destinos baianos que entraram para a lista foram Caraíva, Eunápolis e Barreiras.  :: LEIA MAIS »

STF MANTÉM DECISÃO DE RETIRADA DA FORÇA NACIONAL DO EXTREMO-SUL DA BAHIA

Força Nacional

Por 9 votos a um, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, nesta quinta-feira (24), medida liminar deferida pelo ministro Edson Fachin que determinou à União a retirada de todo o contingente da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) enviado aos municípios de Prado e Mucuri, no extremo-sul da Bahia.

De acordo com a decisão, proferida na Ação Cível Originária 3427, a utilização da Força Nacional sem a autorização do governador viola o princípio constitucional da autonomia dos estados.

A ação foi ajuizada pelo governador da Bahia contra a Portaria 493/2020 do Ministério da Justiça e Segurança Pública que autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública no extremo-sul no período de 3/9 a 2/10, em apoio ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para o cumprimento de mandado de reintegração de posse em dois assentamentos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

SEM CONFLITOS SOCIAIS

O governador Rui Costa alega que, apesar de a operação ter sido autorizada para a preservação da ordem pública e da incolumidade de pessoas e patrimônios, não há indício de conflitos sociais, desestabilização institucional ou riscos de outra natureza que a justifiquem.

OITO ESTADOS TÊM ALTA DE MORTES POR COVID-19, MAS PAÍS SEGUE ESTÁVEL

Oito estados apresentaram alta nas mortes por covid-19 nesta quinta-feira (24), conforme os dados levantados pelo consórcio de imprensa. O Brasil, no entanto, segue em estabilidade.

Amazonas (24%), Amapá (43%), Bahia (17%), Minas Gerais (19%), Piauí (16%), Rio de Janeiro (40%), Rio Grande do Norte (22%) e Roraima (118%) tiveram alta na variação da média móvel de mortes nos últimos 14 dias. Outros nove estados e o Distrito Federal tiveram queda.

Das regiões, todas se mantiveram estáveis: Centro-Oeste (-12%), Nordeste (-2%), Norte (4%), Sudeste (8%), Sul (-15%).

Hoje, o país registrou 818 novas mortes nas últimas 24 horas, com uma média móvel de 693 óbitos diários nos últimos sete dias. A oscilação do país ficou em -1%, o que aponta para estabilidade.

Para medir a situação das mortes por causa da covid-19, especialistas indicam usar a média móvel dos óbitos, que calcula a média de registros observada nos últimos sete dias. A operação é a mais adequada para observar a tendência das estatísticas, por equilibrar as variações abruptas dos números ao longo da semana.

O consórcio de veículos de imprensa adotou esse período para verificar as oscilações na média móvel. É possível falar em queda nos números quando a diminuição é maior do que 15% se verificado nos últimos 14 dias —no caso, o período das duas últimas semanas. Caso os números aumentem mais do que 15%, há aceleração da epidemia. Valores intermediários indicam estabilidade.

SUSPEITOS DE INTEGRAR FACÇÃO CRIMINOSA EM ILHÉUS MORREM EM CONFRONTO COM A PM EM NILO PEÇANHA

Do Ilhéus 24h

Nomes dos suspeitos não foram divulgados

Nas primeiras horas desta sexta-feira (25), cinco homens morreram após entrarem em confronto com a PM na cidade de Nilo Peçanha, a 158 km de Ilhéus, no Baixo-Sul do Estado. Os indivíduos, cujos nomes não foram divulgados, eram suspeitos de integrar a facção criminosa Raio A e, segundo a PM, comandavam a distribuição de drogas em partes da cidade de Ilhéus e região.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), uma ação conjunta da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, Rondesp Sul, 33ª, 60ª e 68ª Companhias Independentes da Polícia Militar (Valença, Gandu e Ilhéus) foi relaizada, após informações sobre homens ostentando armas na região.

As denúncias também relataram que os indivíduos não eram residentes locais, mas estavam na região há aproximadamente 30 dias, comercializando drogas e praticando roubos.

Ainda segundo a SSP-BA, os policiais então montaram um cerco e, ao chegarem no local indicado, encontraram cinco integrantes da quadrilha. Na tentativa de efetuar as prisões, os suspeitos atiraram, houve revide e eles acabaram atingidos. Os suspeitos foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Ao final da ação, que também contou com a participação de cães farejadores, foram apreendidos 47 porções de maconha, três pistolas calibres 40 e 380 e dois revólveres calibre 38, munições, quatro carregadores de pistola, duas balanças, um caderno de anotações do tráfico, seis aparelhos celulares e um veículo.

Material apreendido

RUI ANUNCIA LIBERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO INTERMUNICIPAL EM TODO O ESTADO

Do Jornal Bahia Online

Ônibus intermunicipais liberados

Durante agenda em Porto Seguro na manhã desta sexta-feira (25), o governador Rui Costa anunciou que vai autorizar a retomada do transporte coletivo intermunicipal, a partir da próxima segunda-feira (28), em 114 cidades do Sul, Extremo Sul e parte do Sudoeste. Com esta decisão, que será publicada na edição de sábado (26) do Diário Oficial, todos os 417 municípios baianos poderão reabrir os terminais rodoviários.

Apesar da autorização, concedida devido à redução dos casos de contaminação da Covid-19 e desocupação dos leitos nas regiões, o governador salientou a importância de preservar as medidas de segurança necessárias, tais como uso de máscaras, medição de temperatura dos funcionários e passageiros, ocupação de até 50% da capacidade, entre outras providências. “Eu, infelizmente, tenho percebido que, com o decréscimo dos números, muita gente vem relaxando. Um mês, dois meses atrás, nós, praticamente, não víamos ninguém na rua sem máscara. Hoje já vemos em algumas cidades da Bahia”, alerta o governador.

De acordo com o secretário de infraestrutura do Estado, Marcus Cavalcanti, os protocolos são imprescindíveis para a liberação gradativa do serviço até sua totalidade. “Nós avaliamos semanalmente, junto com o secretário da Saúde, como se comporta a disseminação do coronavírus em função da liberação do transporte. Não tendo um impacto negativo, vamos ampliar, inicialmente, para 70% a capacidade, mas isso ainda será no mês de outubro”.

Os outros 303 municípios, pertencentes a seis das nove macrorregiões de saúde do estado da Bahia, tiveram o transporte coletivo intermunicipal liberado desde o dia 14 deste mês.

Agendas em Porto Seguro e Eunápolis
Em Porto Seguro, o governador entregou, nesta sexta (25), obras de pavimentação, inaugurou uma creche e assinou ordem de serviço para construção e reforma de praças públicas. Em seguida, Rui Costa seguiu para Eunápolis onde visitou obras da Policlínica Regional de Saúde e participou da inauguração de uma creche, do Complexo Esportivo Itamar Seixas e da Praça do Esporte e Cultura.

GOVERNO REJEITA SUGESTÃO DO TCU PARA RESTRINGIR CONCESSIONÁRIAS EM LEILÃO DA FIOL

Do Tabuleiro

FIOL

O Ministério da Infraestrutura se opôs a sugestão da área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) de restringir a participação de atuais concessionárias de ferrovias no leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

A operação do trecho entre Ilhéus (BA) e Caetité (BA) será transferido à iniciativa privada, e, de acordo com o jornal Estado de S.Paulo, o governo aguarda o aval do tribunal de contas para publicar o edital da concessão.

O argumento da pasta é de que restringir a participação de empresas não faz sentido em mercados como o ferroviário, uma vez que há poucos operadores atuando no mundo todo.

Ficará a cargo do relator do processo no TCU, ministro Aroldo Cedraz, analisar as alegações do governo e da área técnica. A expectativa do Ministério da Infraestrutura é de que a Corte analise o processo de concessão da Fiol em breve, para que o edital seja publicado ainda em 2020.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia