WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘Região’

PORTO SEGURO: COVID-19 CAUSA MORTE DE BEBÊ DE 41 DIAS

Do Pimenta

Bebê.

Dos 15 óbitos provocados pelo novo coronavírus em Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia, uma das vítimas da covid-19 era recém-nascida. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), o bebê tinha apenas um mês e 11 dias de nascido.

A morte pela covid-19 foi confirmada nesta segunda (13). O bebê de 41 dias estava internado no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, e faleceu na última sexta-feira (10). Não há informações de outra doença associada à covid-19 (comorbidade).

RETOMADA DO TURISMO

Porto Seguro planeja retomar as atividades turísticas na próxima quarta (15). Porém, nos últimos três dias, o município registrou 5 óbitos e 90 novos casos confirmados por teste rápido ou pelo método mais preciso, por meio de swab nasal, o RT-PCR, considerado padrão ouro para detecção da covid-19. Além dos novos casos e mortes provocadas pela covid-19, o município enfrenta superlotação dos leitos de UTI covid-19.

ITABUNA: JUSTIÇA SUSPENDE TOQUE DE RECOLHER

Do Pimenta

Murilo Barreto.

Nesta terça-feira (14), o juiz da 1ª Vara Criminal de Itabuna, Murilo Staut Barreto, suspendeu o toque de recolher no município, pela segunda vez. As advogadas Trícia Gomes e Neilma Nascimento Ferreira entraram com o pedido de habeas corpus coletivo para suspender a medida restritiva.

O juiz Murilo Staut observou que o decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes, na última semana, não especifica um prazo de validade e argumenta que a medida é ilegal, por impedir o direito de ir e vir, sendo essa atribuição da União. A restrição à circulação de veículos e pessoas foi novamente implantada em Itabuna no início de julho, quase um mês depois de ser suspensa pelo magistrado em 12 de junho.

O magistrado também aponta paradoxo na adoção do toque de recolher das 18h às 5h, enquanto o comércio não essencial foi liberado no mesmo período, sob o argumento de que as lojas fechadas devido à covid-19 havia desempregado mais de 1,9 mil pessoas e fechado cerca de 40 lojas no comércio.

FALSO DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL É PRESO NA BAHIA

Do Tabuleiro

Falso delegado da policia federal é preso.

De acordo com informações da polícia, autor de roubo a um estabelecimento comercial homem que se identificava como delegado da Polícia Federal foi preso em flagrante por policiais da 1ª Delegacia Territorial (DT), de Paulo Afonso, naquele município, na segunda-feira (13).

De acordo com o titular da unidade, delegado Eduardo Henrique, durante a abordagem, o suspeito apresentou uma carteira funcional digital da Polícia Federal, com o código de barras bidimensional “QR-Code” falso. “Ele costumava se apresentar como policial federal e possuía camisetas falsas daquela instituição”, detalhou.

As equipes da DT/Paulo Afonso apreenderam com o suspeito uma espingarda, duas réplicas de armas de fogo, duas camisas falsas da Polícia Federal, um chapéu e uniformes camuflados, coturnos, uma luneta, além de um notebook e dois celulares roubados. O homem passou por exames de corpo de delito e segue à disposição da Justiça.

COVID-19: ILHÉUS E ITABUNA SOMAM MAIS DE 2.400 CASOS ATIVOS

Covid 19

De acordo com os últimos boletins epidemiológicos das prefeituras de Ilhéus e Itabuna, disponibilizados ontem (sexta, 10), os dois municípios somam 2.468 casos ativos da Covid-19. Em Ilhéus, são 511 casos ativos e em Itabuna, 1.957. Os casos confirmados em Ilhéus são 1.884 e 3.431 em Itabuna.

TJ-BA DECIDE QUE EMBASA DEVE CUMPRIR LEI MUNICIPAL E REDUZIR TAXA DE ESGOTO DE 80 PARA 40%

Do Tabuleiro

Embasa.

 

O Tribunal de Justiça da Bahia apresentou um parecer favorável para a Associação de Defesa e Proteção dos Direitos do Consumidor do Estado da Bahia (Protege) na ação civil pública que pediu a redução de 80 para 40% sobre o consumo de água, para a tarifa de serviço de esgotamento sanitário no Município de Feira de Santana, prestado pela Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa).

A ação foi movida em 2018 por conta do descumprimento de uma lei municipal de 2016 de autoria do vereador Pablo Roberto. A Embasa recorreu e manteve a cobrança, porém na segunda-feira (6), o Tribunal de Justiça da Bahia determinou o cumprimento da lei. Segundo o advogado Magno Felzemburgh presidente da Protege, a decisão foi tomada por unanimidade.

“A lei foi aprovada pela Câmara Municipal e promulgada, porém não foi cumprida. Ingressamos com uma ação civil pública na justiça. A sentença foi dada favorável ao Protege pela juíza da 4ª Vara Cível Dalia Queiróz, que determinou que a Embasa cumprisse a lei. A Embasa recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça na segunda-feira (6), por unanimidade deu voto a favor do Protege, ou seja, contra a Embasa. A Embasa apelou e perdeu”, informou Magno ao Acorda Cidade.

Segundo ele, a decisão cabe recurso. Ele disse também que o relator, o desembargador Mário Augusto Albiani Júnior, foi claro ao afirmar que o convênio entre a prefeitura e a Embasa não interfere no cumprimento da lei municipal.

“A resposta que o Tribunal deu foi a favor do consumidor de Feira de Santana e também respeita a autonomia legislativa da Câmara Municipal. Agora vamos aguardar os prazos de recurso, mas foi confirmada a decisão de que realmente quem decide sobre este percentual é o município de Feira de Santana. Mesmo que a Embasa tenha feito convênios com a prefeitura a termos de cooperação, o desembargador foi bem claro. Nada disso interfere no cumprimento de uma lei municipal. A decisão ainda não foi publicada, mas já está a disposição no site do Tribunal de Justiça”, afirmou.

 

AMANA QUER SER PROTAGONISTA DA RETOMADA ECONÔMICA DO SUL DA BAHIA

Do Jornal Bahia Online

AMANA.

Com o objetivo de contribuir e fortalecer a retomada econômica das regiões imediatas de Ilhéus-Itabuna, Ipiaú e Camacan, englobando 43 municípios da região sul da Bahia. A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), lançou na manhã desta terça-feira (7) o programa, que recebeu o nome em tupi-guarani “Amana”, que significa chuva.

Numa solenidade online, presidida pelo reitor Alessandro Santana Fernandes, com a participação do secretario estadual de Educação Jerônimo Rodrigues, representando o governador da Bahia, Rui Costa, diretores e professores dos Departamentos da UESC, prefeitos dos municípios da região, presidentes das Associações Comerciais de Ilhéus e de Itabuna, representantes da Bahiagás, Amurc, Caixa Econômica Federal, secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias, o programa foi apresentado a sociedade.

O reitor Alessandro Santana, destacou a importância e o papel da Universidade  neste momento de crise causada pela pandemia do novo coronavírus. “A UESC está cada vez mais aberta à sociedade. Se as atividades presenciais foram suspensas, todos os setores da UESC estão funcionando plenamente através do home Office. A Universidade tem ampliado o seu leque de atuação junto à sociedade regional. O Amana é o resultado do esforço coletivo da comunidade Acadêmica e através dele vamos contribuir para o soerguimento econômico da região Sul da Bahia”, disse o reitor.

O secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues parabenizou a iniciativa da Universidade destacando “a importância das ações que venham unir a educação e a economia. São muitos os desafios que teremos e esse olhar especial da UESC é fundamental. É um programa que vem sendo construído e precisa da participação de todos os segmentos”.

Professores e pesquisadores UESC vão oferecer cursos, consultorias, apoio jurídico e outros serviços para pessoas físicas, gestores públicos municipais, empresas de pequeno porte, empreendedor individual, associações e cooperativas da economia popular e solidária. A equipe é formada por mais de 20 professores, mestres e doutores, técnicos administrativos da instituição.

O Amana foi criado por meio da Assessoria de Planejamento (Asplan/UESC) Os Departamentos da Universidade que aderiram, neste primeiro momento, ao programa são de Ciências Econômicas, de Administração e Contabilidade e de Ciências Jurídicas.

Na opinião do professor Gustavo Joaquim Lisboa, gerente da Asplan, a recuperação econômica da região, em consequência da pandemia, pode demorar alguns anos e, por isso, o programa é importante. “O Programa Amana está na fase de conclusão dos tramites legais, até fim dessa semana serão divulgados os endereços de e-mail, site e telefone para o público em geral. Os planos de ação são específicos e serão divulgados gradativamente. Vamos construir painéis informativos sobre as atividades comerciais e econômicas. É possível fazer painéis em diversas áreas. Além de consultorias e assessorias, incluindo as empresas juniores da UESC. Elas também farão esse apoio, além da parceria com o Sebrae.O Amana tem previsão de execução em dois anos podendo ser prorrogada ou até mesmo tornar-se permanente”, explica Lisboa.

Os municípios de abrangência vinculados às ações do programa são da região imediata de Ilhéus e Itabuna: Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Ibicuí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba, Uruçuca; da região imediata de Camacan: Arataca, Camacan, Canavieiras, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia e Una; da Região imediata de Ipiaú: Barra do Rocha, Dário Meira, Gandu, Gongogi, Ibirataia, Ipiaú, Itagibá, Itamari, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Teolândia, Ubatã e Wenceslau Guimarães.

HOTÉIS E RESTAURANTES DE ARRAIAL D’AJUDA PREPARAM REABERTURA

Do Jornal Bahia Online

Praia.

Reunidos em torno do grupo “Reabertura do Arraial Consciente”, cerca de 100 empresários de Arraial d´Ajuda, no litoral sul de Porto Seguro (BA) criaram um sistema que prevê a reabertura gradativa dos principais empreendimentos do charmoso vilarejo, a partir de 15 de julho. O grupo reúne proprietários de hotéis, pousadas, barracas de praia, bares, restaurantes, boate, agências de viagens e outros empreendimentos localizados à beira mar, no Centro, e na Rua do Mucugê – que concentra o burburinho do lugar em épocas de alta temporada.

Para isso foi criado um calendário, prevendo as datas em que cada empreendimento voltará a operar. “Através da diretoria da ABIH – Litoral Sul, conseguimos mobilizar o trade em torno dessa ação conjunta de reabertura, para que o turista chegue em Arraial d´Ajuda e tenha a sensação de alegria de sempre e continue desfrutando de toda a receptividade, charme e diversidade de sabores que esse destino tão peculiar oferece, , com toda a segurança e cuidados com a saúde”, afirma Oliver Abade, diretor da ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Extremo Sul da Bahia).

Ele explica que os hotéis e pousadas trabalharão com baixas taxas ocupação e com as devidas precauções, a fim de evitar contaminações cruzadas dentro do ambiente hoteleiro. “A segurança sanitária em relação à pandemia tem tido destaque especial na pauta da nossa entidade. E a aplicação do Protocolo Municipal de Saúde para prevenção da Covid – 19 é uma das medidas que considero de grande importância, pois garantirá ao mercado que nosso destino está preparado para essa nova realidade e tem estrutura médico-hospitalar compatível com a grandeza de seu nome”, salienta.

Visão e profissionalismo

A empresária Leo Faria, proprietária de uma barraca na Praia da Pitinga aposta no profissionalismo dos empresários para surpreender os visitantes.  “A preocupação em buscar sempre o aprimoramento da gestão e uma atenção enorme na qualidade do atendimento – com acolhimento, respeito e atenção ao perfil do cliente – é um traço forte dos empresários de barracas de praia e restaurantes de Arraial”, observa. Com base nisso, ela acredita que todos vão procurar cumprir as exigências sanitárias, “com muito critério e oferecendo toda a segurança aos clientes”.

Para Juliana Melillo, uma das coordenadoras do Acordo Mucugê, que reúne 130 empresas de Arraial d´Ajuda, o momento mistura sensações de ansiedade e felicidade. “Essa proposta de reabertura deu um norte para todos nós. Temos que dar esse start, com muita consciência e corresponsabiliade”, avalia. “Todo o cuidado é pouco e nesse momento poderemos escolher os turistas que assim como nós, estão comprometidos com o charme, com a preservação da natureza, com valores diferenciados”, afirma a empresária. Ela destaca que o momento é oportuno para mostrar que além das praias, o Arraial d´Ajuda possui história, trilhas, fazendas, aldeias e outros atrativos naturais. “Aqui o turista n&atil de;o precisa se aglomerar. Temos muitas atrações ao ar livre e nesse sentido o Arraial d´Ajuda é muito beneficiado”, resume.

COMÉRCIO DE ITABUNA SERÁ REABERTO NA QUINTA, MAS SEM CIRCULAÇÃO DE ÔNIBUS

Do Pimenta

Itabuna.

O prefeito Fernando Gomes confirmou, na noite desta terça-feira (7), que o comércio de Itabuna será reaberto na quinta-feira (9), como tinha anunciado na semana passada. De acordo com o prefeito, a manutenção dos estabelecimentos abertos dependerá do comportamento dos lojistas, que precisarão seguir uma série de medidas para tentar evitar a contaminação comunitária pelo novo coronavírus.

Fernando Gomes adiantou que as normas para a reabertura do comércio local serão duras. Segundo ele, caso as medidas, que ainda serão publicadas no Diário Oficial do município, não sejam seguidas pelos empresários,  as lojas serão novamente fechadas.  “Espero que os comerciantes cumpram o decreto que estamos fazendo para que o povo tenha tranquilidade e possa voltar a sua vida normal (sic)”, disse em vídeo gravado na noite de hoje.

O prefeito informou ainda que, numa tentativa de evitar aglomerações no centro da cidade, ônibus do transporte coletivo não voltam a funcionar  nesse primeiro momento.  O comércio de Itabuna está fechado desde março, quando foram confirmados os primeiros casos de novo coronavírus no municípios  que, por causa da crise gerada pela pandemia, perdeu dezenas de empresas.

SEBRAE REALIZA SEMANA DE CAPACITAÇÃO ONLINE E GRATUITA ENTRE 27 E 31 DE JULHO

Do Blog Do Gusmão

Semana Sebrae.

Já estão abertas as inscrições para a Semana Sebrae de Capacitação Empresarial, que, este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, será realizada num formato totalmente online, em plataformas como WhatsApp, Instagram e Zoom.

Gratuito, o evento acontece entre os dias 27 e 31 de julho e os empresários terão acesso a cursos, oficinas, seminários e lives. As inscrições devem ser feitas no site. Ao todo, estão sendo oferecidas 4.375 vagas em 30 capacitações.

A Semana Sebrae é direcionada para donos de micro e pequenos negócios e, nesta edição, vai trazer conteúdos focados em temas como finanças, marketing digital, liderança, além da apresentação de cases de sucesso. O participante poderá ainda fazer o download do e-book exclusivo:

“Empresário do novo mundo: como retomar o controle de sua empresa”, que estará disponível por tempo limitado na página da Semana Sebrae. Um dos objetivos do evento é contribuir com a disseminação de conhecimento para que os empresários possam superar a crise gerada pela pandemia.

A programação inclui os workshops Mão Na Massa; cursos via Instagram; oficinas via WhatsApp; painéis setoriais focados em alimentos, beleza e cosméticos, economia criativa e moda; Seminário BIM, para negócios da construção civil; oficinas de pitch; uma maratona de lives com cases de sucesso e o encontro com o especialista em varejo, Fred Alecrim, no Deu Match.

 

AULAS, EVENTOS E TRANSPORTE INTERMUNICIPAL ESTÃO SUSPENSOS ATÉ 12 DE JULHO

Do Blog do Gusmão

Sala de Aula.

Estão suspensas em todo território baiano até o dia 12 de julho as aulas nas redes pública e privada e as atividades que envolvem aglomeração de pessoas, como eventos desportivos, religiosos, shows, feiras, apresentações circenses, eventos científicos, passeatas, aulas em academias de dança e ginástica, além da abertura e do funcionamento de zoológicos, museus, teatros, dentre outros.

A decisão foi tomada pelo governador Rui Costa na última sexta-feira (3) e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do sábado, dia 4 de julho. Todas essas restrições estão estabelecidas no decreto n° 19.586, que tinha validade até esta segunda-feira, dia 6 de julho. A prorrogação do decreto também inclui a suspensão do transporte intermunicipal em diversas cidades baianas.

Atualmente, a medida está válida em 356 municípios, onde há registros de pacientes ativos com a Covid-19. Todas as restrições estabelecidas pelo Governo do Estado têm como objetivo conter o avanço da disseminação do novo coronavírus na Bahia.

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia