WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria policlinica itabuna secom bahia


outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


:: ‘Política’

CACÁ PROVOCA MARÃO E DIZ QUE SERÁ O ‘SUCESSOR DE RUI’ NA PREFEITURA DE ILHÉUS

Do JBO

Cacá Colchões

O candidato do governador à Prefeitura de Ilhéus, Cacá Colchões (PP) debateu na noite de quarta-feira (30), sobre suas propostas para o desenvolvimento sustentável do município. No encontro virtual mediado pelo professor da Uesc, Guilhardes Júnior, Cacá afirmou que o verdadeiro prefeito da cidade é o governador Rui Costa (PT) e que ele será o próximo.

O candidato progressista deixou claro que seu modelo de governança está pautado na implantação de uma organização política diferente. “Aproveitar a parceria já consolidada no comando da Bahia com o governador Rui Costa, ao lado do vice João Leão (PP), e junto com Everaldo Anunciação (PT), lutaremos para fazer Ilhéus voltar aos trilhos do desenvolvimento”, manifestou.

Durante a live, Cacá interagiu com os participantes e deixou claro seu desejo em trabalhar por uma cidade mais sustentável, com menos desigualdade e olhar focado para solucionar problemas estruturais. Citou a atuação da juventude no processo de escolhas, relembrando sua trajetória ainda na infância e avaliou que não se constrói um futuro sem pensar no jovem.

Segundo contou, um dos seus maiores desafios é lutar em defesa de uma política voltada para o empreendedorismo, geração de empregos, meio ambiente e desenvolvimento sustentável – para ele, uma agenda que todos os prefeitos deveriam abraçar. “Ilhéus é indústria, comércio, agricultura, cultura e turismo. O que falta nela é voltar ao protagonismo nacional”, destacou o candidato.

Cacá lembrou que nos últimos anos buscou aprofundar sua atuação política e seus conhecimentos estratégicos para entender como sugerir políticas públicas que gerem impactos no município. “Não há como gestar uma cidade sem identificar os problemas. Para isso, a atuação das instituições, dos servidores públicos e da população fará com que acertemos o prumo da cidade”.

No eixo saúde, Cacá disse que ela deve ser enfrentada com mais profundidade e cautela. “Compartilhei as dores e os temores com outras pessoas durante minha passagem pela UTI de um hospital, juntamente com minha esposa, pai, mãe e muitas famílias que ainda sofrem com a covid-19. Não sou médico, mas é preciso tratar a saúde de forma séria e responsável” criticou.

Sobre o Porto Sul, Cacá destacou que a obra está inserida no planejamento do estado da Bahia com uma ferrovia que ligará o porto marítimo às regiões do oeste baiano e o Brasil Central. Na sua administração, Ilhéus terá um fiscalizador da atuação dessas empresas, juntamente com as ONGs, acompanhando todos os processos de implantação e atividades.

CAMPANHA ELEITORAL DEVE OBSERVAR ORIENTAÇÕES DAS AUTORIDADES SANITÁRIAS EM ILHÉUS

Eleições 2020

O Ministério Público estadual e o Ministério Público eleitoral recomendaram a adoção de uma série de medidas para que os atos de propaganda e de campanha eleitoral realizados em Ilhéus atendam integralmente às normas e orientações das autoridades sanitárias. O documento, elaborado pelos promotores de Justiça Pedro Coelho e Maria Amélia Sampaio, foi encaminhado ao Município, dirigentes de partidos políticos e coligações, agentes da Polícia Militar e Civil que atuam na comarca. Todos foram orientados a atuar para garantir ações de controle da disseminação da pandemia do coronavírus no período eleitoral.

Dentre as recomendações aos partidos e coligações consta a realização de comícios, carreatas, passeatas, caminhadas, reuniões e confraternizações mediante planejamento que atenda às normas vigentes em razão da pandemia, dentre as quais o art. 9º, I do Decreto Estadual nº 19.586/2020, observando a necessidade de verificação do distanciamento social, além do uso obrigatório de máscaras pelos participantes e a necessária advertência neste sentido. Eles também foram orientados a não soltar fogos de artifício e artefatos pirotécnicos que produzam ruídos sonoros e estampidos, em respeito às pessoas convalescentes, hospitalizadas, crianças, idosos, pessoas com transtorno do espectro autista e animais, os quais são extremamente prejudicados pela agressividade sonora dos estouros.

O Município deverá orientar a equipe de fiscalização para, de forma diária e permanente, fiscalizar, orientar e tomar as medidas de condução de candidatos à Delegacia, sempre que descumprirem as normas e os decretos Estadual e Municipal, no que se refere à utilização de máscaras de proteção nas vias públicas e locais de acesso ao público, bem como proibição de aglomerações. Já os agentes das Polícias Militar e Civil foram recomendados a, em caso de flagrante de qualquer pessoa, de fogueteiros, candidatos, eleitores, soltando fogos de artifícios e estampidos, provocando poluição sonora, promover a condução à Depol para adoção das providências legais. Os agentes da Polícia também deverão fiscalizar e combater a poluição sonora provocada por carros de som, minitrios e trios elétricos.

ELEITOR PODERÁ JUSTIFICAR FALTA PELO CELULAR

Eleitor poderá justificar falta pelo celular

As lojas de aplicativo de celular (app) colocam à disposição nesta quarta-feira (30) uma nova versão do e-Título com mais funcionalidades. O recurso eletrônico possibilitará a justificativa de ausência nas votações de 15 de novembro (1º turno) e 29 de novembro (2º turno), até 60 dias após cada pleito, por meio dos celulares e tablets.

Até as eleições, o e-Título estará atualizado para que as justificativas possam ser apresentadas a partir do dia da votação por quem não compareceu – por estar fora do domicílio eleitoral ou impedido de ir à zona eleitoral.

O e-Título, desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também permite ao cidadão gerar certidões de quitação eleitoral e de nada consta de crimes eleitorais, além de fazer a autenticação de documentos da Justiça Eleitoral.

O acesso ao aplicativo é gratuito e funciona em sistemas operacionais Android e iOs . Conforme nota da Justiça Eleitoral, para baixar o aplicativo, basta procurá-lo na loja de aplicativos do seu dispositivo móvel ou acessar o hotsite do título de eleitor no Portal do TSE.

Justificativa obrigatória

Nas eleições de 2018, 29,9 milhões de pessoas no primeiro turno e 31,3 milhões de pessoas no segundo turno deixaram de votar. Quem até hoje não justificou deve emitir o boleto para quitação de multas nos sites do TSE ou dos tribunais regionais eleitorais. A justificativa é obrigatória.

O pagamento deve ser feito pela Guia de Recolhimento da União (GRU) no Banco do Brasil. Depois de fazer o pagamento, o cidadão deve aguardar a identificação do recolhimento da multa pela Justiça Eleitoral e o registro na inscrição pela zona eleitoral. Essas informações estarão disponíveis pelo e-Título.

As soluções e os procedimentos acessíveis pelo documento também podem ser acionados pelo site ou pessoalmente nas seções eleitorais. O TSE orienta que em caso de urgência para a regularização da situação eleitoral, o cidadão deve entrar em contato com a zona eleitoral onde está inscrito para orientações sobre a baixa da multa no sistema.

Conforme a Justiça Eleitoral, o cidadão que não votar por três pleitos, nem justificar ausência, nem pagar as multas devidas terá o título cancelado.

ELEIÇÕES MUNICIPAIS: DAS CANDIDATURAS REGISTRADAS NA BAHIA, MAIS DA METADE É DE HOMENS

Até o momento, 40.760 candidatos pretendem disputar as cadeiras de prefeito e de vereador nos 417 municípios da Bahia. Das candidaturas registradas, mais da metade são de homens, segundo levantamento feito pelo G1.

Com 27.517 candidatos do sexo masculino, 67,5% dos candidatos são homens, número maior que o dobro em relação ao total de mulheres concorrentes, que é de 13.246, representando 33,5% das candidaturas.

A lei 9.504/1997, alterada em 2009, determina que cada partido ou coligação deve preencher o mínimo de 30% para candidaturas de mulheres, mas o número de eleitas ainda é baixo. Em 2016, nas últimas eleições municipais, só 11,6% das prefeituras eleitas eram mulheres.

O número de candidatos inscritos nas eleições deste ano bateu recorde no Brasil. Na Bahia, em relação às eleições de 2016, o estado possui 5.246 candidatos a mais.

DE ACORDO COM DECLARAÇÃO NO TSE, MARÃO PERDEU BENS EM 04 ANOS. CONFIRA A DECLARAÇÃO DE BENS DOS CANDIDATOS

Do Tabuleiro

Marão

Os candidatos das eleições tem como obrigação a declaração de bens à Justiça Eleitoral que já consta no site Divulga Cand, do Tribunal Superior Eleitoral. Dos oito candidatos à prefeitura de Ilhéus, apenas Bernadete Souza, do PSOL e Roberto Barbosa do Solidariedade, ainda não apresentaram a declaração.

A redação do O Tabuleiro fez um levantamento e seguindo uma ordem de maior patrimônio entre os aspirantes ao Palácio Paranaguá, o advogado Cosme Araújo, PDT,  é o que concentra mais bens declarados, um total de R$ 950.000,000. Quando verifica-se a declaração de 2016, quando também foi candidato, Cosme afirmava ter R$458.427,00 em bens.

O empresário Cacá Colchoes ,Progressista, concentra  R$666.000,00, em bens declarados. Ele também concorreu nas últimas eleições municipais e na época tinha R$417.685,65.

O professor Reinaldo, PTB,  aparece como terceiro com o maior patrimônio entre os aspirantes. Seu patrimônio atual declarado é de R$512.526,16, quando concorreu em 2016 seus bens totalizavam R$815.000,00.

O atual prefeito de Ilhéus e candidato à reeleição declarou ter R$327.986,95 em bens. No ano que foi eleito, Marão afirmava ter um patrimônio maior, de R$604.440,23.

Pela primeira vez concorrendo a um cargo político, o empresário Valderico Júnior, declarou somente cota da  rádio da sua família, segundo o mesmo, tem o valor de R$ 117.000,00

O candidato João Barros, do PRTB, declarou apenas um veículo no valor de R$ 8.500,00.

ILHÉUS: CACÁ TAMBÉM REGISTRA CANDIDATURA A PREFEITO

Cacá Colchões

Mais um candidato registrou na ultima semana a sua candidatura no Tribunal Regional Eleitoral, Carlos Machado, popularmente conhecido como Cacá Colchões. Aos 42 anos, Cacá sempre afirmou que assumir o cargo máximo da Prefeitura de Ilhéus é um sonho antigo e que ele (ou o mesmo) pretende concretizá-lo em breve. Além disso, Cacá já passou por diversos outros pleitos eleitorais  em busca do executivo municipal ilheense da Assembleia Legislativa no estado da Bahia e da Câmara dos Deputados.
Contando com uma passagem como vice-prefeito na última gestão do ex-prefeito Jabes Ribeiro no período de 2012-2016, Cacá afirma com convicção que se encontra hoje muito mais maduro e preparado para assumir esta posição tão importante, que é a de governar Ilhéus.

Com muitos projetos e ambições para o município, o empresário Carlos Machado apresenta como sua bandeira a geração de emprego e renda. Cacá acredita que Ilhéus tem capacidade de gerar muitos empregos e que para isso se torne uma realidade, só depende de um gestor competente a frente da administração pública municipal. Inclusive, o pré-candidato tem dito reiteradamente em todas as lives em que participou enquanto entrevistado, que estudou e aprendeu bastante sobre administração pública moderna e sobre os métodos que levará Ilhéus ao lugar de destaque que merece, tendo como destaques o turismo e o novo polo industrial que o mesmo pretende construir e inaugurar no município caso seja eleito.

Vale salientar que parte da população ilheense acredita que Cacá seja o “candidato de Jabes”, e por isso sua gestão terá grande semelhança com a que foi realizada pelo ex-prefeito, sendo por muitos avaliada negativamente, entretanto, o pré-candidato não tem se preocupado muito com essa afirmação, pois nunca tentou fugir da aparência do Jabismo que ainda tem figurado  na cidade de Ilhéus. Deve-se ressaltar que Cacá também não tem ignorado a ajuda e articulação que o ex-prefeito Jabes  tem feito no governo do estado, enquanto secretário geral do Partido Progressitas (PP) para fortalecer a campanha do correligionário em Ilhéus quando concretizou a aliança do PP com o PT de Rui Costa ao apresentar como vice-prefeito o petista Everaldo Anunciação.

CÂMARA DE ILHÉUS EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO E COMBATE A PROPAGAÇÃO DE FAKE NEWS

Nota de Esclarecimento

A Câmara Municipal de Ilhéus vem a público esclarecer que são inverídicas as informações veiculadas por um determinado blog no sentido de que não foi dada a devida transparência e acesso à informação ao 4º termo aditivo correspondente ao contrato nº 021/2020, ao tempo em que rechaça veemente, a tentativa de disseminação de notícias falsas que visam apenas desinformar a sociedade ilheense.

O contrato nº 021/2020 tem como objeto serviços de engenharia para a execução da reforma do plenário Gilberto Fialho, em virtude das necessidades técnicas demonstradas nos autos do processo administrativo, assim como visa a revitalização da fachada do prédio localizado na Praça José Joaquim Seabra, no Centro da cidade.

Esclareça-se, por oportuno, que o plenário Gilberto Fialho já foi completamente reformado e todas as atividades Legislativas já estão acontecendo nas novas instalações desde agosto/2020, com mais segurança e conforto para os cidadãos ilheenses.

Por outro lado, a revitalização da fachada do prédio caminha em ritmo acelerado para compensar as prorrogações de vigência e execução do contrato, que se encontram plenamente justificadas nos autos do processo administrativo, inclusive em decorrência das razões adversas provocadas pela pandemia no âmbito da construção civil nacional.

Registre-se, ainda, que todos os atos administrativos da Câmara são veiculados em seu Diário Oficial e afixados no site, permitindo, por conseguinte, ampla publicidade e acesso à informação, sem exclusão de qualquer conteúdo público que deva ser levado ao conhecimento de todos.

Destarte, tendo como principal premissa a transparência, a publicação do extrato correspondente ao 4º termo aditivo do contrato nº 021/2020, ao revés do que tentou desinformar o blog, comunica, com clareza, que a prorrogação em análise está restrita ao prolongamento do prazo contratual, mediante as justificativas lançadas nos autos do processo, sem alteração de valores.

Feitos os devidos esclarecimentos, a Câmara Municipal de Ilhéus lamenta as condutas praticadas com a intenção de macular o Poder Legislativo Municipal e reafirma o compromisso estabelecido com a transparência e o acesso à informação de forma ativa – com todo o conteúdo necessário veiculado pelas vias oficias – como também de forma passiva estando de portas abertas para receber qualquer cidadão através da Ouvidoria e do Serviço de Informação ao Cidadão.

REGISTRO DE CANDIDATURAS MUNICIPAIS NA BAHIA É DIVULGADO PELO TSE

Eleições 2020

Com o término, às 19h deste sábado, 26, a Bahia registrou 1334 candidatos para prefeito, 1335 à vice-prefeito e 37307 candidatos a vereador. No total, são 33 diretórios estaduais/distritais e 5744 diretórios municipais.

Em Ilhéus serão oito os candidatos para prefeito e vice-prefeito. Já para o cargo de vereador, o número de concorrentes chega a 452.  No   domingo (27) os candidatos estiveram oficialmente liberados para iniciar as campanhas eleitorais que terão como prazo final o dia 14 de novembro, véspera das eleições.

Em 2016 foram 1246 candidaturas para prefeito, 1292 à vice-prefeito e 34268 candidatos a vereador. Foram 35 diretórios estaduais/distritais e 10279 diretórios municipais. Já em 2012, houve 482.868 candidatos nas eleições municipais.

Quem quiser consultar estas informações, acessa o site do TSE.

PRÉ-CANDIDATOS DE ILHÉUS ASSINAM CARTA COMPROMISSO COM A SUSTENTABILIDADE

Pré-candidatos de Ilhéus

Semana importante para o projeto 2034 – ANO 500 – A ILHÉUS QUE QUEREMOS SER do Coletivo Preserva Ilhéus. Seis dos oito pré-candidatos a prefeitura da cidade receberam representantes do coletivo oficialmente entre os dias 22 e 24 de setembro.

Nas reuniões, foi entregue a eles um ofício convite para participação no projeto, um pendrive com todos os vídeos produzidos pelo Coletivo e uma Carta Compromisso para que cumpram o Art. 73 da nossa Lei Orgânica do Município de Ilhéus – LOMI.

Bernadete Souza (PSOL)/Vice Hacker Meira (PSOL) , Cacá Colchões (PP)/Vice Everaldo Anunciação (PT), Reinaldo Soares (PRB)/Vice Clóvis Júnior (PTB), Roberto Barbosa (Solidariedade)/Vice Gildo Pinto (Solidariedade) e Valderico Júnior (DEM)/Vice Dorival Freitas (DEM) atenderam a solicitação do Coletivo e assinaram a Carta. Eles vão participar das lives e do debate previstos no projeto.

João Barros (PRTB)/Vice Daud Lima (PRTB) receberam o material, mas não assinaram a carta, pediram um tempo para analisar junto as bases e ainda não deram respostas. Os pré-candidatos Cosme Araújo (PDT)/Vice Capitão Ildiceu Bastos (PDT) e Mário Alexandre (PSD)/Vice Bebeto Galvão (PSB) não receberam os representantes até agora.

O Projeto 2034 – ANO 500 – A ILHÉUS QUE QUEREMOS SER prevê entrevista com o(a) pré-candidato(a) ao Executivo, por meio de lives com duração de 1 hora, tratando do Programa Cidades Sustentáveis, discutindo sobre os 12 Eixos do Programa, os quais estão alinhados aos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (AGENDA 2030), além de mais 3 que acrescentamos, por entender o quanto são importantes para o nosso município, que são: Turismo, Juventude e Bem Estar Animal.

As lives serão mediadas pelo professor Guilhardes Junior, Doutor em Desenvolvimento e Meio Ambiente. Professor Adjunto da Universidade Estadual de Santa Cruz. Direito Ambiental e acontecerão no período de 28/09/2020 a 14/10/2020, nos dias de segundas, quartas e sextas-feiras, às 19h.

Abaixo, o cronograma de realização das lives definido em ordem alfabética:

LIVE COM PRÉ-CANDIDATO(A) ÀS 19H DATA

1 – Bernadete Souza (PSOL) 28/09/2020

Vice –  Jacke Meira (PSOL)

2 – Cacá Colchões (PP) 30/09/2020

Vice –  Everaldo Anunciação (PT)

3* – Cosme Araújo (PDT) 02/10/2020

Vice –  Capitão Ildiceu Bastos (PDT)

4* – João Barros (PRTB) 05/10/2020

Vice –  Daud Lima (PRTB)

5* –  Mario Alexandre (PSD) 07/10/2020

Vice – Bebeto Galvão (PSB)

6 – Reinaldo Soares (PTB) 09/10/2020

Vice –  Clóvis Junior (PTB)

7 – Roberto Barbosa (Solidariedade) 12/10/2020

Vice Gildo Pinto (Solidariedade)

8 –  Valderico Júnior (DEM) 14/10/2020

Vice – Dorival Freitas (DEM).

Em seguida as lives, haverá um Debate Final (ainda sem data definida) entre eles, que terá a advogada Jurema Cintra como mediadora.

O Programa Cidades Sustentáveis é uma iniciativa de três organizações da sociedade civil – Rede Nossa São Paulo, Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e o Instituto Ethos –, que oferecem uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores associados a esta agenda e um banco de práticas com casos exemplares nacionais e internacionais como referências a serem perseguidas pelos municípios. O Instituto Nossa Ilhéus compõe a Secretaria Colegiada da Rede Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis e vem atuando desde sua fundação para que a Lei seja implementada no nosso município.

Para maiores informações sobre o Programa Cidades Sustentáveis, interessados podem acessar o site:

https://www.cidadessustentaveis.org.br/inicial/home

*Os pré-candidatos Cosme Araújo, João Barros e Mário Alexandre não confirmaram participação. Mas a live acontecerá mesmo sem eles.

TSE APROVEITARÁ ELEIÇÕES PARA TESTAR SISTEMA QUE PERMITE VOTAR PELA INTERNET

TSE pretende implementar votação na Web.

O Tribunal Superior Eleitoral vai utilizar as eleições municipais de novembro para testar mecanismos que poderão permitir votações pela internet no futuro. O novo sistema não vale para a disputa deste ano. A proposta é mais uma tentativa da Corte para ampliar a participação de eleitores no processo de votação e escolha dos representantes. O objetivo é também encontrar formas de reduzir custos do processo eleitoral, a exemplo de experiências de outros países.

Um chamamento a empresas interessadas em apresentar modelos virtuais foi publicado nesta segunda-feira (21). A ideia do TSE é distribuir estandes com sistemas experimentais, na votação de 15 de novembro, nas cidades de Curitiba (PR), Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo (SP).

As empresas habilitadas poderão montar uma estrutura dentro dos locais de votação, em espaços abertos e com ampla circulação. Os eleitores dessas cidades estariam livres para experimentar os sistemas a partir dos próprios smartphones. Os testes não guardarão qualquer relação com as escolhas oficiais de prefeitos e vereadores que acontecerão neste ano.

As demonstrações terão candidatos e partidos fictícios e não haverá compartilhamento de dados eleitorais com as empresas que se oferecerem para apresentar suas tecnologias. As companhias interessadas deverão manifestar o interesse ao TSE entre 28 de setembro e 1º de outubro. Em seguida, haverá uma série de reuniões com a equipe técnica da Corte.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia