WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa policlinica itabuna secom bahia


maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Política’

MARÃO VAI ÀS COMPRAS

Marão não gosta de comprar em Ilhéus.

Depois de referendar a nada insuspeita compra de quase 500 mil reais em álcool de uma birosca que está em funcionamento há apenas 4 meses, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, se prepara para gastar mais 3,2 milhões de reais que foram destinados pelo governo federal para o município reforçar o combate ao novo coronavírus.

O recurso, emergencial, poderá ser gasto como Marão quiser, desde que seja na saúde, mas sem precisar de licitação para isso. Em tempos de crise, a contratação direta é usada com o objetivo de acelerar o processo.

A compra do álcool em gel da empresa de Coaraci, que já foi defendida pelo setor jurídico do município como legítima, tem tudo para não ser a última de Marão naquela cidade.

Com 29 casos confirmados até esse sábado (11 de março), o sistema público de saúde de Ilhéus – que nunca atendeu decentemente a comunidade, pode viver dias de estresse. A secretaria estadual de Saúde já classifica a região sul da Bahia como tendo um surto da doença.

Para frear isso, além de isolamento social e amparo aos menos favorecidos, é preciso seriedade dos gestores na aplicação dos recursos.

Seria bom, por exemplo, a prefeitura disponibilizar todo o processo de compra do álcool em gel, assim, poderíamos atestar se os orçamentos perdedores existiram de fato.

CORONAVIRUS EM ILHÉUS: AO IGNORAR OS COMÉRCIOS ABERTOS, MARÃO MOSTRA COMO NÃO SER PREFEITO

Matéria: JornalBahiaOnline

A presidente do Sindicato dos Comerciários de Ilhéus, Crismélia Moreira, criticou agora a noite a falta de iniciativa do prefeito Mário Alexandre, em determinar urgentemente o fechamento do comércio da cidade diante da pandemia do Covid-19 e dos casos já registrados em municípios próximos a Ilhéus. Em que pese o posicionamento favorável ao fechamento de entidades como a CDL, Crismélia lembra que somente um decreto municipal tem a função pública de parar o comércio. “Isso já ocorreu em Salvador e São Paulo”, exemplificou. A inexistência de um decreto neste sentido serviu para, hoje, a dirigente sindical fazer um “alerta” para a categoria. “Cientes de que esta é uma situação atípica e inesperada, faz-se necessário viabilizar medidas efetivas de combate à proliferação do novo Coronavírus, através do confinamento domiciliar preventivo da população, inclusive de nós, comerciários”, afirma a nota.

Dentre os filiados do sindicato, estão os funcionários de supermercados e lojas comerciais. “As pessoas estão expostas, sem equipamentos de proteção, como nos casos dos supermercados lotados”, lamentou Crismélia. O comercio – segundo a dirigente – não tem funcionários usando proteção, mantém contato manual e proximidade entre consumidor e vendedor. “Estamos no isolamento. A cidade parada e só a gente atuando. O movimento caiu bastante. Ele precisa lembrar da gente, estamos em risco”, criticou. Crismélia lembrou que o sindicato não tem o poder de fechar o comércio, só o gestor municipal, que é a autoridade que pode fazer isso.

Leia a nota na íntegra: Alerta Urgente ILHÉUS CORONAVIRUS

TALVEZ MARÃO PRECISE SE DEMITIR

Marão

Na última quinta-feira, dia 18, o prefeito Mário Alexandre foi a rádio Ilhéus FM e cravou: vai demitir secretários de acordo com a avaliação dos ilheenses. Uma pesquisa de opinião vai indicar quem precisa deixar o alto escalão de seu governo (veja aqui).

A forma de Marão escolher quem deixa e quem fica na gestão pegou muita gente de surpresa. Nas redes sociais, por exemplo, internautas questionaram a forma.

Secretários municipais ruins podem revelar um prefeito ruim. Marão é quem manda. Foi ele quem obteve milhares de votos na última eleição.

Daí, secretários, que são seus auxiliares, naturalmente seguem suas diretrizes de governo e se um governo não vai bem, a chance de ser culpa de seu líder é grande.

As más impressões do ilheense sobre o governo Marão puderam ser notadas com a derrota da deputada estadual Ângela Sousa (PSD), mãe do prefeito. Esse só foi o primeiro recado ao gestor.

Assim, ao fim da avaliação de seus secretários, Marão pode ser forçado a concluir que ele mesmo precise ser demitido.

QUEM PAGA A CONTA, MARÃO?

Carro cai em buraco no Centro

 

A buraqueira que Ilhéus se encontra tem causado grande transtorno para os motoristas que se arriscam a andar nas ruas da cidade. Recentemente, um carro foi flagrado ao cair e ficar com a roda presa em um buraco  na Rua 7 de Setembro, Centro de Ilhéus. O carro precisou ser guinchado.

Desde o ano passado, o nosso Blog vem fazendo denuncias e cobrando do Poder Público Municipal  solução para os buracos da cidade (veja aqui), mas a situação só se agravou. A pergunta que fica é: Quem vai pagar a conta do prejuízo, Marão?

 

Carro é guinchado após cair em buraco

 

Cratera Centro Ilhéus

 

Buraco ao lado do Meira Zona Sul

ILHÉUS: COMITÊ EM DEFESA DA DEMOCRACIA E ELEIÇÃO COM LULA SERÁ LANÇADO DIA 31

Do Tabuleiro

No próximo dia 31 será lançado, em Ilhéus, um comitê em defesa da democracia e participação, como candidato, do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva nas eleições deste ano. O comitê é organizado pela Frente Brasil Popular, que reúne partidos de esquerda, movimento sociais e sindicais.

Para falar sobre a formação do comitê em Ilhéus, a presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Ariadne Pitanga, e o dirigente municipal do Partido Comunista do Brasil (PcDoB), Rodrigo Cardoso, concederam entrevista na manhã de hoje (24) ao comunicador Vila Nova, em edição do programa O Tabuleiro, apresentado na Ilhéus FM (105,9).

Em defesa do ex-presidente, Cardoso acredita que o judiciário age politicamente e de forma imparcial em relação às acusações impostas a Lula, ideia sustentada por Ariadne, que declarou ainda que o julgamento do ex-presidente (acompanhe ao vivo) se trata de um “espetáculo midiático” com o objetivo de desqualificá-lo, e que teve início com o impeachment de Dilma. O lançamento do comitê acontecerá na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes.

RÉVEILLON POPULAR NA BERLINDA EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Reveillon popular

De acordo com informações apuradas pelo O Tabuleiro, Ilhéus pode ficar sem a tradicional festa popular de virada do ano, realizada na Avenida Soares Lopes. Faltando menos de 30 dias para o ano novo, há pouca movimentação da administração municipal em relação ao assunto. Ainda de acordo com as informações, o município enfrenta dificuldade em conquistar apoiadores financeiros para o festejo, ficando assim sem “musculatura” para cobrir os custos, como no caso do Aleluia Ilhéus Festival, também cancelado neste ano.

ILHÉUS: VEREADORES NÃO TERÃO 13º SALÁRIO, JÁ MARÃO…

Da Coluna Satélite, no Correio24horas

A serenidade no olhar de quem vai receber R$ 40.975 reais de salário em dezembro.

Dentre as dez maiores Câmaras Municipais da Bahia, três já decidiram que não vão pagar o 13º salário aos vereadores este ano, enquanto outras cinco ainda não têm definição. A situação das indefinidas tende a ser por não conceder o benefício em função das limitações orçamentárias. O pagamento do 13º para agentes políticos foi autorizado  pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em agosto. As Câmaras de Salvador e Itabuna, por sua vez, optaram por pagar o subsídio extra, mas de forma proporcional, com base na decisão do STF. Procurados pela Satélite, os presidentes das Câmaras de Feira, Ilhéus e Juazeiro revelaram que não vão pagar o benefício este ano. Nas duas primeiras, a medida deve ser implementada só em 2018.

Em tempo: A Rede Bahia, na semana passada, a administração do prefeito Mário Alexandre afirmou que vai pagar o 13º salário de secretários, prefeito e vice. Em tempos de vacas magras, o prefeito Marão não se preocupa muito em economizar algumas moedas. O gasto extra deve superar os 220 mil reais, valor que daria para cobrir todas as despesas com salários de contratados, por exemplo.

PCdoB INICIA NAMORO COM O GOVERNO MARÃO

Renilson no evento do PCdoB.

Chamou a atenção na convenção municipal do PCdoB de Ilhéus, realizada no último sábado, dia 7, a presença do chefe de gabinete do prefeito Mário Alexandre, Renilson Soares. Além de ir ao ato dos comunistas, Renilson fez uso da palavra e, por pouco, não sentou à mesa pra representar o prefeito.

O gesto dá a entender que o PCdoB caminha para fazer parte do governo Marão. Ainda há secretarias vazias, como as de Agricultura e de Cultura, que vêm sendo guardadas para atrair aliados.

A adesão do partido, no entanto, teria poucos entusiastas no ninho cururu. Um deles é o deputado federal Davidson Magalhães, que está de olho em alguns votos que pode amealhar com a máquina municipal, e o vereador Nerival, que busca cargos.

A resistência à entrada no governo fica a cargo, principalmente, do ex-presidente municipal da legenda, Rodrigo Cardoso, que perdeu a eleição para Marão na chapa do empresário Cacá Colchões.

CANDIDATOS AGUARDAM IMPACIENTES RESULTADO DA SELEÇÃO

Sede da prefeitura de Ilhéus

A demora pra divulgação do resultado da seleção simplificada da prefeitura de Ilhéus pra cargos na área social tem irritado quem tentou uma vaga.

Já são quase vinte dias desde que as entrevistas dos cinco mil inscritos foram concluídas pela comissão avaliadora. E, até agora, nada de resultado.

O longo tempo, considerando que foram somente entrevistas e avaliação curricular e de documentos, acaba por gerar questionamentos em quem participou do certame.

Curiosamente, o edital que rege a seleção sequer tem previsão de quando o resultado será divulgado, aumentando a angústia de quem aguarda uma vaga. Por isso, um protesto está sendo organizado por  grupo de candidatos.

Nesta segunda-feira, dia 14, tentamos contato com a secretária de Desenvolvimento Social, Soane Galvão, mas, novamente, sem sucesso.

PREFEITURA VAI TERCEIRIZAR CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

A prefeitura de Ilhéus realiza, no próximo dia 18, pregão presencial, na modalidade registro de preços, para eventual contratação de empresa pra elaboração de projetos e fiscalização de obras.  O registro de preços visa sondar o mercado, sem o compromisso da contratação imediata pelo ente público. Até ai, parece tudo normal, mas as aparências tendem a enganar.

Caso venha a contratar empresa para essas funções, o governo do prefeito Mário Alexandre vai levar junto uma dezena de arquitetos, engenheiros, topógrafos, desenhistas e auxiliares administrativos de forma terceirizada, enquanto se recusa a nomear pessoal aprovado no concurso público para essas mesmas funções.

Confira aqui o edital nº 029/2017 na íntegra.

No certame realizado em 2016, há nove vagas para engenheiros, nas áreas de trânsito, agronomia e civil e há cadastro de reserva para arquiteto, todas com salário inicial de 3 mil reais. Foram abertas, ainda, sete vagas para topógrafo e duas para cadista técnico, com salário inicial de 1500 reais.

Já no registro de preços, a prefeitura prevê que o profissional será remunerado por hora trabalhada. Para um arquiteto pleno, a cada hora trabalhada serão pagos R$ 121,01, já contando encargos e o lucro da empresa. Caso trabalhe oito horas por dia, o governo Marão pagará em torno de 21 mil reais por mês, excluindo os fins de semana. Um arquiteto concursado custaria apenas 3 mil mensais.

São muitos os exemplos desse tipo no registro de preço. Um engenheiro pleno receberia 102 reais por hora trabalhada. Um engenheiro concursado faria o mesmo serviço recebendo R$ 12,50/hora. O custo total para os cofres públicos, caso a contratação vá à frente, é de R$ 5,6 milhões.

A intenção do prefeito de camuflar a terceirização desses profissionais piora a situação do município, que já responde a dois processos na justiça que cobram a nomeação dos aprovados. Uma das ações foi aberta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e ainda pede indenização de 10 milhões do prefeito (veja aqui).



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia