WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba embasa nota premiada


março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Ilhéus’

EX-PREFEITO JABES RIBEIRO AFIRMA QUE ILHÉUS ESTÁ PERDENDO TUDO

Do iPolítica

Jabes. Foto Diário Bahia

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), aproveitou a não realização do carnaval e usou suas redes sociais para tecer críticas ao atual Governo.

O Secretário-geral do Progressistas afirmou que em seu governo, além de fazer um carnaval antecipado com grandes atrações e oferecer as condições para um belo carnaval cultural oficial,  já lançava o Aleluia Ilhéus Festival em parceira com o Governo do Estado, iniciativa privada e entidades. “O principal evento da Semana Santa na Bahia. Lamento que Ilhéus esteja perdendo tudo…”, concluiu Jabes.

HOMEM É PRESO APÓS BALEAR MULHER NO CENTRO DE ILHÉUS

Do FRN

Arma usada para balear mulher.

Por volta das 21h30min deste domingo, 03, foi preso em flagrante no circuito do carnaval, na Avenida Soares Lopes, Centro de Ilhéus, Cassio Gabriel Almeida de Lima, 24 anos.

Lima foi abordado e os policiais encontraram um revólver .38, com uma munição deflagrada. O disparo, de acordo com a PM, atingiu o braço direito de Maria Alda Santos Silva, 54 anos, sendo conduzida em uma ambulância do SAMU para o hospital Costa do Cacau. O estado de saúde da vítima é estável.

 

LEVADA AFRO ABORDARÁ CULTURA NEGRA NA AVENIDA DURANTE O DOMINGO DE CARNAVAL

Do Tabuleiro

Bloco Afro.

Durante muitos anos, as festas de Carnaval aquecem a região, seguindo a mesma tendência de importantes capitais brasileiras em que os blocos crescem e ganham as ruas.

A parceria entre o Conselho das Entidades Afro Culturais de Ilhéus (Ceaci), Grupo Afro Danados do Reggae e a Secretaria Municipal da Cultura (Secult) levará para Avenida Soares Lopes o desfile “Levada Afro”, com o tema “Resistência Cultural – Música, Dança e Ancestralidade”, no domingo, 3 de março, às 20 horas. A programação tem o apoio da Prefeitura de Ilhéus.

Segundo os organizadores, o evento contará com a participação dos blocos Dilazenze, Rastafiry, Zambi-Axé, Minikongo, Yorubá, Levada da Capoeira, além das tradicionais baianas dos principais terreiros de candomblé da cidade.

Durante o cortejo, o Grupo Amigos da Praia (GAP) vai desfilar bandeiras personalizadas com mensagens sobre preservação do meio ambiente. Outros temas serão abordados, a exemplo do preconceito, racismo, religiosidade e educação para crianças com enfoque nas matrizes africanas.

Mestre Ney é o chefe de Culturas Populares e Identitárias da Secult. Ele destaca que o desfile das entidades afros marcará a presença de um segmento importante na construção da cidadania e da autoafirmação de identidade dos afrodescendentes.

“Em Ilhéus, blocos tradicionais com décadas de atividade vão apresentar reivindicações que também são crescentes nos tempos atuais. Aos que forem prestigiar, podem ter a certeza que serão contagiados pela força, beleza e tradição da cultura afro brasileira”.

ILHÉUS: VEREADORES TROCAM FARPAS EM SESSÃO

Do FRN

Ivo e Escuta.

O vereador Ivo Evangelista (PRB) um dos parlamentares que não votou no atual presidente César Porto (PDT), retornou das férias com a língua afiada e decidido bater de frente com quem quer que seja no parlamento.

Na sessão ordinária da última quarta-feira que definiu os membros das Comissões Temáticas, o vereador Ivo Evangelista travou um debate com o vice-presidente Escuta, em decorrência da maneira de como as Comissões foram escolhidas, ao ponto de Ivo se referir ao colega com a seguinte frase: “não entrei na Câmara de carona”. A afirmativa de Evangelista provocou risos nos vereadores e também da plateia presente na plenário Gilberto Fialho.

Vale ressaltar que a cadeira ocupada por Escuta pertencia de fato e de direito ao vereador Jamil Ocké (PP), que teve o seu mandato extinto pelo ex-presidente Lucas Paiva (PSB), devido ao número de faltas nas sessões legislativas, no período em que ficou preso preventivamente no presídio Ariston Cardoso, na operação Citrus do Ministério Público Estadual.

MAIS UMA MOTO ROUBADA NO CENTRO DE ILHÉUS

Do FRN

Moto roubada.

Ilhéus registrou mais um roubo de moto em pleno centro da cidade. Está ficando cada vez mais perigoso dirigir e arriscar estacionar em alguns pontos de Ilhéus.

Nesta terça-feira, 26, por volta das 16h30, a jovem Marcela Marbella foi a mais nova vítima dos bandidos. Segundo ela, a moto estava parada no passeio da empresa em que trabalha, na Av. 02 de Julho, quando foi informada por uma colega que a sua moto não se encontrava no estacionamento.

Trata-se de uma JTA/Suzuki AN125, cor vermelha, placa policial JLO-3294, com licença de Ilhéus.

Quem encontrar, pode ligar urgente para a polícia militar (190), civil (197) e no 73 9 8836-0905 – falar com Marcela, proprietária da moto.

CÂMERA FLAGRA TAXISTA ATROPELANDO 4 PEDESTRES EM ILHÉUS

Do G1

O resultado.

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que duas mulheres e duas crianças foram atropeladas por um taxista, no momento em que atravessavam uma rua, pela faixa de pedestres, em Ilhéus, no sul da Bahia. O caso ocorreu no último sábado (23).

Clique aqui para ver o vídeo.

Uma das crianças, que tem quatro anos, está internada com suspeita de traumatismo craniano.

Nas imagens, é possível ver o momento em que os quatro pedestres estão atravessando a Rua 13 de Maio e são atingidos pelo carro.

Duas das vítimas, a dona de casa Elizabeth Conceição Santos de Jesus e a estudante Carla Bianca dos Santos Lopes, contam que já estavam quase no final da faixa quando foram atropeladas.

Ainda com marcas pelo corpo, e com a filha de quatro anos internada, Elizabeth Conceição disse que ela e as outras vítimas foram surpreendidas pelo veículo.

“O que eu lembro foi que a gente estava atravessando. Não vinha carro nenhum. Quando a gente foi subir no passeio, o cara veio de lá e pegou a gente”, conta Elizabeth.

Já Carla relatou que ficou consciente durante o atropelo e viu que o taxista ainda percorreu alguns metros com a outra criança, que é prima dela, presa ao capô do carro.

“Eu vi o carro arrastando a outra, pequenininha, eu gritando para ele parar e ele não parou. Ela só caiu [do capô] quando ele freou, e quase ele passou por cima da cabeça dela”, relatou.

O atropelo ocorreu pouco depois das 23h e, segundo testemunhas, o autor do atropelo, identificado como Agnelo Brito Leal, de 56 anos, não prestou socorro e tentou fugir. Ele foi seguido e parado por outros motoristas que viram o acidente e o seguraram até a chegada da polícia.

A prisão preventiva de Agnelo Brito foi decretada na manhã de segunda-feira (25). Segundo o inquérito da Polícia Civil, Agnelo vai ser indiciado por tentativa de homicídio e por ter assumido o risco de matar quando não parou para os pedestres que atravessavam a faixa de pedestres.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, várias pessoas já foram ouvidas. Nesta terça-feira (26) está marcada uma audiência de custódia que vai determinar se o taxista vai continuar preso ou se vai responder o processo em liberdade.

PROFESSORA TEM CARRO ARROMBADO NO ESTACIONAMENTO DA FMT

Do FRN

FMT.

A professora da Faculdade Madre Thais, Flamélia Carla Silveira Oliveira, compareceu à delegacia para registrar boletim de ocorrência relatando que o seu carro foi arrombado.

De acordo com o BO nº 19-00831, a professora disse que por volta das 18hs da última sexta-feira, 22, deixou o carro no estacionamento da Faculdade e, ao retornar percebeu que o veículo estava arrombado com maçaneta no chão. Documentos incluindo habilitação, título, carteira de trabalho, cartões, dinheiro, cheque e a bolsa do computador, foram furtados no estacionamento.

“O mais absurdo é que as câmeras do condômino da faculdade não estavam funcionando desde o dia 20 e ninguém percebeu. Estacionamento fechado e sem segurança. O carro estava bem próximo a entrada. Só me restou um boletim de ocorrência e a fé de que vai dar tudo certo”, relatou.

A professora Flamelia Carla oferece recompensa de R$ 500,00 para quem encontrar os pertences.

CONTRADIÇÕES E PERSPECTIVAS DA POLÍTICA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

Por Josimar Ferreira

Implementado em junho de 2017 no âmbito das Universidades Públicas Estaduais da Bahia, o Projeto Estadual de Auxílio Permanência, denominado “Programa Mais Futuro” (Lei nº 13.458), configura uma grande conquista do movimento estudantil baiano e um importante passo dado pelo Estado da Bahia na implementação de políticas públicas que garantam a permanência de estudantes em condições de vulnerabilidade socioeconômica nas Universidades Públicas Estaduais.

O Programa oferece auxílio financeiro a estudantes de graduação presencial por até 2/3 (dois terços) iniciais do período de duração total do curso em que estão regularmente matriculadas/os. Após a conclusão dos 2/3 (dois terços) iniciais, as/os estudantes beneficiárias/os têm a opção e prioridade para ingressar nas vagas de estágio de nível superior ofertadas pela Administração Pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual.

As discussões sobre a minuta desse Projeto de Lei foram aprofundadas durante o II Seminário de Assistência Estudantil das Universidades Estaduais da Bahia (UEBAs), em setembro de 2013, oportunidade em que as e os estudantes presentes puderem discutir coletivamente com seus pares e setores do Governo do Estado uma proposta de Política Estadual de Assistência Estudantil. No entanto, o Projeto de Lei somente foi aprovado em dezembro de 2015 pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) sem levar em consideração inúmeras reivindicações apresentadas pelos Diretórios Centrais de Estudantes (DCEs) durante o seminário, ainda sob forte mobilização estudantil e repressão da polícia administrativa.

Diferentemente do que afirma o Governo do Estado, observa-se então que a maneira como foi implementado e vem sendo executado, o Mais Futuro dificilmente tem minimizado as desigualdades sociais nas UEBAs, conforme prevê a Lei. Nos últimos editais, por exemplo, várias/os estudantes ficaram o semestre inteiro desassistidas/os, situações que contribuem para o aumento da taxa de evasão nos cursos de graduação. Levantamento que vem sendo elaborado pelo DCE Livre Carlos Marighella.

Além disso, há de se considerar que a renda de uma pessoa e/ou a vulnerabilidade social é uma condição indeterminada e não previsível, podendo haver alterações ao decorrer do tempo. Desse modo, o acesso ao programa deveria ser em fluxo contínuo, ou seja, as e os estudantes acessem ao Programa a qualquer tempo do curso, não apenas em datas fixadas por meio de editais. Outro aspecto extremamente excludente e meritocrático é a imposição de trancamento de somente duas disciplinas ao longo de todo o curso, tal imposição destoa do objetivo de assistir e permitir que a população estudantil em vulnerabilidade socioeconômica se mantenha em condições favoráveis de conclusão da graduação, desconsiderando os diversos fatores que englobam a realidade das Instituições de Ensino Superior, a exemplo da falta de professores e as especificidades de cada curso, também por que cada Universidade possui um calendário acadêmico que dificilmente segue a mesma dinâmica, bem como cada Campi possui suas singularidades.

Nesse sentido, o Estado não pode assumir uma lógica puramente assistencialista, devendo pensar na formulação de uma Política Estadual de Assistência Estudantil que leve em consideração outros elementos da permanência estudantil, como: a construção, ampliação e manutenção de restaurantes universitários; garantia de uma política de creches e apoio as estudantes mães; construção de residências universitárias e compromisso com a política de moradia estudantil; fomento ao esporte, cultura e lazer no âmbito das universidades estaduais; bem como a criação de núcleos de atendimento biopsicossocial para atender a demanda da comunidade acadêmica.

O caminho a ser seguido é a abertura de canais de diálogo contínuos e efetivos com as entidades de representação estudantil e as Instituições de Ensino, com objetivo de realizar uma avaliação sistemática que possa fomentar a criação de instrumentos de acompanhamento, monitoramento e fiscalização na garantia de diminuição da desigualdade social estrutural presente nas Universidades Públicas Estaduais. Compromisso assumido pelo governador Rui Costa com os DCEs nos encontros do Programa de Governo Participativo (PGP) em 2018, compromisso do qual não poderá se furtar nesse segundo mandato.

O autor Josimar Ferreira é estudante de Licenciatura em Química (UESC), Coordenador Geral do DCE Livre Carlos Marighella e Dirigente Estadual do Coletivo Quilombo.

ILHÉUS: SEGUNDO PM, ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA ABRIGAVA BOCA DE FUMO

Do Ilhéus 24

Boca de fumo.

Em operação conjunta da PETO 70ª e PETO 68ª por volta das 21h desta quinta-feira (21), foram apreendidas grandes quantias de cocaína e crack em boca que funcionava em uma Associação Desportiva na localidade conhecida como Plano Inclinado, no bairro da Conquista.

O PETO 68ª, juntamente com o PETO 70ª, deslocaram para o local denunciado, realizando um cerco na edificação, onde ao abordar o estabelecimento, 02 indivíduos evadiram pelos fundos, sendo capturados por parte da fração de tropa. Renan Silva Lima e Marcos Francisco dos Santos, conhecido como Pulga, foram presos e conduzidos à 7ª COORPIN. Na sede da associação foram encontrados cerca de meio quilo de crack, diversas porções pequenas de Cocaína e uma balança digital de precisão, além de uma quantia em dinheiro.

ILHÉUS: SERVIDORA É AMEAÇADA POR DEMITIDOS E PEDE EXONERAÇÃO

Do Tabuleiro

Vital

A servidora Karoline Vital Goes pediu exoneração da Prefeitura Municipal de Ilhéus após ela e sua família sofrer ameaças de ex-servidores, demitidos pelo prefeito Mário Alexandre no mês de janeiro desse ano.

Karoline é uma das três pessoas que deram nome à Ação Popular que originou a setença do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, Alex Venicius Miranda. O juiz ordenou que o prefeito Mário Alexandre exonerasse servidores admitidos sem concurso público num período entre os anos de 1988 e 1985, além dos contratados em seleção simplificada. A decisão judicial atingiu cerca de 500 servidores públicos.

Com o cumprimento da sentença, a Prefeitura Municipal de Ilhéus convocou aprovados no concurso público realizado em 2016. Karoline obteve a segunda colocação para o cargo de assistente administrativo e aguardava a convocação. Ao O Tabuleiro, ela relatou que as ameaças tiveram início após isso. “Canalizaram o ódio do resultado da Ação Popular, de interesse coletivo, contra mim”, disse.

Karoline contou que começou a receber ameças veladas até de colegas de trabalho. “Tome cuidado! Posso não fazer nada, mas alguém pode fazer…” e “o diabo não vai prevalecer, Deus vai fazer justiça. Alguém tem que pagar!” foram frases que ela escutou enquanto trabalhava.

Ameaça.

Mas, de acordo com Karoline, a “paz acabou” quando, durante uma manifestação dos ex-servidores, ela precisou ser retirada às pressas do local de trabalho, porque algumas pessoas demonstraram a intenção de agredi-la fisicamente.

“O assessor do secretário [de Administração] me fez sair correndo da secretaria, com medo de alguém vir me agredir. Aquilo foi demais”, disse.

Karoline também revelou que uma pessoa chegou a procurá-la em seu setor para ameaçar também a sua família.

“Você estava na praia da Concha com a sua família, né? Só vou te dizer uma coisa: tome cuidado! A minha doutrina não permite que eu faça nada não, mas eu sei de gente que pode fazer…”, teria dito a pessoa. Karoline é mãe de uma menina de 8 anos de idade e casada com um professor universitário.

Um Boletim de Ocorrência sobre as ameças foi registrado pela vítima na 7ª Coorpin, em Ilhéus. O registro de uma conversa no WhatsApp, num grupo dos servidores, também foi utilizado como prova e identifica o número de telefone de duas pessoas que realizaram o crime de ameaça. A polícia Civil acompanha o caso.

Sobre o pedido de exoneração, Karoline disse que até o momento a Prefeitura Municipal de Ilhéus não oficializou a sua saída. “Estão “segurando”, falando para eu pensar bem (…)  sabem que estou sendo ameçada”, disse. Karoline não tem ido ao trabalho desde a segunda quinzena de janeiro. “Estou desnorteada. Eu sei que não fiz nada de errado. O salário e a estabilidade já não compensam mais”, desabafou.

Sobre a remuneração que recebeu mesmo após comunicar a sua saída, Karoline disse que aguarda as orientações da Secretaria de Administração para devolver o valor.

Fake News

Nesta sexta-feira (22), o jornal Diário da Bahia, com sede em Itabuna, fez uma publicação em que levanta a suspeita de Karoline de ter se beneficiado “politicamente” com a demissão do servidores, incitando o ódio contra sua imagem. O jornal ainda associa uma viagem recente de Karoline à Grécia com o fato.

Na verdade, a publicação pecou em não apurar que viagem de Karoline, que não possui filiação partidária, está relacionada ao projeto internacional “Aesop”, coordenado pelo Theatro Topos Allou, em Atenas, na Grécia.

O amplo envolvimento profissional de Karoline, graduada em Comunicação Social e Mestra em Letras: Linguagens e Representações pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), com o setor cultural proporcionou a sua participação no projeto, que reúne organizações de 4 países (Brasil, Espanha, Grécia e Vietnam).

CHUVA ALAGA RUAS DO CENTRO DE ILHÉUS

Do Blog do Chicó

Nesta sexta-feira (22), as chuvas que ainda continuam na cidade, alagaram diversos pontos. Na foto veja como ficou parte da Avenida Soares Lopes. Os calçadões onde se concentram o comércio central e ruas do seu entorno também alagaram. Fotos e vídeos circulam via WhatsApp.

ILHÉUS: DEFENSORIA PASSA A ATENDER EM NOVO ENDEREÇO

Nova sede.

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA vai inaugurar na próxima quinta-feira, dia 28, a sua nova sede na cidade de Ilhéus. A cerimônia de inauguração está marcada para às 9h, na Rua Rotary, nº 255, no bairro da Cidade Nova.

O descerramento da placa inaugural e a apresentação das novas instalações da Defensoria na cidade serão feitos pelo defensor público geral, Clériston Cavalcante de Macêdo, pela coordenadora da Regional de Ilhéus, Cristiane Barreto Nogueira, os demais membros da Administração Superior da Defensoria e os defensores públicos que atuam em Ilhéus.

Sede da 3ª Regional da Defensoria Pública, a cidade de Ilhéus conta com 11 defensores públicos que atuam na defesa e na garantia dos direitos da população em situação de vulnerabilidade ou que não tem condições de pagar um advogado. Os atendimentos abrangem casos nas áreas de Família, Infância e Juventude, Idoso, Cível e Fazenda Pública, Crime e Execução Penal, Direitos Humanos, Consumidor, Saúde, Violência Doméstica e Curadoria e a unidade conta, também, com o Núcleo de Apoio Psicossocial – NAP.

Plantão

Com a mudança da sede, o expediente na Defensoria de Ilhéus será suspenso nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro. Nestes três dias, o funcionamento na antiga sede, localizada na Avenida Canavieiras, nº 170, no centro da cidade, será em regime de plantão, das 7h30 às 17h, e serão atendidas as demandas de urgência nas áreas de Saúde, Cível, Criminal e Família.

Serviço

O quê: Inauguração da nova sede da Defensoria Pública em Ilhéus

Quando: Quinta-feira, dia 28 de fevereiro, às 9h

Onde: Rua Rotary, nº 255 – Cidade Nova

BUSU DA VIAMETRO QUEBRA E PRECISA SER EMPURRADO EM ILHÉUS

Do Ilhéus 24h

Empurra.

Superlotação e o estado de conservação dos veículos. Essas são algumas das reclamações dos usuários do transporte coletivo de Ilhéus. O site Fábio Roberto Notícias recebeu imagens de um ônibus da empresa Viametro que quebrou e precisou ser empurrado pelos passageiros.

O episódio ocorreu na tarde desta quarta-feira, 20, nas imediações do terminal urbano, e rendeu fortes criticas dos usuários à empresa. A maior queixa de quem utiliza o transporte coletivo é má distribuição, principalmente em horário de pico, resultando em veículos superlotados e oferecendo riscos aos ilheenses.

Além disso, os passageiros reclamam que pagam uma tarifa alta para andar em ônibus antigos, sujos e inseguros, sem falar que os coletivos demoram muito a passar e, com isso, quem está a caminho de casa, trabalho ou qualquer outro compromisso acaba chegando atrasando.

ANVISA DESCARTA CASOS DE SARAMPO APÓS PASSAGEM DE NAVIO POR ILHÉUS

Do Tabuleiro

Navio passou por Ilhéus.

Nesta quarta-feira (20) o site do Ministério da Saúde (MS) publicou a confirmação de 13 casos de sarampo em tripulantes do navio comercial MSC Seaview, o mesmo que atracou no último dia 13, no Porto de Malhado. Contudo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) não comunicou nenhum passageiro com sinais e sintomas do sarampo no período que o navio esteve em Ilhéus.

Vale ratificar que os períodos de transmissibilidade do sarampo são de quatro a seis dias antes e quatro dias após o início do exantema – esse período é a base para a identificação dos casos secundários no momento e para o seguimento dos contatos.

Considerando a alta frequência de turistas na cidade, os casos de sarampos ocorrentes no Brasil, sendo uma doença infecciosa potencialmente grave e extremamente contagiosa, a Vigilância em Saúde do município emitiu um alerta epidemiológico para todas as unidades de saúde públicas e privadas, para que se mantenham atentas e sensíveis na identificação precoce de casos suspeitos, e proceda à notificação/comunicação IMEDIATA.

Salientamos que até o momento, o município não registrou nenhum caso suspeito de sarampo, porém, a Vigilância Epidemiológica vai continuar em alerta até dia o próximo dia 15 de março. Vale ressaltar que todas as salas de vacinação estão abastecidas com a vacina contra o sarampo para munícipes que ainda não foram imunizados ou que estão com esquema vacinal incompleto.

Definição de caso Suspeito – Segundo orientação do Ministério da Saúde, todo indivíduo que apresentar febre e exantema acompanhada de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e da situação vacinal anterior, ou pessoa que apresente esses sintomas e que tenha se deslocado para área de risco nos últimos 30 dias.

HÉUS: RUAS DO CENTRO TERÃO CORREDOR EXCLUSIVO PARA ÔNIBUS

Do Tabuleiro

Centro da cidade.

A Superintendência Municipal de Trânsito e Mobilidade (Sutram), comunica à população ilheense, que nas ruas Bento Berilo, Tiradentes e Osvaldo Cruz, a Prefeitura irá dar continuidade ao projeto de integração do trânsito, que inclui a criação de um corredor exclusivo para transporte público.

A Sutram destaca que o Município enviou comunicado prévio ao Sindicato dos Taxistas, que concordou com a retirada do ponto de táxi sem utilização, no acesso à Rua do Café, no centro. A ação faz parte do plano de reordenamento viário e novo conceito de mobilidade urbana, com ligação das ruas do centro às avenidas Litorânea e ACM, no Malhado, a fim de dinamizar o fluxo dos transportes de massa e de serviços.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia