WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom saude></a>
<a href=embasa secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Geral’

GOVERNADOR RUI COSTA DEU PRAZO DE ATÉ 30 DIAS PARA VACINAÇÃO NA BAHIA

Vacina

O governador Rui Costa disse, nesta quinta-feira (7), que a estimativa é iniciar a vacinação contra a Covid-19 na Bahia dentro de um prazo máximo de 30 dias.

“Já estamos preparados. Conseguimos fazer a aquisição das seringas e dos refrigeradores. Só estamos esperando a liberação da vacina para iniciar a imunização”, afirmou Rui, destacando que a prioridade serão os profissionais das áreas de saúde e da segurança, além dos mais vulneráveis, como os idosos. O governador fez o anúncio no município baiano de Presidente Tancredo Neves, onde entregou obras.

Em dezembro, o Governo do Estado comprou 19,8 milhões de seringas e agulhas. Ainda como parte do processo de preparação para vacinação, já foi concluída a licitação para compra de até 100 ultrarrefrigeradores capazes de armazenar vacinas a temperaturas inferiores a -70°C.

BAHIA TEM MAIS DE MEIO MILHÃO DE CASOS DA COVID-19

Paciente Covid

Na última quarta-feira (6), a Bahia ultrapassou a marca de meio milhão de pessoas infectadas pelo coronavírus (Covid-19) em dez meses da pandemia. Somente nas últimas 24 horas, foram registrados 3.038 casos da Covid-19. Dos 502.938 casos confirmados, 488.294 já são considerados recuperados, 5.340 encontram-se ativos e 9.304 tiveram óbito confirmado.

A subsecretária estadual da saúde, Tereza Paim, alerta para os riscos da segunda onda da pandemia e ressalta a importância da manutenção das medidas de distanciamento social. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível no site bi.saude.ba.gov.br/transparencia.

BAHIA REGISTRA 30 ÓBITOS E 3.077 NOVOS CASOS DE COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24H

 

Ilhéus amplia testagem para Covid-19; exame é feito com swab.

A Bahia registrou nas últimas 24 horas 3.077 novos casos de Covid-19 e mais 30 óbitos pela doença, segundo dados divulgados ontem (5) pela Secretaria de Saúde do Estado.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.269. Dos 499.900 casos confirmados desde o início da pandemia, 485.976 já são considerados recuperados, 4.648 encontram-se ativos.

Entre os diagnosticados com a doença na Bahia, 37.044 profissionais da saúde foram confirmados com a Covid-19.

Dos 2.006 leitos disponíveis para tratamento do coronavírus, 1.209 possuem pacientes internados. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid para adultos no estado é de 72%.

ENEM SERVIRÁ DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO NA BAHIA MESMO SEM AULAS PARA 3º ANO EM 2020

ENEM

Estudantes baianos poderão utilizar as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outras provas semelhantes para requerer o aproveitamento de estudos e concluir o ensino médio relativo ao ano de 2020.  A Secretaria da Educação (SEC) editou uma portaria que dispõe sobre as regras de aproveitamento de estudos para os concluintes do Ensino Médio de 2020, em todas as ofertas e modalidades integrantes do Sistema Estadual de Ensino da Bahia.

Valerão para a requisição os resultados do Enem e do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA); nos exames de certificação aplicados pela Comissão Permanente de Avaliação (CPA); e nas atividades com características de terminalidade desenvolvidas pelas unidades escolares da rede estadual de ensino, sob coordenação da SEC.

De acordo com a superintendente de Políticas para a Educação Básica de SEC, Manuelita Brito, a iniciativa rem caráter excepcional.

“O desejo e o empenho da Secretaria da Educação do Estado é para que as provas do Enem sejam adiadas para o mês de maio, mas independente da sua data de aplicação, é necessário oportunizar a todos os estudantes, e não apenas os inscritos no ENEM, a conclusão do Ensino Médio, considerando as adversidades impostas pela pandemia do novo Coronavírus, em 2020, e, sobretudo, os conhecimentos e saberes adquiridos por eles ao longo de seus percursos escolares”.

As aulas presenciais na Bahia estão suspensas desde o mês de março e seguem sem data definida para o retorno. A suspenção foi uma das primeiras medidas adotadas no estado para o combate a pandemia da Covi-19.

A SEC informou que para requerer o aproveitamento de estudos, o estudante interessado deve estar regularmente matriculado no ano letivo de 2020; ser concluinte do Ensino Médio naquele ano; fazer a solicitação do aproveitamento de estudos na secretaria escolar; e se submeter a um ou mais processos avaliativos e/ou de certificação.

Portaria define requisitos mínimos a serem alcançados em cada alternativa.

No Enem é necessário que o estudante tenha obtido o mínimo de 400 pontos em cada área do conhecimento e não tenha zerado a redação; no ENCCEJA, mínimo de 80 pontos em cada área do conhecimento e não ter zerado a redação.

Em relação aos exames de certificação do CPA, será exigido o mínimo de cinco pontos em cada área do conhecimento. Já em relação ao aproveitamento com base no histórico escolar, serão utilizadas as médias das séries anteriores, por área de conhecimento, e os resultados nos simulados coordenados pela SEC.

O aproveitamento parcial pode ser utilizado pelos estudantes que não alcançarem o aproveitamento integral em uma das alternativas. Neste caso, a portaria autoriza compor os resultados parciais de diferentes exames ou certificações, por exemplo, aproveitar a pontuação em uma área de conhecimento a partir do ENEM, de duas áreas de conhecimento a partir da CPA e de uma área de conhecimento a partir dos simulados aplicados pela escola.

SEM OBSTETRA, GRÁVIDA AGONIZA NA ÚNICA MATERNIDADE DE ILHÉUS

Vídeo circula na internet.

Uma mulher grávida viveu minutos de terror neste fim de semana ao passar mal. Levada à unidade de pronto atendimento da Maternidade Santa Helena, não conseguiu atendimento. Num vídeo que circula na internet, a mulher aparece deitada numa cadeira, enquanto agoniza à espera de atendimento.

Informações que acompanham o vídeo dão conta de que as imagens foram feitas no domingo, dia 3 de janeiro.

Noticiamos aqui, na última semana, que Ilhéus começaria 2021 com sua única maternidade operando sem médico obstetra. A informação foi divulgada pela Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, que administra a Maternidade Santa Helena.

A unidade é a única da cidade e também atende municípios vizinhos.

Entramos em contato com a Santa Casa para saber o encaminhamento dado à paciente, mas sem sucesso. Até o momento, a prefeitura de Ilhéus não se posicionou sobre o problema.

MEDIDAS ANTI-COVID DA PREFEITURA DE ILHÉUS SÓ PUNEM O POBRE

Ônibus superlotados durante os dias úteis podem circular livremente.

Sob o pretexto de conter a segunda onda do novo coronavírus, a Prefeitura de Ilhéus tem restringido a circulação de ônibus aos domingos e feriados. Apesar de caro e precário, o sistema de transporte é o principal meio de locomoção de milhares de ilheenses, desde que seja, unicamente, para trabalhar.

Esse tipo de medida, que não se vê em qualquer capital ou cidade minimamente organizada, pode parecer anti-covid mas, no fundo, é, sobretudo, anti-pobre.

Ao proibir que a população menos favorecida se locomova nos poucos dias de lazer que tem disponível, a prefeitura passa o recado de que pobre só deve sair de casa para trabalhar, para servir, para ser explorado. Afinal, os ônibus também lotam de segunda a sábado e isso representa risco incalculável ao passageiro, ou não?

Enquanto brinca de combater o vírus nos ônibus – mas só aos domingos, a prefeitura permite que aqueles com transporte próprio ou que podem aderir ao Uber e afins se aglomerem livremente, a qualquer dia da semana, em qualquer praia ou restaurante.

JUSTIÇA SUSPENDE DECISÃO QUE AUTORIZAVA FESTAS DE RÉVEILLON EM PORTO SEGURO

Do G1 Bahia.

Queima de fogos.

A desembargadora Cynthia Resende suspendeu a decisão do juiz Rogério Barbosa, que permitia a realização dos festejos de réveillon em quatro estabelecimentos em Porto Seguro.

Com a decisão, está novamente proibida a realização de eventos de fim de ano na cidade. A decisão foi tomada nesta terça-feira (29), a pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

De acordo com a publicação, a liberação dos eventos, autorizados pelo juiz de Porto Seguro, configura usurpação de competência do Tribunal de Justiça (TJ), considerando que qualquer medida de um cumprimento de dever ao município só pode ser outorgada pelo próprio tribunal.

Em nota, a magistrada disse que a realização de festas de réveillon podem desencadear em uma “perigosa e catastrófica aceleração do processo contaminação pela COVID-19, impondo reflexos irreparáveis em toda a população regional e local”.

A norma é válida até o dia 4 de janeiro de 2021 e o descumprimento poderá resultar em multa de até R$ 300 mil.

 

BAHIA REGISTRA 3.206 NOVOS CASOS DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Casos Covid

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.206 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.134 recuperados (+0,7%). Dos 487.691 casos confirmados desde o início da pandemia, 472.868 já são considerados recuperados, 5.751 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,59%) Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (10.272,99), Muniz Ferreira (8.407,44), Conceição do Coité (8.291,30), Pintadas (8.000,38), Jucuruçu (7.900,50).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 879.989 casos descartados e 122.973 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (29).

Na Bahia, 36.346 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 31 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

6 MIL POLICIAIS ATUARÃO PARA FISCALIZAR FESTAS ILEGAIS NA BAHIA

Pm

A fiscalização do cumprimento do decreto estadual que proíbe a realização de festas de Réveillon será feita por seis mil policiais militares. Os agentes atuarão no dia 31 de dezembro.

Deverão ser destacados para a função policiais de unidades territoriais e especializadas, que terão como foco praias, condomínios, hoteis, bares e espaços com histórico de eventos. Em Salvador, os bairros da orla estão na mira da Polícia Militar.

“Contamos com a população. Baianos e turistas precisam colaborar e respeitar os decretos estaduais”, declarou o coronel Humberto Sturaro, comandante de Operações da PM.

Além dos recursos humanos, a operação deve contar ainda com viaturas de quatro e duas rodas e aeronaves. Na Região Metropolitana de Salvador e no interior, principalmente as cidades turísticas, as guarnições atuarão com patrulha terrestre e com uso de embarcações para acessar as ilhas.

A decisão de proibir a realização de festas de Réveillon foi anunciada em 3 de dezembro pelo governador Rui Costa. O motivo é a tentativa de conter a alta de casos na segunda onda de contaminação do coronavírus.

CAIXA ENCERRA HOJE ETAPA DE PAGAMENTOS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Da Agência Brasil.

Caixa.

A Caixa Econômica Federal encerra hoje (29) a etapa de pagamento do auxílio emergencial com a liberação do crédito para 3,2 milhões de brasileiros nascidos em dezembro, no ciclo 6 de pagamentos do programa. Serão depositados R$ 1,2 bilhão nas contas digitais dos beneficiários, que não fazem parte do Bolsa Família. Os pertencentes ao Bolsa Família já receberam o último benefício de acordo com o calendário e critérios do programa social.

Do total, 50,3 mil pessoas receberão R$ 62,2 milhões da parcela do auxílio emergencial regular, no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família). Os demais, 3,2 milhões de beneficiários, serão contemplados com parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família), num total de R$ 1,1 bilhão.

Os recursos estarão disponíveis na poupança social digital e poderão ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

Calendário

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período, de acordo com o mês de nascimento.

Saques e transferências para quem recebe o crédito nesta sexta-feira serão liberados a partir do dia 27 de janeiro de 2021. A partir dessa data, o beneficiário poderá retirar o auxílio emergencial no caixa eletrônico, nas agências da Caixa ou lotéricas ou usar o aplicativo Caixa Tem para transferir o dinheiro da poupança digital para contas em outros bancos, sem o pagamento de tarifas.

O auxílio emergencial – criado em abril pelo governo federal -, pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil, foi estendido até 31 de dezembro, por meio da Medida Provisória 1000. O auxílio emergencial extensão foi pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada; no caso das mães chefes de família monoparental, o valor foi de R$ 600. Somente aqueles que já foram beneficiados e se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP receberam o benefício.

Cerca de 1,2 milhão de beneficiários que têm direito apenas à parcela de dezembro do auxílio extensão receberam os R$ 300 ou R$ 600 desde o dia 21 de dezembro. São pessoas que foram contempladas com a primeira remessa do auxílio emergencial em julho.

Com o pagamento de hoje, a Caixa completa o crédito dos recursos para esse público. Os saques em espécie e transferências por meio do Caixa Tem também estão disponíveis desde dia 21 para nascidos em janeiro e fevereiro. Para os demais beneficiários, segue o calendário de liberação dos ciclos 5 e 6, a partir de 4 de janeiro.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia