WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘Geral’

AUXÍLIO EMERGENCIAL PODE TER MAIS DE TRÊS PARCELAS

Criado para aliviar a perda de renda da população afetada pela crise econômica gerada pela covid-19, o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) poderá ser mantido após o fim da pandemia. A afirmação é do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, que participou hoje (11) de transmissão ao vivo promovida pelo banco BTG Pactual.

Segundo Costa, o governo discute se o auxílio emergencial e outras medidas de socorro deverão durar os três meses inicialmente planejados ou se deverão ser desmontadas gradualmente, num processo de transição para um novo modelo econômico. “Não podemos virar a chave e desligar tudo de uma hora para outra”, disse, referindo-se à possibilidade de manutenção do benefício no segundo semestre deste ano.

Na avaliação do secretário, o auxílio emergencial é “extremamente liberal”, nos moldes do Imposto de Renda negativo, em que pessoas abaixo de determinado nível de renda recebem pagamentos suplementares do governo em vez de pagarem impostos.

Caso o benefício permaneça, Costa disse que o governo terá de estudar uma forma de financiá-lo e de mantê-lo. Segundo ele, o governo pode desmontar o auxílio emergencial gradualmente, conforme as medidas de recuperação econômica ou as reformas estruturais prometidas pelo governo antes de a pandemia entrar em vigor.

O secretário ressaltou que a equipe econômica não estuda somente a continuidade do auxílio emergencial, mas de outras ações tomadas pelo governo. “Talvez alguns programas tenham vindo para ficar”, disse. Ele, no entanto, não detalhou quais programas poderiam permanecer além do benefício de R$ 600.

Costa indicou que medidas de apoio e de desoneração das empresas possam ser mantidas. Para ele, o “novo normal” da economia brasileira será um cenário com “menos ônus” sobre os empregadores.

Financiamentos

Em relação ao programa de ajuda para microempresas, o secretário disse que os financiamentos para o setor poderão ser destravados com a sanção da lei que permite a utilização do Fundo de Garantia de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil, para cobrir possíveis inadimplências nos empréstimos.

Segundo Costa, o governo injetará R$ 15 bilhões no FGO, aumentando o orçamento do fundo para até R$ 18 bilhões. Esse fundo cobrirá até 85% da perda que eventualmente deixar de ser paga às instituições financeiras que emprestarem às micro e pequenas empresas.

Sobre as médias empresas, o secretário disse que o governo pretende lançar o novo Fundo Garantidor para Investimentos (FGI) e ampliar o escopo do fundo, que passará a cobrir o calote não só de investimentos, mas de linhas de crédito de capital de giro. Segundo Costa, o governo pretende aportar R$ 20 bilhões no fundo.

ILHÉUS: NOVA PONTE SERÁ ENTREGUE SEM INAUGURAÇÃO

Do JBO

Nova ponte.

A nova ponte de Ilhéus não terá ato de inauguração. A obra será apenas entregue à população, logo que totalmente concluída e passada por uma rigorosa vistoria.

O anúncio foi feito há pouco pelo governador Rui Costa. “Não há clima, neste momento, para um grandioso ato comemorativo”, disse. “É entregar e a população usar”, completou.

APÓS FICAR 20 DIAS NA UTI, IDOSA COM 63 ANOS SE RECUPERA DA COVID-19 E RECEBE ALTA EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Comemoração na saída.

Uma idosa de 63 anos recebeu alta médica nesta segunda-feira (11), no Hospital de Ilhéus, no sul da Bahia, após se recuperar da Covid-19.Maria Amorim, que mora na cidade de Gandu, passou 25 dias internadas na unidade médica, sendo que 20 deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A idosa recebeu uma homenagem dos funcionários e deixou a unidade médica sob música e fileira com balões de corações.

ILHÉUS: QUANDO E ONDE PROCURAR ATENDIMENTO EM CASO DE SUSPEITA DE CORONAVÍRUS?

Da Secom/Ilhéus

Posto de atendimento.

A Prefeitura de Ilhéus montou no Centro de Convenções uma unidade exclusiva para atendimento a casos suspeitos e confirmados de coronavírus e sintomas comuns de gripe, com ou sem dificuldade para respirar. De acordo com a Secretaria de Saúde (Sesau), os pacientes enquadrados nos critérios citados devem se dirigir ao Centro Covid-19. O objetivo é evitar a busca por atendimento em outras unidades de saúde do município.

Quando e onde procurar atendimento em caso de suspeita de coronavírus?

O Centro de Atendimento à Covid-19 é referência em Ilhéus. Embora apresente sintomas leves e um quadro de síndrome gripal, o indivíduo deve procurar a unidade, que funciona 24 horas. A equipe realiza o manejo adequado do paciente e os casos mais graves são encaminhados aos hospitais de referência da cidade.

Atualmente, a Sesau realiza dois tipos de exames para diagnóstico da doença:

Teste rápido: A coleta é feita com um furo no dedo e deve ser realizada após o sétimo dia do início dos sintomas gripais. A testagem é realizada em casos específicos.

RT-PCR: Com swab, cotonete passado na garganta e nariz do paciente, a amostra pode ser coletada entre o primeiro e décimo dia do início dos sintomas: febre, tosse, coriza e dificuldade para respirar.

“Mesmo que apresentem um resfriado comum, as pessoas precisam passar por uma avaliação médica no Centro de Atendimento à Covid-19”, frisou Geraldo Magela, secretário de Saúde. Em ambos os casos elas devem permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, afastadas de crianças, idosos e pacientes crônicos, hipertensos e diabéticos.

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DA BAHIA DEFENDE ADIAMENTO DO ENEM

Do Tabuleiro

Jerônimo.

O secretário de Educação do Estado da Bahia, Jeronimo Rodrigues, durante participação no programa O Tabuleiro desta terça-feira (12) falou sobre a expetativa para o ENEM 2020. Ontem (11) começaram as inscrições para o exame, mas Jeronimo pontua que devido a pandemia e a suspensão das aulas pela rede estadual de ensino, o mais sensato é que aconteça o adiamento das provas.

“Realizar o Enem em ano de pandemia é um erro grave do MEC. É desconsiderar a realidade social da maioria dos estudantes. A Secretaria da Educação está disponibilizando conteúdos, mas a situação é mais difícil para aqueles que moram em áreas remotas, na zona rural, nos quilombos, nos distritos e até mesmo nas periferias dos municípios, por não terem acesso à internet”, ponderou Jerônimo Rodrigues.

Para o secretário, as condições de acesso ao Ensino Superior devem ser asseguradas para todos e que a realização do Enem, neste contexto, exclui ainda mais os menos favorecidos. “Adotaremos todas as medidas necessárias para tentar adiar a realização do Enem. Já conversamos com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e com o próprio Inep sobre o adiamento. Entretanto, as inscrições já estão abertas. Então, a nossa obrigação é assegurar que os estudantes baianos estejam inscritos, enquanto tentamos mudar essa decisão”, ressaltou Jerônimo Rodrigues, ao orientar as escolas a abrirem para o apoio aos estudantes que não têm acesso a computadores e à internet para que façam suas inscrições.

Segundo Jerônimo Rodrigues, 138 mil estudantes da rede estadual de ensino na Bahia devem fazer o Enem e destacou como fundamental a parceria com as prefeituras, os secretários municipais de Educação, o movimento estudantil e a imprensa para garantir que um maior número de estudantes faça a inscrição para o exame.

ILHÉUS: MEDIDAS NÃO REDUZEM AGLOMERAÇÃO NA FEIRA DO MALHADO

Feira do Malhado na manhã desse domingo, dia 10. Foto de Adilson Araujo/Ilhéus em Resumo.

A estratégia adotada pelo prefeito Mário Alexandre para diminuir as aglomerações na central de abastecimento do Malhado parece não surtir efeito. Na manhã desse domingo, dia 10, era grande o número de pessoas que se concentrava no corredor formado por barracas no meio da pista.

Enquanto retira os feirantes das paredes da central, a prefeitura os junta na pista, mas não controla quantos consumidores acessam o local. Assim, a medida para reduzir a disseminação do novo coronavírus perde a eficácia.

No Mercado do Peixe de Águas de Menino, um dos principais de pescado de Salvador, o acesso é controlado por fiscais da prefeitura. O consumidor só pode ficar trinta minutos no local e cinquenta pessoas podem entrar de cada vez.

O prefeito Marão não precisa reinventar a roda para fazer o controle na feira do Malhado, basta ver o que tem funcionado em outros locais.

FACULDADE DE ILHÉUS INSTALA TÚNEL DE DESINFECÇÃO

Túnel.

No intuito de contribuir com a força tarefa para contenção do avanço do novo coronavírus no município, a Faculdade de Ilhéus vai instalar um túnel de desinfecção no Centro de Triagem Covid-19, montado pela Prefeitura, em parceria com o Governo do Estado, no Centro de Convenções Luiz Eduardo Magalhães. A Faculdade fez a aquisição do equipamento, que vai estar disponibilizado no local durante o funcionamento da unidade de saúde.

A Faculdade de Ilhéus e a Prefeitura Municipal já estão adotando providências para a implantação e uso do túnel de desinfecção, que poderá ser utilizado por servidores da saúde e pelas pessoas que necessitarem de atendimento no Centro de Triagem Covid-19. 

O equipamento é utilizado para sanitização do vestuário e áreas do corpo expostas no momento da entrada e saída das pessoas no ambiente hospitalar, com ótimos resultados na prevenção contra o coronavirus e bactérias. O processo de desinfecção é realizado por aspersão, com acionamento automático por sensor de movimento quando as pessoas passam pelo túnel.

O Centro da Covid-19 de Ilhéus, com 22 leitos e atendimento 24 horas, foi entregue pelo prefeito Mário Alexandre no dia 29 de abril, com a finalidade de realizar triagem e acolher pacientes com sintomas leves suspeitos de infecção por coronavírus. Para o local estão sendo direcionadas todas as pessoas com síndromes respiratórias.

O diretor da Faculdade de Ilhéus, Almir Milanesi, destaca que a iniciativa da instituição é no sentido de somar ao esforço das autoridades no combate à pandemia. “Na Faculdade, 50 por cento dos nossos cursos são na área de saúde (Enfermagem, Nutrição, Odontologia e Psicologia) e todos eles prestam serviços de caráter comunitário. Este é um compromisso da instituição”, salienta.

ILHÉUS: GOVERNADOR AMEAÇA FECHAR MAIS RUAS

Do Ilhéus 24h

Ilhéus.

Após confirmar o reforço no isolamento de alguns pontos de Salvador junto com o prefeito ACM Neto, o governador da Bahia, Rui Costa, indicou que as medidas para fechar ruas podem se estender para outras cidades que estão com grande incidência do novo coronavírus. Entrevistado pela Record Bahia, o gestor indicou que Ilhéus pode ter mais ruas fechadas.

“Já fechamos várias ruas do centro de Ilhéus e mais ruas podem ser fechadas totalmente. Com isso, a gente derruba drasticamente a aglomeração”, explicou.

Rui fez questão de ressaltar que a medida pode acontecer em qualquer município que tenha um aumento de infectados. Na última quinta (7), o governador fez um alerta sobre Ipiaú.

“Pode aumentar a restrição em cada cidade que a gente observe o aumento da taxa de contaminação”, indicou.

De acordo com os boletins da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Ilhéus tem 275 casos confirmados da doença e 11 óbitos. Até o momento, o estado registra 4.528 infectados e 165 mortes.

OBRAS DE DUPLICAÇÃO DA BA-001 SÃO INICIADAS EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Obra.

As ações para duplicação do trecho da BA-001, que se estende do Hotel Opaba até a rotatória que dá acesso ao bairro Ceplus, começaram em abril, mas a movimentação com máquinas foi iniciada na segunda-feira (4), de acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra). Será duplicado um trecho de 5,40 quilômetros.

“A obra é um desejo antigo dos moradores não apenas de Ilhéus, mas da região. Realizamos um trabalho em parceria com o Governo do Estado, trazendo investimentos dentro do plano de mobilidade e desenvolvimento da cidade. A duplicação da via trará mais conforto e segurança aos motoristas, com construção de novos acessos e rotatórias. É um compromisso firmado com o povo”, destaca o prefeito Mário Alexandre.

Átila Docio, titular da Seinfra, explica que o gestor apresentou ao governador Rui Costa, como contrapartida, o levantamento planialtimétrico (topografia e cotas) para viabilizar o projeto, que inclui duas ruas laterais, pista dupla nos dois sentidos e três rotatórias. A primeira fica na chegada da nova ponte, ao lado do aeroporto; a segunda nas imediações da Rua Diaconisa Góes; e a terceira próximo ao bairro Ceplus.

O prazo previsto para a conclusão do serviço é de seis meses. O investimento é de R$ 8.926.363,98, capitaneado pelo Governo do Estado. A empresa responsável pela obra é a Mazza Engenharia Ltda.

Docio ressalta ainda que para a duplicação será necessário utilizar a área verde, parte do canteiro onde estão alocados os postes de iluminação da Orla Sul, projeto executado pelo Município em 2019. A iluminação será interrompida em alguns trechos durante o andamento da obra.

“A ampliação da parte superior dará melhores condições de trafegabilidade, desafogando o fluxo de veículos e promovendo melhor acesso aos bairros mais populosos da cidade”, pontuou Docio. As ações integram o projeto de modernização da via. Para atingir tal finalidade é necessária a supressão de canteiro e árvores.

ESTADO QUER DAR BOLSA DE R$ 500 A PACIENTES COM COVID-19

Do Tabuleiro

Rui Costa

O governo estadual vai enviar para aprovação da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) um projeto de lei que prevê o pagamento de uma bolsa de R$ 500 a pessoas com sintomas leves da Covid-19 e que concordarem em sair de casa para ir para centros de acolhimento. A novidade foi anunciada durante entrevista coletiva do governador Rui Costa e do prefeito de Salvador, ACM Neto, na tarde desta quinta-feira (7).

O governador lembrou que, na Bahia, as medidas de restrição de convívio social foram adotadas de modo progressivo, de acordo com a realidade de cada município, sempre ajustando as ações com o poder público local. “Na Bahia, são três mil pessoas com vírus ativo, que ainda não estão curadas e têm grande potencial de transmissão. Tentando garantir que essas pessoas não estão contaminando outras, nos veio a ideia de pagar a bolsa de R$ 500, além de duas cestas básicas e assistência médica que já eram ofertadas antes. O projeto de lei deve ser enviado para Assembleia Legislativa ainda nesta semana e determinará um limite de mil pessoas por cidade ou de acordo com um teto com base nos casos ativos registrados”, explicou.

Rui apresentou a ideia a ACM Neto na manhã desta quinta-feira (7) e Salvador será a primeira cidade a participar do projeto. “Em Salvador, abrimos dois centros de acolhimento e monitoramento do quadro clínico, um próximo ao Parque de Exposições e outro em um prédio no Rio Vermelho, que estão com baixa adesão. O Estado vai arcar com R$ 250 e a Prefeitura com os outros R$ 250, e os interessados deverão ocupar as vagas já existentes. Vale lembrar que metade do valor será paga no sétimo dia de isolamento e a outra metade no 14º dia”, detalhou o governador.

ACM Neto disse que concordou em participar da iniciativa com o objetivo de reduzir a taxa de transmissão de novos casos de contágio na capital. “Logo pela manhã, quando tratamos do assunto, concordei que a Prefeitura participe do programa e arque com metade desta bolsa, ou seja, R$ 250 de Salvador e R$ 250 do Estado. Esse projeto pensado pelo Estado conversa com as medidas de isolamento social e de restrição às atividades implementadas para conter a propagação do vírus em uma cidade da magnitude de Salvador”, lembrou o gestor municipal.

*Bairros bloqueados*

Durante a coletiva, o prefeito de Salvador também informou medidas restritivas mais amplas em três bairros da capital a partir deste sábado (9): Boca do Rio, Plataforma e o Centro, na região da Avenida Joana Angélica. Essas áreas têm apresentado novos casos com maior velocidade e uma rotina de circulação de veículos e pessoas semelhante à presenciada em um dia normal, de acordo com ACM Neto.

O prefeito alerta que isto não implica no famoso “lockdown”, já que as pessoas não ficarão impedidas de sair de casa e isso não é algo que é cogitado neste momento. Rui e ACM Neto informaram também que não haverá alteração nas rotas do transporte público e que moradores, mediante apresentação do comprovante de residência, terão total acesso aos bairros e às respectivas residências.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia