WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom saude></a>
<a href=embasa secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Geral’

REJEITADO NAS URNAS, EX-CANDIDATO A PREFEITO DE ILHÉUS VIRA ESPALHADOR DE FAKE NEWS

Reinaldo.

Rejeitado pela população ilheense no último dia 15, Reinaldo Soares, que concorreu a prefeito pelo nanico PTB, passou a gastar tempo espalhando notícias falsas sobre a eleição.

As mentiras colocam em dúvida o resultado do pleito, sobretudo na proporcional, que elege os vereadores.

Em postagens em seu perfil e em grupos do facebook, Soares, que se diz professor, afirma que o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estaria mostrando a quantidade de votos dobrada de cada candidato a vereador por Ilhéus.

Uma consulta simples revela que esse erro nunca existiu.

O processo de desacreditamento do processo eleitoral brasileiro, no entanto, não é privilégio da extrema-direita ilheense.

O presidente Jair Bolsonaro, seguindo os passos do também rejeitado Trump, há tempos blefa afirmando existir fraudes nas eleição. Como sempre, não é capaz de mostrar provas.

SECRETÁRIO CITA AUMENTO CASOS DE COVID-19 E PEDE QUE POPULAÇÃO EVITE FESTAS DE FIM DE ANO

Fábio Vilas Boas

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, comentou o aumento de casos de coronavírus no interior e na capital, além do temor por uma segunda onda da doença. Em entrevista a Mário Kertész hoje (23), durante o Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole, ele afirmou que houve um aumento na demanda por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes sem a Covid-19.

“Passamos a ter um volume bastante próximo do que era antes de acidentes de trânsito, tanto de carro como de moto. As cirurgias voltaram a acontecer, consequentemente há a necessidade de leitos puros de UTI. Estamos convivendo ainda com um número elevado de pacientes internados com Covid. Além disso, todos os casos de suspeita de Síndrome Respiratória Aguda Grave, que é o paciente que tem uma infecção respiratória que precisa de uma observação, inicialmente é feita a suspeita do Covid. Se ele precisa internar na UTI, é internado e o resultado sai em, no máximo 48 horas”, disse o secretário.

“O problema é que antes a gente tinha como tirar esse paciente sem nenhum problema para outro lugar quando ele não era Covid. Confirmava que não era, levava ele a uma UTI não-Covid. Hoje as UTIs não-Covid estão cheias. Aí eu fico com a UTI Covid cheia de pacientes que não têm Covid, porque as causas de necessidade de UTI, que estavam suprimidas no começo do ano, estamos enfrentando agora esse fenômeno de convívio das duas razões de se internar em UTI. Razão pela qual nós temos uma taxa de ocupação elevada, mas não necessariamente por pacientes Covid”, acrescentou.

:: LEIA MAIS »

BAHIA REGISTRA 21 ÓBITOS E 958 NOVOS CASOS DE COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Hospital

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 21 óbitos em decorrência da Covid-19 e 958 novos casos da doença, com uma taxa de crescimento de +0,2%, de acordo com o boletim epidemiológico de ontem (22) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Foram contabilizados ainda 1.346 recuperados do coronavírus no estado.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.102, representando uma letalidade de 2,10%. Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador, com uma porcentagem de 25,09. Dos 384.903 casos confirmados desde o início da pandemia, 368.575 já são considerados recuperados e 8.226 encontram-se ativos.

A Sesab ressalta que o boletim epidemiológico contabiliza 21 óbitos que ocorreram em diversas datas, e a existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação.

EM ILHÉUS, TODOS VOLTARAM À VIDA NORMAL, MENOS ELES

Cacá (não desista, mas que campanha foi esaa, heim) voltou a administrar o negócio dele.

Valderico Jr. voltou a cuidar da herança do pai (meritocracia pura kkk).

Marão já está pensando no que fazer (de certo e de muito errado) nos próximos quatro anos.

Todos voltaram à vida normal.

Menos meia duzia de ex-futuros ocupantes de cargos comissionados.

Esses ainda exibem o chorôrô em qualquer esquina do centro da cidade.

BAHIA REGISTRA 1.870 NOVOS CASOS DE COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Covid 19

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.870 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 1.702 recuperados (+0,5%). Dos 382.164 casos confirmados desde o início da pandemia, 365.848 já são considerados recuperados, 8.255 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,22%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (9.077,85), Itabuna (6.783,98), Madre de Deus (6.774,76), Almadina (6.698,39), Aiquara (6.657,67).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 781.098 casos descartados e 94.688 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (20).

Na Bahia, 30.577 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 23 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

BAHIA JÁ TEM MAIS DE 8 MIL MORTOS POR COVID-19

Mortes por Covid-19.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.849 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 2.129 recuperados (+0,6%). Dos 380.294 casos confirmados desde o início da pandemia, 364.146 já são considerados recuperados, 8.110 encontram-se ativos.

Na Bahia, 30.453 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos.

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 25 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 8.038, representando uma letalidade de 2,11%. Dentre os óbitos, 56,22% ocorreram no sexo masculino e 43,78% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,58% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,11%, preta com 14,85%, amarela com 0,73%, indígena com 0,10% e não há informação em 11,62% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,81%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,27%).

A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Com informações da ASCOM-SESAB.

AGÊNCIAS DO INSS ESTARÃO FECHADAS NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA, 23

Inss

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não serão atendidos nas agências do órgão nesta segunda-feira (23). Os locais de atendimento estarão fechados por causa do ponto facultativo correspondente ao dia do servidor público, que foi transferido de 28 de outubro para 23 de novembro.

A transferência do ponto facultativo havia sido autorizada por portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União em 27 de outubro, véspera do dia do servidor público. Na ocasião, o governo justificou que a mudança de data foi necessária para manter os atendimentos agendados, evitando remarcações e transtornos para os beneficiários.

Outros órgãos, como a Receita Federal haviam suspendido o expediente em 30 de outubro e atenderão normalmente nesta segunda-feira. O INSS, no entanto, optou por fazer o ponto facultativo no fim de novembro para desafogar o atendimento nas agências, que cuidam de pedidos e de processos acumulados durante a pandemia de covid-19.

Com o fechamento das agências, os cidadãos podem buscar informações, pedir benefícios e agendar serviços sempre pelo aplicativo Meu INSS. Também é possível resolver dúvidas pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

‘NÚMERO DE CASOS NOVOS MUITO ELEVADO’, DIZ SECRETÁRIO DE SAÚDE SOBRE REGISTROS DA COVID-19 NA BA

Fábio Vilas Boas

O Secretário Fábio Vilas-Boas falou, em entrevista ao Jornal da manhã, da TV Bahia, nesta quarta-feira (18), sobre o aumento do número de casos de Covid-19 na Bahia.

De acordo com o secretário, o número diário de novos casos é considerado elevado e já causa preocupação.

“As pessoas precisam parar e perceber que nós temos mais de 1000 casos novos todos os dias, nós temos pessoas que estão sendo internadas. Não tem morrido tanto quanto morreu no começo, porque nós aprendemos a manejar essa doença melhor. A taxa de letalidade tem se mantida baixa, mas as pessoas têm sofrido. Os hospitais particulares da mesma forma, como aconteceu no começo, estão começando a apresentar uma elevada taxa de ocupação. Alguns tiveram que reabrir suas UTIs de Covid”, diz o secretário.

Vilas-Boas atribui esse aumento a aglomerações que estão sendo realizadas através de festas e aglomerações em campanhas eleitorais.

“Nós estamos vendo o reflexo do que enfrentamos ao longo dos últimos 60 dias, durante a campanha eleitoral. O descontrole que aconteceu no interior, por mais que medidas fossem adotadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), elas não surtiram efeito, e nós tivemos uma campanha com muitas pessoas nas ruas, aglomerações. Mas não foi apenas isso, as festas, baladas, os encontros familiares, o reencontro de amigos”, diz.

Diante das aglomerações, o secretário antecipa a preocupação com as possíveis confraternizações de fim de ano.

“Eu chamo atenção para isso que vamos enfrentar a partir de dezembro, que são as confraternizações de fim de ano. No ano passado nós não tivemos a pandemia em dezembro, vamos enfrentar agora o nosso primeiro Natal, primeiro final de ano em plena pandemia. Ela não acabou, nós continuamos com taxas de ocupação hospitalar elevadas, nós continuamos com o número de pessoas internadas próximo de 500, sem cair, e nós continuamos com um número de casos novos todos os dias muito levado”, afirma.

O secretário também fez um alerta sobre as festas de final de ano, destacou a importância de frequentar os lugares de forma responsável e anunciou o plano para criação de um projeto voltado para o verão da Bahia este ano.

“Temos notícias de réveillon, estão sendo vendidos centenas e até milhares de ingressos. Já advirto aos organizadores e a quem está comprando que há um grande risco de isso não ocorrer. Temos que programar o verão, e para isso nós vamos fazer uma reunião dentro do governo, a Secretaria de Saúde, Secretaria de Turismo, Bahiatursa, para poder alinhar internamente um projeto que nós vamos chamar de ‘Verão Responsável’. E na sequência trabalhar junto com as entidades organizando o turismo, dentro de um plano de enfrentamento da Covid-19”, conta. [G1]

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE 12 MIL VAGAS DO UNIVERSIDADE PARA TODOS

Universidade para todos.

As 12 mil vagas gratuitas de preparação para o ingresso no ensino superior, por meio do programa Universidade Para Todos (UPT), estão disponíveis desde ontem,  terça-feira (17). O edital do programa foi lançado em uma videoconferência realizada pelo canal do Youtube do Instituto Anísio Teixeira. Podem participar os estudantes que estão terminando o ensino médio ou profissionalizante na Rede Pública. A preparação é desenvolvida em parceria com as universidades públicas Uneb, Uefs, Uesb, Uesc e Ufrb, com o objetivo de contribuir para o acesso de estudantes ao Ensino Superior.

O edital, com o manual de instruções e o passo a passo para a inscrição, pode ser acessado no site do Programa. As dúvidas podem ser esclarecidas através do email upt@educação.ba.gov.br ou ainda por telefone, pelo 0800-2858000.

Segundo o superintendente de Programas e Projetos da Secretaria Estadual da Educação (SEC), Március Gomes, que coordenou a videoconferência de lançamento do programa, o Universidade Para Todos 2020 foi reconhecido pelo governador Rui Costa através do Decreto 2004/2020. “A SEC mobilizou, para a inscrição no Enem, todos os estudantes da rede pública, de janeiro a março. A segunda etapa é esta, a mais importante, o fortalecimento das aprendizagens, onde a gente tem uma aproximação da juventude e a preparação para o ingresso nas universidades por meio de uma parceria com as universidades estaduais e a UFRB, através da oferta de diversas atividades”.

:: LEIA MAIS »

VACINAS DA CHINA DEVEM CHEGAR AO BRASIL AINDA ESTA SEMANA, DIZ INSTITUTO BUTANTAN

CORONAVAC

Lotes da vacina CoronaVac devem chegar ao Brasil ainda esta semana, segundo anunciou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, nesta terça-feira (17). Já a matéria-prima para a produção do imunizante em terras brasileiras deve chegar até o final de novembro.

“Já receberemos vacinas nesta semana. Vamos receber já uma primeira partida de vacinas prontas da China. Também receberemos ainda neste mês um quantitativo inicial de 600 litros de matéria-prima para iniciar a produção aqui no Butantan. Tudo caminha para que rapidamente tenhamos um quantitativo de 46 milhões de doses de vacinas prontas para uso já em janeiro”, disse.

Contudo, antes de ser aplicada na população, a vacina precisa primeiro ser registrada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O processo depende ainda da finalização dos testes, que já estão na terceira fase. [Bahia.ba]



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia