WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia embasa secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘Entrevistas’

GOVERNADOR DA BAHIA DECRETA LOCKDOWN PARA ESTE FINAL DE SEMANA

Rui Costa

 

O governador Rui Costa anunciou nesta quinta-feira (25) que vai decretar lockdown no fim de semana em 381 municípios baianos, incluindo Salvador e Região Metropolitana (RMS), como forma de diminuir a transmissão do novo coronavírus no estado. O fechamento das atividades não essenciais começará a partir das 20h desta sexta-feira (26) e irá até às 5h da próxima segunda (1º).

Estas cidades atingidas pela medida são aquelas que já estão com toque de recolher das 20h às 5h. As restrições começarão de forma escalonada na sexta. Às 17h, deverá ser fechado ao comércio de rua; às 18h, bares e restaurantes; e às 20h os shoppings. Segundo Rui Costa, esta divisão foi feita como forma de evitar sobrecarga no transporte público, o que geraria aglomerações.

“MOTOCOBRA”: JERBSON MORAES SE DESTACA NA DEFESA DOS TRABALHADORES

Jerbson soltou o verbo.

Durante a investida dos rodoviários de Ilhéus contra a chegada de novos ônibus operados somente pelos motoristas – que geraria desemprego na categoria, chamou a atenção a defesa dos trabalhadores feita pelo vereador Jerbson Moraes (PSD).

Ao se pronunciar na sessão realizada na noite de ontem (terça, 3) para discutir o assunto – que acabou por proibir que o motorista faça a cobrança da passagem também, o parlamentar se posicionou favorável à proibição (veja mais aqui).

Moraes justificou o voto contrário às empresas de transporte destacando seu passado humilde. O pai do vereador foi motorista por anos.

“Meu pai se aposentou como motorista, me educou, sou advogado, sou vereador. Meu irmão é da Polícia Rodoviária Federal e minha irmã é advogada, escrivã… com um volante dirigindo. Meu pai nos educou no volante, se aposentou no volante. Eu vou votar contra? Não voto! Pode ser empresa, pode ser quem for, eu voto a favor do motorista, do trabalhador e do cobrador” declarou o parlamentar ao justificar seu voto.

 

VEREADOR QUER OFICIALIZAR O NOME DA “PRAÇA DA IRENE”

A Praça.

Projeto de Lei apresentado pelo vereador Nerival (PCdoB) propõe alterar, oficialmente, o nome da Praça Castro Alves para Praça da Irene.

Localizada na Avenida Soares Lopes e ponto de encontro para quem quer comer e beber na centro de Ilhéus, a praça tem um busto do poeta, mas é conhecida, há muito tempo, pelo nome da ilheense Irene, que comercializava acarajé num quiosque no local.

É raro encontrar alguém que se refira ao local pelo nome oficial.

A mudança de nome tem gerado debates nas redes sociais. Há opiniões de todos os tipos.

O projeto ainda não tem data pra ser apreciado pelos vereadores.

SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO DE MARÃO ESTÁ DE SAÍDA

Alcides.

O ainda secretário de comunicação social de Ilhéus, Alcides Kruschewsky, deu entrevista ao radialista Vila Nova, na Ilhéus FM, nesta terça, dia 17. Na pauta, avanços da cidade e um tom de despedida.

Cidão, como é conhecido, está de malas prontas para assumir a gestão do turismo da cidade, que patina há 484 anos.

A passagem pela Secom rendeu uma boa relação de Alcides e do governo com a imprensa. Por um bom tempo, os veículos de comunicação “seguraram a onda” de críticas à gestão graças ao jogo de cintura de Cidão.

Jogo de cintura para lidar com uma comunicação com pouca verba e quase nada de estrutura. Assim como quase todas as secretarias, falta pessoal. A Secom conta com dois jornalistas efetivos e quatro cargos de confiança.

O novo gerente da comunicação do governo Marão será o fiel escudeiro da mãe do prefeito e deputada estadual, Ângela Sousa, o publicitário Hélio Ricardo, que deixa a secretaria de Turismo.

Em tempo: As mudanças feitas por Marão nos últimos meses em seu secretariado surtiram poucos efeitos. A ida do engenheiro Hermano Fanning para a secretaria de serviços urbanos, por exemplo, rendeu uma greve de dois dias na coleta de lixo.

NAZAL: “ESTOU VENDO O GOVERNO DE MÁRIO DEGRINGOLAR”

Do Pimenta

Nazal de saída confirmada

José Nazal Pacheco Soub, 62 anos, era, até o dia 30 de abril, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus. Pediu exoneração ao final da tarde daquela segunda-feira, véspera do 1º de Maio, Dia do Trabalhador. Passou a ser, a partir dali, apenas vice-prefeito. Ou, como diz, “figura decorativa”.

O casamento político com o prefeito Mário Alexandre (Marão) acabaria dois dias depois. O prefeito tentou dissuadi-lo. Ouviu de Nazal uma espécie de “Ou Bento ou eu”. Bento Lima vem a ser o secretário de Administração de Ilhéus. Mandachuva do governo, como define Nazal. Marão não topou abrir mão de Bento.

Nazal faz críticas e autocríticas. Para ele, o Governo Marão está degringolando (palavras dele) e a hora é da “cidade acordar” e a gestão ter pessoas comprometidas com Ilhéus. Aponta desvios éticos e afrontas ao erário.

O vice-prefeito acredita que Marão governa sem compartilhar poder. E, mais que isso, sem comparecer ao próprio gabinete. Pior, diz que o prefeito passou mais de 8 meses sem reunir o secretariado. Também não acredita que o governo melhore. Diz ter batido de frente com mandachuvas do governo – secretários Bento Lima, Alisson Mendonça e Alcides Kruschewsky.

Membro da Rede, o vice-prefeito fez autocrítica: enxerga-se como intransigente com várias coisas. Na tarde da última quinta-feira (17), Nazal concedeu a seguinte entrevista ao blog:

PIMENTA – Começando do começo, como é que surge a aliança com Marão?

JOSÉ NAZAL PACHECO SOUB – Lançamos pré-candidatura para discutir os problemas de Ilhéus. Para mim, era muito mais importante governar do que ganhar. Ficamos em um grupo menor. Terminou não dando certo, mas tivemos uma relação boa [em uma aliança inicial de 7 legendas]. Na última semana para convenções, Mário ficou sozinho. De 7 partidos daquele grupo, ficaram 5. Depois, um. Rachou tudo. Foi quando houve proposta de [Emílio] Gusmão e Hélio Ricardo: Por que não junta com Nazal? Aí, marcamos uma conversa, no dia 30 de julho, 10 da manhã. Conversamos. Lá, eu disse: se a gente fechar um acordo, a minha proposta é só uma. É Ilhéus, é por Ilhéus. Não sabíamos se iríamos ganhar ou não. Dia 31, convenção do PSD, sentamos novamente. No outro dia, ele vira pra mim e diz: Essa noite eu dormiOs acordos que eu tentei fazer, todo mundo trabalhou na faixa de 50%, dividindo loteando o governo.

PIMENTA – E contigo?

NAZAL – Eu disse: minha proposta é por Ilhéus. Agora, tem uma condição. Se sair da linha, eu grito. Ganhamos a eleição sem dívida política nenhuma. Eram cinco partidos. Um grande e os nanicos: O PSD, PTdoB, PTB, PSL e a Rede.

PIMENTA – Você impôs condições, Marão aceitou. Pelo que aconteceu no governo, você se sentiu usado?

NAZAL – Não me senti, pois não me subjuguei. Não concordei, um abraço. Muitos dizem você foi importante para a eleição de Mário. Talvez não tenha essa dimensão. Eu era pré-candidato, tinha 2%, sem estrutura e densidade eleitoral. Mas algo mudou quando tornei-me vice. Mas não me senti usado. A discussão, o discurso eram um. Mas, eepois, a prática… Mas o meu permaneceu o mesmo. O que eu não aceitava, eu dizia. Coisa que não aceitei, eu sempre bati de frente.

PIMENTA – Com o prefeito?

NAZAL – Com Mário e com algumas pessoas do governo que são mandachuvas: Bento Lima (secretário de Administração), Alisson Mendonça (Governo, e agora na Seplandes) e Alcides Kruschewsky (Comunicação). Com Alcides, menos, para não ser injusto. Com Alisson, forte… Eu não entrei para disputar o poder, mas para compartilhá-lo. Essa é a diferença. Eu dizia com Alisson: ‘o meu compromisso é muito maior que o seu. Você é secretário. Eu sou secretário e vice-prefeito’. Eu botei meu nome. Meu nome estava na tela [da urna]. O de Mário foi para a tela, o meu foi para tela. Eu não queria ser um vice decorativo como agora vou ficar.

Clique aqui e leia a íntegra.

PREFEITURA DE ILHÉUS VAI ALUGAR AMBULÂNCIAS PRO SAMU

Do Tabuleiro

Ambulâncias novas a caminho.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, informou, na manhã dessa quinta-feira, dia 17, que o município irá alugar, com recursos próprios, duas ambulâncias tipo Samu. A declaração foi feita durante a entrevista ao comunicador Vila Nova, no programa O Tabuleiro (Ilhéus FM 105,9).

O prefeito explicou que a medida faz parte de um plano imediato para tentar solucionar o problema da frota do serviço. De acordo com ele, os quatro veículos utilizados atualmente pelo SAMU 192 possuem pelo menos 6 anos de uso intenso, e apresentam problemas mecâniccos frequentemente, o que gera transtornos para a população. O aluguel das novas unidades irá durar até a chegada de novas unidades, enviadas pelo Governo Federal ao município.

AGENTES DE ENDEMIAS PROTESTAM EM FRENTE AO GABINETE DE MARÃO

Protesto em frente ao gabinete de Marão. Foto do Ilhéus em Resumo.

Parece ter chegado ao fim a lua de mel do prefeito Mário Alexandre com os servidores do município de Ilhéus. Ano passado, Marão conseguiu fazer sorrir o trabalhador, garantindo reajuste a todas as categorias após anos sem revisão.

Em 2018, no entanto, professores já demonstram insatisfação com o rumo da campanha salarial. E, nessa quinta, dia 3, agentes de saúde e combate a endemias protestaram no estacionamento do centro administrativo, na Conquista, onde fica o gabinete de Marão.

Na pauta, o piso da categoria, ainda desrespeitado pelo município. Apesar da mobilização, os servidores não foram recebidos pelo prefeito.

BLOG ACUSA ÂNGELA E MARÃO DE PERSEGUIR VEREADOR

Do Blog Chico Andrade

Thadeu perseguido?

Nos bastidores da política ilheense, um dos temas mais comentados tem sido a perseguição da qual tem sido vítima o vereador Thadeu Muniz, do PDT.

Uma fonte que integra o governo Marão e prefere não se identificar afirma ter presenciado, há alguns dias, uma reunião que envolveu membros da atual gestão e algumas personalidades do meio político. Nela, foi revelada a ordem de atrapalhar a atuação política do jovem parlamentar e advogado.

A ordem, segundo a fonte, partiu da deputada estadual Ângela Sousa, que avalia ser ameaçadora a atuação de Muniz no legislativo. No início da atual gestão, o grupo da deputada estadual do PSD, mãe do prefeito Mário Alexandre, impediu, através de uma articulação, que Thadeu Muniz se tornasse presidente do legislativo ilheense.

Na época, Muniz havia realizado inúmeras reuniões em seu escritório e contava com o apoio de treze parlamentares. Thadeu foi, como se sabe, traído. O edil voltou a ser alvo de perseguição ao tentar se eleger presidente da comissão de constituição e justiça. Na ocasião, a deputada estadual Ângela Sousa ordenou que Mário Alexandre convencesse um parlamentar a não votar em Thadeu Muniz.

A atuação de Thadeu, que vem realizando denúncias e promete ingressar na justiça objetivando anular a votação na qual a Câmara de Vereadores de Ilhéus permitiu o parcelamento de uma dívida estratosférica da Embasa com o município, vem irritando o governo Marão.

Há algumas semanas, Muniz estava viajando quando soube que seu irmão, Thiago Muniz, que também é uma liderança no município, havia sido nomeado diretor de divisão artística, lotado na secretaria municipal de cultura. A intenção, mais que prestigiar o irmão gêmeo do vereador, foi transmitir à sociedade a ideia equivocada de que Thadeu estaria pedindo cargos ao governo. O vereador vem afirmando, contudo, que sua prioridade é legislar para beneficiar o povo que o elegeu. Destemido, Thadeu Muniz pode ser a peça do xadrez político local que carboniza a trama armada contra seu mandato por prepostos do governo e derrete, por tabela, a reeleição de Ângela Sousa.

SISTEMA ANTIRROUBO É ACIONADO E PROVOCA PÂNICO EM AGÊNCIA DO BRADESCO EM ILHÉUS

Do Pimenta

Sistema antirroubo

Correntistas e funcionários de uma das agências do Bradesco em Ilhéus passaram por um grande susto, nesta tarde de sexta (27), quando o sistema antirroubo foi acionado, involuntariamente, e nuvens de fumaça tomaram conta do estabelecimento, após alarme disparar.

A correria foi registrada na agência situada próximo ao SAC, no Centro Histórico. A instituição financeira tem duas agências no Calçadão da Marques de Paranaguá, área comercial do município sul-baiano. A correria foi intensa para que tanto correntistas como funcionários deixassem a agência. Mais informações a qualquer momento.

APÓS RECLAMAÇÕES, UESC SUSPENDE ATIVIDADES DE RESTAURANTE

Do Blog do Gusmão

Uesc

Publicado hoje (27) no site da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), um comunicado informa a suspensão das atividades do restaurante universitário. A interrupção dos serviços vai começar às 16 horas desta terça-feira.

Conforme a Subgerência de Serviços Auxiliares da UESC, a medida é necessária para a realização de uma reforma nas instalações do restaurante. A unidade voltará a funcionar assim que o trabalho for concluído. A nota não informa previsão para o fim do serviço.

O anúncio da universidade chega menos de uma semana após o episódio em que estudantes afirmaram que se sentiram mal depois de comer no restaurante.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia