WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Destaque3’

COLISÃO ENTRE CAMINHÃO E ÔNIBUS DEIXA 5 MORTOS EM ILHÉUS

José Gutemberg. Foto: redes sociais.

Três vítimas fatais do acidente já foram identificadas: José Gutemberg, morador de Ilhéus, de 23 anos, o motorista do ônibus,  Carlos Júnior, morador do Banco da Vitória, também em Ilhéus, e o itabunense Jorge Santos, residente no Bairro Lomanto, que era passageiro.

Carlos Júnior era o motorista do ônibus.

Veja mais informações abaixo.

Atualizado às 09h05 de sexta (23)

O número de mortos foi confirmado, de acordo com o G1 Bahia. O motorista e quatro passageiros do ônibus, que ainda não tiveram os nomes revelados, foram as vítimas fatais, de acordo com a Viação Cidade Sol.

Passageiros relataram ao G1 Bahia que o ônibus seguia em sua via, quando o caminhão surgiu, na contramão, causando o acidente.

Na noite desta quinta-feira (22), um grave acidente deixou ao menos quatro mortos nas imediações do Posto Santo Antônio, trecho da BR-101 entre o trevo de Uruçuca e o município de Itabuna.

Um caminhão com uma carga de madeira colidiu com um ônibus da empresa Cidade Sol, que fazia o itinerário de Jequié para Ilhéus

Em vídeos que circulam na internet, é possível ver o estado dos veículos após a colisão. Enquanto o caminhão tombou na beira da estrada e pegou fogo, o ônibus foi parar no meio do matagal, às margens da rodovia.

As informações preliminares apontam que ao menos quatro mortos foram identificados no local, vários outros feridos também foram reportados, mas ainda não há um número preciso de vítimas. Mais informações serão repassadas a qualquer momento.

Por meio de nota à imprensa, a Cidade Sol afirmou que as causas do acidente ainda estão sendo investigadas e que presta assistências às vítimas e familiares. A empresa coloca à disposição das vítimas e familiares o SAC 0800 075 0010 para a prestação de mais informações.

 

Informações do Agravo e Ilhéus 24h

 

ILHÉUS: SEM ÔNIBUS NOVOS, PASSAGEM PODE VOLTAR A R$ 3,50

Latas velhas deveriam estar sendo substituídas…

Vence nessa terça, dia 30, o prazo concedido pelo prefeito Mário Alexandre às empresas de transporte coletivo de Ilhéus para que coloquem em circulação 14 novos ônibus equipados com internet sem fio e ar condicionado. Lembre aqui.

O Decreto número 133, assinado em dezembro de 2018, condicionou o aumento da passagem de R$ 3,50 para R$ 3,80 a melhorias no sistema de transporte. Entre elas, a aquisição dos novos ônibus e reforma de abrigos, como o da Praça Coronel Pessoa, no centro, que também não avançou até agora.

A primeira etapa de aquisição dos ônibus deveria ter sido cumprida até hoje, com a chegada de 14 veículos, sendo 7 de cada empresa. 

De acordo com o decreto de Marão, outros 20 ônibus equipados com wifi e ar refrigerado devem começar a rodar até 30 de julho de 2020.

Como o documento assinado pelo prefeito condiciona o aumento da tarifa à chegada dos veículos novos, é grande a expectativa da população quanto a uma possível redução do preço da passagem, diante do descumprimento da exigência.

Por outro lado, preocupa a conivência dos órgãos de fiscalização do município quanto aos problemas das empresas. O número de veículos que quebram em meio a viagens e deixam passageiros a pé ou em risco, é grande.

Em contrapartida, os esforços da prefeitura para fiscalizar e punir as concessionárias têm sido pífios.

GUILHARDES JÚNIOR É PRÉ-CANDIDATO A REITOR DA UESC

Do Blog do Gusmão

Guilhardes. Foto Ascom/Uesc.

As eleições para escolha do novo reitor da UESC acontecem em novembro mas os nomes dos pré-candidatos já começam a surgir. Dentre os postulantes, aparece o do atual Diretor do Departamento de Ciências Jurídicas, prof. Guilhardes Júnior.

Guilhardes tem experiência e vivência na Universidade. Foi presidente do Centro Acadêmico de Direito e também do DCE. Por lá foi também servidor técnico administrativo e iniciou a carreira docente como professor substituto. Há oito anos trabalhando na gestão do Curso de Direito, contribuiu para que o curso tivesse uma maior abertura para a sociedade e figurasse como um dos melhores da Bahia, inclusive obtendo o Selo OAB Recomenda, que distingue os melhores cursos de Direito do Brasil, segundo a Ordem dos Advogados. Na Universidade é também conhecido pela coordenação de projetos de extensão como o SER-Mulher, o Núcleo Rondon e pela defesa das questões ambientais.

Conhecimento da UESC o pré-candidato tem de sobra, já que desde calouro até uma sólida carreira docente, passando por Mestrado e Doutorado e funções administrativas, já se vão quase 30 anos ligados à universidade.

Em tempo – Ontem (segunda, 3), divulgamos aqui texto do professor Roana Xavier, onde ele se lança também como pré-candidato a comandar o terceiro maior orçamento da região sul da Bahia. Veja aqui.

PROFESSOR RONAN XAVIER ANUNCIA PRÉ-CANDIDATURA A REITOR DA UESC

Ronan.

É com entusiasmo que me apresento como pré-candidato a reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, valorizando seu passado institucional e disposto a contribuir na construção de uma Universidade inovadora e de excelência.

A preparação para essa função foi iniciada na Universidade Federal de Viçosa, que me proporcionou uma sólida formação, da graduação ao doutorado, bem como as experiências de participação em órgãos colegiados e de liderança estudantil. Em 20 anos como Professor na UESC, venho realizando de maneira comprometida as diversas atividades docentes. No ensino de graduação, recebi homenagens de várias turmas de biologia, agronomia e biomedicina. Na pós-graduação, concluí a orientação de cerca de 40 mestres e doutores e mantenho várias orientações de estudantes em andamento, incluindo também cinco supervisões de pós-doutorado. Como pesquisador nível 1 do CNPq, tenho mais de 80 artigos científicos publicados, bem como capítulos de livros e trabalhos em eventos científicos. Na extensão articulada com a pesquisa aplicada, apresentei resultados de pesquisa com soluções para a agricultura e conservação da biodiversidade, organizei, realizei e ministrei palestras em eventos. Na administração, quando atuei como Diretor do departamento de Ciências Biológicas, instituí o conselho de representantes e o planejamento participativo, promovi a qualificação docente e contratação estratégica, colaborando na criação de programas de pós-graduação e no fortalecimento da pesquisa. Tenho atuado também como coordenador de cursos, assessor de relações internacionais, membro de organismos nacionais e internacionais de promoção da educação, da ciência, da tecnologia e do desenvolvimento humano.

A UESC estabeleceu-se a partir da dedicação de seus fundadores e da luta de estudantes, servidores(as) e professores(as), transformando-a em uma instituição pública de ensino, pesquisa e extensão de qualidade reconhecida. Nas últimas décadas, expandiu-se de modo a contemplar múltiplas áreas do conhecimento e diversas carreiras profissionais. No estágio atual de seu desenvolvimento, ainda há desafios para dar continuidade à sua consolidação. Por causa disso, idealizo uma instituição sustentável, que inclua a qualidade de vida no trabalho, a excelência educacional, científica e inovadora, as condições adequadas aos estudantes e a promoção da cultura e das artes. A Universidade deve cumprir seu papel de vetor de desenvolvimento e transformação da sociedade, conectada à realidade local e reconhecida nacional e internacionalmente.

É com a segurança advinda das experiências vivenciadas e nesse contexto institucional que me apresento como pré-candidato a Reitor da UESC, convidando estudantes, servidores(as) e professores(as) para juntos colocarmos em prática uma administração que promova a UESC para patamares ainda mais elevados.

CORRUPÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE ILHÉUS: O QUE SE SABE ATÉ AGORA

Câmara

Na manhã dessa quarta-feira, dia 15, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Ministério Público da Bahia (MP/Ba) deflagraram a operação Chave E, que investiga desvios financeiros, fraudes e lavagem de dinheiro no âmbito da Câmara de Vereadores de Ilhéus. O que se sabe até agora:

– De acordo com o MP, a operação mira crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos e lavagem de dinheiro, praticados entre os anos de 2011 e 2018

– Foram expedidos sete mandados de prisão e dez de busca e apreensão, pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus, além de afastados um vereador e sete servidores da Câmara Municipal. Empresários também integram a lista.

– O ex-vereador e atual secretário de Agricultura de Ilhéus, Valmir Freitas, foi preso em casa;

– O Blog do Gusmão informou que também são alvo de prisões preventivas: Aêdo Laranjeira de Santana, Cleomir Primo de Santana, Leandro da Silva Santos, os vereadores Lukas Paiva e Tarcísio Paixão, e o funcionário da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Paulo Leal.

– Os vereadores Lukas Paiva (PSB) e Tarcísio Paixão (PP) também foram alvo de busca e apreensão. Paiva teve a casa arrombada por policiais, já que não se encontrava no local durante a ação. Paixão presidiu o legislativo ilheense entre 2015 e 2016. Paiva o sucedeu (2017/2018);

– O vereador e médico, Aldemir Almeida, foi afastado do cargo. Segundo o Blog do Gusmão, Almeida fez ameaças a um servidor do legislativo, com objetivo de desencorajá-lo a contar à polícia sobre possível mau uso de recursos da câmara;

– Ainda não foi divulgado o montante estimado que pode ter sido desviado pelo grupo criminoso;

– O nome da operação – Chave E, é uma referência ao empresário Enoch Andrade, dono das lojas Andrade Multicompras. O empresário já é alvo de processos e ficou preso, em 2017, por crimes investigados na Operação Citrus, que investiga desvios em recursos da assistência social do município.

FORRÓ DO SOSSEGO ACONTECE EM IBICARAÍ NO DIA 1º DE JUNHO

Forró.

Com muita música e tradição, mais uma edição do Forró do Sossego acontecerá em Ibicaraí no dia 1º de Junho, abrindo o mês oficial do forró. A festa, que é all inclusive e de camisa, será realizada na Fazenda Mimosa (Rancho do Meirão) e está marcada para as 21 horas.

Targino Gondim, Lordão, Carlota Juaquina, Marquinho Kora, TaTu da Saloméa e Pipoco do Trovão serão as atrações da festa e responsáveis por animar o público até de manhã, onde este ano terá uma novidade: café da manhã com degustação de pirão e fatada. Além disso, o público terá direito a bebidas, comidas típicas e muito mais em 12 horas de forró.

A festa, que já é tradicional na região, é conhecida por abranger público de várias cidades. “Muitas pessoas vêm de fora e trazem toda a sua família para curtir a noite. Temos uma megaestrutura planejada para receber toda a família, com uma vila temática e muito conforto”, explica Leonardo Alves, produtor do evento.
Os ingressos estão à venda na Clínica Bruna Barbosa, em Itabuna, e na Sede Oficial do Sossego, em Ibicaraí.

SERVIÇO ALL INCLUSIVE:
Cerveja Devassa Puro Malte
Licor
Pitu
Cachaça com raíz
Água Mineral
Caldo de cana
Refrigerante
Costela no fogo de chão
Porco no rolete
Acarajé
Churrasquinho
Comidas típicas
Degustação de pirão com fatada
Degustação de Sarapatel

GRUPO BRASILEIRO ABRE VAGAS EM ITABUNA, ILHÉUS E VALENÇA

Do Pimenta

Grupo tem vagas abertas.

Rota Transportes e Cidade Sol, empresas do Grupo Brasileiro, abriram vagas de emprego em Itabuna, no sul da Bahia, e Valença, no baixo-sul do Estado. Também pertencente ao Grupo, a ViaMetro está contratando para vaga em Ilhéus.

A Rota Transportes abriu oportunidade para Auxiliar Administrativo Financeiro na sua sede, em Itabuna.

Já a Cidade Sol, está contratando cobrador, em Valença. A ViaMetro, também do Grupo Brasileiro, está contratando cobrador em Ilhéus.

“Vamos priorizar [para estas vagas] a contratação de PCDs (Pessoas com deficiência)”, afirma a coordenadora de Recursos Humanos do Grupo Brasileiro, Jaciara Santos. Além destas vagas, motoristas estão sendo cadastrados pelo Grupo Brasileiro, sempre às terças-feiras, na Rota Transportes, na Avenida Amélia Amado, em Itabuna. Informações podem ser obtidas pelo telefone 73 3214-6834. Os currículos podem ser enviados pelo site da Cidade Sol (www.cidadesol.com.br) e Rota Transportes (www.rotatransportes.com.br).

GOVERNO MARÃO É TIGRÃO COM O ILHEENSE E TCHUTCHUCA COM EMPRESAS DE TRANSPORTE

Ônibus parou numa árvore.

Depois de ver calado as empresas de ônibus Viametro e São Miguel sacanear o ilheense, o governo do prefeito Mário Alexandre decidiu fingir que está de olho nas concessionários do transporte coletivo.

Em texto divulgado à imprensa ontem (quarta, 10), a superintendência de transporte e trânsito afirma que “prendeu” seis ônibus da empresa São Miguel – ninguém sabe se as latas velhas foram levadas ao presídio Ariston Cardoso ou à delegacia, já que o certo seria apreender os veículos.

As carcaças, afirma o texto, apresentavam problemas como bancos, janelas e cintos de segurança quebrados. A empresa tem 48 horas pra resolver o problema e colocar os veículos em circulação.

Mesmo com as irregularidades, a concessionária se livrou de ser multada. Elementos pra isso não faltam, já que problemas na frota ocorrem diariamente, como temos mostrado no ILHÉUS EM RESUMO (lembre aqui).

A medida do governo Marão, apesar de parecer enérgica, é uma cortina de fumaça. A frota de ônibus é insuficiente ou mal distribuída. Basta perguntar a um estudante da Uesc ou do Ifba se estão satisfeitos com a frequência das linhas que atendem esses destinos.

Quando retira linhas de circulação, Marão penaliza o ilheense, mesmo afirmando que a outra empresa vai assumir os destinos.

Marão é tigrão com o ilheense e tchutchuca com as empresas do transporte coletivo.

Enquanto, em dois anos, o prefeito concedeu 80 centavos de aumento na passagem, as empresas só fizeram piorar o serviço.

Os ônibus com ar condicionado e internet grátis passam a maior parte do tempo nas garagens e, quando saem, apresentam goteiras e mau cheiro. Falta o mínimo de manutenção.

Na zona rural, é comum passageiros concluírem a viagem a pé, já que os ônibus quebram. Nessa quarta (10), um carro da São Miguel apresentou princípio de incêndio quando chegava à comunidade de Banco do Pedro.

Princípio de incêndio em ônibus da São Miguel que fazia a linha até o distrito de Banco do Pedro. Foto de James Costa.

Enquanto isso, o Ministério Público se coloca a favor do combate ao transporte clandestino. Parece correto. Mas seria correto também agir contra as empresas.

O transporte alternativo funciona na brecha do legal. Se o sistema convencional é caro e não funciona a contento, o ilheense busca outros meios de se locomover na cidade.

No fim, promotores, donos e diretores das empresas e o prefeito Mário Alexandre não precisam mesmo do transporte. Possivelmente, nunca entraram num ônibus. Então, a tendência é que nada mude.

DIRETOR DE GRUPO DE DANÇA EM ILHÉUS É ACUSADO DE ESTUPRAR NOVE MENINAS

Wadson

Do Pimenta

A Polícia Civil em Ilhéus tenta prender Wadson Lima de Souza, que é acusado de estupro, maus-tratos e graves ameaças contra meninas que, na época dos crimes, tinham entre 10 e 17 anos. Os crimes, segundo investigações da polícia, ocorreram no período de 2007 a 2013 no estabelecimento em que o homem atuava como coordenador de um projeto social e do Grupo Space Dance.

Cansada dos abusos, em 2013, as vítimas decidiram denunciar o acusado na Delegacia da Mulher em Ilhéus, e o inquérito contra o acusado foi concluído em agosto de 2015. Meses depois, em janeiro de 2016, a justiça determinou a prisão de Wadson Lima, que não foi mais encontrado no endereço informado. Os exames confirmaram a violência sexual.

As vítimas, hoje adolescentes e jovens, relataram que o homem usava um argumento de que era “Filho de Santo” para fazer ameaças não somente contra elas, mas também contra toda a família. Ele alegava ainda que os estupros faziam parte dos rituais religiosos. “Ele dizia que se a gente saísse do grupo ia acontecer alguma coisa. Que a entidade ia matar”, narra uma das vítimas.

Clique aqui para ler a matéria completa.

 

ILHÉUS: PREFEITURA APLICOU ASFALTO 2 HORAS ANTES DO TEMPORAL

Do Blog do Gusmão

Marão, o desorganizado.

Na madrugada dessa quinta-feira, 21, o prefeito de Ilhéus protagonizou mais uma cena do seu governo desorganizado.

Marão esteve na Avenida Lomanto Junior, no Pontal, para gravar um vídeo em que mostra o asfalto sendo aplicado na via mais movimentada da zona sul. A peça de propaganda, por sinal bem malfeita, foi gravada às 2 horas da madrugada.

Cerca de duas horas depois, uma chuva fortíssima alagou a Lomanto Junior e colocou boa parte do serviço a perder. Parte do cimento asfáltico foi parar na Baía do Pontal.

Técnico da prefeitura ouvido pelo blog afirmou que aplicar asfalto com iminência de chuva é tecnicamente desaconselhável. Com certeza houve perda significativa do material aplicado.

O BG apurou que desde as 16 horas de quarta-feira, 20, a Defesa Civil já estava avisada que choveria forte. Ao receber o comunicado, a equipe entrou em prontidão para começar a atuar. Por volta das 23 horas, o Governo Federal por meio de um sistema próprio avisou novamente que a precipitação ocorreria em poucas horas.

Além desses avisos internos, nos telejornais noturnos a chuva foi claramente prevista. O site Clima Tempo também passou a mesma informação.

Segundo nossas fontes, a secretaria municipal de infraestrutura não perguntou à Defesa Civil sobre a possibilidade de chuva. Como se diz popularmente, o serviço foi feito “a migué”.

O fato prova mais uma vez que o governo Marão é desarticulado, sem planejamento e não zela pelo uso correto (e sem desperdícios) do dinheiro público.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia