WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Destaque2’

ILHÉUS: HOMEM MORRE APÓS RECEBER AVISO DE DEMOLIÇÃO PARA ESTRADA DA NOVA PONTE

Do Tabuleiro

Moreno.

Um homem de 57 anos, identificado como Cosme Moreno, morreu após passar mal ao receber um aviso de demolição de sua casa, onde ele residia há 40 anos. No local onde está a situada a sua residência, na Rua da Marambaia, zona sul de Ilhéus, será construída uma estrada que dará acesso à nova ponte da cidade. A obra é de responsabilidade do Governo do Estado. Segundo familiares, o aviso ordenava que Cosme desocupasse o imóvel até a próxima segunda-feira, dia 10.

Ele veio a óbito na tarde de quarta-feira, dia 6, após ser encaminhado para uma unidade de saúde. Segundo relatos, um outro morador da mesma localidade precisou ser hospitalizado após também receber o aviso de demolição. Nesta semana, membros da Comissão de Moradores da Litorânea Sul concederam entrevista ao programa O Tabuleiro, na Ilhéus FM – 105,9, onde relatam um “processo traumático” praticado pelo Governo do Estado da Bahia na desapropriação dos imóveis (leia aqui).

RODOVIÁRIOS PODEM FICAR SEM 13º SALÁRIO E ILHEENSES SEM ÔNIBUS

Do Tabuleiro

Ônibus

Aconteceu na manhã dessa quinta-feira, em Ilhéus, uma assembleia com rodoviários, sindicato da categoria e representantes das empreas São Miguel e Viametro. Em pauta, a proposta de parcelamento do 13º salário em 10 vezes. Por conta dessa assembleia, a circulação dos ônibus só teve início a partir das 6h, no dia de hoje (29). Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus, a proposta, apresentada nesta semana pelas empresas, foi um supresa aos rodoviários, que já aguardavam o pagamento da gratificação nesta sexta-feira, dia 30, quando é pago o salário da categoria.

O presidente do Sindicato disse que a categoria não aceitou a proposta e iniciará uma paralisação do sistema de transporte no município, caso as empresas insistam nisso. Por lei, o 13º salário só pode ser parcelado em até 2 vezes.

ASSOCIAÇÃO DE SURF NEGA QUE O GOVERNO MARÃO BANCOU EVENTO DE R$ 197 MIL EM OLIVENÇA

Do Blog do Gusmão

Por meio de uma nota divulgada no Whatsaap, a Associação Olivença de Surf negou que tenha ocorrido no distrito, em 2017, qualquer campeonato amador da modalidade custeado pelo governo Marão. O texto também desmente o gasto de R$ 197 mil com o evento.

Este é o conteúdo da nota divulgada neste sábado, 14.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A AOS, Associação Olivença de Surf, representante máxima de eventos de surf em Olivença, desconhece qualquer campeonato de surf amador realizado na comunidade de Olivença no ano de 2017 até o decorrer de 2018, que tenha gasto um montante de 197 mil reais em estrutura.

Gustavo Kauark-Presideņte AOS.

A declaração da entidade contraria os extratos de pagamentos da secretaria municipal de turismo e esportes feitos à empresa Pazini, que conforme reportagem publicada neste blog, recebeu R$ 197 mil para montar estrutura de um evento de surf na quadra esportiva de Olivença.

Os extratos são do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) e são autodeclaratórios, ou seja, a Prefeitura de Ilhéus informou a realização dos pagamentos.

Mantivemos contato com Gustavo Kauark, presidente da Associação. Ele assumiu a publicação da nota, que foi divulgada apenas em grupos do whatsaap com moradores de Olivença, e negou que o evento tenha ocorrido. Kauark se negou a passar mais informações.

MESMO REPROVADOS NA VISTORIA, ÔNIBUS CIRCULAM EM ILHÉUS

Ônibus deteriorados.

Nesta terça-feira, 10, o vereador Makrisi (PT) acompanhou pessoalmente a inspeção aos ônibus das empresas que operam o serviço de transporte coletivo em Ilhéus. A vistoria foi comandada pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, através dos Agentes de Trânsito.

Dezenas de veículos das empresas São Miguel e ViaMetro foram inspecionados e encontradas irregularidades que vão desde a deterioração, como cadeiras e elavadores quebradas, suportes enferrujados, ônibus com mais de 10 anos de fabricado, até tacógrafos irregulares .

Diversos ônibus foram reprovados e orientados a serem tirados de circulação ou reparados. De acordo com o vereador, mesmo com a reprovação, dois veículos foram postos em circulação e acabaram apreendidos pelos agentes.

NAZAL: “ESTOU VENDO O GOVERNO DE MÁRIO DEGRINGOLAR”

Do Pimenta

Nazal de saída confirmada

José Nazal Pacheco Soub, 62 anos, era, até o dia 30 de abril, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus. Pediu exoneração ao final da tarde daquela segunda-feira, véspera do 1º de Maio, Dia do Trabalhador. Passou a ser, a partir dali, apenas vice-prefeito. Ou, como diz, “figura decorativa”.

O casamento político com o prefeito Mário Alexandre (Marão) acabaria dois dias depois. O prefeito tentou dissuadi-lo. Ouviu de Nazal uma espécie de “Ou Bento ou eu”. Bento Lima vem a ser o secretário de Administração de Ilhéus. Mandachuva do governo, como define Nazal. Marão não topou abrir mão de Bento.

Nazal faz críticas e autocríticas. Para ele, o Governo Marão está degringolando (palavras dele) e a hora é da “cidade acordar” e a gestão ter pessoas comprometidas com Ilhéus. Aponta desvios éticos e afrontas ao erário.

O vice-prefeito acredita que Marão governa sem compartilhar poder. E, mais que isso, sem comparecer ao próprio gabinete. Pior, diz que o prefeito passou mais de 8 meses sem reunir o secretariado. Também não acredita que o governo melhore. Diz ter batido de frente com mandachuvas do governo – secretários Bento Lima, Alisson Mendonça e Alcides Kruschewsky.

Membro da Rede, o vice-prefeito fez autocrítica: enxerga-se como intransigente com várias coisas. Na tarde da última quinta-feira (17), Nazal concedeu a seguinte entrevista ao blog:

PIMENTA – Começando do começo, como é que surge a aliança com Marão?

JOSÉ NAZAL PACHECO SOUB – Lançamos pré-candidatura para discutir os problemas de Ilhéus. Para mim, era muito mais importante governar do que ganhar. Ficamos em um grupo menor. Terminou não dando certo, mas tivemos uma relação boa [em uma aliança inicial de 7 legendas]. Na última semana para convenções, Mário ficou sozinho. De 7 partidos daquele grupo, ficaram 5. Depois, um. Rachou tudo. Foi quando houve proposta de [Emílio] Gusmão e Hélio Ricardo: Por que não junta com Nazal? Aí, marcamos uma conversa, no dia 30 de julho, 10 da manhã. Conversamos. Lá, eu disse: se a gente fechar um acordo, a minha proposta é só uma. É Ilhéus, é por Ilhéus. Não sabíamos se iríamos ganhar ou não. Dia 31, convenção do PSD, sentamos novamente. No outro dia, ele vira pra mim e diz: Essa noite eu dormiOs acordos que eu tentei fazer, todo mundo trabalhou na faixa de 50%, dividindo loteando o governo.

PIMENTA – E contigo?

NAZAL – Eu disse: minha proposta é por Ilhéus. Agora, tem uma condição. Se sair da linha, eu grito. Ganhamos a eleição sem dívida política nenhuma. Eram cinco partidos. Um grande e os nanicos: O PSD, PTdoB, PTB, PSL e a Rede.

PIMENTA – Você impôs condições, Marão aceitou. Pelo que aconteceu no governo, você se sentiu usado?

NAZAL – Não me senti, pois não me subjuguei. Não concordei, um abraço. Muitos dizem você foi importante para a eleição de Mário. Talvez não tenha essa dimensão. Eu era pré-candidato, tinha 2%, sem estrutura e densidade eleitoral. Mas algo mudou quando tornei-me vice. Mas não me senti usado. A discussão, o discurso eram um. Mas, eepois, a prática… Mas o meu permaneceu o mesmo. O que eu não aceitava, eu dizia. Coisa que não aceitei, eu sempre bati de frente.

PIMENTA – Com o prefeito?

NAZAL – Com Mário e com algumas pessoas do governo que são mandachuvas: Bento Lima (secretário de Administração), Alisson Mendonça (Governo, e agora na Seplandes) e Alcides Kruschewsky (Comunicação). Com Alcides, menos, para não ser injusto. Com Alisson, forte… Eu não entrei para disputar o poder, mas para compartilhá-lo. Essa é a diferença. Eu dizia com Alisson: ‘o meu compromisso é muito maior que o seu. Você é secretário. Eu sou secretário e vice-prefeito’. Eu botei meu nome. Meu nome estava na tela [da urna]. O de Mário foi para a tela, o meu foi para tela. Eu não queria ser um vice decorativo como agora vou ficar.

Clique aqui e leia a íntegra.

INVESTIGAÇÃO: JUSTIÇA BLOQUEIA BENS DE ÂNGELA SOUSA

Do Bahia Notícias

Ângela

A Justiça Federal ordenou o bloqueio de R$ 12,3 milhões dos deputados estaduais Carlos Ubaldino e Angela Sousa, ambos do PSD, e outras 10 pessoas, todas rés no âmbito da Operação Àguia de Haia, que investiga desvio de recursos federais para a Educação em municípios baianos.

A indisponibilidade dos bens, decretada nos meses de janeiro e abril deste ano, foi feita no âmbito das apurações de irregularidades nas verbas para a área na cidade de Buerarema, interior do estado. A Corte atendeu pedido feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em Ilhéus/Itabuna, que investiga junto com a Polícia Federal o esquema criminoso com atuação em prefeituras baianas.

Segundo as ações de improbidade e penal, ajuizadas em dezembro e março últimos pelo procurador da República Tiago Modesto Rabelo, o então prefeito de Buerarema firmou contrato de R$ 2,2 milhões com a empresa Ktech Key Technology Gestão e Com de Software Ltda para a prestação dos serviços referidos, com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). No entanto, as investigações comprovaram que a licitação foi fraudada, por meio da simulação da licitação.

O integrante da organização criminosa e representante da empresa vencedora, Marconi Edson Baya, já havia preparado as minutas do edital, publicação, termo de referência, projeto base e demais peças necessárias para a montagem do processo licitatório. Em seguida, os documentos foram enviados por Kells Belarmino Mendes, que confessou os crimes e detalhou a participação dos membros da organização criminosa, ao ex-prefeito do município, Mardes Lima Monteiro, incluindo os atestados de visita técnica e o certificado de adequação ao edital, assinados posteriormente pelo Secretário de Educação à época, Astor Vieira Júnior.

Ainda segundo o MPF, participaram da licitação fraudulenta as empresas Max.Com Soluções Tecnológicas Ltda, representada por Fernanda Cristina Marcondes Camargo (companheira de Kells Belarmino), e a Ktech Key Technology Gestão e Comércio Software Ltda, que atuavam em conjunto. A Ktech Key Technology venceu a licitação, tendo o pregoeiro Rogere Souza Magalhães avalizado os documentos forjados e declarado vencedora aquela empresa. Logo depois, o ex-prefeito Mardes homologou o resultado e fechou o contrato. Para viabilizar a contratação indevida da Ktech a partir da licitação fraudada, Mardes Lima Monteiro recebeu propina de Kells Belarmino. Ainda de acordo com as ações, os deputados estaduais Carlos Ubaldino de Santana e Ângela Maria Correa de Sousa e o ex-prefeito de Ruy Barbosa (BA) José Bonifácio Marques Dourado, também integrantes da organização criminosa, utilizavam seus mandatos para divulgar a atuação das empresas da organização e aliciar prefeitos para aderirem ao esquema, recebendo, em contrapartida, valores indevidos diretamente ou por meio de interpostas pessoas.

O MPF afirma que, além de direcionar a contratação, da fraude na disputa, do aliciamento de prefeitos e agentes públicos mediante pagamento de propina, do alto custo da contratação e do sobrepreço, foi provado que o serviço não era executado e o produto não foi entregue, apesar dos valores pagos pelo município à empresa. Na ação de improbidade, o MPF pediu, além do ressarcimento ao erário dos valores desviados, a condenação dos réus Astor Vieira Júnior, Rogere Sousa Magalhães, Frederico Vesper Silva Rodrigues e Lucas Lopes da Silva em todas as sanções da Lei de Improbidade, por prejuízo aos cofres públicos.

Além disso, foi pedida também a condenação de Marconi Edson Baya, Mardes Lima Monteiro de Almeida, Rodrigo Seabra Bartelega de Sousa, Kleber Manfrini de Araújo Dourado, Angela Maria Correa de Sousa e José Bonifácio Marques Dourado em todas as sanções da mesma lei, por enriquecimento ilícito e dano ao erário.

Já na ação penal, o MPF requer a condenação de todos os réus por fraude a licitação e desvio de verbas públicas, menos Astor Vieira Júnior e Rogere Sousa Magalhães, que respondem apenas pelo crime licitatório. Além disso, o órgão requer, também, a condenação de Mardes Lima Monteiro de Almeida, Kleber Manfrini de Araújo Dourado e seu pai, o ex-prefeito José Bonifácio Marques Dourado, por corrupção passiva, assim como a condenação de Kells Belarmino Mendes por corrupção ativa, A deputada estadual Ângela Maria Correa de Sousa e seus então assessores, Lucas Lopes da Silva e Frederico Vesper Silva Rodrigues, além do deputado Carlos Ubaldino, réus na ação de improbidade, não foram denunciados pelo Ministério Público Federal de Ilhéus em virtude do foro privilegiado a que fazem jus. Assim, devem responder às acusações na Procuradoria Regional da República e o Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

MARÃO GASTA R$ 1.500 POR DIA COM ALUGUEL DE TOLDOS, DENUNCIA VEREADOR

Do Agravo

Thadeu

Na sessão da terça-feira (08) o vereador Thadeu Muniz (PDT), utilizou do grande expediente da Câmara de Vereadores de Ilhéus para externar sua indignação com os problemas estruturais do município elencados por ele tais como a Saúde pública caótica, problemas na merenda escolar, buracos nas ruas entre outros.

De acordo com ele, vários requerimentos partiram do seu gabinete para o Executivo Municipal, solicitando pequenos serviços e reparos em vários locais da cidade e até o momento não foram atendidos. Aproveitando o ensejo, o vereador fez uma denúncia sobre a situação de alguns contratos licitatórios entre a Prefeitura de Ilhéus e a empresa Pazini Som, Luz e Palco.

Segundo Thadeu Muniz “Estou exercendo o meu dever de fiscalizar e através de pesquisa, constatei que os toldos utilizados num dos pontos de ônibus do centro da cidade, custa à população por dia, cerca de R$ 1.500,00, ou seja mais de R$ 400.000,00 que poderiam ser utilizados parta a construção de 20 estruturas de abrigos de ônibus”. O vereador afirma que a Prefeitura possui aproximadamente 50 licitações com a referida empresa.

“Não é normal que um órgão público contrate uma empresa que pratique preços 100% acima do praticado no mercado. Falo isso com embasamento, pois realizei inúmeras pesquisas de mercado e concluí que o dinheiro público está sendo empregado de maneira completamente escusa”, afirma Thadeu. O vereador aproveitou a oportunidade para requerer ao Executivo, cópias de todos os processos licitatórios com a empresa para analisar de forma minuciosa possíveis existências de desvios de recursos e fraudes.

“Uma gestão eficiente não pode deixar que o dinheiro público seja gasto dessa maneira enquanto vários problemas como a falta de hospitais e de iluminação assolam a cidade. E esta Casa deve tomar providências, na sua condição de fiscal, para que situações como estas não aconteçam”, concluiu Thadeu Muniz.

ILHEENSE COMEMORA CENTENÁRIO COM SAÚDE, LUCIDEZ E BOM HUMOR

Da Secom/Ilhéus

Donatília Miranda de Góes 100 anos – Secom Maurício Maron

O ano de 1918 foi repleto de acontecimentos que influenciaram de maneira decisiva os brasileiros e o mundo. Foi o ano que a Primeira Guerra Mundial chegou ao fim. Para o Brasil, o momento da chegada da “gripe espanhola” ao País, depois de ter provocado inúmeras vítimas pelo mundo afora.

Em Olivença, interior de Ilhéus, nascia Donatília Miranda de Góes. Filha de escrava e de um sergipano que fugia da seca do nordeste em busca de novas oportunidades de vida. Aos 12 anos, mesmo contra a própria vontade, já era levada para a mata de um pequeno pedaço de terra em Banco Central, à época um dos distritos mais prósperos de Ilhéus, para ajudar ao pai que comprara um pedaço de chão para recomeçar a vida.

Memória – Lúcida, hoje aos 100 anos, é ela mesma quem conta esta saga. “Queimava mata, plantava arroz, mandioca, aipim. Não gostava daquilo não, Mas meu pai dizia ´não vou botar trabalhador não. Vamos trabalhar, ´vombora´”, lembra até hoje. A saúde e a boa memória de dona Donatília impressionam. Ela não só lembra de datas importantes vivenciadas ao longo de um século de vida mas, também, corrige com uma segurança de dar inveja, quem comete um erro na informação transmitida.

Nos últimos dias, cercada de familiares, Donatília comemora seu centenário, ocorrido no último dia dois. Será uma semana inteira de comemorações e reúne em Ilhéus a maior parte dos seus descendentes: seis filhos, 25 netos, 43 bisnetos, 14 tataranetos. “Tá chegando mais gente”, faz questão de frisar.

Liberdade – Donatília mora no tranquilo loteamento São Domingos, litoral de Ilhéus. Não aceita “presentes” do tipo “uma bengala”, ou algo que chame a atenção para a sua idade. Caminha sem ajuda, anda de ônibus (acompanhada), se alimenta e se banha sozinha. É independente e toma conta da casa. A pressão arterial é perfeita. Colesterol e triglicerídeos, normais.

No início desta entrevista lhe foi oferecida uma cápsula de vitamina C. Uns cinco minutos depois, quando iniciamos o bate-papo, voltaram a lhe oferecer um copo com água. E ela foi enfática: “vocês esqueceram que acabei de injerir líquido?”. Ah sim! A água tem um detalhe: foi uma vida inteira sem ser gelada. “É natural que faz bem, meu filho”, disse.

Preferências – Sem chance, também, para qualquer tipo de comida industrializada. Carne cozida é a predileta. Se for churrasco, só “bem passado”. Frutas? Ela mesma dá a lista: “abacate, laranja e banana. Nesta ordem”, assegura. Dona Donatília nunca fumou, mas o fumo de corda por muitas décadas foi utilizado como produto para a escovação dos dentes.

O vinho é a bebida favorita. Nas festas, os filhos e netos têm que pedir para ir embora. Senão ela fica até o fim. E se hoje há um medo, é o medo do mar. “Fico zonza quando olho”, justifica.

Vida – Neste momento em que a vida é uma festa a ser amplamente comemorada, ela não abre mão de fotos, muitas fotos, acompanhadas de sorrisos, incontáveis sorrisos. Fala de tablet e celulares com a mesma desenvoltura com que lembra de quando era pequena e não tinha transporte fácil para vir até a cidade.

Lembra que um tio, José Alves Júnior, o “Tio Cuti”, viveu até os 110 anos. Afirma com orgulho que é prima do jogador Edilson “Capetinha”, ex-seleção brasileira. E faz planos para as próximas comemorações pós-centenário.

Dona Donatília é passado, presente e futuro. É a vida que chegou aos 100 repleta de saúde, carinho dos familiares, e com a certeza de que a cada fotografia registrada e a cada sorriso dado, ela renova a esperança na vida.

Porque para ser feliz é preciso apenas ter a vontade e a determinação de ser.

E dona Donatília simboliza a essência de tudo isso.

Matéria distribuída pela Secom em homenagem a uma ilheense de fibra.
Contatos para pautas podem ser feitos pelo fone 98876-0510 (Meire Borges)

SENAI ABRE 4.800 VAGAS EM CURSOS TÉCNICOS PARA ILHÉUS E OUTROS MUNICÍPIOS

Do Pimenta

Curso

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo 2018.2 dos cursos técnicos do Senai Bahia. São oferecidas 4.830 vagas na modalidade presencial, das quais 481 destinadas aos candidatos do Programa de Bolsas de Estudo. Neste processo para o segundo semestre, a novidade é o curso técnico em Qualidade, que está sendo oferecido em Feira de Santana.

Além das unidades de Ilhéus e Feira, são oferecidas vagas nos municípios de Alagoinhas, Barreiras, Camaçari,  Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Salvador (nas unidades: Cimatec e Dendezeiros) e Vitória da Conquista.

BOLSAS

As bolsas serão destinadas a estudantes que tenham obtido pontuação média de 550 pontos ou mais no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que declararem baixa renda. Podem ser utilizadas as notas dos Exames de 2017, 2016, 2015, 2014 e 2013. Estes candidatos têm até 20 de junho para fazer a inscrição. O resultado será divulgado no dia 21.

Para os candidatos que não irão concorrer ao programa de bolsas, as inscrições e matrículas irão até o dia 6 de julho.As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio do site www.tecnicosenai.com.br.

CURSOS

Os cursos oferecidos são Alimentos, Automação Industrial, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Eletromecânica, Eletrotécnica, Logística, Manutenção Automotiva, Mecânica, Mecatrônica, Petroquímica, Programação de Jogos Digitais, Qualidade (curso novo), Química, Redes de Computadores, Refrigeração e Climatização, Segurança do Trabalho, Telecomunicações e Vestuário.

O edital com a lista completa de cursos, vagas disponíveis e valores das mensalidades para cada município, estão disponíveis no site www.tecnicosenai.com.br.

ILHEENSE LEVA TÍTULO DE MUSA PLUS SIZE DO EC BAHIA

A ilheense Taís Galvão, à esquerda, e Anna Paula.

No último domingo, 22, foi realizado em Salvador pela PB Produções o concurso virtual que elegeu as Musas e Misses na Categoria Plus Size do EC Bahia e EC Vitória.

A ilheense Thaís Galvão, de 37 anos, faturou o primeiro lugar do concurso, seguida por Thaís Carine (26), representando o Bahia. Do lado do Vitória, ficaram no topo Anna Paula (40) e Ysla Scolfilds ( 26).

Os seguidores das candidatas tiveram 24 horas para votar na candidata favorita. Um verdadeiro BaVi!

O concurso, dirigida pela produtora de eventos Priscila Batista, idealizadora do projeto, em parceria com Paulo Arcanjo e Adriana Santos, coordenadores do movimento Vaitergorda, visa empoderar mulheres, e busca o incentivo à autoestima da mulher gorda porque.

APÓS AUMENTO DE 40 CENTAVOS, SÃO MIGUEL INOVA E LANÇA ÔNIBUS SEM ASSENTO

A vergonha

Enquanto a prefeitura fala em discutir avanços do transporte coletivo de Ilhéus – veja aqui o release divulgado pela Secom, chovem reclamações de usuários do sistema.

Os problemas são de todo tipo: cadeirante sendo constrangido ao tentar entrar no coletivo (veja aqui) por não contar com o elevador de acesso, veículos com porta despencando e, agora, ônibus sem assentos.

A foto acima, publicada pelo blog do Chicó, revela que avanço mesmo não há nenhum. Enquanto colocam 20 ônibus novos pra circular e justificar um aumento abusivo de 40 centavos na tarifa, as empresas São Miguel e Viametro mantém outros 80 veículos sucateados pra transportar o “gado”.

Marão nunca andou de ônibus, assim como boa parte de seus colaboradores. Talvez, por isso, considere que existam avanços no setor. A população se mantém pagando calada.

ILHÉUS: VEREADORES CONVOCAM SECRETÁRIO PRA EXPLICAR O INEXPLICÁVEL

Da Ascom/Câmara

Bento vai tentar explicar o inexplicável

Durante a sessão de terça-feira (06), o presidente da Câmara de Ilhéus, vereador Lukas Paiva (PSB) apresentou um requerimento, que foi aprovado por unanimidade, convocando o secretário de Administração do município, Bento Lima, para explicar algumas situações que fogem da normalidade da coisa pública.

Durante a sessão, vários vereadores ocuparam o plenário trazendo informações sobre problemas graves em licitações, além de problemas de continuidade de execução dos contratos por falta de pagamento, a exemplo da limpeza pública, onde a empresa Solar Ambiental está há mais de seis meses sem receber pagamentos.

Segundo o vereador Lukas Paiva, há informações nos bastidores da justiça e da política, além das denúncias feitas pelos vereadores, sobre problemas com a lisura na atual administração que precisam ser esclarecidos para o bem público.

Para o vereador Ivo Evangelista, que inicialmente trouxe as denúncias sobre a suspeita de superfaturamento em licitações, a convocação vai trazer o que precisar ser esclarecido. “A gestão pública tem que ter dentro do processo licitatório, transparência”.

A data marcada para a Câmara receber o secretário será na próxima quarta-feira (14), na sessão ordinária.

ASSINATURA DE CONTRATOS DO RESIDENCIAL CACHOEIRA SERÁ NESSE SÁBADO

Apartamentos prontos

A assinatura dos contratos do Minha Casa Minha Vida, Residencial Rio Cachoeira será realizada neste sábado (3), no Colégio Eduardo Catalão, situado à Rua Santarém, S/N, Conquista, das 8 às 14 horas. Devem comparecer somente as pessoas que estão na lista, cuja publicação acontecerá na edição desta sexta-feira (2).

Os beneficiários devem levar o documento de Identidade (RG), ou documento oficial com foto, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e termo da vistoria. Se possuir cônjuge ou companheiro (a), também deverá comparecer.

Após assinatura dos contratos, os beneficiários receberão três termos da assinatura.  Um deverá ser entregue à Coelba para ligação da energia. O segundo para a Embasa, que realizará a ligação para o abastecimento de água e o terceiro para uso próprio. A equipe da Embasa estará no local das assinaturas dos contratos para os beneficiários já solicitarem as ligações da rede.

ILHÉUS: CAMINHÃO ABANDONADO VIRA CRIADOURO DE MOSQUITO

Caminhão abandonado

Lá se vão três anos que moradores da rua B, no bairro Ilhéus II, tentam remover um caminhão estacionado na via. Nesta terça, um leitor nos enviou fotos do veículo abandonado. Além de atrapalhar a passagem, a lata velha virou criadouro de mosquito, um risco nessa época de alta proliferação do danado que transmite a dengue e outras doenças.

Virou criadouro

Ninguém sabe do dono do veículo, que nem placas tem. A vizinhança já teria, inclusive, procurado a prefeitura para resolver a situação, mas nada de efetivo foi feito até agora.

DEFENSORIA PEDE INTERDIÇÃO DE GALERIA DO PRESÍDIO DE ILHÉUS

Do Agravo

Presidio

No dia 11 deste mês a Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA em Ilhéus tomou conhecimento de um desabamento ocorrido na Galeria B, do Módulo I, do Presídio Ariston Cardoso, que gerou lesões corporais em 2 internos. Diante do ocorrido, a DPE/BA oficiou ao diretor do presídio, recomendando a retirada de todos os internos custodiados no citado Módulo.

Em 2014 a Defensoria Pública ajuizou uma Ação Civil Pública – ACP, pedindo a interdição e demolição da unidade prisional em razão do risco concreto e iminente de desabamento, sem qualquer decisão do Poder Judiciário até a presente data. Entre os problemas encontrados que consubstanciaram a ACP à época, destacam-se: a superlotação, insalubridade e péssima situação sanitária, problemas estruturais e descumprimento dos padrões de segurança contra incêndio, problemas na rede de iluminação entre outras irregularidades.

O autor da ação, defensor público Leonardo Couto Salles explicou que em 2017 ocorreu uma audiência na tentativa de conciliação, que foi prejudicada em virtude do Estado não mandar representante. Posteriormente o Estado protocolou uma petição pedindo a suspensão do processo, sob a alegação de que as intervenções somente poderão ser realizadas após o recebimento de recursos do Fundo Penitenciário do Estado FUNPEN/BA, cujas medidas administrativas para liberação já estão sendo adotadas há algum tempo junto ao DEPEN/MJSP.

“O presídio está em funcionamento, pois serve para custódia de presos provisórios da comarca de Ilhéus e região. A situação do Módulo I, onde ainda continuam custodiados cerca de 80 detentos, está cada dia pior. O ofício foi encaminhado ao diretor do presídio no dia, 16, estamos aguardando a resposta”, concluiu o defensor público.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia