WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom ponte ilheus secom bahia solidaria embasa policlinica itabuna secom bahia


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘Destaque2’

MESTRA LAINHA DAS CULTURAS COBRA AUXÍLIO PARA ARTISTAS ILHEENSES EM MAIS DE UM MILHÃO DE REAIS

O Congresso Nacional aprovou um auxilio emergencial específico para artistas e o setor da cultura. Para que esse recurso seja usado pelas prefeituras para pagamento é necessária a criação de uma Comissão de Acompanhamento. Após demora por parte do governo Mário Alexandre, a artista e presidenta reeleita do Conselho de Cultura de Ilhéus, Mestra Lainha, protocolou no executivo e legislativo o pedido de criação desta comissão para que os artistas tenha acesso aos mais de R$ 1 milhão de reais que está prevista para chegar na cidade e ser distribuído entre os artistas e o setor cultural ilheense.

Nossa equipe extraiu de um grupo do whatsapp os documentos protocolados pela artista Mestra Lainha cobrando e reivindicando esse direito para toda a classe artística de Ilhéus que estava a passos curtos.

Veja as imagens e o print de quanto será recebido pela prefeitura de ilhéus.

 

 Clique aqui para abrir o decreto

´Não tem o apoio do Estado´, diz Secretário de Saúde sobre a reabertura do comércio

 do Jornal Bahia Online

Durante entrevista concedida à Rede Bahia, na manhã de hoje, quando avaliou a situação da Covid-19 no estado, o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, disse que a reabertura do comércio de Ilhéus não tem o apoio do Governo do Estado.

O secretário, entretanto, ressaltou que o estado não pode interferir na decisão da Prefeitura. A declaração joga toda a responsabilidade pela reabertura gradual, que começa hoje, no colo do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre.

Sem citar especificamente Ilhéus, Vilas Boas disse que a noticia de relaxamento em alguns municípios da Bahia é triste e lamentável.

Exclusivo. MULHER COM CORONAVIRUS AFIRMA QUE FOI ABANDONADA PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

 

 

Em primeira mão.

O Blog do Gusmão, nesta quinta-feira, 09, ouviu o relato dramático de uma moradora da zona norte de Ilhéus que foi infectada pelo coronavírus.

O Blog do Gusmão recebeu cópia do exame que deu positivo para Covid-19, feito pelo Laboratório Central da Bahia (Lacen).

A mulher é casada e tem filho (a) pequeno (a). O blog de credibilidade não informou identidade e endereço para manter a segurança da família e impedir possíveis agressões.

A mulher tem entre 18 e 27 anos, fez o exame no dia 4 de abril e recebeu o resultado três dias depois. Vive dias muito difíceis uma vez que ela e o esposo estão desempregados.

Reclama que o resultado do exame foi passado de maneira inoportuna por uma funcionária da Vigilância Epidemiológica de Ilhéus.  A equipe foi até a residência dela, mas preferiu não entrar.  Antes de comunicar que ela estava doente, a servidora não buscou condições que possibilitassem privacidade. Alguns vizinhos escutaram e a partir desse momento ela e o marido passaram a ser olhados com desconfiança. O impacto a deixou muito nervosa e trêmula. Sem dar justificativas, a Vigilância Epidemiológica não fez o exame no marido e no filho (a).

A paciente afirma não ter recebido máscaras, luvas, álcool gel e qualquer tipo de apoio da Secretaria de Saúde de Ilhéus. As máscaras que ela e o marido utilizam foram compradas com parte dos poucos recursos que ainda restam.

Ela questiona a Sesau por não ter viabilizado consulta com um infectologista. Afirma que está se sentindo muito mal, mas a secretaria lhe afirmou que não há infectologista disponível para atendimento em domicílio.

Nos áudios é possível perceber que a paciente também necessita de acompanhamento psicológico. A condição financeira precária e o receio de já ter contaminado o marido e o filho (a) abalam seu estado emocional.

Alguns parentes sensibilizados com a situação organizaram uma “vaquinha” para pagar uma consulta médica. Ela demonstra gratidão pela atitude dos familiares, mas lamenta o abandono do SUS.

A partir do relato dessa paciente, fica a desconfiança de que a Sesau-Ilhéus não apoia os pacientes contaminados que necessitam de alimentos e equipamentos de proteção individual.

Por voltas das 17h21min., o blog informa que tentou falar com o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela. Fizeram três tentativas, mas ele não atendeu as ligações.

Deixamos o espaço aberto para um posicionamento do Secretário Geraldo Magela.

“Estamos tentando salvar empregos do comércio, que segue fechado” explica, Crismélia Moreira do SECMI

Com informações do Jornal Bahia Online, empregados e empregadores tentam salvar empregos no comércio de Ilhéus, que segue fechado atendendo a decreto do prefeito Mário Alexandre, como medida para conter o Covid-19 no município.

Hoje (09), o Sicomercio (patronal) e o sindicato dos Comerciários se reúnem para uma primeira reunião sobre o assunto. “Vamos ver qual a melhor maneira de garantir a renda da família comerciária”, afirma a representante dos trabalhadores, Presidente Crismélia Moreira.

Não se tem um número exato dos comerciários quer atuam em Ilhéus. Sindicalizados, são mais de dois mil trabalhadoras e trabalhadores.

Fonte: Jornal Bahia Online

“PESSOAS DE ITABUNA ESTÃO INDO PARA ZONA RURAL DE ILHÉUS FAZER CHURRASCO DURANTE EPIDEMIA” DENUNCIA SECRETÁRIO MAGELA

“Ilhéus pode chegar a 35 mil infectados em maio”, lamentou o secretário de Saúde do município, Geraldo Magela. Esses dados se referem a uma projeção feita pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), através do Programa de Pós-graduação em modelagem em Ciências da Terra e do Ambiente (Ppgm), pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), pela startup Geodatin, e pelo Laboratório de Biossistemas da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Durante participação no programa O Tabuleiro, ele lamentou profundamente o comportamento de parte da população que age como se não tivéssemos vivendo uma pandemia. “As pessoas estão indo para a rua e está aumentando a propagação dessa terrível doença (…) “Pessoas de Itabuna estão indo para zona rural de ilhéus, fazendo churrasco”, disse ele.

Já foram confirmados 21 casos de coronavírus em Ilhéus e Magela reforçou que o município está trabalhando monitorando e avaliando os casos. Ele explicou que Ilhéus está fazendo mais testes que outras cidades, por isso o maior número de confirmações. Todos os pacientes confirmados com a doença seguem em isolamento domiciliar.

Outro importante alerta feito pelo secretário se direciona para as aglomerações e reuniões de pessoas nos distritos da cidade. “Estão fazendo festas com paredões, churrascos. Já existe um caso confirmado de uma pessoa que contraiu pois compartilhou o garfo”, pontuou ele .

Ontem (07), segundo dados oficiais , morreram no país 114 pessoas e o secretário imagina que a falta de bom senso da população também pode ter sido por influência das falas do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a chamar a doença de “gripezinha”. “Infelizmente o presidente fez um desserviço para a sociedade”, opinou. Magela contou que hoje o município deverá concluir a instalação de UTI’s para atendimento à pessoas com COVID-19 no município.

Deu positivo para Covid-19 exame de mulher morta em Uruçuca

Com informações do portal Jornal Bahia Online, a Bahia registra 515 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 5,54% do total de casos notificados. Até o momento, 3.404 casos foram descartados e houve 18 óbitos, sendo onze do município de Salvador e sete nos municípios de Lauro de Freitas (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Ipiaú (1) e Uruçuca (1). Os dois últimos óbitos são de mulheres de 72 e 63 anos, sendo residentes em Ipiaú e Uruçuca, respectivamente. Ambas eram cardiopatas e estavam internadas em hospitais públicos.

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quarta-feira (8). Ao todo, 128 pessoas estão recuperadas e 50 encontram-se internadas, sendo 28 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Fonte: Jornal Bahia Online

DIVULGADO ZONAS, BAIRROS E DISTRITOS COM REGISTRO DE CORONAVÍRUS EM ILHÉUS

Um levantamento realizado pela secretaria municipal de saúde (Sesau) revela as localidades de Ilhéus que possuem casos confirmados com coronavírus (Covid-19).

Com 21 casos confirmados até as 18 horas desta terça-feira (07), a localidade que reúne a maior quantidade de casos da doença é a zona zul, com registro de 7 pessoas infectadas, seguida pela zona norte, com 6 casos.
Na zona sul, no bairro Nelson Costa têm duas pessoas com Covid-19, uma no Ilhéus II, uma no Hernani Sá, uma no Pontal, uma no Ceplus e uma no São Francisco.

Já na zona norte, os seis casos estão distribuídos no Malhado, com três pessoas infectadas, na Barra, com uma pessoa, no Alto da Soledade, com uma pessoa e mais uma no Basílio.

A zona oeste conta com dois casos no Banco da Vitória e uma no bairro Teotônio Vilela, empatado com o centro, que também possui três casos, no Teresópolis, no centro e na conquista. Na zona rural, há dois casos, um em Cas telo Novo e um no Rio do Braço.

O prefeito de Ilhéus reforça o pedido para que a população permaneça em casa para que possa ser contida a propagação do coronavírus na cidade.

CORONAVIRUS EM ILHÉUS: AO IGNORAR OS COMÉRCIOS ABERTOS, MARÃO MOSTRA COMO NÃO SER PREFEITO

Matéria: JornalBahiaOnline

A presidente do Sindicato dos Comerciários de Ilhéus, Crismélia Moreira, criticou agora a noite a falta de iniciativa do prefeito Mário Alexandre, em determinar urgentemente o fechamento do comércio da cidade diante da pandemia do Covid-19 e dos casos já registrados em municípios próximos a Ilhéus. Em que pese o posicionamento favorável ao fechamento de entidades como a CDL, Crismélia lembra que somente um decreto municipal tem a função pública de parar o comércio. “Isso já ocorreu em Salvador e São Paulo”, exemplificou. A inexistência de um decreto neste sentido serviu para, hoje, a dirigente sindical fazer um “alerta” para a categoria. “Cientes de que esta é uma situação atípica e inesperada, faz-se necessário viabilizar medidas efetivas de combate à proliferação do novo Coronavírus, através do confinamento domiciliar preventivo da população, inclusive de nós, comerciários”, afirma a nota.

Dentre os filiados do sindicato, estão os funcionários de supermercados e lojas comerciais. “As pessoas estão expostas, sem equipamentos de proteção, como nos casos dos supermercados lotados”, lamentou Crismélia. O comercio – segundo a dirigente – não tem funcionários usando proteção, mantém contato manual e proximidade entre consumidor e vendedor. “Estamos no isolamento. A cidade parada e só a gente atuando. O movimento caiu bastante. Ele precisa lembrar da gente, estamos em risco”, criticou. Crismélia lembrou que o sindicato não tem o poder de fechar o comércio, só o gestor municipal, que é a autoridade que pode fazer isso.

Leia a nota na íntegra: Alerta Urgente ILHÉUS CORONAVIRUS

ILHEENSE REPROVA GOVERNOS BOLSONARO E MARÃO E APROVA O DE RUI, MOSTRA PESQUISA

Do Pimenta

Avaliações.

Pesquisa Sócio-Estatística feita no período de 13 a 17 de agosto mostra que o ilheense aprova a gestão do governador Rui Costa e reprova os governos do prefeito Mário Alexandre e do presidente da República, Jair Bolsonaro. O instituto ouviu 1.004 eleitores e o levantamento ao qual o PIMENTA teve acesso apresenta margem de erro de 3 pontos percentuais.

GOVERNO MARÃO COM LEVE MELHORA

A gestão do prefeito Marão obteve 2,49% de ótimo e 10,56% de bom no levantamento feito pela Sócio-Estatística, o mais respeitado instituto de pesquisa do interior baiano. Já 28,69% consideram o governo regular, enquanto 18,33%% avaliam como ruim e 34,86% como péssimo.

De janeiro para agosto, ele obteve leve melhora. No levantamento feito de 24 a 30 de janeiro, o governo Marão era avaliado como ótimo por 2,26% dos ilheenses, 5,89% consideravam boa a gestão e 17,39% como regular. O percentual que avaliava o governo como ruim era 14,86%. Como péssimo, atingia 58,42%. E 5,08% não responderam ou não souberam responder.

GOVERNO RUI

Para 17,03% dos ilheenses consultados, a gestão de Rui é ótima, enquanto 29,88% dizem que é boa e outros 24,9% a consideram regular. Na outra ponta, 9,46% a consideram ruim e 13,15% avaliam como péssima. O percentual de eleitores que não souberam avaliar atingiu 5,58%.

Na pesquisa feita em janeiro, 14,31% disseram que o governo era bom e 29,88% consideravam regular. Para 7,25%, era ruim e 23,46% avaliaram como ruim. O percentual dos que não souberam responder ou não sabiam atingiu 4,08%.

BOLSONARO REJEITADO

Os oito primeiros meses do Governo Bolsonaro também foram objeto de avaliação dos ilheenses. Para 6,37% dos ilheenses, a gestão do presidente da República é ótima. Outros 11,65 a avaliam como boa e 27,89% a consideram regular. Para 13,15% dos ilheenses, o governo de Bolsonaro é ruim e 35,36% o consideram péssimo. 5,58% dos pesquisados não souberam ou não responderam.

COLISÃO ENTRE CAMINHÃO E ÔNIBUS DEIXA 5 MORTOS EM ILHÉUS

José Gutemberg. Foto: redes sociais.

Três vítimas fatais do acidente já foram identificadas: José Gutemberg, morador de Ilhéus, de 23 anos, o motorista do ônibus,  Carlos Júnior, morador do Banco da Vitória, também em Ilhéus, e o itabunense Jorge Santos, residente no Bairro Lomanto, que era passageiro.

Carlos Júnior era o motorista do ônibus.

Veja mais informações abaixo.

Atualizado às 09h05 de sexta (23)

O número de mortos foi confirmado, de acordo com o G1 Bahia. O motorista e quatro passageiros do ônibus, que ainda não tiveram os nomes revelados, foram as vítimas fatais, de acordo com a Viação Cidade Sol.

Passageiros relataram ao G1 Bahia que o ônibus seguia em sua via, quando o caminhão surgiu, na contramão, causando o acidente.

Na noite desta quinta-feira (22), um grave acidente deixou ao menos quatro mortos nas imediações do Posto Santo Antônio, trecho da BR-101 entre o trevo de Uruçuca e o município de Itabuna.

Um caminhão com uma carga de madeira colidiu com um ônibus da empresa Cidade Sol, que fazia o itinerário de Jequié para Ilhéus

Em vídeos que circulam na internet, é possível ver o estado dos veículos após a colisão. Enquanto o caminhão tombou na beira da estrada e pegou fogo, o ônibus foi parar no meio do matagal, às margens da rodovia.

As informações preliminares apontam que ao menos quatro mortos foram identificados no local, vários outros feridos também foram reportados, mas ainda não há um número preciso de vítimas. Mais informações serão repassadas a qualquer momento.

Por meio de nota à imprensa, a Cidade Sol afirmou que as causas do acidente ainda estão sendo investigadas e que presta assistências às vítimas e familiares. A empresa coloca à disposição das vítimas e familiares o SAC 0800 075 0010 para a prestação de mais informações.

 

Informações do Agravo e Ilhéus 24h

 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia