WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom saude></a>
<a href=secom ponte ilheus prefeitura de ilheus secom bahia


março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘Destaque1’

CODEBA ABRE LICITAÇÃO PARA OBRA DE DRENAGEM NO PORTO DE ILHÉUS

Porto.

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (CODEBA) realizará no dia 11 de março, licitação, na modalidade pregão eletrônico, para execução da dragagem de manutenção do Porto Organizado de Ilhéus. O edital foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), dia 17 de fevereiro.

A obra vai restabelecer o calado de 10 metros do porto, permitindo a atracação de navios maiores, incrementando a logística portuária da região, bem como beneficiando a operação de navios de cruzeiro na Costa do Cacau.

A última manutenção do calado do Porto de Ilhéus foi realizada em 2014.

RUI DIZ QUE VAI AMPLIAR TOQUE DE RECOLHER SE OCUPAÇÃO DE UTIS CHEGAR A 80%

Rui Costa

O governador Rui Costa (PT) vai aumentar o horário do toque de recolher, medida iniciada nesta sexta-feira em 343 cidades da Bahia, caso a taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento da Covid-19 chegue a 80%. Até meio-dia desta sexta-feira (19), 77% dos leitos dos hospitais do estado estavam ocupados.

“Hoje [sexta, 19] já subimos para 77% de ocupação de leitos e já com 16 mil casos ativos. Então continuamos crescendo os números, tanto de [ocupação de] leitos, quanto de casos ativos. É preciso que as pessoas colaborem, usem máscara, higienizem as mãos e mantenham distanciamento. Caso contrário, se os números continuarem crescendo, nós vamos ter que tomar outras medidas. Se chegar nos próximos dias a 80%, eu vou imediatamente ampliar o horário do toque de recolher”, disse Rui, hoje, em entrevista à TV Bahia.

Com vigência inicial até a próxima quinta-feira (25), o toque de recolher vai restringir a circulação de pessoas e o funcionamento de estabelecimentos comerciais das 22h às 5 horas. Rui não disse qual seria a expansão da medida, caso o Governo do Estado chegue à conclusão de que o aumento seja necessário para conter o avanço do novo coronavírus.

COVID-19: BAHIA ULTRAPASSA 11 MIL MORTES E TEM MAIOR NÚMERO DE PACIENTES EM UTIS

MORTES por covid-19

Nesta sexta-feira (19), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou o maior número de pacientes internados em UTIs Covid-19 desde o início da pandemia. Ontem,19, o estado também ultrapassou as 11 mil mortes causadas doença.

São 866 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupando leitos nas diversas regiões da Bahia. Anteriormente, o pico tinha sido registrado em 2 de agosto de 2020, quando foram contabilizadas 857 internações em UTIs.

Ontem também foram registrados 17.306 casos ativos da doença, o maior deste ano e similar aos contabilizados em julho do ano passado, período de pico da pandemia no estado. A Bahia possui 2.145 leitos exclusivos para pacientes com o diagnóstico do coronavírus, sendo 1.114 de terapia intensiva.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destaca que recentemente foram abertos novos leitos nos municípios de Salvador, Barra, Seabra e Camaçari.

Com o objetivo de eliminar as aglomerações noturnas, a Polícia Militar atua a partir desta sexta-feira para garantir o cumprimento do decreto do governador do Estado, Rui Costa (PT), que determina o toque de recolher em 343 cidades baianas por sete dias, de 22h às 5h.

A circulação de pessoas nas ruas entre 22h e 5h será restrita e os estabelecimentos de serviços não essenciais deverão encerrar as suas atividades até as 21h30. A Polícia Militar conduzirá para delegacia aqueles que descumprirem o decreto, e serão autuados pelos crimes previstos de desobediência e contra a saúde pública. A orientação é primeiramente alertar e conduzir quem insistir em permanecer em situação de aglomeração.

ILHEENSE É ELEITO ENTRE OS MELHORES JOGADORES DA SELEÇÃO BRASILEIRA

Ilheense

Em edição histórica, a Revista Placar ouviu 170 repórteres, narradores e comentaristas de todo o país para eleger a Seleção Brasileira de todos os tempos. O periódico também apresenta um ‘banco de luxo’ e um terceiro time, de acordo com os jogadores mais votados em cada posição.

A edição, que conta com 65 páginas, apresenta fotos e fichas de todos os atletas escolhidos. Há ainda entrevistas com nomes históricos da Seleção Canarinho. Bruno Furtado, editor do Superesportes, e Fred Melo Paiva, colunista do Estado de Minas, compuseram o júri.

Conforme votação, a Seleção Brasileira de todos os tempos foi escalada com: Taffarel (85 votos); Carlos Alberto (104), o ilheense Aldair (88), Bellini (72) e Nilton Santos (99); Falcão (80), Didi (84) e Pelé (165); Garrincha (132), Ronaldo (130) e Romário (97). Com 94 votos, Zagallo foi escolhido como técnico.

O ‘banco de luxo’ é composto por: Gylmar (65 votos); Cafu (29), Mauro (53), Domingos da Guia (31) e Roberto Carlos (53); Gérson (59), Zico (74) e Rivaldo (17); Ronaldinho Gaúcho (29), Sócrates (19) e Rivellino (56). Com 54 votos, Telê Santana foi o segundo treinador mais lembrado nas escolhas do júri.

O terceiro time da Seleção Brasileira de todos os tempos foi escalado com: Dida (7 votos); Djalma Santos (23), Oscar (20), Luís Pereira (24) e Junior (19); Clodoaldo (11), Dunga (7) e Zito (15); Zizinho (7), Tostão (13) e Leônidas da Silva (6). Com oito votos, Carlos Alberto Parreira é o técnico.

ILHÉUS: TOQUE DE RECOLHER COMEÇA A PARTIR DE HOJE

Toque de recolher para Ilhéus.

Ilhéus vai seguir na íntegra todas as regras estabelecidas no decreto estadual nº 20.233, de 16 de fevereiro de 2021, alterado pelo decreto nº 20.234, de 17 de fevereiro de 2021, que restringem a circulação de pessoas em vias e locais públicos, das 22h às 5h, do dia 19 até 25 de fevereiro. A medida visa evitar a propagação da Covid-19 e diminuir o número de casos ativos da doença.

Conforme o documento, fica expressamente vedado, entre as 22h e as 5h, o funcionamento de bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas, inclusive na modalidade delivery. Os estabelecimentos citados deverão encerrar as atividades até as 21h30, para garantir o deslocamento dos funcionários e colaboradores às suas residências.

De acordo com o texto, ficam excetuados das restrições os serviços de limpeza pública; manutenção urbana; delivery de farmácia e medicamentos; as atividades profissionais de transporte privado de passageiros; o funcionamento dos terminais rodoviários e aeroviários; o deslocamento de funcionários que atuem na operacionalização destas atividades fins ou situações em que fique comprovada a urgência.

Segundo o decreto, a Polícia Militar da Bahia (PMBA), em conjunto com as Guardas Municipais, dará suporte necessário às cidades incluídas na lista do toque de recolher. Paralelo às determinações do ente estadual, a Prefeitura de Ilhéus avalia diariamente o cenário epidemiológico através do Gabinete de Crise, instituído para assessorar o prefeito Mário Alexandre na tomada de decisões e na execução das medidas preventivas, adotadas por cada secretaria nos assuntos de suas respectivas responsabilidades.

Mesmo após o início da vacinação de alguns grupos prioritários, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) reitera os cuidados e protocolos de segurança sanitária contra a Covid-19. O uso de máscara de proteção, álcool em gel e o distanciamento social continuam sendo obrigatórios e indispensáveis para a prevenção da doença.

IBGE REABRE CONCURSO COM 204 MIL VAGAS PARA O CENSO 2021; NA BAHIA, SÃO 14.028 VAGAS

IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou hoje (18) o edital para o processo seletivo do Censo Demográfico 2021. No total, serão oferecidas, 204.307 vagas temporárias, das quais 181.898 para a função de recenseador, 16.959 para a atividade de agente censitário supervisor e 5.450 para o cargo de agente censitário municipal.

Para os cargos de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, as inscrições começam amanhã (19) e vão até 15 de março. A taxa de inscrição é de R$ 39,49 e as inscrições podem ser feitas pelo site da banca de avaliação Cebraspe.

Já para as vagas de recenseador, as inscrições começam no dia 23 de fevereiro e vão até 19 de março. A taxa de inscrição é R$ 25,77 e a inscrição também pode ser feita pelo site do Cebraspe.

O salário previsto para agente censitário municipal é R$ 2.100. para agente supervisor, R$ 1.700. Já a remuneração do recenseador será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada, unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. O candidato poderá simular valores de remuneração por meio deste link.

A previsão é de que as provas objetivas sejam aplicadas presencialmente em 18 de abril para o cargo de agente censitário municipal e agente censitário supervisor. Já para a função de recenseador, as provas presenciais devem ocorrer no dia 25 de abril, “seguindo os protocolos sanitários de prevenção da covid-19”.

EDITAIS

De acordo com o edital, caberá ao recenseador realizar a coleta, presencialmente e/ou por telefone, das informações do Censo Demográfico 2021 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído no âmbito da sua área de trabalho.

Para concorrer à função de recenseador é preciso ter ensino fundamental completo. A jornada de trabalho é de, no mínimo, 25 horas semanais e a previsão de duração do contrato é de até 3 meses, podendo ser prorrogado mediante necessidade de conclusão das atividades do Censo e de disponibilidade orçamentária.

Já para as funções de agente censitário municipal e agente censitário, é exigido o ensino médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, cumprida em 8 horas diárias. A previsão de duração do contrato para as duas funções é de cinco meses, podendo ser prorrogado mediante a necessidade do Censo.

De acordo com o edital, caberá ao agente censitário municipal acompanhar as atividades da coleta de dados, garantindo a perfeita cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas na cidade de trabalho. A função será ocupada pelos melhores colocados em cada município. Já aos agentes censitários caberá a supervisão, acompanhando as equipes de recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas.

IMUNIDADE PÓS-VACINA PODE DEMORAR SEMANAS, DIZEM ESPECIALISTAS

Idosos do abrigo São Vicente sendo vacinados contra a Covid-19.

Da Agência Brasil.

O início da campanha de vacinação contra a covid-19 levou esperança a milhões de brasileiros que esperam pelo momento em que poderão retomar uma rotina mais próxima à qual estavam habituados até o início da pandemia. Mesmo que lentamente, a imunização está avançando entre profissionais da saúde e pessoas dos grupos de risco.

O entusiasmo, no entanto, não deve levar ninguém a abrir mão de cuidados pessoais, sob risco não só de adoecer em um momento em que o sistema de saúde continua sob pressão, mas também de colocar em perigo a estratégia nacional de imunização. Especialistas lembram que, além de nenhuma vacina ser 100% eficaz, principalmente diante do risco de surgimento de novas variantes, o corpo humano demora algum tempo para começar a produzir os anticorpos que protegerão o organismo contra a ação do novo coronavírus.

Tempo médio

Segundo a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), a pediatra Isabella Ballalai, em média o tempo mínimo para que o sistema imune esteja apto a responder adequadamente contra a presença de qualquer agente patogênico causador de doenças é de, no mínimo, 14 dias após receber a primeira dose de uma vacina. Mas cada imunizante tem seu próprio tempo médio para ativar o sistema imunológico, conforme descrito por seus fabricantes.

Fiocruz

A dose da AstraZeneca, por exemplo, é capaz de atingir uma eficácia geral de proteção da ordem de 76% 22 dias após a aplicação da primeira dose. O percentual pode superar os 82% após a pessoa receber a segunda dose, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), responsável por produzir, no Brasil, a vacina em parceria com a farmacêutica e a Universidade de Oxford.

Um estudo publicado na revista científica The Lancet, no início do mês, sustenta que a maior taxa de eficácia é atingida quando respeitado o intervalo de três meses entre a primeira e a segunda dose.

Butantan

O Instituto Butantan, parceiro do laboratório chinês Sinovac no desenvolvimento da CoronaVac, afirma que são necessárias, em geral, duas semanas após a segunda dose para que a pessoa esteja protegida, já que esse é o tempo que o sistema leva para criar anticorpos neutralizantes que barram a entrada do vírus nas células. Ainda segundo o instituto, uma quantidade maior de anticorpos pode ser registrada até um mês após o fim da vacinação, também variando de indivíduo para indivíduo.

“É importante esperar, porém, que grande parte da população tenha sido imunizada antes de voltarmos aos antigos hábitos, para evitar contaminar outras pessoas, já que o indivíduo que tomou a vacina ainda pode transmitir o vírus. Mesmo após a imunização, ainda será preciso manter medidas de segurança, como o uso de máscara e a higienização constante das mãos.”

Cuidados

“Ao tomar uma vacina, a pessoa tem que aguardar pela ação do seu próprio sistema imunológico, que vai produzir os anticorpos que irão protegê-la”, reforça Isabella, destacando a importância de, mesmo após tomar a segunda dose, a pessoa continuar usando máscaras, evitando aglomerações, higienizando as mãos e objetos e respeitando as recomendações das autoridades sanitárias.

“É muito importante que as pessoas entendam que será preciso continuar tomando os mesmos cuidados por mais algum tempo. Este ano tende a ser melhor que 2020, pois já temos mais conhecimento e algumas respostas à doença, mas, infelizmente, 2021 será ainda de distanciamento e de uso de máscaras”, acrescenta a vice-presidente da SBIm, acrescentando que, para diminuir a transmissão da doença, será preciso vacinar, no mínimo, 60% da população brasileira.

“Ainda temos muitos desafios para controlar a doença. Há o risco do surgimento de novas variantes – mesmo que a maioria das vacinas esteja demonstrando ser eficaz também contra algumas das variantes já identificadas, em algum momento isso pode não ocorrer. Logo, ainda não é hora de relaxar. Ainda não é hora de retirarmos as máscaras e desrespeitar o distanciamento social”, alerta Isabella.

“EM CASA E SEM COMIDA NÃO DÁ”, DIZ JERBSON EM DEFESA DE AUXÍLIO EMERGENCIAL

Do JBO.

Jerbson Moraes

A elaboração, em caráter de urgência, de um projeto de Lei que crie o Auxílio Emergencial Municipal para ajudar famílias de Ilhéus em situação de vulnerabilidade social durante esta fase crítica da pandemia voltou a ser defendida ontem (17) pelo presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Jerbson Moraes, no plenário da Poder Legislativo.

Ele anunciou que, na próxima semana, vai agendar um encontro com o prefeito Mário Alexandre; o secretário de Gestão e Inovação Tecnológica, Bento Lima; e o secretário de Desenvolvimento Social, Rubenilton Silva, para juntos – Executivo e Legislativo – encontrarem um caminho para viabilizar a iniciativa. O presidente convidou todos os vereadores a participar do encontro.

“É preciso objetivar este assunto, dar um passo inicial e formatar esse projeto de acordo com as possibilidades do município”, afirmou. “Não dá para pedir a população para ficar em casa, sem que ela tenha o que comer. Não é auxilio pra você ver pessoas comprando celular. É para comprar comida”, completou.

Segurança jurídica

Jerbson Moraes informou que 14 estados já estão com municípios pagando este modelo de auxílio. O investimento chega a R$ 973 milhões e o atendimento prestado alcança 1,8 milhão de pessoas. Mas que para ter segurança jurídica, lembra o presidente Moraes, este projeto terá que partir do Poder Executivo e votado pela Câmara.

A intenção, ao envolver no debate duas pastas da administração municipal – Gestão e Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Social – é ampliar o debate e, efetivamente saber, de onde poderia vir os recursos e para quem eles poderão ser destinados. Na sua proposta, Jerbson explica que o valor só poderá ser destinado para a compra de alimentos, com a comunidade beneficiada comprando no próprio bairro onde reside e movimentando a economia local.

Questão de urgência

O presidente da Câmara lembra que ações como o kit escolar, promovidas pelo estado e pelo município na fase inicial da pandemia, foram importantes para garantir a sobrevivência alimentar de milhares de famílias carentes em Ilhéus. “Esta nova proposta é questão de urgência. Corta de algum outro lugar, mas o povo não pode passar fome”, afirmou. Para criar o Auxílio Emergencial Municipal são necessárias soluções fiscais que garantam a responsabilidade social.

Grave

Hoje em Ilhéus registra-se um crescimento acentuado no número de casos e de mortes por Covid-19. Os hospitais estão perto de um colapso. As Unidades de Terapia Intensiva estão com ocupação acima de 95 por cento, mesmo diante de todas as medidas protetivas e de tratamento disponibilizadas pelas gestões estadual e municipal.

TCM-BA REPROVA AS CONTAS DE 2019 DE MARÃO; RELATOR PEDE APURAÇÃO DE CRIME DE RESPONSABILIDADE

Do BG.

Marão

O TCM-BA reprovou as contas de 2019 do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD).

Em sessão realizada nesta quinta-feira (18), os conselheiros reprovaram as contas devido à não aplicação do percentual mínimo de recursos na rede educacional e em razão da dívida consolidada líquida que no exercício superou o limite imposto pela Resolução nº 40 do Senado Federal.

Na educação, Mário aplicou 24,03% da receita resultante de impostos, junto com os recursos transferidos pelo governo federal . O mínimo exigido constitucionalmente é 25%.

O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, destacou a extrapolação continuada do limite da dívida consolidada líquida, que representou 138,36% da receita corrente líquida ao final de 2019, ultrapassando o limite de 120% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal e na Resolução do Senado Federal.

Por estas razões, a relatoria propôs representação ao Ministério Público Federal contra o prefeito para a apuração de crime de responsabilidade. Também foi imputada multa no valor de R$8 mil pelas demais irregularidades apuradas durante a análise técnica das contas.

Os problemas do prefeito no TCM não começaram hoje. Em 2020 o tribunal determinou que Marão devolvesse recursos ao município devido às irregularidades no contrato de coleta dos resíduos sólidos.

Em 2019 o mesmo tribunal multou o prefeito por atrasos no envio de dados para o Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA).

GOVERNO FEDERAL EXCLUI 48 MIL FAMÍLIAS NORDESTINAS DO BOLSA FAMÍLIA; BAHIA REGISTRA MAIOR CORTE DE BENEFÍCIOS DO PAÍS

Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Martins.Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Martins.

Dados do Comitê Técnico da Assistência Social do Consórcio Nordeste mostram que, de dezembro a fevereiro de 2021, o Nordeste teve uma redução de 48 mil famílias beneficiadas pelo Bolsa Família. Outras 13 mil famílias foram cortadas na região Norte, no mesmo período.

Paralelo a isso, as regiões Sul (+ 26.504), Sudeste (+ 21.479) e Centro Oeste (+ 4.090) registraram aumento no número de famílias beneficiadas pelo governo de Jair Bolsonaro.

A Bahia é o estado do Nordeste que mais perdeu benefícios: foram excluídas 12.706 famílias entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021. Em seguida vem Ceará (- 8.639), Pernambuco (- 7.550) e Maranhão (- 6.609).

Em número absoluto, a Bahia também é o estado com o maior corte de benefícios em todo o país. Ao mesmo tempo, Minas Gerais (+ 23.047), Rio Grande do Sul (+ 12.119) e Paraná (+ 9.693) registraram aumentos expressivos.

“É incompreensível, não existe lógica além da perversidade, que explique os cortes de benefícios nas duas regiões mais vulneráveis e com a maior parte da população mais pobre do país. Em meio a um dos momentos mais difíceis, o governo corta benefícios de quem mais precisa. É um absurdo que pode custar a vida de muitas pessoas”, afirma o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Martins.

Os nove estados nordestinos tem hoje uma demanda reprimida de 673.842 mil famílias. Ou seja, mais de 670 mil famílias possuem perfil para o programa, mas estão na chamada fila de espera.

“Esse governo já demonstrou por A mais B que a lógica social é a da perversidade. Não se trata de incompetência ou erro, mas da vontade deliberada de fazer sofrer a população das regiões onde o presidente encontra menos apoio popular”, diz Martins.

No comparativo entre dezembro de 2019 e dezembro de 2020, todas as regiões do país registraram aumento no número de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família. Mas, no Nordeste e no Norte do país, o crescimento é muito menor do que nas outras regiões.

Nesse período, o número de famílias beneficiadas cresceu 6% na região Norte e 5% na região Nordeste. As regiões Sul (16%), Sudeste (14%) e Centro Oeste (13%) registraram o dobro do crescimento percentual no Norte e Nordeste.

“A falta do pagamento do Auxílio Emergencial, mas o corte expressivo no Bolsa Família colocam as duas regiões em rota de colisão com uma crise social ainda mais aguda. Além da falta de vacinas para retomar a vida normal, a população mais pobre ainda enfrenta ataques violentos de direitos sociais por parte daqueles que deveriam garantir alimentação e sustento nesse período”, finaliza o secretário da Bahia.

Informações da Assessoria de Comunicação.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia