WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa alba


abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘Cultura’

SECULT DE ILHÉUS LANÇA PRÊMIO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS

Cultura Livre 2018

 

A Secretaria da Cultura de Ilhéus realiza concurso para selecionar propostas que estimulem o desenvolvimento das artes nos diversos bairros e distritos do município. Serão priorizadas aquelas oriundas ou realizadas em benefício da população com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural. A inscrição desta primeira chamada do edital está aberta de 12 deste mês a 25 de abril, contemplando propostas cujo cronograma de ação se inicie de 28 de junho a 12 de agosto deste ano. A inscrição deve ser feita exclusivamente na sede da secretaria. Informações adicionais podem ser obtidas pelo e-mail:cultura@ilheus.ba.gov.br ou pelo telefone (73) 3231-7531, a partir das 14 horas.

O secretário da Cultura, Pawlo Cidade, disse que o edital foi adaptado do Calendário das Artes, da Fundação Cultural do Estado Bahia (Funceb). “Tem tudo para seguir o sucesso desta iniciativa. O Cultura Livre chama a atenção para a obrigatoriedade da entrega de prêmio ao vencedor, lembrando que ele corresponderá a contrapartida pela atividade artística. É um edital inédito de fomento, pautada na política cultural estimulada pelo prefeito Mário Alexandre, sobretudo de descentralização e democratização das ações culturais”, afirmou.

Quem pode participar – Pawlo Cidade destaca que esta primeira chamada contempla propostas apresentadas por criadores, produtores e grupos artísticos. Pessoa física com idade igual ou superior a 18 anos (completos até a data de encerramento da inscrição), brasileiros natos ou naturalizados, domiciliados em Ilhéus ou estrangeiros com situação de permanência legalizada e residência comprovada no município até a data de encerramento da inscrição, e pessoa jurídica que desenvolva ações artístico-culturais, conforme seu estatuto.

Conforme o edital, cada proponente só pode inscrever uma proposta, sendo desclassificado quem inscrever mais de um trabalho ou enviar mais de uma proposta por categoria, mesmo que sejam de proponentes ou categoriais diferentes. Serão premiadas pelo menos 45 propostas neste edital, com previsão de cinco prêmios para cada categoria. Caso não haja proposta para uma ou mais das categorias indicadas os recursos serão transferidos automaticamente para a área com maior número de inscrições. Está prevista a seleção de pelo menos dezoito propostas para os distritos.

Valor do prêmio – O prêmio será de R$ 2.500,00 que incidirá a tributação de 20%, prevista na lei federal 8.981/95. O total de recursos disponível para este edital é de R$ 112.500,00. O Edital Cultura Livre é uma realização da Secretaria da Cultura de Ilhéus, em parceria com a secretaria municipal da Fazenda (Sefaz), com recursos do Fundo Municipal de Cultura.

GRUPO DE TEATRO DO INTERIOR OCUPARÁ ESPAÇO DA SECULT EM SALVADOR

O grupo

O Santo e a Porca, da obra de Ariano Suassuna, montagem da Cia. Acordada com as máscaras da commedia dell’arte, estará em cartaz pela primeira vez na capital baiana, nos dias 16 e 17 de março, em comemoração ao mês do teatro e do circo.

A circulação do espetáculo tem apoio da Secretária de Cultura do Estado da Bahia, através da Convocatória Ocupe Seu Espaço. O espetáculo estreou em dezembro de 2016 e participou da 2ª Edição do Polo Teatral – Festival de Teatro do Interior da Bahia, foi indicado ao prêmio Braskem de Teatro 2017 e realizou apresentações em Serra Grande, Ilhéus, Itabuna e Jequié.

A Cia. tem apoio do Circo da Lua e para esse empreitada em Salvador conta com a parceria da Acosta Produções Artísticas, representada pela produtora local, Noemi Fonseca. O edital não custeia os gastos com transporte, alimentação, hospedagem e produção local, por isso, a equipe completa, entre atores e técnicos, num total de 10 pessoas, em pleno consenso, abre mão de seus cachês individuais para pagar as despesas da curta temporada na capital. A Cia. é movida por valores muito além de provisões financeiras, pois a bandeira defendida é mostrar a força do teatro do interior da Bahia.

Clique no leia mais e confira a ficha técnica.

:: LEIA MAIS »

PEDRO HOISEL E CRIS DINIZ FAZEM SHOW MUSICAL NO TEATRO MUNICIPAL

Os músicos Pedro Hoisel e Cris Diniz se apresentam dia 15 de março, a partir das 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus. O show tem a proposta de reunir as canções premiadas nos festivais de músicas, além de outras autorais e canções de compositores consagrados que influenciaram a carreira dos artistas.

O ingresso que custa R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) já se encontra à venda na bilheteria do teatro e em alguns pontos estratégicos da cidade. Pedro e Cris iniciaram uma parceria musical em 2014. Participaram de diversos festivais de música pelo Brasil e acumularam premiações, incluindo de melhor música, arranjo e intérprete.

Pedro Hoisel nasceu em Salvador, mas foi criado em Ilhéus. Aos 13 anos de idade começou a tocar violão. Sempre ouvia músicas de Elomar, Renato Teixeira, Xangai, Rubinho do Vale, Dércio Marques. É graduado em composição pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Começou a compor as primeiras músicas aos 16 anos. Atualmente, reside em Belo Horizonte.

Já Cris Diniz é mineira de Ipatinga, e desde criança sonhava em ser cantora. “Me apaixonei cedo pela música e cantava para amigos. Inspirava em minha mãe, cantora de coral, que me incentivou a cursar música, mas por receio de não conseguir viver profissionalmente da música, graduei em odontologia”, diz.

EDITUS LANÇA LITERATURA DO CACAU CYRO DE MATTOS

“Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários”

O novo número da coleção Cadernos de aula, publicada pela A Editus – Editora da UESC, é “Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários”, com organização da professora Reheniglei Rehem.

O livro é resultado da disciplina Literatura Sul-Baiana, do curso de Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no período de 2013 a 2015. As análises textuais se baseiam nos conceitos de conto, poesia, sujeito-lírico, identidade, globalização, representações e tipofilia nas obras do escritor Cyro de Mattos.

Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários custa R$25,00. Pode ser adquirido na Livraria da Editus, localizada na UESC, em Ilhéus. Na internet, o leitor encontra essas e outras publicações da Editus nos sites www.livrariacultura.com.br e www.ciadoslivros.com.br. Pedidos também podem ser feitos pelo email vendas.editus@uesc.br ou pelo telefone (73) 3680-5240. Para acompanhar todas as novidades da Editora acesse o site www.uesc.br/editora, o Facebook @editoradauesc e o Instagram @editus.uesc.

 

DANÇARINA DO ILÊ AIYÊ MINISTRA OFICINA GRATUITA DE DANÇA AFRO EM ILHÉUS

A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania promove, de 26 a 29 de dezembro, no Terreiro Matamba Tombenci Neto, a Oficina de Dança Afro ministrada por Sueli Conceição, dançarina do Bloco Afro Ilê Aiyê, de Salvador. As inscrições são gratuitas até o dia 22 através do linkhttps://goo.gl/forms/vJ2pWAwgf4U5Xibw1 ou na sede da instituição, localizada na Avenida Brasil, 485, Alto da Conquista, em Ilhéus.

Sueli Conceição possui um extenso currículo. Em 1999, foi Deusa do Ébano do Ilê Aiyê. Já atuou como coordenadora da Escola de Canto, Dança e Percussão Band´Erê, também do bloco. Atualmente, é presidenta do Instituto Gedar (Instituto de Estudo Para Danças Afros Brasileiras), diretora cultural da Associação Pé de Moleque e doutoranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

Para a oficina, Sueli propõe trabalhar as percepções da dança afro brasileira, a partir da memória corporal preexistente dos cursistas, na perspectiva do construtivismo. A interpretação, corporificação e simbologias serão trabalhadas a partir dos arquétipos que norteiam a ancestralidade afro-brasileira, sejam no ponto de vista material ou espiritual.

Ainda este mês, será realizado um seminário para discutir e refletir sobre diversas formas de fazer política dos jovens de terreiro, no dia 30, no Terreiro Matamba. Em janeiro e fevereiro, acontecerão as oficinas de percussão e canto, também gratuitas.

As atividades fazem parte do projeto “Música e Dança: o jeito jovem de fazer política”, contemplado pelo edital Novembro Negro da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) do Governo do Estado da Bahia.

SHOW DA CARAVANA DA MÚSICA AFRICANA ACONTECE DOMINGO, 19

Caravana

O projeto Caravana da Música chega a Ilhéus neste domingo (19) para apresentação única, a partir das 19 horas, na praça Castro Alves, situada em frente ao prédio onde funciona a Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho. Mesclado do instrumental baiano ao som dos atabaques, indo ao som dos trompetes para os atabaques, o grupo Africania fará duas oficinas de música na biblioteca. A abertura do evento será com a banda de percussão do grupo Dilazenze.

Um dos objetivos do projeto é contribuir para a difusão da produção artística da Bahia, permitir o deslocamento, promover a interiorização com os artistas, chegar a praças em que nunca se apresentaram. A chamada pública contou com a participação de 250 bandas e músicos que foram avaliados por curadoria formada pelo jornalista Luciano Matos, e os produtores culturais Luizão Pereira e Ivanna Souto.

O Caravana da Música em seu segundo ano recebe, além de outros cinco artistas que já passaram nesta edição, Bando Velho Chico, Dão e a Caravana Black, Grupo Botequim, Lucas Santtana e Samba Chula de João do Boi, que circularão por outros cinco municípios. Realizado pela Maré Produções Culturais, o evento conta com o patrocínio da Vivo, através do Programa Fazcultura e das secretarias da Fazenda e de Cultura da Bahia. O apoio é da secretaria municipal de Cultura (Secult).

 

JANETE LAINHA SERÁ A NOVA PRESIDENTE DO CONSELHO DE CULTURA DE ILHÉUS

Janete Lainha

Nesta quarta-feira (25) às 19h toma posse a nova Presidente do Conselho de Cultura de Ilhéus para o exercício 2017-2019, Janete Lainha Coelho. A primeira mulher a ocupar o cargo através do voto. Janete vai presidir a cerimônia de posse de toda nova diretoria que possui dez câmaras setoriais dos mais variados segmentos artísticos e culturais e oito cadeiras do poder público.

Os conselheiros indicados pelo poder público municipal são representantes das secretarias de Cultura, João Paulo Couto Santos (titular) e Paulo Jorge Pereira do Rosário (suplente); de Turismo, Jacks Rodrigues dos Santos (titular) e Roberto de Andrade Pereira (suplente); de Educação, Mariângela de Sant’Anna Bahia, (titular) e Altemíria Gracia de Souza Protásio Félix (suplente); e Divisão de Esportes, Marcos Ulisses dos Reis Garcia (titular) e Aneilson Leal da Luz (suplente).

Já os integrantes indicados pela sociedade civil são os representantes da Câmara Setorial de Teatro, Ruy Penalva Guimarães Neto (titular) e Robert Alexandre Rodrigues (suplente); Câmara Setorial de Música, Laís Chaves Marques (titular) e Agenor Santos de Oliveira Filho (suplente); Câmara Setorial de Artes Visuais, Gildásio Rodrigues Santos (titular) e Emerson Silva Araújo (suplente); Câmara Setorial de Audiovisual, Tacila Aparecida Mendes Reis, (titular) e Rodrigo Macedo Figueroa (suplente); e da Câmara Setorial de Dança, Eliana Conceição da Fonseca (titular) e Djalma Fernandes da Silva (suplente).

Ainda serão empossados os representantes da Câmara Setorial de Cultura Popular, Janete Lainha Coelho (titular) e Rosenilto Moreira Ribeiro (suplente); Câmara Setorial de Cultura Indígena, Alex Alves Souza (titular) e Flávio Alves Souza, (suplente); Câmara Setorial de Cultura Afro, Júnior Cézar Coelho Cotias, (titular) e Jamile Silva Santos (suplente); Câmara Setorial de Patrimônio Cultural, Maria Helena Guimarães Carvalho Tavares (titular) e Meirice Rocha Nascimento (suplente); e Câmara Setorial de Literatura, Antonio Sérgio Nunes Figueiredo (titular) e Fabrício Brandão Amorim Oliveira (suplente).

ILHÉUS: PAWLO CIDADE SERÁ O SECRETÁRIO DE CULTURA

Paulo Cidade

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, designou o escritor e dramaturgo Pawlo Cidade, funcionário público municipal, para o comando da pasta de Cultura do município. Na conversa entre ambos sobre a condução das políticas culturais, Pawlo Cidade apresentou um planejamento estratégico para as ações a serem desenvolvidas nos próximos anos e ouviu sugestões e orientações do prefeito sobre os trabalhos da secretaria.
Pawlo Cidade é pedagogo e especialista em gestão cultural. Como escritor é autor de 15 obras publicadas, como O Santo de Mármore, A Casa de Santinha, O Tesouro Perdido das Terras do Sem Fim, entre outros. Sua produção literária o conduziu à Academia de Letras de Ilhéus, na qual ocupa a cadeira 13 cujo patrono e ex ocupante é ninguém menos do que o seu fundador, Jorge Amado. A mesma cadeira foi ocupada pela escritora Zélia Gattai, esposa de Jorge. Outras publicações de sua autoria abordam, exclusivamente, o tema “Cultura”. A cartilha “Como Transformar a Cultura Em Um Bom Negócio” apresenta um roteiro com 17 questões que orientam sobre gestão, produção e fazer cultural, para auxiliar o setor a transformar ideias em renda, através da organização e profissionalização dos agentes culturais.
Cidade tem como uma das metas atualizar e finalizar o inventário do patrimônio material e imaterial da Cultura de Ilhéus. “Para planejar é preciso conhecer”, reflete, ao discorrer sobre a necessidade desse cadastramento como base para um trabalho eficiente que contemple amplamente os segmentos culturais locais. A partir daí, pretende trabalhar com várias linhas de ações que envolvem desde inclusão cultural, preservação da memória, passando por empreendedorismo e fomento. “O papel do órgão que conduz as políticas culturais deve ser o de fomentador, deixando a produção por conta da classe artística”, explica.
O gestor aponta as parcerias, a transversalidade com outros órgãos governamentais em diversas instâncias, os fundos de cultura e a captação de recursos públicos federais, estaduais, além dos privados, para o financiamento do programa que está implementando. Dentre os objetivos, pretende que a produção cultural associada ao turismo, coloque Ilhéus em destaque como “cidade criativa”, ampliando as possibilidades de geração de emprego e renda. “Então, a inovação, as tecnologias, assim como a tolerância, tornam-se indispensáveis e atualizam as perspectivas da sociedade através do setor cultural”.
A indicação de Pawlo Cidade vem repercutindo positivamente no meio cultural e a sua nomeação deve acontecer tão logo a reforma administrativa esteja regulamentada, nos próximos dias. O presidente da Academia de Letras de Ilhéus, André Rosa, e a mestra da cultura popular, Janete Lainha, que assumirá no próximo dia 25 a presidência do Conselho Municipal de Cultura, manifestaram apoio a decisão do prefeito Mário Alexandre, que “atendeu a expectativa do segmento”, disseram.

MARÃO AUTORIZA OBRA DA NOVA ORLA SUL NA TERÇA

Secom/Ilhéus

Projeto

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, assina nesta terça-feira (03), às 9h30min, ordem de serviço para a retomada imediata da primeira etapa do Projeto Orla Sul, a partir do KM 0 da rodovia Ilhéus-Olivença até a região o Ceplus. O ato acontecerá no início da rodovia Ba 001, em frente à entrada da unidade sul do Colégio Vitória, e contará com a presença de autoridades, trade turístico, empresários e comunidade residente ou com negócios no entorno daquela importante região do município.

O investimento de 2 milhões de reais inclui toda a parte de urbanização do trecho, com serviços de pavimentação, drenagem, ciclovia, calçada e será executado pela construtora NA2. A obra, iniciada em 2006, foi abandonada em 2012. Apenas 40 por cento foi executada no período de seis anos.

Logo que assumiu a administração municipal, o prefeito Mário Alexandre considerou a obra fundamental e após estudos da sua equipe técnica prestou conta ao Ministério do Turismo da reformulação da proposta elaborada pelo município – e já aprovada pela Caixa -, que possibilitou o lançamento do edital de licitação do remanescente das obras de reurbanização. A intenção da Prefeitura é ampliar a captação de recursos para a execução da segunda etapa do projeto.

Valorização – Os altos investimentos públicos e privados vão transformando a zona sul de Ilhéus. O cenário de desenvolvimento combina as ações, organizando o crescimento da cidade, a sua infraestrutura e mobilidade urbana, com a geração de empregos resultantes das diversas iniciativas. São muitos milhões de reais que aos poucos vão modificando aquele panorama. Entre estoque, novas unidades em construção e empreendimentos anunciados para terem início nas próximas semanas e meses, são cerca de duas mil unidades, sem incluir a construção de residências individuais não verticalizadas.

A construção pelo governo do estado da nova ponte estaiada – a primeira da Bahia – do centro para o Pontal, um investimento de quase 100 milhões de reais, resolverá o maior problema de mobilidade da cidade, que são os congestionamentos na única via de ligação com o centro. Mas as obras que melhoram a qualidade de vida dos ilheenses, não param por aí. A Embasa está executando o saneamento da zonal sul, mais uma grande e importante obra que consumirá 52 milhões de reais financiados pelo BNDES ao governo do estado da Bahia e alcançará mais de 7,5 mil novas ligações de esgoto doméstico que será devidamente tratado, melhorando sobretudo as condições de balneabilidade das praias e, em especial, da Baía do Pontal.

Do ponto de vista do crescimento organizado, os investimentos realizados em condomínios habitacionais, como o recente Sol e Mar, do programa “Minha Casa, Minha Vida” com 2.120 unidades, demonstram o esforço da administração pública em diminuir o crescimento desordenado na zona sul. Novos estudos para a construção de mais centenas de unidades, próximo ao bairro Hernani Sá, estão em andamento.

Governo não se acomoda – Por outro lado, Ilhéus é um dos primeiros municípios litorâneos do Brasil a assinar o termo que lhe dá o direito de gerenciar o uso das praias por 20 anos. Com isso, a Prefeitura pretende manter as cabanas de praia do sul como um importante equipamento, mas dentro de um projeto de requalificação que atenda as nossas pretensões turísticas e respeite as normas ambientais e de saúde, prestando um serviço de qualidade aos frequentadores das nossas praias. “São medidas que começam a ganhar forma graças às iniciativas do governo municipal, que não se acomoda diante das dificuldades e procura superar os óbices com muito trabalho”, destaca o prefeito de Ilhéus.

A zona sul, que já possui escolas e faculdades de ensino superior, contará ainda com uma creche para 188 crianças, investimento de 1,6 milhão de reais do FNDE, a ser construída no Santo Antônio de Pádua e mais uma quadra poliesportiva na localidade do Couto. A Secretaria estadual de Infraestrutura vai estender o projeto de iluminação pública da BA 001, do trecho entre o conjunto Ceplus até o bairro de Olivença, além de implantar uma ciclovia ao longo do percurso, antigo anseio da Associação Ilheense de Ciclismo.

Três grandes empreendimentos colocam terrenos urbanizados à disposição do mercado. Trata-se do Alphapark, do Brisa-mar e do luxuoso condomínio Cidadelle, todos pavimentados, com saneamento básico e até estruturas de lazer, a nível do que há de melhor, no país. Na praia dos Milionários, um dos mais importantes grupos empresariais o País, o Pão de Açúcar, também vai se instalar na região sul. O Grupo Assaí, uma rede brasileira investirá terá recursos da ordem de 40 milhões na construção de uma unidade no KM 6 da Ba-001 e deve gerar logo na primeira etapa 300 empregos diretos.

A segurança jurídica, as leis de zoneamento e ambiental bem definidas e um diálogo franco e aberto estabelecido entre instâncias de governo e empresários fazem de Ilhéus uma das melhores opções de investimento do interior da Bahia, de acordo com o vice-prefeito e secretario de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal.

‘Pinóquio’, o musical, tem estreia no TMI

Chega à região o tão esperado “Pinóquio”, o musical, com estreia nesta sexta-feira (16), no Teatro de Ilhéus, às 17 horas. Com roteiro adaptado da estória original do italiano Carlo Collodi, o texto é da diretora e produtora Cristina Barreto, que traz um espetáculo recheado de efeitos especiais, luz e magia, contando as fascinantes aventuras de um boneco de marionete de madeira que quer muito ser um menino de carne e osso.

Durante uma mágica noite estrelada, “Pinóquio” é visitado por uma fada madrinha, conhecida como fada azul, que lhe dá a vida, começando aí uma fantástica aventura, testando a coragem, a lealdade e a honestidade do boneco, virtudes que ele tem de aprender para se tornar um menino de verdade. Para o encanto acontecer, entretanto, ele não poderá contar mentiras. Deverá também ajudar o próximo, ter bom coração e ser educado.

Confusões – Apesar dos avisos de seu amigo muito esperto Grilo Falante, Pinóquio se envolve em uma confusão atrás da outra, até que precisa salvar Gepeto, seu criador, que está preso dentro da barriga de uma baleia. “Pinóquio” traz para todos nós o poder do amor, da família e de acreditar em seus próprios sonhos.

Junte-se à mais adorada marionete de Gepeto, numa entusiasmante viagem através de uma aventura musical com todos os ingredientes para assegurar muita diversão com uma mensagem pedagógica que nos ensina a sermos mais verdadeiros e solidários uns com os outros.

A obra-prima imortal da Walt Disney inspirou milhões de pessoas a fazerem um pedido às estrelas ensinando-as a “deixarem suas consciências as guiarem”. Os ingressos para o espetáculo no Teatro Municipal de Ilhéus estão à venda na Dyllamara, Pimenta Ingressos e Cartucho & Cia.

BANDA ‘CAFÉ COM BLUES’ APRESENTA NO TMI O SHOW “O MAR VAI VIRAR SERTÃO…”

A banda musical ‘Café com Blues’ apresenta no dia 6 de setembro, a partir das 21 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus, o show “O mar vai virar sertão…”, com a participação especial do ator Jackson Costa. O ingresso custa R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), e pode ser adquirido antecipadamente na bilheteria do teatro ou em pontos de venda da cidade.

A produção da banda ‘Café com Blues’ informa que o show é uma mistura de música nordestina, em especial da caatinga da Bahia, mesclado com ‘modas’ de viola, reisados, e outros ritmos como o blues. A banda é da ‘Cidade do Café’, município de Vitória da Conquista.

ESCRITOR E EX-GUERRILHEIRO PALESTRA EM ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Araken

Como parte da programação da semana que comemora o aniversário de nascimento de Jorge Amado, o escritor baiano Araken Vaz Galvão faz palestra em Ilhéus, na próxima quarta-feira (9), a partir das 16 horas, no Teatro Municipal. Na oportunidade, ele irá falar da sua convivência com Jorge Amado e do período em que esteve exilado em vários países da américa hispânica, durante a ditadura militar.

Araken Vaz Galvão foi vencedor do prêmio Jorge Amado, em 2016, organizado pela União Brasileira de Escritores, do Rio de Janeiro, pelo conjunto da obra. Foi premiado pelo concurso Talentos da Maturidade, em 2004 (Banco Real), com o conto “Os mortos”. Seu romance “Crônica de uma família sertaneja” recebeu de Millôr Fernandes a classificação de “Esplêndido”. Tem trabalhos publicados na revista eletrônica Bestiário, e mantém seu blog arakenvaz.blogsopt.com, e em várias outras revistas.

Esteve exilado em vários países da américa hispânica, trabalhando em várias profissões: tinha uma banca de revistas em Montevidéu, jornalista e produtor de TV. Estudou história, cinema, literatura, e é autor de 37 livros, entre romances, contos, ensaios, cinema e crônicas, sendo 12 publicados. Além disso, Araken Galvão é descendente de família sertaneja, cuja saga é narrada de forma jocosa em alguns dos seus livros. Baiano de Jequié, mas reside em Valença, onde é cidadão honorário.

NOMEADOS CONSELHEIROS DE CULTURA DE ILHÉUS

Fachada da Casa de Cultura Jorge Amado.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, assinou decreto 097 que nomeia os titulares e suplentes do Conselho Municipal de Cultura, que têm a função de elaborar moções, pareceres sobre tombamentos e reformas do patrimônio cultural, participar de comissões técnicas e temáticas, além de garantir as políticas públicas de cultura e fiscalizar os recursos destinados ao setor.

Os membros da sociedade civil são eleitos por seus pares e os membros do poder público são indicados pelo prefeito. Já os membros da sociedade civil são indicados pelas câmaras setoriais de Teatro. Ainda fazem parte do conselho, os representantes das câmaras setoriais de Cultura Popular.

De acordo com o conselheiro estadual de Cultura e gestor cultural, Pawlo Cidade, “o conselheiro de Cultura é um cidadão comprometido com a política pública de cultura. Ele não é só um agente fiscalizador, mas é também agente transformador da sociedade”. Pawlo Cidade lembrou ainda que o exercício de conselheiro é voluntário, e representa os interesses e desejos de determinado segmento, “que são acompanhar e fiscalizar o Plano Municipal de Cultura, propor ações de fomento à secretaria municipal de Cultura e fiscalizar e apontar direcionamentos dos recursos do fundo municipal de cultura”.

TENDA APRESENTA O “SARAU DO FIM DO MUNDO” NESTE SÁBADO

A Tenda, espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, traz em sua programação dois eventos para este fim de semana.

Na sexta (28), às 20h, acontece a apresentação do espetáculo “Os fuzis da senhora Carrar”, do grupo Teatro Popular de Ilhéus. Da obra de Bertolt Brecht, a história conta o drama de uma mãe que, durante a guerra civil espanhola, tenta manter a integridade dos filhos. A classificação indicativa é de 14 anos. Os ingressos podem adquiridos na bilheteria da Tenda, antes do espetáculo.

No sábado (29), 19h, é a vez do “Sarau do fim do mundo”. Com a proposta de reunir diferentes expressões artísticas, como música, poesia, teatro e dança, o evento tem participação livre e entrada gratuita, além da indicação para todas as idades.

A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

EMPRESÁRIOS COMPRAM O RESTAURANTE VESÚVIO

Sob nova direção.

O restaurante Vesúvio, um dos mais visitados por turistas em Ilhéus, vai passar a ser administrado, até o fim deste semestre, pelos empresários que controlam o Buteco do Posto, localizado na Praia do Sul.

Ainda não há data específica para a nova administração começar a tocar o restaurante, que compõe a obra do escritor Jorge Amado. Os novos donos são ligados também à família que mantém a Faculdade de Ilhéus.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia