WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia faculdade de ilheus embasa


maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘Cultura’

GOVERNO MARÃO ABANDONA ESCOLA DO IGUAPE

Do Ilhéus 24h

Escola abandonada. Foto do Ilhéus 24h.

Mães de alunos e demais membros da comunidade do bairro Iguape denunciaram para a nossa redação, nesta quinta-feira (14), o abandono e o descaso com a Escola Municipal do Iguape, em Ilhéus. Em agosto do ano passado, o telhado de algumas salas desabou e deixou os alunos sem locais para estudar e até hoje os alunos estão sofrendo com esta situação.

Na época a Secretária de Educação de Ilhéus, Eliane, afirmou que a escola foi uma das muitas reformadas de forma irregular pela administração de Jabes Ribeiro, em 2016, e já estaria no cronograma de reformas do prefeito Mário Alexandre, com obras previstas para iniciar no mesmo mês de Agosto. Mas segundo as denúncias, estas reformas nunca foram concluídas e os alunos estão encontrando contratempos para estudar.

Segundo uma das mães, a prefeitura chegou a afirmar para a comunidade que entregaria as salas reformadas após o Carnaval, as obras chegaram a ser iniciadas e nunca foram concluídas. Como solução temporária, a escola colocou os alunos juntos gerando o superlotamento das salas restantes.

No local onde ficava as salas em que o telhado cedeu, somente entulhos e sujeira se acumulam. Nas imagens é possível ver as telhas antigas quebradas no chão e partes do forro antigo deixados de forma imprópria no local.

COMÉDIA QUEM CASA,QUER CASA, SE APRESENTA NO TEATRO MUNICIPAL DE ILHÉUS

Da Secom/Ilhéus

Comédia.

O espetáculo “Quem Casa Quer Casa”É um clássico do teatro Brasileiro,   a montagem é uma viagem do Brasil Império ao século 21.

“Essa viagem começa no Brasil Imperial da metade do século 19 com unidades familiares sólidas e religiosas, comportamentos e costumes rígidos e passa pela divertida e irreverente década de 80 com suas cores, roupas e acessórios espalhafatosos, com personagens ícones das novelas, recaindo na atualidade, amparada por um mundo tecnológico e globalizado”.

Um dos pontos principais da peça são as músicas escolhidas na provocação das mudanças de tempo, junto com divertidas coreografias estilizadas que foram inspiradas nos mais famosos sons e clipes das épocas.

A peça, traz uma caracterização fiel das épocas retratadas. “Tudo isso acontece sem que o conflito central da disputa de espaço, poder dentro de um ambiente onde vários núcleos familiares convivem por falta de condições de moradia, seja minimizado ou esquecido, muito pelo contrário, a plateia se reconhece ou reconhece o outro, dentro de uma problemática que atravessa os séculos, pois quem não conhece o ditado ‘Quem casa quer casa?”.

Dia 08 de Setembro ( única apresentação)

Hora: 21h

Teatro Municipal de Ilhéus

Ingressos R$ 30,00 Inteira e R$15,00 Meia

Promocional : Doe um brinquedo e ganhe 50% de desconto no valor de inteira.

Vendas:; Ilhéus Eventos / Loja Nutrios

Classificação: Livre.

GRUPO GAÚCHO PROMOVE OFICINAS E APRESENTA ESPETÁCULO GRATUITO EM ILHÉUS

Do Pimenta

Espetáculo.

O espetáculo de rua Automákina -Universo Deslizante, do Grupo De Pernas Pro Ar, será apresentado na próxima sexta-feira (15), na Praça Eduardo, em frente à Catedral de São Sebastião, em Ilhéus. Antes disso, a trupe gaúcha ministrará a oficina gratuita Ator Inventivo no dia 13, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Os interessados devem se inscrever com antecedência, já que as vagas são limitadas. E, no dia 14, no mesmo local, será realizado intercâmbio com artistas locais.

Em uma compilação de várias linguagens ligadas ao circo, teatro de animação e teatro de rua, a oficina Ator Inventivo apresenta a metodologia usada ao longo dos mais de 30 anos do Grupo De Pernas Pro Ar. As atividades serão realizadas das 18 às 22 horas e têm como oficineiro artístico Luciano Wieser, diretor da companhia gaúcha, com auxílio de Tayhú D. Wieser e da pedagoga Raquel Durigon. São disponibilizadas apenas 20 vagas para participantes maiores de 16 anos.

Os interessados devem se cadastrar pelo endereço https://goo.gl/forms/PKAwVofAdTKvwtJL2. Já no dia 14, a partir das 19h30min, acontecerá intercâmbio com artistas locais, através de bate-papo descontraído, também na Tenda Teatro Popular de Ilhéus.

PROJETO “ENTRE CALÇAS” APRESENTA SHOW COM DANÇA, MÚSICA E AUDIOVISUAL EM ILHÉUS

No próximo sábado (26), às 21h, será realizado em Ilhéus – na Casa Malvina – o Projeto “Entre Calças”, produzido pelo Coletivo MiMiMi.

O “Entre Calças” se trata de um show com linguagem híbrida que reúne performance, dança, música e audiovisual. O projeto é um desdobramento da performance “Uma Coreografia para minha calça” já apresentada nas cidades de Belém (PA) e Brasília (DF), pelo artista Danilo Bracchi.  Na Bahia, a releitura desta performance faz nascer o “Entre Calças”, que conta com a cantora e compositora Laís Marques, o DJ Múcio Caló e o bailarino Danilo Bracchi, com suas respectivas linguagens artísticas somadas ao espetáculo.

O “Entre Calças” foi apresentado pela sua primeira vez na última sexta-feira (18), no Estúdios Armondes, em Itacaré. E nesta apresentação em Ilhéus será cobrado o ingresso antecipado no valor de R$ 10,00, que você pode comprar entrando em contato com Danilo Bracchi (73) 98255-0770 de Ilhéus, ou Vanessa Setsuko (73) 99935-2129 de Itacaré. Obs.: o evento é indicado para maiores de 18 anos.

O projeto é mais uma ação do Coletivo MiMiMi, que produziu também a terceira edição do “Na Sala” com um show da cantora Laís Marques composto por canções da Banda Scambo, realizado no dia 6 de maio. O Coletivo MiMiMi é formado por quatro estudantes que se conheceram no curso de especialização em Gestão Cultural da UESC (Abel Oliveira, Danilo Bracchi, Laís Marques e Vanessa Setsuko) e formaram o coletivo na intenção de exercitar o trabalho em conjunto e setorializado, onde cada integrante possui função e responsabilidade bem definidas dentro do processo de produção.

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS LANÇA PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE MAIO

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS LANÇA PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE MAIO

Teatro.

 

No mês de maio o Teatro Popular de Ilhéus inicia as comemorações pelos 23 anos do grupo. A programação da Tenda TPI contará com espetáculos em valor promocional de meia entrada para todos.

A primeira atração é a peça TEODORICO MAJESTADE: As últimas horas de um prefeito, em cartaz nesta sexta-feira (04/05), às 19h. O espetáculo conta histórias do jogo político através das falcatruas praticadas em Ilha Bela, lugar fictício que pode representar qualquer cidade do Brasil. Com diálogo leve e bem humorado, escrito em cordel, o texto fala sobre a responsabilidade e exercício de cidadania de uma população que se revoltou contra Teodorco Majestade, um prefeito corrupto que entregou Ilha Bela ao caos.

Após o espetáculo haverá um bate-papo com o Prof. Dr. Josué Cândido da Silva, com o tema: O papel da ética numa sociedade em crise.

No dia 11 de maio (sexta-feira), às 19h, tem ENSAIO SOBRE UMA TAL DEMOCRACIA. O cantor e compositor Cabeça Isidoro traz, através da própria  perspectiva, “o uso, desuso e o abuso da Democracia na atual conjuntura política do Brasil”. Um espetáculo musical  produzido pel’O Criadouro Produção Cultural e com percussão de JahGGa.

Após o musical haverá um bate-papo com o Prof. Ramayana Vargens com o tema: Democracia e representação popular.

No sábado (12/05), às 18h, é a vez da criançada se divertir com o CLUBE DOS PALHAÇOS. Os atores Ed Paixão, Gilberto Moraes e Márcia Mascarenhas se juntam para criar, a cada encontro,  números clássicos da palhaçaria universal, além de reprises montadas especialmente para o espetáculo. Diversão garantida para toda a família!

Na semana seguinte tem MEDIDA POR MEDIDA. Espetáculo inspirado na obra homônima do dramaturgo britânico William Shakespeare. A montagem é uma comédia onde a história se desdobra a partir das decisões de Ângelo, juiz implacável que substitui o Duque de Viena, cumprindo à risca as leis. A peça aborda ainda temas como poder, corrupção e os dilemas éticos e morais da vida pública e privada.

A apresentação acontece no dia 18 de maio, às 19h. Logo após o espetáculo tem um bate-papo com o Prof. Dr. Helvécio Giudice Argolo, com o tema “A (im)parcialidade do Judiciário e a (des)confiança do povo na justiça: mitos e verdades”.

No dia 25 deste mês, às 19h, tem o retorno de “OS FUZIS DA SENHORA CARRAR”. Da obra de Bertolt Brecht, o espetáculo conta a história de Teresa Carrar, uma mãe, viúva, que tenta manter a integridade dos filhos em meio à guerra civil espanhola. O texto, escrito em 1937, durante o conflito, provoca o público a pensar sobre a estupidez das guerras, a desumanização e impotência a que são submetidas as sociedades. Após o espetáculo haverá um bate-papo com o ativista político Shi Mário Schneider, com o tema “Mobilização popular: o caso Reúne Ilhéus”.

A Tenda TPI fica localizada na Avenida Soares Lopes e é administrada pelo Teatro Popular de ilhéus, instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia.

 

SECULT DE ILHÉUS LANÇA PRÊMIO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS CULTURAIS

Cultura Livre 2018

 

A Secretaria da Cultura de Ilhéus realiza concurso para selecionar propostas que estimulem o desenvolvimento das artes nos diversos bairros e distritos do município. Serão priorizadas aquelas oriundas ou realizadas em benefício da população com menor acesso a produtos culturais e que privilegiem a diversidade cultural. A inscrição desta primeira chamada do edital está aberta de 12 deste mês a 25 de abril, contemplando propostas cujo cronograma de ação se inicie de 28 de junho a 12 de agosto deste ano. A inscrição deve ser feita exclusivamente na sede da secretaria. Informações adicionais podem ser obtidas pelo e-mail:cultura@ilheus.ba.gov.br ou pelo telefone (73) 3231-7531, a partir das 14 horas.

O secretário da Cultura, Pawlo Cidade, disse que o edital foi adaptado do Calendário das Artes, da Fundação Cultural do Estado Bahia (Funceb). “Tem tudo para seguir o sucesso desta iniciativa. O Cultura Livre chama a atenção para a obrigatoriedade da entrega de prêmio ao vencedor, lembrando que ele corresponderá a contrapartida pela atividade artística. É um edital inédito de fomento, pautada na política cultural estimulada pelo prefeito Mário Alexandre, sobretudo de descentralização e democratização das ações culturais”, afirmou.

Quem pode participar – Pawlo Cidade destaca que esta primeira chamada contempla propostas apresentadas por criadores, produtores e grupos artísticos. Pessoa física com idade igual ou superior a 18 anos (completos até a data de encerramento da inscrição), brasileiros natos ou naturalizados, domiciliados em Ilhéus ou estrangeiros com situação de permanência legalizada e residência comprovada no município até a data de encerramento da inscrição, e pessoa jurídica que desenvolva ações artístico-culturais, conforme seu estatuto.

Conforme o edital, cada proponente só pode inscrever uma proposta, sendo desclassificado quem inscrever mais de um trabalho ou enviar mais de uma proposta por categoria, mesmo que sejam de proponentes ou categoriais diferentes. Serão premiadas pelo menos 45 propostas neste edital, com previsão de cinco prêmios para cada categoria. Caso não haja proposta para uma ou mais das categorias indicadas os recursos serão transferidos automaticamente para a área com maior número de inscrições. Está prevista a seleção de pelo menos dezoito propostas para os distritos.

Valor do prêmio – O prêmio será de R$ 2.500,00 que incidirá a tributação de 20%, prevista na lei federal 8.981/95. O total de recursos disponível para este edital é de R$ 112.500,00. O Edital Cultura Livre é uma realização da Secretaria da Cultura de Ilhéus, em parceria com a secretaria municipal da Fazenda (Sefaz), com recursos do Fundo Municipal de Cultura.

GRUPO DE TEATRO DO INTERIOR OCUPARÁ ESPAÇO DA SECULT EM SALVADOR

O grupo

O Santo e a Porca, da obra de Ariano Suassuna, montagem da Cia. Acordada com as máscaras da commedia dell’arte, estará em cartaz pela primeira vez na capital baiana, nos dias 16 e 17 de março, em comemoração ao mês do teatro e do circo.

A circulação do espetáculo tem apoio da Secretária de Cultura do Estado da Bahia, através da Convocatória Ocupe Seu Espaço. O espetáculo estreou em dezembro de 2016 e participou da 2ª Edição do Polo Teatral – Festival de Teatro do Interior da Bahia, foi indicado ao prêmio Braskem de Teatro 2017 e realizou apresentações em Serra Grande, Ilhéus, Itabuna e Jequié.

A Cia. tem apoio do Circo da Lua e para esse empreitada em Salvador conta com a parceria da Acosta Produções Artísticas, representada pela produtora local, Noemi Fonseca. O edital não custeia os gastos com transporte, alimentação, hospedagem e produção local, por isso, a equipe completa, entre atores e técnicos, num total de 10 pessoas, em pleno consenso, abre mão de seus cachês individuais para pagar as despesas da curta temporada na capital. A Cia. é movida por valores muito além de provisões financeiras, pois a bandeira defendida é mostrar a força do teatro do interior da Bahia.

Clique no leia mais e confira a ficha técnica.

:: LEIA MAIS »

PEDRO HOISEL E CRIS DINIZ FAZEM SHOW MUSICAL NO TEATRO MUNICIPAL

Os músicos Pedro Hoisel e Cris Diniz se apresentam dia 15 de março, a partir das 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus. O show tem a proposta de reunir as canções premiadas nos festivais de músicas, além de outras autorais e canções de compositores consagrados que influenciaram a carreira dos artistas.

O ingresso que custa R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) já se encontra à venda na bilheteria do teatro e em alguns pontos estratégicos da cidade. Pedro e Cris iniciaram uma parceria musical em 2014. Participaram de diversos festivais de música pelo Brasil e acumularam premiações, incluindo de melhor música, arranjo e intérprete.

Pedro Hoisel nasceu em Salvador, mas foi criado em Ilhéus. Aos 13 anos de idade começou a tocar violão. Sempre ouvia músicas de Elomar, Renato Teixeira, Xangai, Rubinho do Vale, Dércio Marques. É graduado em composição pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Começou a compor as primeiras músicas aos 16 anos. Atualmente, reside em Belo Horizonte.

Já Cris Diniz é mineira de Ipatinga, e desde criança sonhava em ser cantora. “Me apaixonei cedo pela música e cantava para amigos. Inspirava em minha mãe, cantora de coral, que me incentivou a cursar música, mas por receio de não conseguir viver profissionalmente da música, graduei em odontologia”, diz.

EDITUS LANÇA LITERATURA DO CACAU CYRO DE MATTOS

“Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários”

O novo número da coleção Cadernos de aula, publicada pela A Editus – Editora da UESC, é “Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários”, com organização da professora Reheniglei Rehem.

O livro é resultado da disciplina Literatura Sul-Baiana, do curso de Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no período de 2013 a 2015. As análises textuais se baseiam nos conceitos de conto, poesia, sujeito-lírico, identidade, globalização, representações e tipofilia nas obras do escritor Cyro de Mattos.

Literatura do Cacau – Cyro de Mattos: Estudos Literários custa R$25,00. Pode ser adquirido na Livraria da Editus, localizada na UESC, em Ilhéus. Na internet, o leitor encontra essas e outras publicações da Editus nos sites www.livrariacultura.com.br e www.ciadoslivros.com.br. Pedidos também podem ser feitos pelo email vendas.editus@uesc.br ou pelo telefone (73) 3680-5240. Para acompanhar todas as novidades da Editora acesse o site www.uesc.br/editora, o Facebook @editoradauesc e o Instagram @editus.uesc.

 

DANÇARINA DO ILÊ AIYÊ MINISTRA OFICINA GRATUITA DE DANÇA AFRO EM ILHÉUS

A Organização Gongombira de Cultura e Cidadania promove, de 26 a 29 de dezembro, no Terreiro Matamba Tombenci Neto, a Oficina de Dança Afro ministrada por Sueli Conceição, dançarina do Bloco Afro Ilê Aiyê, de Salvador. As inscrições são gratuitas até o dia 22 através do linkhttps://goo.gl/forms/vJ2pWAwgf4U5Xibw1 ou na sede da instituição, localizada na Avenida Brasil, 485, Alto da Conquista, em Ilhéus.

Sueli Conceição possui um extenso currículo. Em 1999, foi Deusa do Ébano do Ilê Aiyê. Já atuou como coordenadora da Escola de Canto, Dança e Percussão Band´Erê, também do bloco. Atualmente, é presidenta do Instituto Gedar (Instituto de Estudo Para Danças Afros Brasileiras), diretora cultural da Associação Pé de Moleque e doutoranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

Para a oficina, Sueli propõe trabalhar as percepções da dança afro brasileira, a partir da memória corporal preexistente dos cursistas, na perspectiva do construtivismo. A interpretação, corporificação e simbologias serão trabalhadas a partir dos arquétipos que norteiam a ancestralidade afro-brasileira, sejam no ponto de vista material ou espiritual.

Ainda este mês, será realizado um seminário para discutir e refletir sobre diversas formas de fazer política dos jovens de terreiro, no dia 30, no Terreiro Matamba. Em janeiro e fevereiro, acontecerão as oficinas de percussão e canto, também gratuitas.

As atividades fazem parte do projeto “Música e Dança: o jeito jovem de fazer política”, contemplado pelo edital Novembro Negro da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) do Governo do Estado da Bahia.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia