Hospital Materno Infantil

Em virtude do aumento de casos positivados da Covid-19 e do surto de gripe registrado nas últimas duas semanas no sul da Bahia, o Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, aumentou os protocolos de segurança e restrições para acesso à unidade hospitalar. A partir de agora, os acompanhantes de gestantes ou crianças que necessitarem de atendimento estão obrigados a apresentar a Carteira de Vacinação contra a Covid-19 na recepção do hospital, contendo, pelo menos, informações sobre a 1ª. e 2ª doses da vacina. O mesmo protocolo vale para trabalhadores de todas as áreas da unidade hospitalar.

A ação envolve o Núcleo de Segurança do Paciente, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e a diretoria de Enfermagem. As medidas também estão direcionadas aos pacientes, atendidos tanto na pediatria quanto na maternidade. Os que se apresentarem sintomáticos ficarão isolados em uma sala especialmente preparada para atender esta demanda. Será realizada uma triagem com questões sobre possíveis sintomas gripais, com pacientes e acompanhantes. Poderá haver a troca de acompanhante uma vez ao dia.

Comunicado elaborado pela direção do hospital reitera que o mundo ainda vive um momento preocupante da pandemia, agravado no Brasil pela epidemia do H3N2, doenças que têm as gestantes, recém-nascidos e imunodeprimidos como população de risco. Na orientação, a direção pede total cuidado com o relaxamento de medidas e cuidados individuais tanto da população quanto dos trabalhadores do hospital. “Convido cada um de vocês a agirem como fiscais na vigilância do cumprimento destas orientações”, convoca a direção do hospital. “Ao cuidar do outro você estará cuidando de si, de sua família e da nossa instituição”, finaliza o documento.