Praça da Maramata, local dos festejos do dia de Iemanjá (2 de fevereiro).

 

A Embasa pretende construir uma estação elevatória de esgoto na Praça da Maramata, na comunidade de Nova Brasília, em Ilhéus.

O novo equipamento, muito importante para o saneamento básico da cidade, será erguido numa área tida como sagrada pelos povos de terreiros, onde todos os anos é comemorada a Festa de Iemanjá, no dia 02 de fevereiro.

Mãe Laura, do terreiro Ilê Axé Guaniá de Oiá, comemora a Festa de Iemanjá no local há 42 anos. Segundo depoimentos de moradores, a sacerdotisa está muito triste com a obra. A iniciativa mobilizou o Movimento Cultural Povos de Terreiros de Ilhéus, pois a área já foi cercada com tapumes.

Além deste significado religioso, a praça possui muitas árvores e foi planejada pelo professor Soane Nazaré (fundador da Maramata) para servir como local de exposição da biodiversidade da Mata Atlântica. Durante as primeiras horas das manhãs e nos fins de tarde, muitos pássaros costumam pousar nas copas das árvores.

Antes, a Embasa tentou construir a estação no bairro Sapetinga e na Praça São João Batista do Pontal. Os moradores das comunidades conseguiram impedir.

Os críticos da obra afirmam que a empresa estadual sempre busca áreas verdes e de uso público para diminuir o custo, gerando revolta em comunidades que desenvolveram pertencimento pelos locais. O ideal seria que a Embasa tentasse desapropriar (com indenização) áreas particulares.

Informações do BG.