Cópia do documento foi entregue pessoalmente ao prefeito.

Na última segunda-feira (01), a líder sindical e vereadora Enilda Mendonça, protocolou no gabinete do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, um pedido de audiência para tratar sobre a situação dos servidores que ingressaram na Prefeitura no período de 1983 a 1988 e que foram afastados das suas funções há mais de dois anos, sem uma definição sobre o futuro. Ontem (02), durante a primeira sessão ordinária da Câmara, que contou com a presença do prefeito, ela reforçou o pedido, entregando, em mãos do chefe do Executivo, uma cópia do ofício.

“Aproveitei o fato de estar com ele e reforcei o pedido do agendamento da audiência. Ele disse que vai pedir para a secretária marcar”, comemorou. De acordo com a vereadora Enilda, o que os trabalhadores afastados querem é que o prefeito retorne à mesa de negociação para buscar uma alternativa que resolva a situação de pais e mães de família que tinham mais de 30 anos de serviço público.

Enilda assegura que, agora, a partir da sua posse, os afastados ganham um reforço, que é o plenário da Câmara, um espaço político para fazer este debate. A luta da vereadora, neste momento, também inclui o trabalho de convencimento de mais parlamentares para ajudar na negociação e apoiar esta bandeira.

Bloco Parlamentar

Enilda Mendonça (PT) já foi escolhida como a líder da minoria da Câmara, formada pelo bloco PT/PCdoB. A vice-liderança do bloco caberá ao vereador Cláudio Magalhães (PCdoB). Também compõe o Bloco Parlamentar PT-PCdoB, o vereador Augusto Cardoso, o Augustão (PT).