Marão

O advogado Iruman Contreiras, da Associação dos Professores Profissionais de Ilhéus (APPI/APLB), informa que o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) decidiu hoje (26) adiar o julgamento da apelação dos servidores afastados da Prefeitura de Ilhéus pelo prefeito Mário Alexandre (Marão – PSD).

Segundo o advogado, o julgamento foi adiado por causa de uma “manobra” do Governo Marão, já que o procurador jurídico do município apresentou atestado médico alegando não ter condições de saúde para participar da sessão.

Esta é a segunda vez que o julgamento do recurso é adiado. Segundo Iruman, o objetivo do prefeito é evitar que o tribunal realize o julgamento antes das eleições de 15 de novembro.

Conforme Contreiras, a “manobra” foi “anti-ética” e “antidemocrática”.

Informações: Do Ilhéus Comércio