“Marão, o mentiroso”, diz mensagem em faixa segurada por servidores afastados. Foto de arquivo.

O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) marcou para essa segunda-feira (26) o julgamento da apelação dos servidores afastados da Prefeitura de Ilhéus pelo prefeito Mário Alexandre Correa de Sousa (PSD).

Retirados dos seus cargos no dia 8 de janeiro de 2019, sem o pagamento dos direitos trabalhistas, os servidores tentam reverter no tribunal a decisão de primeira instância usada pelo prefeito para justificar seu afastamento.

Com dificuldades financeiras, centenas de servidores passaram a sobreviver com a ajuda de familiares e com doações de entidades como a APPI/APLB, sindicato que representa os professores da região Sul da Bahia.

Informações: Ilhéus Comércio