WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia embasa secom ponte ilheus secom bahia solidaria secom bahia


julho 2020
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: 8/jul/2020 . 10:14

TJ-BA DECIDE QUE EMBASA DEVE CUMPRIR LEI MUNICIPAL E REDUZIR TAXA DE ESGOTO DE 80 PARA 40%

Do Tabuleiro

Embasa.

 

O Tribunal de Justiça da Bahia apresentou um parecer favorável para a Associação de Defesa e Proteção dos Direitos do Consumidor do Estado da Bahia (Protege) na ação civil pública que pediu a redução de 80 para 40% sobre o consumo de água, para a tarifa de serviço de esgotamento sanitário no Município de Feira de Santana, prestado pela Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa).

A ação foi movida em 2018 por conta do descumprimento de uma lei municipal de 2016 de autoria do vereador Pablo Roberto. A Embasa recorreu e manteve a cobrança, porém na segunda-feira (6), o Tribunal de Justiça da Bahia determinou o cumprimento da lei. Segundo o advogado Magno Felzemburgh presidente da Protege, a decisão foi tomada por unanimidade.

“A lei foi aprovada pela Câmara Municipal e promulgada, porém não foi cumprida. Ingressamos com uma ação civil pública na justiça. A sentença foi dada favorável ao Protege pela juíza da 4ª Vara Cível Dalia Queiróz, que determinou que a Embasa cumprisse a lei. A Embasa recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça na segunda-feira (6), por unanimidade deu voto a favor do Protege, ou seja, contra a Embasa. A Embasa apelou e perdeu”, informou Magno ao Acorda Cidade.

Segundo ele, a decisão cabe recurso. Ele disse também que o relator, o desembargador Mário Augusto Albiani Júnior, foi claro ao afirmar que o convênio entre a prefeitura e a Embasa não interfere no cumprimento da lei municipal.

“A resposta que o Tribunal deu foi a favor do consumidor de Feira de Santana e também respeita a autonomia legislativa da Câmara Municipal. Agora vamos aguardar os prazos de recurso, mas foi confirmada a decisão de que realmente quem decide sobre este percentual é o município de Feira de Santana. Mesmo que a Embasa tenha feito convênios com a prefeitura a termos de cooperação, o desembargador foi bem claro. Nada disso interfere no cumprimento de uma lei municipal. A decisão ainda não foi publicada, mas já está a disposição no site do Tribunal de Justiça”, afirmou.

 

AMANA QUER SER PROTAGONISTA DA RETOMADA ECONÔMICA DO SUL DA BAHIA

Do Jornal Bahia Online

AMANA.

Com o objetivo de contribuir e fortalecer a retomada econômica das regiões imediatas de Ilhéus-Itabuna, Ipiaú e Camacan, englobando 43 municípios da região sul da Bahia. A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), lançou na manhã desta terça-feira (7) o programa, que recebeu o nome em tupi-guarani “Amana”, que significa chuva.

Numa solenidade online, presidida pelo reitor Alessandro Santana Fernandes, com a participação do secretario estadual de Educação Jerônimo Rodrigues, representando o governador da Bahia, Rui Costa, diretores e professores dos Departamentos da UESC, prefeitos dos municípios da região, presidentes das Associações Comerciais de Ilhéus e de Itabuna, representantes da Bahiagás, Amurc, Caixa Econômica Federal, secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias, o programa foi apresentado a sociedade.

O reitor Alessandro Santana, destacou a importância e o papel da Universidade  neste momento de crise causada pela pandemia do novo coronavírus. “A UESC está cada vez mais aberta à sociedade. Se as atividades presenciais foram suspensas, todos os setores da UESC estão funcionando plenamente através do home Office. A Universidade tem ampliado o seu leque de atuação junto à sociedade regional. O Amana é o resultado do esforço coletivo da comunidade Acadêmica e através dele vamos contribuir para o soerguimento econômico da região Sul da Bahia”, disse o reitor.

O secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues parabenizou a iniciativa da Universidade destacando “a importância das ações que venham unir a educação e a economia. São muitos os desafios que teremos e esse olhar especial da UESC é fundamental. É um programa que vem sendo construído e precisa da participação de todos os segmentos”.

Professores e pesquisadores UESC vão oferecer cursos, consultorias, apoio jurídico e outros serviços para pessoas físicas, gestores públicos municipais, empresas de pequeno porte, empreendedor individual, associações e cooperativas da economia popular e solidária. A equipe é formada por mais de 20 professores, mestres e doutores, técnicos administrativos da instituição.

O Amana foi criado por meio da Assessoria de Planejamento (Asplan/UESC) Os Departamentos da Universidade que aderiram, neste primeiro momento, ao programa são de Ciências Econômicas, de Administração e Contabilidade e de Ciências Jurídicas.

Na opinião do professor Gustavo Joaquim Lisboa, gerente da Asplan, a recuperação econômica da região, em consequência da pandemia, pode demorar alguns anos e, por isso, o programa é importante. “O Programa Amana está na fase de conclusão dos tramites legais, até fim dessa semana serão divulgados os endereços de e-mail, site e telefone para o público em geral. Os planos de ação são específicos e serão divulgados gradativamente. Vamos construir painéis informativos sobre as atividades comerciais e econômicas. É possível fazer painéis em diversas áreas. Além de consultorias e assessorias, incluindo as empresas juniores da UESC. Elas também farão esse apoio, além da parceria com o Sebrae.O Amana tem previsão de execução em dois anos podendo ser prorrogada ou até mesmo tornar-se permanente”, explica Lisboa.

Os municípios de abrangência vinculados às ações do programa são da região imediata de Ilhéus e Itabuna: Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Ibicuí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba, Uruçuca; da região imediata de Camacan: Arataca, Camacan, Canavieiras, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia e Una; da Região imediata de Ipiaú: Barra do Rocha, Dário Meira, Gandu, Gongogi, Ibirataia, Ipiaú, Itagibá, Itamari, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Teolândia, Ubatã e Wenceslau Guimarães.

CASOS DE CHIKUNGUNYA CRESCEM 434 POR CENTO NA BAHIA ENTRE 2019 E 2020

Do Jornal Bahia Online

BAHIA.

Das três arboviroses provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti, Dengue, Zyca e Chikungunya, esta última vem causando preocupação às autoridades sanitárias do Estado. O número de casos notificados de Chikungunya na Bahia, entre dezembro de 2018 e junho de 2019, pulou de 4.365 para 23.311, entre dezembro de 2019 e 2 de junho de 2020. Isto é, Houve um incremento da doença de 434%, se comparados os dois períodos.

​Não houve nenhum outro país, em todo o mundo, com mais casos de chikungunya em junho que o Brasil, de acordo com o Centro Europeu para Prevenção e Controle de Doenças, órgão de vigilância da União Europeia. E, de fato, entre os mais de 40 mil casos no país, a maioria está na Bahia. De acordo com o Ministério da Saúde, 41,5% das notificações foram registradas em nosso Estado.​

​No total, 261 municípios realizaram notificação para esse agravo, sendo que 85 destes municípios apresentaram incidência ≥ 100 casos/100 mil habitantes (41 municípios apresentaram CI ≥ 300 casos/100 mil habitantes). Até o momento, constam três óbitos confirmados laboratorialmente para Chikungunya, todos ocorridos em Salvador.​

​De acordo com a infectologista Ceuci Nunes, diretora do ICOM – Instituto Couto Maia, a Chikungunya não é, a priori, uma doença hospitalar e letal. “A febre Chikungunya ocorreu pela primeira vez no Brasil em 2014. É uma doença febril aguda, com dores articulares em todo o corpo. A princípio, ela é autolimitada, mas pode se complicar e se tornar crônica, pois o vírus Chukungunya fica dentro das articulações provocando um processo inflamatório local que vai exigir um tratamento médico com o uso de analgésicos mais potentes, anti-inflamatórios, corticoides e até imunossupressores”, explica a médica.​

​A febre Chikungunya não é, por si só, uma doença letal. Mas em pacientes idosos, portadores de reumatismo reumatoide, e outros com comorbidades como diabetes e hipertensão podem evoluir com complicações, indo a óbito.​

​”Importante dizer que, além do acometimento das articulações bilaterais, como punhos e tornozelos, a doença pode comprometer também a coluna cervical, torácica e lombar”, ressalta Ceuci Nunes.​

​Para o paciente que adoeceu por Chikungunya, a orientação mais importante é quanto à hidratação, para evitar que a doença se agrave. O recomendado pelo Ministério da Saúde é que adultos bebam 60ml/kg/dia, sendo 1/3 com solução salina. Ou seja, uma pessoa com aproximadamente 60 quilos, deve ingerir 3 litros e meio de água, sucos e chás por dia, sendo 1 litro e 200 ml dessa parte de líquidos com solução salina, que ajuda a reter o líquido no corpo. Para crianças, o cálculo é: < 13 anos de idade até 10 kg, 130 ml/kg/dia. De 10 a 20 kg: 100 ml/kg/dia. Acima de 20 kg: 80 ml/kg/dia.​

​Evitando o inimigo

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica – DIVEP, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), a principal ação que a população precisa adotar é evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular, a qualquer época do ano, para evitar que o Aedes Aegypti se prolifere. As principais medidas de prevenção são:​

​Manter bem tampados tonéis, caixas e barris de água; Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;​

​Manter caixas d’água bem fechadas;​

​Remover galhos e folhas de calhas;​

​Não deixar água acumulada sobre a laje;​

​Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;​

​Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;​

​Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;​

​Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;​

​Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;​

​Acondicionar pneus em locais cobertos;​

​Fazer sempre manutenção de piscinas;​

​Tampar ralos;​

​Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;​

​Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;​

​Limpar sempre a bandeja do ar-condicionado;​

​Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;​

​Medidas como uso de repelentes, telas em janelas e uso de mosquiteiros também ajudam como métodos de barreira na prevenção destas doenças.​

O que fazer na pandemia

A orientação, diante da pandemia de COVID-19, é que a população só procure as unidades de saúde em casos de agravamento da doença como: acometimento neurológico; sinais de choque, que incluem extremidades frias, cianose, tontura, hipotensão, enchimento capilar lento ou instabilidade hemodinâmica.​

​Também em casos de dor torácica, palpitações e arritmias (taquicardia, bradicardia ou outras arritmias); dispneia, redução de diurese ou elevação abrupta de ureia e creatinina e vômitos persistentes.​

​Devem procurar as unidades de saúde, diante da doença, também a população de risco para agravamento como gestantes, maiores de 65 anos, menores de 2 anos e pacientes com comorbidades tais como hipertensão arterial ou outras doenças cardiovasculares, diabetes mellitus, DPOC, doenças hematológicas crônicas, doença renal crônica e doenças autoimunes.​

HOTÉIS E RESTAURANTES DE ARRAIAL D’AJUDA PREPARAM REABERTURA

Do Jornal Bahia Online

Praia.

Reunidos em torno do grupo “Reabertura do Arraial Consciente”, cerca de 100 empresários de Arraial d´Ajuda, no litoral sul de Porto Seguro (BA) criaram um sistema que prevê a reabertura gradativa dos principais empreendimentos do charmoso vilarejo, a partir de 15 de julho. O grupo reúne proprietários de hotéis, pousadas, barracas de praia, bares, restaurantes, boate, agências de viagens e outros empreendimentos localizados à beira mar, no Centro, e na Rua do Mucugê – que concentra o burburinho do lugar em épocas de alta temporada.

Para isso foi criado um calendário, prevendo as datas em que cada empreendimento voltará a operar. “Através da diretoria da ABIH – Litoral Sul, conseguimos mobilizar o trade em torno dessa ação conjunta de reabertura, para que o turista chegue em Arraial d´Ajuda e tenha a sensação de alegria de sempre e continue desfrutando de toda a receptividade, charme e diversidade de sabores que esse destino tão peculiar oferece, , com toda a segurança e cuidados com a saúde”, afirma Oliver Abade, diretor da ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Extremo Sul da Bahia).

Ele explica que os hotéis e pousadas trabalharão com baixas taxas ocupação e com as devidas precauções, a fim de evitar contaminações cruzadas dentro do ambiente hoteleiro. “A segurança sanitária em relação à pandemia tem tido destaque especial na pauta da nossa entidade. E a aplicação do Protocolo Municipal de Saúde para prevenção da Covid – 19 é uma das medidas que considero de grande importância, pois garantirá ao mercado que nosso destino está preparado para essa nova realidade e tem estrutura médico-hospitalar compatível com a grandeza de seu nome”, salienta.

Visão e profissionalismo

A empresária Leo Faria, proprietária de uma barraca na Praia da Pitinga aposta no profissionalismo dos empresários para surpreender os visitantes.  “A preocupação em buscar sempre o aprimoramento da gestão e uma atenção enorme na qualidade do atendimento – com acolhimento, respeito e atenção ao perfil do cliente – é um traço forte dos empresários de barracas de praia e restaurantes de Arraial”, observa. Com base nisso, ela acredita que todos vão procurar cumprir as exigências sanitárias, “com muito critério e oferecendo toda a segurança aos clientes”.

Para Juliana Melillo, uma das coordenadoras do Acordo Mucugê, que reúne 130 empresas de Arraial d´Ajuda, o momento mistura sensações de ansiedade e felicidade. “Essa proposta de reabertura deu um norte para todos nós. Temos que dar esse start, com muita consciência e corresponsabiliade”, avalia. “Todo o cuidado é pouco e nesse momento poderemos escolher os turistas que assim como nós, estão comprometidos com o charme, com a preservação da natureza, com valores diferenciados”, afirma a empresária. Ela destaca que o momento é oportuno para mostrar que além das praias, o Arraial d´Ajuda possui história, trilhas, fazendas, aldeias e outros atrativos naturais. “Aqui o turista n&atil de;o precisa se aglomerar. Temos muitas atrações ao ar livre e nesse sentido o Arraial d´Ajuda é muito beneficiado”, resume.

ILHÉUS: AZUL VOLTA A OPERAR NO AEROPORTO JORGE AMADO EM AGOSTO

Do Jornal Bahia Online

Aeroporto.

Alcançando um crescimento de 290% no comparativo com a malha de abril, a Azul deve operar 303 voos diários em agosto. Com o incremento de frequências, oito cidades no país voltarão a receber voos da companhia e duas delas estão na Bahia: Vitória da Conquista e Ilhéus.

Além das duas cidades baianas, outras seis bases serão reabertas: Dourados (MS), Presidente Prudente (SP), Campina Grande (PB) e Governador Valadares (MG), no dia 3, Juiz de Fora (MG), dia 17, e Joinville (SC), no dia 18 de agosto. A reabertura das cidades fortalece a conectividade e a presença doméstica da companhia, que passa a servir 80 destinos, entre capitais e cidades regionais em todo o país. As passagens para os destinos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da Azul.

A partir do dia 3 de agosto, Vitória da Conquista terá voos diretos para Campinas, em São Paulo, com frequências às segundas, quartas, sextas e domingos. Já Ilhéus terá voos às terças, quintas, sextas e sábados para Belo Horizonte, Minas Gerais, a partir de 18 de agosto. Essas operações serão cumpridas com aeronaves modelo Embraer E1, com capacidade para até 118 clientes.

JAIR BOLSONARO TESTA POSITIVO PARA COVID-19

Jair Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para covid-19. A revelação foi feita hoje pelo próprio chefe do Executivo, em entrevista à TV Brasil. Ontem, ele sentiu alguns sintomas da doença e fez o exame em Brasília. O resultado foi divulgado no fim desta manhã. “Começou domingo, com uma certa indisposição, se agravou na segunda-feira, com cansaço, indisposição e febre de 38 graus.
O médico da presidência, apontando a contaminação por covid-19, fui fazer uma tomografia no hospital. Equipe médica decidiu dar hidroxicloroquina e azitromicina. Como acordo muito durante a noite, depois da meia-noite senti uma melhora, às 5 da manhã tomei a segunda dose e estou me sentindo bem”, disse Bolsonaro.

 

ILHÉUS: PREFEITURA DERRUBA AMENDOEIRAS ANTES DE DECIDIR QUAL PAISAGISMO VAI SUBSTITUIR

Do Jornal Bahia Online

Avenida Soares Lopes.

Polêmica na avenida Soares Lopes, um dos cartões-postais da cidade. Mais precisamente no canteiro central da avenida. Amendoeiras centenárias que existiam na área foram retiradas ontem pela Prefeitura, sem nenhuma explicação à população, provocando um cenário que indignou as pessoas que passaram pelo local. Não apenas pela retirada das árvores, bom frisar. Mas pelo que elas representavam. As amendoeiras eram usadas todo final de tarde como local de descanso de uma imensa revoada de pássaros, numa cena repetidamente registrada próxima à Catedral de São Sebastião, que já tinha virado, inclusive, ponto de atração.

De acordo com a Prefeitura, a retirada é em atendimento ao sistema viário da nova ponte Jorge Amado constante no processo de licenciamento ambiental do empreendimento expedida no ano de 2015. O município de Ilhéus realizou a supressão de algumas amendoeiras no polígono que abrange o viário na Avenida Soares Lopes, conforme aprovação administrativa regular expedida pelo município para a autorização de corte. Foi no ano de 2018 que a Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado da Bahia requereu a supressão dessas árvores dentro do processo de licenciamento correspondente.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Ilhéus, Mozart Aragão, “as amendoeiras não são espécies recomendadas para a composição do paisagismo em áreas urbanas, pois como aconteceu aqui em Ilhéus, a rede de drenagem foi danificada com o acúmulo de amêndoas, tanto que a Secretaria Municipal de Infraestrutura está realizando a desobstrução das manilhas de drenagem pluvial para resolver os alagamentos na via. As raízes das amendoeiras também danificam calçadas, estruturas dos imóveis e, além das manilhas, também afetam a rede de esgoto. Todas as árvores retiradas, foram removidas com autorização, em cumprimento ao licenciamento ambiental da nova ponte. Estamos estudando com os órgãos competentes qual o paisagismo a ser utilizado para substituir as amendoeiras”, disse.

EMPRESÁRIO RICARDO “ELETRO” FOI PRESO EM SÃO PAULO

Ricardo Eletro.

Fundador e ex-principal acionista da rede varejista Ricardo Eletro, o empresário Ricardo Nunes foi preso hoje (8) em São Paulo, em meio a uma operação de combate à sonegação fiscal e lavagem de dinheiro em Minas Gerais. De acordo com investigadores, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados ao longo de cinco anos. A operação foi deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), pela Receita Estadual e pela Polícia Civil.

Outros dois empresários do ramo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos também são alvos.

A força-tarefa cumpre três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. Em Minas Gerais, os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Nova Lima. Em São Paulo, há alvos na capital e em Santo André.

ILHÉUS CRESCE 20,22 PONTOS E SEGUE INVICTO NA LIDERANÇA DO RANKING DA TRANSPARÊNCIA COVID-19 NO SUL

Do Tabuleiro

Portal da Transparência.

A notícia foi divulgada na noite desta segunda-feira (6) pelo Instituto Nossa Ilhéus, que apresentou um segundo ranking de transparência das contratações emergenciais utilizadas no combate à Covid-19, em relação aos municípios que integram o Território de Identidade Litoral Sul da Bahia. Ilhéus permanece invicto, no primeiro lugar, com aumento da pontuação de 78,48 para 98,7, na posição “ótimo”, dentro de uma escala que vai de 0 a 100 pontos. Um crescimento de 20,22 pontos em 18 dias. Floresta Azul (84,8) está em segundo lugar, seguido por Itacaré (84,8) e Itabuna (81).

“Esse resultado é uma grande conquista, alcançada com muito esforço e trabalho. Que nossa obstinação pela transparência e eficiência com que lidamos com a coisa pública, possa motivar os diversos setores na busca do melhor resultado, onde a coletividade é a maior beneficiária”, destacou o prefeito Mário Alexandre, que parabenizou toda equipe comprometida em reportar com a maior fidedignidade os atos da administração.

De acordo com o Controlador-Geral do Município de Ilhéus, Alex Souza, esse crescimento se deve a um contínuo trabalho de levantamento e consolidação dos dados e atos do poder público pelo órgão de controle interno municipal, onde estão incluídas as contratações emergenciais para atendimento às demandas da Covid-19. A meta da gestão municipal é atingir a pontuação máxima, isto é, os 100 pontos, integralmente.

A Presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Maria do Socorro Mendonça, à equipe da Controladoria Geral do Município de Ilhéus,disse: “foi com muita satisfação que depois da avaliação nós vimos a pontuação de Ilhéus, que apenas não se manteve no primeiro lugar, como também melhorou e muito, faltando apenas um item para completar os 100 pontos. E eu creio que isso venha a acontecer. Com isso, vocês demonstram que com suor, amor e respeito é possível fornecer a todos os cidadãos e cidadãs aquilo que é direito de cada um, que é fazer o controle, acompanhando tudo o que vem sendo executado com o recurso que é de todos. Quero parabenizar ao município pelo trabalho que realizam”. Em seguida, Maria do Socorro continuou, “em saber que o resultado do trabalho da equipe é o resultado do trabalho de seu gestor. Eu fiquei muito feliz pelo resultado de Ilhéus, mais uma vez. Parabéns”.

É no Guia das Recomendações para Transparência de Contratações Emergenciais em Resposta à Covid-19, elaborado pela Transparência Internacional Brasil e pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que os critérios de avaliação do ranking se basearam para a análise. Acesso pleno, ágil e fácil aos dados sobre contratações emergenciais nos portais governamentais são alguns dos aspectos avaliados.

COMÉRCIO DE ITABUNA SERÁ REABERTO NA QUINTA, MAS SEM CIRCULAÇÃO DE ÔNIBUS

Do Pimenta

Itabuna.

O prefeito Fernando Gomes confirmou, na noite desta terça-feira (7), que o comércio de Itabuna será reaberto na quinta-feira (9), como tinha anunciado na semana passada. De acordo com o prefeito, a manutenção dos estabelecimentos abertos dependerá do comportamento dos lojistas, que precisarão seguir uma série de medidas para tentar evitar a contaminação comunitária pelo novo coronavírus.

Fernando Gomes adiantou que as normas para a reabertura do comércio local serão duras. Segundo ele, caso as medidas, que ainda serão publicadas no Diário Oficial do município, não sejam seguidas pelos empresários,  as lojas serão novamente fechadas.  “Espero que os comerciantes cumpram o decreto que estamos fazendo para que o povo tenha tranquilidade e possa voltar a sua vida normal (sic)”, disse em vídeo gravado na noite de hoje.

O prefeito informou ainda que, numa tentativa de evitar aglomerações no centro da cidade, ônibus do transporte coletivo não voltam a funcionar  nesse primeiro momento.  O comércio de Itabuna está fechado desde março, quando foram confirmados os primeiros casos de novo coronavírus no municípios  que, por causa da crise gerada pela pandemia, perdeu dezenas de empresas.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia