Por Marcolino Vinicius Vieira.

Com o objetivo de unir forças, mobilizar as comunidades e executar coletivamente intervenção urgente para enfrentamento aos impactos do coronavírus, movimentos sociais de Ilhéus realizaram na última quinta-feira (21-maio), pela internet, a criação do Comitê Municipal Popular Solidário, vinculado ao Comitê Popular Solidário da Bahia, que está presente em mais de 200 cidades baianas.

Com a presença de representantes da sociedade civil, como o Sindicato dos Bancários, Associação Docente da UESC, União Brasileira de Mulheres, SINDIBORRACHA, Cristãos contra o Fascismo, Associação de Moradores do Nelson Costa, Igreja Liberta Bahia, SINPOJUD, SINDICACAU, UNEGRO, “ELAS”(Coletiva de Mulheres Pretas), “MLB” (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas), cidadãos de vários segmentos, como estudantes, professores, agentes comunitários, marítimos e assistentes sociais, além de Órgãos públicos como Conselho de Saúde, Mandato Parlamentar de Vereador, o SINE e o Centro Público de Economia Solidária vinculados à Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego e Renda.

O Comitê Popular Solidário em Ilhéus tem alguns objetivos sérios e importantes. Sensibilizar a sociedade para a solidariedade, com foco na construção de ações concretas, como a doação de alimentos, máscaras, produtos de higiene, água potável e muito mais, para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas da epidemia da doença COVID-19; pautar os governos com propostas de políticas públicas para diminuir o sofrimento dos setores mais frágeis da sociedade; sensibilizar artistas e atores sociais diversos para interagir e contribuir com esses objetivos.

Na reunião, houve um informe sobre as ações do Comitê Popular Solidário – Bahia e o compartilhamento das ações solidárias que as entidades já estão realizando, como a arrecadação e distribuição de alimentos, produtos de higiene e máscaras.

Se estabeleceu um consenso de que, em unidade, as pessoas presentes e organizações poderiam ajudar a fazer mais ações solidárias e de forma mais eficiente. Portanto, a coordenação executiva e administrativa deste Comitê Popular Solidário convida todos os movimentos, organizações, instituições, entidades ou pessoas cidadãs da sociedade de Ilhéus a fazer parte desse comitê.

Estamos convocando nova reunião para esta quarta-feira, 7, para definirmos detalhes de Lançamento Online da mesma campanha que está acontecendo na Bahia inteira. Precisamos unir forças nesse momento, deixar as vaidades e egos de lado e focar nas vidas das famílias ilheenses.

“A previsão é uma Live com ajuda de artistas locais e regionais criando uma correnteza de solidariedade, por que temos mães chefas de família com duas, três crianças em ilhéus em bairros como o Nelson Costa e Condomínio Sol e Mar, por exemplo, que estão sobrevivendo com pão seco e café com farinha. Isso é um retrato das vulnerabilidades sociais e econômicas que estão se aprofundando com essa crise de saúde.” relata Railane, Coordenadora da Coletiva de Mulheres Pretas.

Para participar das próximas reuniões e fazer parte do Comitê os contatos são pelo whatsapp (73) 98106-7662 ou nas redes sociais do comitê nos links: https://www.facebook.com/ComitePopSolidarioilheus e https://www.instagram.com/comitepopsolidarioilheus no site https://www.ComitePopularSolidarioilheus.blogspot.com

Você pode ser beneficiária/o ou doador/a preenchendo o formulário https://bit.ly/ComitePopSolidarioIlheus.

Marcolino Vinicius Vieira é missionário da Igreja Liberta.