WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: 9/jan/2020 . 13:37

JOVEM ALEGA TER SOFRIDO RACISMO NO “BATUBA” DURANTE SHOW

Do Ilhéus 24h

Lucas Lelis Costa

O estudante de enfermagem, Lucas Lelis Costa, acompanhado de advogado, prestou queixa na manhã desta terça-feira, dia 7, alegando que um grupo de seguranças da empresa contratada pelo Batuba Beach Sound teria o acusado de furto de um celular durante o show ocorrido no local na madrugada do último dia 5. Além da acusação de furto, Lucas afirma que ele e uma amiga teriam sofrido racismo.

No boletim de ocorrência prestado à polícia, Lucas afirma que, por volta das duas horas da manhã, ele e sua amiga, Daniela Leal dos Santos Sá, estavam num dos camarotes do Batuba Beach Sound em Olivença, quando foram solicitados por um grupo de seguranças a deixar o local. Fora do camarote, Lucas afirma que um homem, que aparentava ser o chefe da equipe de segurança, o acusou de furtar um aparelho celular.

“Ao abordar minha amiga e eu, o segurança afirmou que existiam fotos comprovando que nós havíamos furtado um aparelho iPhone e que , a pessoa que nos acusou , alegava que a localização do aparelho indicava um local próximo ao que nós estávamos , junto com outros amigos. Ficou evidente a situação de racismo , tendo em vista que eu e minha amiga éramos os únicos negros do grupo e que a todo momento eles nos acusavam , sem nos dar chances de nos defender. Além de todo o constrangimento em público , tivemos que passar pela abordagem policial, que comprovou que não havíamos pego nenhum celular. Depois de toda a confusão e de perder boa parte do show , fomos convidados a ir para outro camarote , como forma de compensar por tudo o que passamos”, explicou o estudante.

Após prestar queixas, Lucas afirmou que tomará as medidas cabíveis. “Vamos acionar a justiça. Não podemos continuar sofrendo essas situações somente por conta da nossa cor. Isso precisa acabar”, desabafou.

B.O

BARCELONA DE ILHÉUS TEM PRÉ-CONTRATO COM EX-CORINTIANO ACOSTA

Do Ilhéus 24h

Acosta

Em conversa divulgada nas redes sociais, um dirigente do Barcelona de Ilhéus confirmou a existência de um pré-contrato assinado com o ex-Corinthians Alberto Martin Acosta Martinez, conhecido apenas como Acosta.

Revelado pelo Defensor Sporting, o uruguaio ficou marcado pelo sucesso em passagens pelo Peñarol em 2006, Náutico em 2007 e pelo Corinthians entre 2008 e 2009. Como os títulos de maior destaque, Acosta conquistou a Copa Montevidéu pelo Peñarol, Brasileirão Série B e Paulista pelo Corinthians e ainda foi eleito melhor atacante do Brasileirão em 2007.

Aos 42 anos e com histórico de lesões, o atacante que deixou o Corinthians em 2009, teve presenças tímidas em clubes como Brasiliense, Santos-AP, Taboão da Serra-SP, Atlético Carioca e atualmente defende as cores do Taguatinga-DF que disputará o Candangão 2020.

O uruguaio Acosta ainda é dono de uma das 10 maiores pontuações da história do fantasy game Cartola FC. Na 25ª rodada do Brasileirão 2007, quando atuava pelo Náutico, o atacante fez todos os gols da goleada do Timbu sobre o Botafogo por 4×1 e pontuou incríveis 32,9 pontos que é a décima maior marca do game.

ASFALTO DA ZONA NORTE DE ILHÉUS COMEÇA A DETERIORAR

Do Tabuleiro

Buraco.

Após um ano da conclusão da requalificação da litorânea norte, em Ilhéus, o asfalto aplicado na via já apresenta deterioração. O Tabuleiro flagrou, nesta última quarta-feira (08), um buraco próximo ao hotel Barravento, afetando também a nova sinalização. A aplicação do asfalto foi realizada através do programa municipal “Asfalto Legal”, que contou com recursos do Governo do Estado.

TJ BA DEIXA PRÉDIO RESIDENCIAL ABANDONADO EM ILHÉUS

Do Tabuleiro

Prédio

Após diversas reclamações de moradores do Jardim Atlântico III, em Ilhéus, o comunicador Vila Nova chamou atenção, durante o programa O Tabuleiro-Ilhéus FM 105.9,  para um prédio abandonado no bairro que já serviu de moradia para magistrados que atuavam na cidade. Agora, com o auxílio moradia dos juízes, o prédio está em desuso. A administração do local era feita pelo IPRAJ (Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária ) e com a extinção do órgão, a responsabilidade passou a ser do Tribunal de Justiça da Bahia.

A redação do O Tabuleiro entrou em contato com a assessoria de imprensa do Tribunal, mas até o momento não obtivemos resposta. No ano passado, o desembargador Sérgio Cafezeiro, visitou o local e comprovou o estado de abandono do prédio.

Segundo Claudio, vizinho do imóvel, há tempos não era nem feito uma roçagem e o local se tornou perigoso. “ Um adulto conseguia se esconder no matagal que estava no prédio”, relata. Outros moradores do local relatam a invasão de pessoas no prédio abandonado, o que causa pavor em quem mora nas adjacências. Até mesmo uma porta de vidro da varanda de um dos apartamentos foi roubada na semana passada.

Segundo informações chegadas a redação do O Tabuleiro, o imóvel seria permutado com a APAE de Ilhéus, o que não aconteceu. O prédio seria reformado pelo TJ-BA ou governo do Estado e entregue a Associação de pais e amigos dos excepcionais que, como contrapartida,  cederia um terreno no mesmo bairro, onde seria construído o novo fórum da cidade.  Clique abaixo e ouça o comentário do comunicador Vila Nova.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia