WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna


janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: 7/jan/2020 . 19:07

ILHÉUS: ARTICULAÇÕES DE VALDERICO JÚNIOR CHAMAM ATENÇÃO

Valderico é o que tem mostrado mais articulações em busca do comando municipal.

Quem acompanha a rotina dos principais pré-candidatos a prefeito de Ilhéus tem notado uma articulação intensa do empresário Valderico Júnior.

Em suas redes sociais, o filho do ex-prefeito Valderico Reis e dono da maior rádio do município, expõe, diariamente, novos aliados que teriam aderido ao seu “projeto”. São lideranças de diferentes áreas e comunidades. Nas eleições municipais, esse tipo de apoio é fundamental.

Presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Ilhéus, Valderico Júnior também tem o apoio de um grupo forte de empresários, o que pode facilitar o deslanchar de sua campanha, em termos financeiros.

Outro apoio importante que o empresário passou a ter é o do prefeito de Salvador, ACM Neto. Atual presidente do Democratas, Neto abençoou a chegada de Valderico ao seu partido.

Como presidente da legenda, Neto detém o controle do fundo eleitoral. A proximidade entre os dois pode assegurar recursos importantes para financiar a campanha do empresário.

Por outro lado, alguns observam certa sede pra ir ao pote por parte do pré-candidato. Fechar acordos com um cenário tão indefinido e a 10 meses da eleição, podem colocá-lo num nível de exposição que acabe o prejudicando mais que ajudando.

É aguardar pra ver.

OBRA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA ZONA SUL DE ILHÉUS CHEGA À FASE FINAL

Do Ilhéus 24h

A obra.

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) está prestes a concluir sua maior intervenção em Ilhéus nos últimos dez anos: a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) Ilhéus/ Pontal, investimento da ordem de R$60 milhões que atingiu 80% do cronograma físico executado.

A previsão é de que o serviço de coleta, tratamento e destinação final de esgotos seja gradativamente disponibilizado à população beneficiada, de mais de 65 mil pessoas, a partir de maio. A intervenção vai elevar a cobertura de atendimento para cerca de 80%, índice semelhante ao das capitais mais saneadas do país.

O principal equipamento é uma moderna Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) localizada no distrito do Couto, com capacidade de tratamento de 148 litros por segundo e eficiência de 99%. Também está em conclusão a implantação de 14 estações elevatórias responsáveis pelo bombeamento dos esgotos até a ETE. “Os moradores do entorno podem ficar tranquilos em relação às elevatórias, pois elas possuem grupo gerador cabinado, ou seja, vão funcionar com o mínimo de ruído em caso de intermitência do fornecimento de energia elétrica e possuem baixa possibilidade de emissão de odores incômodos. Basta que todos utilizem adequadamente a rede de esgoto e cuidem para que não haja vandalismo ou manuseios indevidos dos equipamentos”, ressaltou o gerente de expansão Heber de Andrade Melo.

A prefeitura, com o auxílio da Embasa, está definindo e regularizando a questão fundiária dos locais onde funcionarão as estações elevatórias dos bairros Pontal e Sapetinga, levando em consideração os anseios da população e pré-requisitos técnicos. Isso é fundamental para que as últimas frentes de serviço possam avançar. “Já temos exemplos positivos de funcionamento de estações elevatórias em áreas de convivência, como o da Praça Nossa Senhora da Luz, em Salvador. Ilhéus já conta em seu território com 22 dessas estações e estão previstas obras de requalificação na elevatória da Praça São Sebastião, local turístico”, afirmou Heber.

A equipe de trabalho social do SES de Ilhéus realiza, desde o início da obra, um intensivo processo de mobilização social para adesão ao sistema de esgotamento sanitário pela população que será atendida pelo empreendimento e para o engajamento com a conservação dos recursos naturais e o uso correto dos equipamentos implantados. “Dentre as diversas ações desenvolvidas, destacamos o exercício do controle social que acontece através das reuniões mensais com a Comissão de Acompanhamento da Obra (CAO) e a manutenção de canal de atendimento para interlocução constante com a comunidade”, ressaltou Rosana Rocha, supervisora de ação social do interior.

TAXISTAS BAIANOS DECIDEM NÃO REAJUSTAR TARIFA NESTE ANO, DIZ COMISSÃO

Do Tabuleiro

Taxis

Os taxistas baianos decidiram não reajustar as tarifas em 2020 e vão adotar os mesmos valores do ano de 2016. De acordo com nota da Comissão de Taxistas da Bahia, a categoria pratica os mesmos preços das bandeiras há quatro anos.

Segundo a lei municipal 9283/17, a data base dos profissionais é janeiro.

O valor mínimo das bandeiras é de R$ 4,81. Já o valor da bandeira 1, praticado de segunda à sexta-feira das 6h às 21h. O valor da bandeira 2, por sua vez, é de R$ 3,38, para domingos e feriados e durante a semana das 21h às 6h.

Conforme a comissão, para chegar a decisão sobre a manutenção dos valores, foram feitas duas pesquisas por entidades que representam a categoria, ouvindo 6,9 mil taxistas baianos.

SERVIDORES AFASTADOS POR MARÃO LEMBRAM UM ANO DE DESESPERO E DISTRIBUEM BOLO

Da Ascom/APPI

Protesto.

Hoje faz um ano que o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, afastou das suas respectivas funções cerca de 300 servidores da Prefeitura que ingressaram no serviço público há mais de três décadas e não tiveram os seus direitos trabalhistas respeitados. Desde então, pais e mães de família brigam na justiça contra a medida. Muitos têm sobrevivido com o apoio de colegas e da comunidade.

Para protestar contra a medida do prefeito, servidores e familiares ocuparam hoje as escadarias do Palácio Paranaguá, sede oficial do governo, no centro da cidade, e fatias de um bolo com os dizeres “365 dias”, foram distribuídas entre a população, em ato de protesto contra o prefeito. “Não estamos comemorando nada. Esse bolo simboliza a lembrança da nossa luta, ela está viva”, lembra a sindicalista Enilda Mendonça, da APPI/APLB.

Entenda o caso – Uma sentença do juiz Alex Venicius, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, determinou a exoneração dos servidores admitidos sem concurso público, entre 5 de outubro de 1983 e 5 de outubro de 1988, e dos funcionários contratados por meio de seleção simplificada. Em dezembro de 2018, o​ juiz determinou que o afastamento desses funcionários fosse imediato, e não após o trânsito em julgado. Apesar de garantir em diversos encontros com lideranças sindicais que não chegaria a situação extrema de demissão, o prefeito Mário Alexandre surpreendeu a todos com o decreto de exoneração publicado no Diário Oficial do Município.

O Tribunal de Justiça da Bahia chegou a julgar procedente a ação movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) para o retorno de servidores afastados. O TJBA tornou sem efeitos a decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, que mandou o desligamento imediato de todos os servidores admitidos antes da Constituição Federal de 1988 que não atendiam requisitos constantes no Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Mas o prefeito Mário Alexandre não cumpriu a decisão judicial. “Nós precisamos continuar esperançosos. Continuar na luta, mobilizados por que a justiça tarda, mas não falha. Ela não falhará com esses trabalhadores”, afirma Enilda, lamentando que prefeito tenha estado insensível e não garantir a lei e nem cumprir as decisões de liminares. Um ano depois os trabalhadores afastados aguardam pelo julgamento de apelação.

Messias Oliveira Vieira trabalhou na Prefeitura durante 31 anos. Em 2019, com o afastamento, teve que vender bens – como um carro – para sobreviver com a família. “Eu sonho com o retorno”, disse hoje ao participar do ato. Atendente na Secretaria de Saúde por 31 anos, Cosme Moraes Nascimento disse, emocionado, que a vida mudou. “Me abalou muito. Foi um ano difícil. Às vezes você está forte. Noutras dá vontade de chorar”, desabafou. “Depois de 30 anos, passei agora um final de ano sem receber um décimo”, completou.

Desde o início da crise, a APPI/APLB tem tido uma importante participação na luta. Realiza bingos, distribui cestas básicas e mantém advogados à disposição dos afastados. Osman Nogueira, presidente da entidade, reconhece que 2019 foi um ano muito difícil para o sindicato. “O governo tem maltratado as famílias. Trata-se de uma situação ruim para os afastados. Mas estamos firmes e fortes, na luta e com esperança de que tudo se resolverá”, afirmou. São 268 famílias passando necessidade, segundo cálculos do sindicato.

Em manifesto distribuído hoje à população, os manifestantes lembram que Marão mentiu para a população ao dizer que o município economizaria 2 milhões de reais para justificar os afastamentos. “Ao contrário, Marão inchou a folha de pagamento”, asseguram. O prefeito, segundo os manifestantes, preferiu afastar os antigos servidores da folha para ampliar a quantidade de contratados temporários na educação, assistência social e saúde. “Um prefeito que demite quase 300 pais de família próximos a adquirir o direito a aposentadoria e agora abre mão de R$ 4 milhões para reforçar o caixa das empresas de transporte coletivo, que além de caótico tem a tarifa mais cara da Bahia, não merece a confiança de ninguém”, afirmam em nota.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia