Do Tabuleiro

Shi.

Nesta quinta-feira, dia 31, o servidor público da Prefeitura Municipal de Ilhéus, Mário Bittencourt Schneider, foi conduzido à delegacia por agentes da Polícia Civil, para prestar esclarecimentos sobre acusações feitas contra o promotor Paulo Sampaio através da página “Ilhéus da Depressão”, no Facebook. De acordo com o blog Agravo, investigações apontam que Schneider é o administrador da página, com 44 mil seguidores na rede social.

Em sua residência, localizada no bairro Hernani Sá, zona sul de Ilhéus, os agentes teriam recolhido smartphones e um notebook, que seriam utilizados por Schneider para atualizar a página. Utilizando o anonimato, o servidor teria acusado o promotor do Ministério Público Estadual de corrupção e prevaricação, beneficiando empresas do transporte público coletivo que operam no município. Schneider também é ex-integrante do coletivo Reúne Ilhéus, que se manifestava contra o serviço e valor do transporte coletivo em Ilhéus.