WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
policlinica itabuna secom bahia teatro itabuna secom bahia


junho 2019
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: 18/jun/2019 . 9:45

ESTUDANTES DA UESC ANUNCIAM PARALISAÇÃO

Da Ascom/DCE

Uesc

Na última quarta-feira, 12 de junho de 2019, se encerrou a greve docente na Universidade Estadual de Santa Cruz, condicionada à assinatura do Termo de Acordo proposto pelo Governo do Estado. Portanto, as aulas retornam nesta segunda-feira, 17 de junho.

Importante lembrar que a greve teve um grande apoio e solidariedade do conjunto de estudantes nas quatro universidades estaduais, sempre buscando compreender a pauta do movimento docente, seja busca de melhores condições de trabalho e na defesa da universidade pública. No entanto, com o retorno das aulas, se acirra a contradição entre a relação professores/as e estudantes a partir do momento que mesmo em véspera de calendário junino, no qual a grande parte dos/as estudantes prevê seu deslocamento para cumprimento do calendário cultural e familiar, estão sendo cobrados/as a fazer avaliações já nos primeiros dias de aula, após a greve.

O retorno às aulas em uma semana atípica como essa prejudica estudantes que não estão no eixo Ilhéus-Itabuna, pois parte retornaram para as suas cidades, além de que os transportes municipais que garantem o translado dos/as estudantes está condicionado ao calendário das faculdades particulares que já estão de férias, prejudicando assim financeiramente aqueles e aquelas que terão que custear sua vinda à Universidade.

Outro fator que vale ressaltar é que há diversos relatos de professoras/es que têm marcado avaliação para o primeiro dia de aula com a turma, sem diálogo, dificultando a busca por uma alternativa que não prejudique nenhuma parte envolvida/o no processo. Prezamos pelo diálogo, acreditamos que será por meio dele que encontraremos soluções para o que está posto. Temos imensa preocupação com o ambiente universitário ser um ambiente que muitas vezes adoece as/os estudantes (como crises de ansiedade, depressão, dentre outros vários problemas), como temos relatos cotidianamente, por isso, mais uma vez, prezamos pelo debate e compreensão.

Diante de tudo que foi exposto, as/os estudantes, mobilizados/as em Assembleia Extraordinária, deliberaram por Paralisação Estudantil, que se inicia hoje (17) e se encerra no dia 3 de julho de 2019, se colocando à disposição para propor um calendário justo ao Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão (CONSEPE). Colocamo-nos à disposição para construir um ambiente acadêmico cada vez mais agradável e que busque a construção do conhecimento, da ciência, pesquisa e extensão, sabendo que para isso é preciso contar com a colaboração de todas/os.

ILHÉUS: ABORDAGEM A ESTUDANTES FARDADOS DIVIDE OPINIÕES DE INTERNAUTAS

Do Tabuleiro

A abordagem.

Uma foto que circula nas redes sociais tem gerado críticas à uma ação da Polícia Militar. Na imagem é possível ver estudantes fardados sendo revistados no muro do IME (Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne), localizado na Avenida Canavieiras, em Ilhéus.

Em um comentário contrário feito na rede social Facebook, um usuário escreveu: “o alvo é o povo preto“, sendo apoiado em outro comentário: “Quando vejo crianças fardadas sendo revistadas tenho vontade de chorar, de gritar. Nunca vi nenhuma criança do status, ideal, São Jorge, instituto nossa senhora da Piedade, fênix ou de qqr colégio particular sendo revistado !! O alvo é o povo preto!!“. Dentre os comentários favoráveis à ação estão: “Abordagem padrão” e “Quando estudantes aprendem a andar como estudante ( Camisa padrão da escola, calça jeans padrão, Sapato padrão, e sem brinco e boné ) isso acaba“. O motivo da abordagem e data do registro, no entanto, são desconhecidos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia